1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Diretor - Kim Taehyung >
  3. Capítulo 2

História Meu Diretor - Kim Taehyung - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Me desculpem qualquer erro de português, o capítulo foi escrito de madrugada em meio a possíveis sonos mas tentei corrigir o máximo que eu pude.

Capítulo 2 - Capítulo 2


- Finalmente já é hora de ir embora, vai querer carona pra voltar S/N?

- Não Lisa, eu vou ter que ficar na escola ajudando o diretor Kim com alguns papéis, era isso ou suspensão de três dias.

Conversavamos enquanto guardavamos nossos materiais.

- E como você vai embora?

- Não sei Lisa... carona, uber, taxi, credo parece até meu pai quando se preocupa.

Brinquei enquanto saíamos da sala e passávamos pelos corredores, no final Lisa saiu dp colégio e eu fiz o trajeto contrário indo em direção a direção.

- S/N? Ah eu ja tinha esquecido que você ficou de ajudar o direto.

- Era isso ou suspensão Hana.

Ela me caminhou até a sala do diretor o qual estava analisando alguns papeis.

- Diretor Kim?

- Pois não Hana... Ah a S/N, entre.

- Diretor Kim tem certeza, eu posso ajuda-lo ao invés da S/N.

- Não será necessário, está dispensada Hana.

- Como quiser.

E assim Hana fez, aparentemente chateada com a atitude do diretor Kim que apenas se manteve em silêncio, que logo foi quebrado assim que ele me olhou.

- Sente-se S/N.

Eu me sentei um tanto surpresa esperando outro tipo de reação do diretor que logo voltou a olhar seus papéis.

- Diretor Kim?

- Ah, sim, claro.

Ele se levantou caminhando em minha direção e logo pude sentir meu coração acelerar mas logo percebi que sua mão foi de encontro a estante atrás de mim pegando uma pasta que havia ali.

- Quero que organize esses papéis pra mim, por ordem alfabética, separe as turmas e depois por ordem alfabética.

Eu pesquei os olhos incrédula tentando assimilar o que ele havia dito.

- Isso é brincadeira né?

- Lamento dizer que não.

- Eu não acredito que eu realmente vou ter que fazer isso, eu achei que a gente fosse ficar e não ficar trabalhando.

- S/N eu pensei e cheguei a conclusão que não deveria me deixar levar.

- Vai pro inferno diretor Kim.

Estava tao chateada que nem me dei conta do que havia feito e que poderia de fato ser expulsa por isso.


Mas logo me sentei no sofá que havia ali mantendo uma certa distância do diretor passando a organizar toda a papelada chata que havia ali nem percendo como o tempo ja havia passado. 

Assim que terminei tratei de levantar e ir em direção ai diretor que estava sentado em sua cadeira provavelmente mandando alguns e-mail para pais ou professores, o mesmo estava distraido então me aproveitei do momento para sentar em seu colo e segura-lo pela nuca lhe dando um beijo sem que ele tivesse tempo para ter uma reação, mas pude perceber que ele havia gostado já que o beijo foi retribuido na mesma intensidade.

- Diretor Kim..

Sussurrei em meio aquele beijo ao ter a cintura agarrada, fui descendo os beijos pelo seu pescoço enquanto o diretor Kim tratava de me fazer rebolar em seu colo mas tudo aqui foi parado ao ouvir um bater de porta me fazendo levantar bruscamente do colo do diretor.

- Caralho, que inferno.

- Olha a boca S/N. Entre.

O diretor disse quanto arrumava a sua postura na cadeira e eu ajeitava minha roupa.

- Namjoon?

- Desculpa diretor, eu fiquei esperando a S/N na escola, a Lisa me contou que ela ia ajudar o senhor.

- Namjoon.. Sério?

- Está liberada, pode ir S/N.

Eu não disse nada apenas peguei minha mochila e sai dali com Namjoon.

- Lisa acha que você é meu guarda costas?

- Não S/N, a Lisa sabe que eu to afim de você e comentou que você ia ficar depois da aula.

- Namjoon você é um amor mas a gente não namora, a gente tem uma amizade com benefícios e você nunca reclamou.

Dizia enquanto pegava o capacete da moto de Namjoon colocando na cabeça ao mesmo tempo que ele. 

- Eu só me preocupei S/N, você sempre diz que os seus pais não ligam pra você

- Vamos embora logo Namjoon.

Ele assentiu enquantou ambos subiam na moto, ele na frente guiando e eu atrás.

- Ah, já tinha me esquecido, meu pai pediu pra te avisar que seus pais voltam hoje pra casa, sua mãe conseguiu um contrato pra uma campanha local.

Eu apenas dei de ombros enquanto ele começava a pilotar sua moto em direção a minha casa que ele tanto conhecia que ficava um pouco longe da escola.

- Está entregue.

- Perfeito.. Valeu Nam.

Assim que eu desço de sua moto e lhe entrego o capacete percebo um caminhão em frente a casa junto de algumas caixas.

- O que ta rolando S/N?

- É o que eu vou descobrir.

- Quer que eu entre com você?

- Por favor.

Ele estacionou sua moto e também tirou seu capacete caminhando comigo em direção a casa a qual também haviam muitas caixas embaladas e lacradas.

- S/N, que bom que finalmente você chegou.

- Pai?

- Senhor Choi.

- Namjoon.

Ambos se cumprimentam enquanto tudo que eu faço é revirar os olhos devido a chateação.

- Então pai... Que porra ta acontecendo?

- Olha a boca S/N. Então, não é óbvio? Vamos nos mudar.

- Engraçado, porque eu não tava sabendo.

- Sua mãe e eu decidimos isso ontem a noite na nossa viagem.

- A sim, claro e eu não tenho direiro nem de discordar.

- Sua coisas já estão embaladas.

Ele tira um papel do bolso e entrega para Namjoon, o qual eu julguei ser o possivel endereço da nova casa. 

- Pode levar a S/N pra mim?

- Claro senhor Choi.

Tudo que eu fiz foi sair daquela casa o mais rápido possível e Namjoon foi atrás de mim.

- S/N eu não sabia.. Desculpa.

- Tudo bem, só quero ir embora.

- Eu não sei ao certo aonde fica o endereço.

- Não, me leva pra sua casa, não quero ir pra lá hoje.

- Ta bem, sobe ai.

Assim eu fiz e ele também, subimos em sua moto e fomos em direção a casa de Namjoon, já que estsvamos de moto não demorou muito para chegar na casa.

- Pai? A S/N tá aqui.. Pai?

- Aqui na cozinha filho. 

- Vai sair de novo pai?

- Eu sou fotógrafo Namjoon, eu vou tirar fotos da mãe da S/N pra revista. Ah, me desculpa, oi S/N.

- Oi senhor Kim.

- Filho ela vai dormir aqui?

Namjoon não sabia o que dizer então me olhou confuso e eu só assenti.

- Vai ser só essa noite senhor Kim, pra eu esfriar a cabeça.

- Tudo bem. Apenas se comportem.

- Sim pai.

- S/N é filha de um casal de amigos e eu não quero problemas, enfim volto msis tarde, se comportem.

Namjoon e eu apenas concordamos enquanto senhor Kim pegava a própria moto na garagem e saia de casa.

- Sério Namjoon? Se comportem?

- Foi mal S/N é que ele é meu pai ele sabe que a gente fica as vezes.

- Você contou?

- O cara é o meu pai, minha única família.

- Aposto que ele contou pro meu pai, isso explica porque ele confia tanto em você.

Ficamos ali conversando como bons amigos, e pedimos uma pizza pra jantar. Já era razoavelmente tarde quando eu estava de banho tomado usando uma das roupas de moletom do Namjoon enquanto discutíamos pra variar.

- Fala sério S/N, vai deitar na minha cama se você tiver com medo eu deito no chão.

- Namjoon não insiste e também amanhã tem aula, eu demoro pra me arrumar.

- S/N, levanta.

- Que saco, que saco.

Acabei levantando e indo em direção ao quarto de Namjoon, não demorou muito para que ambos estivessem deitados sobre aquela cama de casal, sim de casal, apesar de solteiro Namjoon era um tanto espaçoso. E assim foi a noite, sono, baba, alguns roncos, sempre se mexendo mas no fim acabamos pegando no sono.


Notas Finais


Será que o diretor Kim vai demorar muito a ceder?
Hm... Talvez com mais insistência ele mude de idéia?

Até o próximo capítulo, xoxo 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...