História Meu Doce irmão (Jungkook) - Capítulo 52


Escrita por:

Postado
Categorias ASTRO, Bangtan Boys (BTS)
Personagens Eunwoo, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 330
Palavras 738
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 52 - Dando uma lição no meu Oppa


Fanfic / Fanfiction Meu Doce irmão (Jungkook) - Capítulo 52 - Dando uma lição no meu Oppa

Quebra de tempo Jungkook on*

Estava dançando fazendo uns passos enquanto sentia os olhos dela em mim, um tempo depois ela se levanta e diz que iria beber água fico observando-a até sair da sala, passados uns segundos vejo Jimin saindo isso não era coincidência..

Meia hora depois vejo ela entrando logo vem na minha direção mais estava nervoso e mil pensamentos haviam passados na cabeça, dela e ele terem ficado ou algo mais.

Sayuri-oi maninho

Jungkook-Onde vc estava?

Sayuri-nossa calma estava conversando com o Suga

Jungkook-não menti para mim Sayuri

Sayuri-ma..mais eu não estou..

Suga-ei Sayuri està tudo bem?

Sayuri-si..sim Suga melhor eu ir

Depois que ela foi embora e ficou esse clima vi Jimin todo sorridente o que aumentava mais ainda a raiva.

Jungkook-Suga posso falar com vc à sos?

Suga-sim e já até sei o que vai dizer, eu conversei com ela pois estava sentindo mal pq gosta de outro mais não queria machucar ainda mas ele.

Jungkook-hum ok e vlw por ajudar minha irmã

Suga-magina amigos é para isso

Jungkook-gente me Desculpem mas preciso ir

V-o que mas ainda faltam duas músicas para ensair

Jungkook-eu não tô com cabeça para isso depois ensaio até desmaiar ok tchau

Pego meu moletom e as chaves do carro que estavam no bolso, enquanto esperava o elevador descer para garagem fico pensando neles sozinhos, se algo aconteceu? será que ele beijou ela? Arrrgh..

Finalmente o elevador chega na garagem vou até meu carro e assim que entro sinto aquele perfume dela dou um sorriso bobo, ligo ele e parto para casa.

Jungkook off*

Eu estava deitada tomando um solzinho e ouvindo música em meus fones quando tocam a campainha de casa affs sério que nem isso posso mais levanto vou atender assim que abro minha porta vejo um cara lindo, ele sorria me olhando de cima abaixo me fazendo corar.

???-eh..desculpe te incomodar mais eu estou perdido poderia me dizer se estou perto desse endereço?

Sayuri-ah..si..sim

Ele me entrega o papel com endereço nele, eu reconheci  logo nome da rua era onde ficava a casa da Aria então consegui explicar.

???-muito Obrigado vc é uma moça gentil ah..eu nem me apresentei meu nome è Chunghee mas pode chamar só de Chung

Sayuri-ahh..muito prazer me chamo Sayuri

Chung-belo nome combina com vc.. bom já vou indo e Obrigado denovo pela ajuda

Sayuri-..

Ele beija minha mão me fazendo ficar sem palavras, depois que não vejo mais volto para dentro vou na cozinha beber água, alguns minutos ali com a cabeça longe até que sinto algo apertando quando viro vi o Jungkook logo solto de seu abraço.

Sayuri-o que está fazendo aqui?

Jungkook-vim me desculpar

Sayuri-olha Jungkook sei que não é fácil manter nossos sentimentos apenas entre a gente, mais vc tem que controlar esse seu ciúmes

Jungkook-sim eu sei, mais quando vi o jeito que aquele idiota te olhava e sorria pensei mil coisas

Sayuri-vc não tem que ficar pensando essas coisas, sabe que não faria nada para te machucar

Jungkook-eu sei e confiou em vc mais é nele que não

Sayuri-ownt..vc fica fofo bravinho

Jungkook-Sayu..

Interrompo ele com um beijo eu não consigo ficar brava o vendo assim, puxo sua nuca aprofundando ainda mais sengundos após isso vou parando aos poucos.

Sayuri-mais vc merece um castigo

Jungkook-ahh..maninha não faz isso comigo

Sayuri-hihihi sim vou fazer para vc nunca mais me tratar assim

Jungkook-hum..e o que irá fazer? me bater na bunda hehehe

Sayuri-atè que não é má idéia hihihi mais vou atingir no que mas mexe com vc..

Jungkook-hahaha pode falar duvido que vai conseguir

Sayuri-ok agora que vou fazer com mais gosto ainda, pronto?

Jungkook-uhum...fala

Sayuri-GREVE DE SEXO

Jungkook-ooo..o quê..?

Sayuri-hihihi ue pq essa cara..?

Jungkook-ah..não maninha porfavor..

Sayuri-nem vem..agora se me dê licença preciso pegar uma marquinha

Saio de perto dele e jogo um beijo no ar para ele que fica ainda alguns segundos ali até vim onde eu estava deitada de bruços dando a visão do meu bumbum Jungkook mordia os lábios me olhando como sabia há tinha um pequeno espelho em mãos sempre levava comigo assim era mais fácil passar batom de cacau.

Jungkook-ohh..maninha não seja malvada com seu oppa(peço chegando perto dela)

Sayuri-hihihi bem oppa será apenas alguns dias vc vai sobreviver(falo segurando o riso)

Jungkook-hum eu vou te fazer mudar de idéia(me abaixo perto dela e viro depois fico sobre ela quando aproximei para dar um beijo sou jogado dentro da piscina)

Sayuri-hahahaha foi ma..mau

Jungkook-arrgh..Sayuri não devia ter feito isso

Sayuri-calma Oppa vc estava precisando para apagar esse seu fogo hihihi

Tentava controlar o riso mas estava difícil vendo aquela cena ele sai da piscina e antes que conseguise fazer algo comigo saiu correndo para meu quarto trancando nele só ouço bater freneticamente na porta até não ouvir mas nada.

...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...