1. Spirit Fanfics >
  2. Meu doce fantasma. (YeonBin) >
  3. Especial TaeGyu

História Meu doce fantasma. (YeonBin) - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


E aqui está um episódio de TaeGyu,vai ter a parte dois só esperem. Muito obrigado pelos 15 favoritos!! Eu escrevi esse episódio ouvindo Marry You do Bruno Mars. Me perdoem qualquer erro e Boa Leitura!

Capítulo 8 - Especial TaeGyu


Pov Taehyun


Sinceramente eu não tenho a mínima ideia de como começar a contar toda essa história mas vou tentar contar desde que me lembro.


Eu e os meninos somos amigos desde quando nos entendemos por gente,a minha mãe e a mãe do BeomGyu se conheciam a muito tempo,mas se separaram pela faculdade,e acabaram fazendo novas amizades,minha mãe fez amizade com a mãe do Huening e a mãe do Beom arranjou abrigo na mãe do SooBin,depois de tudo rolou mais altos assuntos que não me lembro e todas se conheceram pessoalmente.

Depois desse dia as 4 nunca mais largaram uma das outras. Cada uma arranjou um namorado,e depois foi a gente é claro. Graças a essa maravilhosa amizade de nossas mães a nossa também foi bastante fortalecida. Fomos vizinhos um dos outros por um tempo. Até que veio o divórcio dos pais do Beom,e a tia Naeyon resolveu se mudar,pra não restar nenhuma mágoa ou lembrança do lugar. Depois meus pais também resolveram se mudar por causa de uma oportunidade de emprego do meu pai. Foi uma situação difícil não poder mais nos encontrarmos todos os dias como sempre,dormiamos nas casas um dos outros,brincávamos, e não vou mentir que até a primeira paixão do BeomGyu foi com a irmã mais velha do Kai,a Lea.


Ainda tínhamos a escola, onde na maioria das vezes era onde combinavamos 'pra qual lugar iríamos aproveitar a tarde. Continuamos indo passar a tarde juntos, as vezes temos até umas festas do pijama.



Depois que finalmente entramos no ensino médio,eu e o Beom nos apegamos ainda mais que antes, seria totalmente normal, uma amizade de anos apenas? Porém isso foi mudando depois de uns meses,perto do Beom eu me sentia feliz, claro que eu me sentia assim com os outros dois garotos...mas com ele era diferente. Era como se a todo custo eu precisasse dele perto de mim,do toque,da atenção,do carinho e até da voz.


Tudo se tornou um turbilhão de pensamentos na minha mente depois de um maldito abraço. Oque era pra ser um simples "Te vejo na segunda" depois de nos separarmos em frente minha casa, se tornou um abraço que depois que foi separado me fez sentir falta de tê-lo perto de novo. Depois daquele dia eu só esperava a todo custo ter de novo o cheiro doce do Beom, a sensação de estar protegido e principalmente, a sensação de ter um BeomGyu do meu lado.

Eu fiquei o final de semana inteiro esperando pela segunda,oque iguala a um milagre porque não é normal da minha parte gostar de uma segunda feira. Eu tentava falar com o Beom, mas a vergonha falava mais alto. Eu não sabia o porque disso agora, éramos amigos e era normal nos falarmos.


Eu não conseguia dormir,era ultramente estranho,eu não sabia nem oque eu tava sentindo, até ter a maravilhosa ajuda da minha mãe.


- Tae? Tá tudo bem filho?


- Tudo sim mãe. - Talvez omitir a verdade seria uma boa opção pra mim naquele momento.


- Taehyun você pode falar qualquer coisa pra mim filho,eu sou sua mãe,eu quero te ajudar acima de tudo tá legal?


- Mãe...como você se sentia em relação ao papai?


- Bom,eu me sentia bem com ele,em todo momento era bom estar com ele,eu me sentia acolhida e feliz,e descobri com isso que eu era apaixonada por ele... Mas porque a pergunta?


- Só,curiosidade.


- Fala a verdade Kang Taehyun,você tá gostando de alguém?


- Eu não tenho certeza.


- Como assim?


- Eu comecei a talvez sentir algo por essa pessoa ontem,então eu não tenho certeza se é realmente um sentimento.


- Eu conheço essa pessoa?


- Até demais. - Falei quase em um sussurro.


- Como é Taehyun?


- Aish... é o Beomgyu tá bom?


- Beom!? Eu tenho que falar isso 'pra Naeyon!


- Não mãe! Eu nem sei se isso é realmente uma paixão.


- Você nunca vai ter realmente certeza se não tentar falar com ele filho.


- Mas mãe... não tem nenhum problema pra você eu gostar de um menino?


- Porque eu teria algum problema com isso filho? É a sua felicidade,é oque importa e além do mais eu não poderia te impedir de amar por causa do gênero.



- Eu te amo mãe!


- Eu também te amo filho.


Depois de um abraço na minha mãe,eu descobri oque eu realmente sentia pelo Beom, foi realmente do nada,ele poderia não sentir o mesmo por mim...mas Como minha própria mãe disse, eu não vou saber se não tentar falar com ele.



- Mas e o Papai?


- Com certeza também não vai ter nenhum problema,tudo que importa 'pra nós dois é você ser feliz com a pessoa que te deixa feliz.


- Obrigado mãe.


- Tem certeza que eu não posso contar nem um pouquinho pra Naeyon?


- Senhora Jihyo eu a proibo de pegar neste celular e discar o número da tia Naeyon.


- Por favorzinho Tae! Ela ficaria feliz em saber que alguém tão lindo quanto meu filhinho tá gostando do filho dela.


- É sério mãe! E se ela contar pro Beom!?


- Melhor ainda. - Lá vai minha mãe dar uma de criança e sair correndo do meu quarto.


- Volte aqui dona Jihyo!



Lógico que eu corri atrás da mamãe,se ela conta pra mãe do Beom,e ele ficar sabendo e acabar rindo de mim por achar que alguém incrível como ele iria gostar de um idiota como eu. Com toda certeza o Beom gosta de garotas e eu estava sendo apenas um iludido achando que ele poderia gostar de mim,mas eu ainda espero no fundo da minha alma,que oque eu sinta pelo Beom seja correspondido.





Notas Finais


Tae ta muito perfeito de Pink Hair 😔❤ Até mais...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...