1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Diretor Gato >
  3. Amigas?

História Meu Diretor Gato - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Oieeee, mochis.

Tudo bem com vocês? Espero que sim.

Então, sei que disse que voltaria só mês que vem, mas não aguentei e tive que fazer esse cap.

Tá pequeno, mas foi feito com muito amor e carinho.

Leiam as notas finais, por favor♥️

Amo vocês♡♡

Boa leitura

Capítulo 2 - Amigas?


Fanfic / Fanfiction Meu Diretor Gato - Capítulo 2 - Amigas?

P.O.V. Gi-Hae


Estava caminhando em direção a escola, ouvindo uma música qualquer e pensando no acontecimento da noite passada.


Vocês devem estar se perguntando o por que, que eu não falo pra minha mãe ou denuncio ele.


Vamos do começo.


Três anos depois que eu nasci meus pais começaram a brigar muito, mas nunca chegaram a se separar. Alguns meses depois do meu aniversário de 10 anos eles brigaram e se separaram, meu pai foi atrás da minha mãe e pegou ela na cama com o melhor amigo dele. Sim, o melhor amigo do meu pai. Não é o Kim Dae-Ho, ele surgiu um tempo depois. Voltando. Eles se separaram de verdade e meu pai voltou pro Brasil, seu país natal...o que explica o por que do meu corpo mais "avantajado" do que o das outras coreanas. Ele votou pro Brasil, eu e meu irmão queríamos ir morar lá, mas minha mãe não deixou, disse que ele não cuidaria bem da gente e talls.


Três meses depois ela conheceu o Kim Dae-Ho, e eles começaram a namorar, meio ano depois eles se casaram. Ele não era assim desde o começo, ele era o padrasto que toda pessoa podia querer. Bonito, legal, engraçado e talls, porém foi assim só até os meus 12 anos, que foi quando meus hormônios começaram a aparecer e eu comecei a ganhar corpo, com quase 13 anos eu dei o meu primeiro beijo, e foi depois disso minha vida foi ladeira à baixo.


Ele começou a passar a mão em mim, mas nunca passou disso, ele botava a mão nos meus seios, na minha bunda e nas minhas coxas, as vezes me dava um selinho ou algo assim. Eu perguntei o por que dele estar fazendo isso e ele disse que era normal padrasto e entiada fazerem isso e como eu era um pouco inocente eu acreditei.


Com 13 anos eu percebi que era errado e pedi pra ele parar, por um tempo ele parou. Com 14 anos eu tive meu primeiro namorado sério, e com 15 perdi a virgindade com o mesmo. Depois de alguns meses nós terminamos e meu padrasto sabia que eu não era mais virgem.


Ele esperou minha mãe ir trabalhar e meu irmão ir pra casa do amigo e me estuprou pela primeira vez. Eu pedi pra ele parar e talls, mas ele não parou. No dia seguinte eu falei com a minha mãe e ela disse pra eu parar de mentir e pra eu crescer, que ela e meu pai não voltariam e não adiantava eu tentar separar ela e o Dae-Ho. Então eu não falei mais nada com ela, e ele continuou fazendo isso várias e várias vezes. Ele é um empresário renomado e tem muitos contatos, se eu fizesse uma denúncia contra ele e iria fazer eu parecer uma mentirosa e talls.


Algumas pessoas, quando passam pelo o que eu passo, desenvolvem depressão, ansiedade ou algo assim, no meu caso eu fiquei problemática e comecei a brigar.


Minha mãe achou que era excesso de energia, raiva e amargura, por causa da separação dela e do meu pai, e me colocou em uma academia pra fazer box, e achou que eu deveria começar a trabalhar pra espairecer.


Então eu entrei no box e arrumei um emprego em uma lanchonete. Trabalhei até os 16 e meio na lanchonete e depois pedi demissão, porque o chefe era um mala. Depois com quase 17 arrumei um emprego em uma cafeteria longe de casa e estou lá até hoje. E cá entre nós, trabalhar longe de casa é a melhor coisa, eu trabalho meio período, vou pra lá depois da escola, então saio de tarde, e depois vou pro box, e chego em casa tarde, então não tenho que falar com ninguém, consigo viver...por pelo menos algumas horas.


Saio dos meus devaneios quando vejo Yoongi me chamando de dentro do seu carro, enquanto caminho em direção a escola.


- Indo cedo pra escola? - Pergunta sorrindo - Deu formiga na cama?


- Me espionando senhor Min? - Digo tirando um lado do fone - Só quis sair mais cedo de casa e caminhar um pouco.


Eu quis sair mais cedo, porque não queria ver ninguém em casa.


- Quer carona? A escola ainda tá meio longe - Balanço a cabeça negativamente e agradeço - Ok, nos vemos hoje? 


- Não, obrigada - Respondo, eu não iria arrumar problema então não iria pra sala dele. 


***

Estava sentada mexendo no meu celular, esperando uma hora boa pra ir pra sala.


Hoje não iria arrumar briga com ninguém, nem arranjar problemas. Quando acontece o que aconteceu ontem, eu prefiro ficar na minha.


- Sua piranha! Você transou com o Daniel? - Diz uma menina ruiva de farmácia. 


- Falou comigo? - Pergunto e ela assente - Bom, não me lembro de ter transado com ele...Ah, sim...transei sim, ele disse que vocês tinham terminado...aí a culpa já não é minha...aprende a segurar o seu homem! 


Parabéns Gi-Hae, você disse que não ia arrumar problemas!!!


- Puta! Vadia...arruma um pra voc...


Antes dela terminar eu já tinha preparando a resposta. Só que aparece uma menina cuja eu não conheço, acho que é nova.


- Ei...seu namorado deve ter ido procurar ela, a culpa não é dela. Ele disse que vocês tinham terminado! Vá tirar satisfações com ele.


- Hwasa, então quer dizer que as putas se protegem? Muito bom saber!


- Ei, piranha...seu namorado faz gostoso, pede pra ele te mostrar o que ele me mostrou! 


Digo e ela fica roxa de raiva, mas diz que vai ter troco e sai pisando forte.


Sento novamente e começo a mexer no celular.


Se eu fiquei com o tal do Daniel? Talvez, acho que sim...mas ele disse que eles tinham terminado. 


- Ahn Hye-jin, mas me chama de Hwasa. E você é...


- Olha não sou de ter amigos, muito menos amigas.


- Eu também não, mas gostei de você. 


- Devo me sentir honrrada ou algo do tipo? - Pergunto e ela ri anasalado assentindo - Jung Gi-Hae, mas me chama de Gi-Hae.


***

Entraram também mais 3 garotas, que também quiseram falar comigo, o que eu achei extremamente estranho.


Kim Yong-sun prefere ser chamada de Solar, o motivo ainda é desconhecido, ela é nerdzinha, mas é legal e bem bonitinha, é uma nerd gata, vai fazer sucesso.


Moon Byul-yi prefere ser chamada de Moonbyul, porque é mais fácil, ela é um pouco na dela e é nerd, mas também é bonita e legal.


Jung Whee-in prefirimos chamar ela apenas de Wheein, ela é legal e bonita, não é tão nerd e gosta de arrumar uma brigazinha de vez em quando.


Então, essas são minhas novas colegas, por enquanto. Só até as outras garotas falarem pra elas que eu já dormi com o namorado de algumas. 


Acontece que eles vêm me procurar e sempre dizem que eles terminaram ou que nem chegaram a namorar. E então eu acabo dormindo com eles.


Mas a culpa é só da garota, a garota é a puta, vadia, piranha. O garoto é o pegador. O feminismo tá aí pra isso, mas parece que a maioria das mulheres ainda são machistas.


***

As duas primeiras semanas de aula haviam passado tão rápido, que mal percebi.


Hoje era sexta feira, e minha mãe iria ficar de plantão no hospital, e provavelmente meu irmão iria sair com a namorada. O que resultaria em eu ficar em casa com o Dae-Ho.


Eu estava perdida, teria que acontecer o que aconteceu na semana retrasada.


- Meninas, que tal uma noite das garotas lá em casa? Melhor querem passar o final de semana lá em casa? - Solar pergunta fofinha.


Na hora do intervalo eu e as meninas estávamos sentadas no pátio lanchando.


- Hmm, sexta a noite...em casa? - Wheein questiona - Tô fora!


- Balada? - Hwasa sugere.


- Eu topo, qualquer coisa pra não ficar em casa hoje - Falo e Solar se anima - Menos ficar na casa de outra pessoa pra ter uma noite de garotas. Desculpa, Solar.


- Então, balada? - Wheein pergunta.


- Eu nunca fui em uma balada - Moonbyul fala e nós nos espantamos. 


- Eu também não, não gosto de aglomerações - Solar fala e eu reviro os olhos.


- Fala sério, meninas! Bom, hoje nós, todas, vamos pra balada. O final de semana é na casa da Solar, aí eu prometo que nós fazemos todas aquelas coisas clichês de filmes americanos...pode ser?! - Falo e elas assentem - Tá, depois da aula eu vou pro trabalho, hoje eu saio cedo, até umas 19:00 eu chego em casa, vocês passam lá umas 21:00?


Elas assentem e eu me sinto um pouco melhor por não ter que ficar em casa com o Dae-Ho.


***

Tinha acabado chegar no trabalho, coloco o uniforme e vou até uma mesa pra anotar o pedido de um freguês.


- Boa tarde, o senhor já quer fazer o pedido? - Pergunto e ele assente.


Era um cara de mais ou menos uns 24 anos, alto, moreno, com a pele branca. Muito gato, realmente, muito gato.


- Eu vou querer um café gelado e um bolo de limão com amendoim...E se não for muita falta de educação, o seu nome.


- Pedido anotado...E Jung Gi-Hae.


- Nome bonito...Park Jimin.


- Eu vou trazer o seu pedido, Park Jimin.


Saio e dou um sorrisinho. 


***

Fazia meia hora que eu tinha chegado em casa. Como algo e vou tomar um banho.


Tomo um banho demorado e passo um hidratante corporal. Saio do banheiro e vou em direção a minha penteadeira.


Seco meu cabelo e passo a prancha e depois faço uns cachos nas pontas. 


Logo em seguida faço uma make, preta, bem elaborada e passo um batom vermelho.


Vou em direção ao meu closet e pego um vestido preto brilhoso com um decote muito generoso e com alguns detalhes transparentes na lateral das coxas.


Calço um salto alto, preto, brilhoso com a frente aberta e o salto quadrado.


Pego minha bolsa de mão, vinho, e coloco as meus pertences.


Coloco um brinco longo e alguns anéis. Ouço a campainha tocar e olho a hora, vejo que são 20:58, desço as escadas mas meu padrasto já tinha aberto a porta pras meninas.


Elas estavam indo sentar no sofá, quando eu grito um "oi", elas olham pra mim com admiração, meu padrasto com desejo e eu com nojo.


- Uau! - As meninas falam enquanto eu desço as escadas com cuidado, por causa do salto.


Solar estava com um vestido, bege, que batia no meio das coxas e com um decote generoso. Com um salto, não tão alto. E a maquiagem perfeita.


Wheein estava com uma saia, vermelha, curta e um top da mesma cor. Seu salto era alto e sua make elaborada.


Hwasa estava com um vestido, verde escuro, curtíssimo e com um decote maravilhoso. Sua make bem elaborada e seu salto bem alto.


Moonbyul estava com uma sai, amarela, bem curtinha e um top azul. Sua make estava perfeita e não tão elaborada. Seu salto era pequeno e lindo.


- Não sabia que ia sair, Gi-Hae - Meu padrasto fala com um olhar de raiva.


- Minha omma tá sabendo, isso é o suficiente.


- Também não sabia que tinha amigas, tão...bonitas.


- Já tá sabendo! - Falo grossa - Vamos meninas? 


Elas assentem e nós saímos.








Continua...


Notas Finais


Make:

https://pin.it/2R9jXsY

Look:

https://pin.it/4fXsum9

Salto:

https://pin.it/ua064iC







O que vocês acharam do cap?
O que vai acontecer na festa?
Será que ela vai encontrar alguém?
Será que ela vai dormir com alguém?


Enfim, comentem

Bom quero agradecer pelos comentário maravilhosos de vocês, amo vocês!!!

Vejo você nos comentário? Espero que sim.


♡Parabéns pra todas as meninas que fizeram aniversário essas semanas♡


Amo vocês.

Se cuidem e não saiam de casa♡♡♡

Amo vocês♥️♥️♥️♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...