1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Diário Secreto >
  3. Antiga Escola

História Meu Diário Secreto - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Hello amores, a margarida apareceu desculpa pelo sumiço. Mais para compensar vou tentar postar mais uns caps essa semana. Para começar um novo capitulo para vocês, espero que gostem. Boa leitura e bjss.

Capítulo 3 - Antiga Escola


Fanfic / Fanfiction Meu Diário Secreto - Capítulo 3 - Antiga Escola

17/04 

Bom acabei conseguindo um estágio remunerado no hospital onde minha mãe trabalha irei começar na segunda. E sobre as pessoas que me abandonam minha irmã ainda não abriu os documentos que ela recebeu não sei porque, mas não quero conta se ela quiser procurar por essas pessoas eu não vou estar ao lado dela dessa vez. 

Falando mais sobre mim e minha irmã. Nós não temos nada de parecido eu só tenho 1,53 de altura, loira com cabelo quase na cintura e olho azul claro. Já minha irmã é alto, com o cabelo escuro também quase na cintura e olho quase preto. Quem vê nos duas não imagina que somos irmãs, mas nós puxamos a cada um dos nossos pais. Eu me pareço mais com nosso pai e minha irmã lembra um pouco nossa mãe, mas nunca nos importamos com isso. 

Acho que meu dia ontem não rendeu tanta coisa assim para desabafar dessa vez, então acho que é só isso mesmo. 

Tive que acordar cedo, pois tinha que ir no meu antigo colégio para pegar uns documentos e depois limpar umas coisas em casa. Acabei me atrasando então assim que terminei de me arrumar desci e resolvi sair sem tomar café e comeria algo no caminho 

—  Tô saindo. Pai vai sair agora? —  disse assim que desci as escadas e vi meu pai 

—  Quer uma carona? Só vou pegar minha pasta querida —  meu pai disse passando por mim e subindo as escadas 

—  Vou passar no mercado na volta querem alguma coisa? —  disse entrando na cozinha e vendo minha mãe e minha irmã sentadas 

—  Meu shampoo e condicionador. Te mando no whats o nome —  Anna me respondeu pegando o celular e digitando algo 

—  Não vou querer nada não —  minha mãe falou levantando da mesa e indo até a pia 

—  Certo se mudar de ideia me mande mensagem —  respondi a ela 

—  Vamos filha —  meu pai falou aparecendo na cozinha

—  Tchau - disse saindo da cozinha

—  Tchau filha. Dependendo da hora eu te dou carona pra voltar tenho que ir no hospital mais tarde. —  minha mãe falou me seguindo até a sala 

—  Não precisa mãe —  disse me virando para ela 

—   então certo —  ela me respondeu antes de voltar para a cozinha

Meu pai me deixou na rua da minha antiga escola e estava cheio de alunos, pois estava no horário do intervalo. Fiquei na escola quase três horas porque os documentos que precisa acabaram demorando mais do que eu esperava. 

10:30 — Conversa com Gustavo

Gustavo: já terminou aí? 

Laura: já vou passar no mercado aqui perto

Gustavo: minha aula acabou agora. Te encontro no mercado então 

Laura: certo já chego aí 

—  Muito obrigada dona Ruth —  disse a senhora que trabalha no meu antigo colégio

—  De nada querida. Apareça mais aqui —  ela me respondeu sorrindo 

—  Vou tentar. Tchauzinho —  disse colocando o envelope na minha mochila 

—  Tchau querida. Mande um beijo para os meninos —  fui para o mercado que ficava a duas quadras da escola. Quando cheguei lá Gustavo estava encostado no seu carro olhando algo no celular

—  Foi mal a demora —  disse ao lhe cumprimentar 

—  Não se preocupe cheguei agora —  respondeu colocando o celular no bolso 

—  Certo. Tenho que comprar umas coisas rapidinho 

—  E eu quero comer algo

—  Qual o milagre que o seu grude não veio? —  disse para abusar ele 

—  Hoje ele foi encontrar com uma menina que ele conheceu 

—  Mais uma? - disse fazendo cara de surpresa

—  Na verdade são duas 

—  Por que ele nunca me escuta quando eu falo? 

—  Porque ele burro 

—  Isso é verdade 

—  Quer comer alguma coisa depois? —  ele me perguntou quando passamos pela seção de lanches no supermercado 

—  Eu quero. Tô desde cedo lá na escola. E dona Ruth te mandou um beijo

—  Eu nem estudava lá e dona Ruth me amava

—  Não sei porque. Pega esse shampoo aí —  disse apontando para o shampoo na prateleira mais alta 

—  Já pensou em andar de salto

—  Cala boca ridículo —  falei dando um tapa em seu bravo 

—  Mas falo sério —   peguei uns doces para mim já que minha TPM que estava demais e uma coisas que minha mãe havia me mandado mensagem pedindo, paguei tudo e coloquei no carro do Gustavo 

—  Onde vamos comer? —  disse após fechar a porta do carro 

—  Que tal lasanha ali? —  ele respondeu apontando para um restaurante do outro lado da rua 

—  Vamos. Tem um tempo que a gente não sai 

—  Você não sai de casa 

— Não mesmo. Só quando necessário. E o curso como está indo? 

—  Quase na metade, mas ainda não sei o que quero fazer depois que terminar —  ele respondeu assim que entramos no restaurante

—  Ainda tem tempo pra pensar nisso.

—  Você que ainda não sabe o que fazer né? 

—  Não mesmo. Só fiz aquela entrevista para não ficar parada em casa. Mas minha família ainda quer me convencer a fazer medicina 

—  Mas você nunca foi muito fã dessa área. Relaxe você vai descobrir alguma coisa sempre foi a mais esperta e inteligente do grupo 

—  Tinha que ser né — disse com uma cara de convencida, ficamos conversando e almoçando e depois ele me deixou em casa —  Obrigada pela carona  

—  Disponha 

—  Tchauzinho —  disse fechando a porta do carro depois de pegar as compras e indo em direção a porta da minha casa  

—  Já iria te ligar —  minha mãe falou assim que entrei em casa 

—  Eu e Gustavo paramos para almoçar —  indo colocar as sacolas na cozinha

—  Entendi. Comprou tudo? —  ela perguntou da sala 

—  Sim. Cadê a Anna? —  respondi voltando da cozinha 

—  Resolver algo da residência —  falou digitando algo no celular 

—  No mesmo dia que eu começo a trabalhar ela começa a residência. Que ótimo —  disse abrindo minha mochila para pegar o celular 

—  Estou feliz por vocês duas filha —  ela respondeu bloqueando a tela do celular e olhando em minha direção 

—  Obrigada mãe —  disse indo em direção as escadas 

—  Certo eu tô indo para o hospital me ligaram antes de você chegar —  ela disse pegando a bolsa no sofá 

—  Tá bom —  disse subindo as escadas 

17:50 —  Conversa com Gustavo 

Miguel: está ocupada? 

Laura: não, o que foi?

Miguel: estou na porta de sua casa

Laura: ainda vou deixar você do lado de fora quando fizer isso - desliguei o celular e abrir a porta 

...

—  Não vai não, porque você ama seu melhor amigo —  Miguel respondeu passando pela porta e entrando na minha casa 

—  Mas isso não me impede de fazer isso 

—  Nem pense nisso mocinha —  ele me respondeu antes de sentar no sofá 

—  Vou pegar suco quer alguma coisa? 

—  Tem refrigerante?

—  Tu é folgado viu 

—  Também te amo —  ele gritou quando eu já estava na cozinha 

—  Toma logo. Afinal o que você veio fazer aqui? —  disse entregando a lata de Coca e sentado de frente a ele no sofá 

—  Tô com um probleminha

—  Que tipo de probleminha? É sobre suas amigas? 

—  Na verdade sim —  falou antes de tomar uma golada de refrigerante 

—  Qual é o problema? Eu nem devia te ajudar 

—  Eu marquei de ver uma menina amanhã, mas minha ex me pediu para me encontrar com ela

—  Que ex? A que te traiu? 

—  Não pode só falar o nome dela? Tem que lembrar o que ela fez? 

—  Na verdade sim, mas o que ela queria? 

—  Ela quer sair pra conversar —  disse tomando mais uma golada do refrigerante 

—  Porque? 

—  Não sei 

—  Olha depois do que aconteceu você ficou mal não sei se sair com ela é uma boa ideia 

—  Eu também não sei, mas queria ver o que ela quer 

—  Tem certeza disso 

—  Estou na dúvida por isso que eu vim falar com você 

—  É sério? Você nunca me escuta — disse tomando o resto de suco que ainda restava no meu copo 

—  Eu sei disso, mas você acha que eu devo ir? 

—  Olha eu não acho uma boa ideia, mas se você quer tanta saber o que ela quer é melhor ir, mas cuidado. Ela consegue ser bem má pelo que me lembro 

—  Eu também lembra afinal ela me deu um belo par de galha, mas tô curioso 

—  Que dia vocês vão sair? 

—  Hoje a noite na verdade e eu tenho que ir na verdade —  disse após levantar do sofá

—  Toma cuidado Miguel ela sabe te enrolar e me liga se precisar conversar depois

—  Falo com você depois —  ele foi em direção a porta e o acompanhei —  Tchau 

—  Tchauzinho —  disse e fechei a porta depois que ele saiu 

18:10 —  Conversa com Gustavo 

Laura: sabia que Miguel vai sair com a ex vulgo Carla ? 

Como sabia que minha irmã e meus pais não chegaram tão cedo fiz um sanduíche com suco e fui para meu quarto assistir série, assistir uns dois episódios até que meu celular tocou 

19:30 —  Conversa com Gustavo 

Gustavo: como assim eles vão sair? 

Laura: ela mandou mensagem pra ele hoje mais cedo e não sei direito o que aconteceu. Mas essa hora eles já devem ter se encontrado 

Gustavo: qual é dessa garota? 

Laura: boa pergunta 

Gustavo: qualquer novidade me avise 

Laura: certo. Espero que não tenha novidade nenhuma 

Gustavo: eu também viu 

Laura: já saiu do trabalho?

Gustavo: já, tô indo pra casa já 

Laura: ah certo. Qualquer coisa te falo 

Gustavo: tá bom 

Desliguei o celular e voltei para minha séries e só de madrugada escutei o barulho do carro dos meus pais, olhei meu celular antes de dormir e havia mensagem do Gustavo e do Miguel

00:45 —  Conversa com Gustavo 

Gustavo: já soube da novidade?

Laura: que novidade? 

00:20 - Conversa com Miguel

Miguel: não me mate, mas eu voltei com a Carla

Laura: COMO É QUE É? 

00:47 - Conversa com Gustavo 

Laura: como assim eles voltaram? 

Gustavo: essa era a novidade

Laura: porque ele fez isso? Tenho que falar com ele pessoalmente por whats ele me enrolar

Gustavo: amanhã não temos aula 

Laura: ótimo, vou tentar encontrar com ele na lanchonete do centro 

Gustavo: vou também 

Laura: certo, bom que você me dá carona

Gustavo: certo, passo aí umas 9 hrs?

Laura: certo. Até amanhã 

Gustavo: até 

01:06 —  Conversa com Miguel

Laura: amanhã na lanchonete do centro 9:30. Você vai contar o que aconteceu no encontro de vocês

Depois dessa conversa desliguei meu celular nem esperei a resposta de Miguel que eu já imaginava que não iria chegar tão cedo e deitei para dormir 

 


Notas Finais


Então o que acharam???
E me falem se essa forma de chat esta boa ou ficou confusa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...