História Meu Doce Canibal - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Lendas Urbanas
Tags Creepypasta, Eyeless Jack, Jeff The Killer, Yaoi
Visualizações 42
Palavras 998
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Canibalismo, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Desculpem a demora, mas estava em semana de prova e acabou hoje, enfim... Espero que gostem!

Capítulo 3 - Caça Ou Caçador?


Fanfic / Fanfiction Meu Doce Canibal - Capítulo 3 - Caça Ou Caçador?

~Jeff Narrando~

~3 Dias Depois~

Acabei por me reconciliar com o Toby, admito que exagerei ao ser "amigável" com ele há 3 dias atrás, mas pelo menos as coisas voltaram ao normal. 

Estava eu em mais uma noite entediante sentado em meio a Masky e Hoodie no sofá, quando Slender chegou, e disse-me que tinha uma nova missão, e que era importante, fiquei animado, pois já fazia um tempo que eu não saía em missões, pois Slender costuma me enviar para ocasiões mais perigosas ou importantes, já que sou o mais experiente psicopata entre eles, junto com Slender, infelizmente ele estaria ocupado, então me mandou com o Masky para essa missão.

~20 Minutos Depois~

Slender disse-me que eu e Masky iríamos "buscar" um novo integrante da CreepyHouse, infelizmente ele é agressivo, então Slender pediu que eu e Masky tomássemos cuidado, logo em seguida partimos em direção a parte mais escura da floresta, Slender não nos deu muitas informações, pois essa Creepypasta é bem inteligente e se esconde com facilidade, oque é um problema, ele não deu se quer o nome, disse que seria uma surpresa, enfim...

~10 Minutos Depois~

Encontramos uma casa velha e desgastada feita de madeira, deve ter sido construída a anos atrás, de acordo com algumas informações, a Creepy estava la dentro, então entramos de forma sigilosa na casa, tinha um cheiro fedorento de madeira podre, tentávamos andar de forma calma e quieta, mas a madeira rangia mais alto a cada passo que dávamos.

Estava tudo muito escuro, e a casa era grande, então decidimos nos separar, eu fui para a direita e Masky para a esquerda, começamos a procurá-lo. 

confesso que fiquei meio nervoso, pois estava em um local desconhecido, caçando alguém que na verdade, já poderia estar ali me caçando, e o pior... Eu não estava errado! Rapidamente sinto um forte puxão na gola do meu moletom, que me jogava contra a parede, e num piscar de olhos pude encara-lo... Era a mesma criatura do sonho que eu tive! Usava uma máscara azul brilhante que escondia seu rosto... Meu coração disparou rapidamente, a criatura colocou um de seus pés em meio aos meus, agarrou o pulso de meus dois braços e começou a me encarar, logo me avisou com uma voz singela e calma ( e bem sexy, admito):

???: - "Não dê um pio, senão as coisas pioraram para o teu lado...

Eu gelei, segundos depois ele soltou um de meus pulsos, e calmamente levou sua mão ao seu rosto, removendo sua máscara e seu capuz, achei que fosse infartar ou coisa do gênero, mas na verdade... Eu me encantei! Sua face era tão perfeita... Sua pele azulada e aparentemente macia... seus cabelos castanho escuro brilhante... E suas grandes cavidades oculares ocas, que não me eram assustadoras,  a gosma que escorria delas talvez, ele mostrava suas presas para mim, provavelmente tentando me amedrontar.

Sua expressão em seu rosto mudou rapidamente, logo após perceber a súbita mudança na minha, começamos a nos encarar, ele devagar foi largando-me, eu estava prestes a falar alguma coisa, quando... PUM!

Masky havia dado-lhe com uma pá na cabeça, que o fez desmaiar, admito que foi bem engraçado, mas enfim...

Masky: - "Bem, já pegamos ele, agora vamos embora".

Jeff: - "Ok".

~30 Minutos Depois~

Depois de carregá-lo floresta a fora, eu e Masky chegamos em frente a CreepyHouse, Slender estava nos esperando, logo ele começou a falar:

Slender: - "Foram rápidos, foi difícil?"

Masky: - "Não, ele não foi tão agressivo como achávamos".

Jeff: - "Ele ainda está inconsciente?"

Slender: - "Aparentemente sim, vou acorrentá-lo para que não tente fugir ou atacar alguém".

Jeff: - "Não seria melhor apenas tentar conversar com ele?"

Slender: - "Não, ele pode perder o controle e agir por alto defesa em um lugar que ele não conhece".

Masky: - "Estás com pena dele, Jeff? Você costuma aprovar a "tortura" que fazemos".

Jeff: - "Não me enche o saco cacete, foi apenas uma sugestão, afinal ele irá morar conosco".

Slender: - "De qualquer forma, será assim, o quarto dele já esta pronto, o deixarei lá".

Slender rapidamente some em um piscar de olhos, logo em seguida entro com Masky e nos sentamos no sofá, como sempre no tédio.

~5 Minutos Depois~ 

Estávamos eu e Ben apostando uma corrida em um de seus jogos de videogame, quando Slender rapidamente apareceu na sala me chamando:

Slender: - "Jeff! Venha comigo rápido!"

Jeff: - "Oque foi Slender, oque houve?"

Slender: - "Ele acordou, está muito agressivo, estou tentando acalmá-lo mas não adianta, preciso que você o faça".

Jeff: - "Porque eu?"

Slender: - "Porque ele se referiu a você algumas vezes, aparentemente só irá responder a você".

Jeff: - "Como ele me chamou?"

Slender: - "De 'O Garoto Do Sorriso', agora vamos!"

Sigo Slender rapidamente em direção a porta, ele a abre lentamente e me manda entrar:

Slender - "Quando conseguir acalmá-lo e conversar com ele, me chame".

Ele fecha a porta rapidamente, e me deixa sozinho, frente-a-frente com a criatura.

???: - "É você..."

Jeff: - "Me chamo Jeff, e serei bem direto: Nós não estamos aqui para te machucar, apenas queremos te fazer uma oferta, então por favor, se acalme".

???: - "... Me chamo Eyeless... Eyeless Jack, e... Que tipo de oferta?"

Jeff: - "Queríamos que você se juntasse a nós".

E.J.: - "Me juntar...?"

~Uma Longa Explicação Depois~

Jeff: - "E então, aceita?"

E.J.: - "... Como vou saber que não é tudo uma mentira?"

Jeff: - "Não sei, oque quer que eu faça para provar?"

E.J.: - "Me desamarre, por favor".

Jeff: - "Ok..."

O desamarro devagar, quando ele percebe que está solto, ele rapidamente se vira e puxa-me pela gola de meu moletom, me encostando contra a parede e tapando minha boca com sua mão, coloca uma de suas pernas entre as minhas, e segurando um de meus pulsos com uma de suas mãos, seu rosto estava muito próximo ao meu:

E.J.: - "Te peguei... Heheh"

Jeff: - "Fudeu!"

 


Notas Finais


Muahahah! Deixarei vocês curiosos agora, espero que tenham gostado! :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...