História Meu Dono - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Detroit: Become Human
Personagens Personagens Originais
Tags Detroit: Become Human, Hannor, Lemon, Yaoi Hank X Connor
Visualizações 584
Palavras 586
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, LGBT, Luta, Mistério, Romance e Novela, Slash, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Gostaria de me dar um nome?


Fanfic / Fanfiction Meu Dono - Capítulo 2 - Gostaria de me dar um nome?

Hank acordou no sofá de sua casa, dormiu ali mesmo depois de umas três cervejas, era sábado e ele não precisava trabalhar hoje, então se levantou, ou melhor, se arrastou até a cozinha para colocar a ração do Sumo, que estava dormindo no tapete.

Hank alimentou seu cachorro e olhou ao redor, a casa estava só o pó.

Hank- Preciso arrumar isso... algum dia.

Hank foi até a geladeira e pegou sua garrafa de wiski, se sentou no sofá e antes que pudesse abrir o raio da garrafa, a campainha tocou. Hank xingou mentalmente quem quer que fosse e se arrastou até a porta, ao abrir a mesma ficou com a cara mais emburrada do mundo.

Hank- Caralho Connor, hoje é sábado, o que você veio fazer na minha casa?

Hank encarou o Android, ele tinha um papel em sua mão e um sorriso estranho no rosto.

Hank- O gato comeu a tua...

Connor- Olá, sou o android RK800, fui enviado para cuidar de sua casa e do senhor...

Hank- Ma que merda você tá falando?

Connor- Posso cuidar da casa, cozinhar, cuidar das crianças...

Hank- Que crian... Connor? Alô? Tá me ouvindo?

Connor- Posso organizar sua agenda, falo mais de 300 línguas e estou a disposição como parceiro sexual.

Hank- Que mané parceiro sexual o que, do que você...

Connor- Não precisa me alimentar ou recarregar, estou conectado a uma bateria que durará 173 anos...

Hank estava boquiaberto ao enfim perceber o que aconteceu com seu antigo parceiro.

Hank-... Connor... O que você...

Connor- Gostaria de me dar um nome?

Hank voltou a si e segurou o Android pelos ombros.

Hank- Oh, o que aconteceu com você? Alô?!

Connor- Gostaria de me dar um nome?

Hank- Oh minha caralha! Olha, O seu nome é Connor, e não fui eu que te dei esse nome, agora me explica o que aconteceu?

Connor-... Meu nome é Connor... muito obrigado Tenente Anderson.

Hank- Que mané tenente Anderson, é Hank, ouviu?

Connor- Devo começar o meu trabalho agora, Tenente Anderson?

Hank- AH MEU CÚ!

Connor sorriu e entrou na casa, antes de começar a faxina que tava precisando Connor lhe entregou o papel que estava em sua mão.

Connor- O senhor Gavin pediu para lhe entregar isso, até mais tarde Tenente Anderson.

Hank pegou o papel e leu, Gavin tinha explicado tudo na carta, da perda de memória e da "inutilidade" de Connor no momento, Hank rasgou o papel em mil pedaços e foi até o telefone ligar para Jeffrey, obviamente ninguém atendeu.

Hank- Ma nem a caralho, OH CONNOR!

Connor saiu do banheiro com um pano e um balde nas mãos, e só então Hank notou que suas roupas estavam diferentes, não era mais o uniforme da CiberLife, era uma roupa similar ao modelo AX400 ( Kara ), Porém masculina.

Hank- Connor... você não lembra de mim?

Connor- É claro que me lembro.

Hank sentiu um alívio percorrer seu corpo, mas não durou nem três segundos.

Connor- O senhor é o meu dono.

Hank- Não oh pastel! Eu quis dizer, você não se lembra de nada antes de eu abrir aquela porta?

Connor-... Não senhor, fui ativado pela sua voz, Tenente.

Hank- Puta que pariu.

Sumo acordou com a conversa e chegou perto de Connor, lambendo a sua perna.

Hank- E dele? Você se lembra dele?

Connor- Tenente Anderson, eu entrei nesta residência a menos de 7 minutos, não conheço nada direito por aqui.

Hank deu um tapa na própria cara.

Hank- O que eu vou fazer agora?


Notas Finais


Deu RUIM.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...