História Meu Dono Daddy - Capítulo 2


Escrita por: e Joh_Kokkei

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 35
Palavras 3.022
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura amores

Capítulo 2 - II - Chance a Jungkook e Jungkook com sangue nas mãos?!?


Fanfic / Fanfiction Meu Dono Daddy - Capítulo 2 - II - Chance a Jungkook e Jungkook com sangue nas mãos?!?

P.O.V Taehyung

Corro pro meu quarto chorando, que monstro ele é, mas não vou chorar por ele, no orfanato aprendi que não termos que chorar pelos outros. Saio de meus pensamentos e vou tomar um banho frio, faço minha higienes e pego meu pijama no quarto do Jungkook e visto.

Após me vestir, pego o Fofuxo (o urso de pelúcia) e desço as escadas, vou para a cozinha e pego um pacote de pipoca com manteiga e coloco no microondas, pipoca e vou para sala e coloco uma série na Netflix, e fico assistindo mas percebo, onde está o appa? Deve ter saído.

{...}

Já era meia noite e oito e meu appa não voltou, me viro olhando para a janela e vendo a luz da lua em meu rosto, ouço barulho de porta abrindo e me viro rapidamente vendo Appa um pouco louco

- Appa?

- Cala a Boca!!! Devia tá dormindo!

- Estava te esperando

- Não precisa me espera!! --- ele aperta meu braço --- Vai pro quarto agora!!! Eu te odeio

Saio correndo pro meu quarto chorando, me jogo na cama e me entrelaço no lençol, depois de vários soluços e choros adormeço

🕡🌞Sexta-feira 06:30🌞🕡

Acordo com a luz do sol em meu rosto, me sento da cama, me espreguiço e coço meus olhos

- Bom dia Fofuxo --- dou um abraço no mesmo.

Desço as escadas e vejo meu appa sentado comendo, ando lentamente olhando para baixo e me sento numa cadeira em frente a ele

- Bom dia filho --- pega um paninho e limpa sua boca --- Você estudava quando estava no orfanato? --- Asseno que sim --- Hum...Te matriculei em uma faculdade, você vai hoje às oito, seu uniforme está em seu armário --- Fala se levantando da cadeira.

- Ok - Começo a comer.

Após comer vou tomar um banho, me despir e entro na banheiro e coloco no quente

  •°• Quebra de tempo •°•

Termino de me arrrumar e pego o papel com os livros de cada dia, pego os livros e meu estojo, mas onde estava minha mochila? Vou para o quarto do Appa e abro a porta e vejo meu appa sentado numa escravinha no seu computador e com papeladas

- Appa? você sabe onde tá minha mochila?

- Assim está nas plateleiras de seu quarto

- Ata obrigado

Fecho a porta e entro no meu quarto, vejo que as plateleiras estavam altas demais, fico na ponta de meus pés e estico meus braços até o limite, não consigo e começo a pular.

Sinto duas mãos em minha cintura me levantando para eu pegar a mochila, após pegar olho para baixo e vejo meu appa, elementos coloco no chão e beija minha bochecha

- Te amo filho

- Se amasse não ia abusar de mim, e falar que me odeia!

Ando até as escadas, desço e vou para sala e fico olhando para baixo, sinto uma mão em meu ombro, olho para cima e vejo Appa

- Me conta quando eu falei que te odeio

- Você sabe muito bem

- Eu não sei

- Não se finja se desentendido

- Me conta!!! --- Fala com autoridade e segurando meu pulso, me assusto e suspiro.

- Você tinha saído e fiquei te esperando, quando chegou você disse que me odiava e que era para eu dormir e falou que não era para te esperar

- Estava no bar e acabei ficando bêbado e quando ficamos, fazemos coisas que não se lembramos depois, me perdoa --- fala e me abraça.

- Tá

- Vamos?

- Sim

Saímos de casa, entro no carro dele, coloco o cinto e ele dá partida, olho para a janela e vejo a rua toda movimentada e etc

{...}

Chego em frente a faculdade, tiro o cinto e estava pronto para abrir mas meu ele me puxa

- Meu beijo? --- Dou um beijo demorado em sua bochecha --- não é aqui, é aqui --- ele dela nossos lábios em um beijo feroz, separo nossas bocas mas ele segura a parte debaixo de minha boca com dentes e morde fazendo eu gemer.

- Awn... Preciso ir --- falo saindo do carro --- Tchau Appa.

Entro na faculdade e vejo muita gente, as garotas olhavam para mim mordendo seu lábios, os meninos ficavam olhando para mim com uma cara nada boa

- Com licença --- pedia para alguns garotos, mas eles passavam correndo, mas encontro um grupo de cinco, e vou até eles - Com licença, Tae é novo aqui e quer saber onde fica a diretoria, vocês podem ajudar Tae?

- Ownt que fofo --- Fala um baixinho.

- Meu nome é Jin --- Fala o menino de cabelo preto.

- Meu é Yoongi --- Fala o azulado.

- Meu é Namjoon --- Fala o mais alto.

- Jimin --- fala o baixinho

- Hoseok --- Fala o de cabelo vermelho.

- Oh... Meu nome é Taehyung, mas pode me chamar de Tae

- Bem... Eu o Yoongi pode mostrar a diretoria se quiser --- Fala com as mãos no bolso de sua calça.

- Pode sim, muito obrigado

Sigo ele para uma escada e depois um corredor

- A terceira porta

- Gamsahamnida

- Denada

Abro a porta e me deparo com a diretora

- Olá Kim Taehyung, sei que seu appa te matriculou, você é da sala de engenharia

- Ok, onde que fica?

- No segundo andar

- Obrigado

Saio da diretoria e subo as escadas, chegando lá vejo um monte de menina

- Oppa! Você é meu!

- Oppa! Fiz um desenho de você

- Oppa! Quer que eu te page o lanche?

Muita menina vem até mim me puxando, umas brigavam, outras me puxavam

- Parou!!! --- Olho para trás e vejo os meninos.

- Socorro!

Eles me pegam em meu braço e me puxam, a meninas fazem biquinho, os meninos me puxam para um corredor

- Você é de que sala? --- Pergunta Jin.

- Engenharia

( Todos menos Tae) --- Também

- Vamos --- Fala Yoongi

Entramos na sala e um monte de menina olha para mim novamente, a professora tinha que entrar na sala quando passar cinco minutos, os meninos sentam em seus lugares, fico ao lado da mesa da professora tentando achar um lugar, Jin levanta sua mão fazendo gestos de " vem, senta aqui " vou andando até eles mas sinto um pé no meu fazendo eu tropeçar e cair, viro para trás e vejo um grupo de três

- Kkkkkkk toma

- Novato sensível, o alvo do ano

Jin,Hoseok e Jimin me pegam e Yoongi é Namjoon vão até os três e dá um empurrão

- Tá maluco?! --- Diz Yoongi.

- Quer brigar?!? --- Diz Namjoon.

A Professora chega e fala para todos se sentarem, me sento ao lado do Yoongi

   •°• Quebra de Tempo•°•

Me apresento para a sala e a aula começa, até que a professora troca de professora e ela entra


- Gente temos prova supresas hoje --- Todos começam a gritar "não" Yoongi tava tendo o infarto, Hoseok ajudando Yoongi, enquanto eu ficava pensando " Calma Taehyung, você vai se dar bem, você estudava engenharia no orfanato, mas será que aqui é diferente, é mais avançado? " --- Parem!! Todos em seus lugares, vou entregar a prova!

Ela me entrega a prova e faço, estava fácil, só tinha questões que achei difícil mas pensava e achava uma resposta coerente, entrego para a professora, mesma diz para depois passar lá para pegar a prova, sento em minha cadeira e espero

{...}

Estava desenhando uma borboleta em um jardim com outras atrás dela, representando liberdade em meu caderno, até ouvi ela falar

- Kim Taehyung --- Todos olharam para mim e para ela --- Você tirou dez!

Meus amigos ficaram batendo palmas e dizendo parabéns, vou até a professora e pego a prova

    °•°Quebra de tempo°•°

Passa a duas aulas e o sinal toca, saímos e fico com meus amigos conversando até que eles foram embora menos hoseok
Após terem ido embora, Hoseok fala que vai falar com os diretores sobre o show de talentos da escola, ele vai e vou para o terceiro andar, e vou para o banheiro lavar minhas mãos.
Quando estava lavando minhas mãos, sinto alguém pegar em meu pulso e me puxar, me viro e vejo o garoto que colocou o pé na sala de aula para eu tropeçar

- Este Tae, tá lavando as mãos princesa? --- fala e pega em minha bunda e acaricia --- Que tal ser fodido?

Fico paralisado, eles me aprensam de barriga na parede e tiram minha calça junto a box e dão tapas fazendo eu gemer, ele penetra de vez fazendo eu soltar um gemido alto, ele começa a ir rápido, começo a  chorar.

- Para!!...Awn...

- Não

Depois de várias estocadas, gozo e ele também, caio no chão, eu não conseguia andar, o mesmo se veste e sai do banheiro me deixando lá chorando pela dor,  sofro abuso até em no colégio!! O que eu fiz para merecer isso!.eu só quero estudar e fazer amigos verdadeiros, não ser usado como  um lixo que as pessoas não se importam de o jogar na escuridão, ouço alguém abrir a porta e me deparo com Hoseok, ele estava com cara de espantando, acho que por me ver no chão

- Tae!?! O que aconteceu!?

- Fui abusado --- falo entres soluços --- pelo garoto que me fez tropeçar na aula

- Calma eu vou te ajudar --- ele me ajuda a vestir a roupa e pega me levando para um banco que tinha no início da escola --- Quando chegar em casa fale para seu pai

- Não precisa!!

- Precisa sim!!

- Não!

- Me passa o número de sua casa

- ok, o número é ******** --- ele anota em seu celular.

Vejo um carro e o mesmo abre a janela me deparando com meu papai

- Meu papai chegou!

- Eu te ajudo --- Ele me pega no colo e me leva até o carro e me coloca na cadeira.

- Que intimidade é essa!? --- falo em um tom bravo.

- Eu te explico depois pai do Tae --- fala Hoseok fechando a porta.

Meu pai dar partida, e ele fica olhando para mim com um olhar de " o que aconteceu ".

Chegamos em casa e peço para ele levar no colo, o mesmo não entende mas me leva, ele me coloca pro quarto e me coloca na cama sentado, ele sai e tento andar até a banheira, me seguro em tudo que tinha na minha frente e chego até a banheira e tomo meu banho.

     °•°Quebra de tempo°•°

Depois de me arrumar ( que demorou bastante) almoço e escovo os dentes, vocês me perguntam com eu fiz para ir para a sala de jantar e depois para sala, simples, me apoiando em tudo


Estava assistindo anime na TV até com papai até o telefone de casa tocar, ele atende e desliga o telefone e me olha bravo

- POR QUE NÃO ME CONTOU QUE FOI ABUSADO!? --- ele fala me puxando pela gola da camisa com brutalidade.

- Quem te disse!?

- O SEU AMIGO HOSEOK

- AFF eu falei para não contar

- POR QUE!?

- Eu não queria te aperriar, eu estava assustado quando eu estava sendo abusado, eu fiquei chorando horrores, foi muito rápido para mim --- falo chorando, o mesmo me abraça.

- Calma --- Ele cola sua mão em meus cabelos e acaricia, não minto eu adoro suas carícias

Ele pega em minha pernas fazendo sinal para eu pular, pulo e ele pega em minhas pernas e me leva para o seu quarto, me coloca na cama e tira minha calça

- Vou colocar uma pomada --- ele abre seu guarda roupa e sai um pega uma pomada, coloca um pouco em seu dedo e passa ao redor da minha entrada e depois coloca em minha entrada.

- Awn... Appa.... Awn --- Falo apertando o travesseiro.

- Não me enlouquece baby --- ele tira seu dedo e cai ao meu lado.

Depois de alguns minutos minha entrada para de doer, olho para o lado e vejo meu appa dormindo, saio de fininho do quarto dele e vou caminhando para o meu, no caminho eu vi um relógio na parede, era cinco e ciquenta e seis da tarde, após ver vou para o meu quarto e pego uma toalha e entro no banheiro que tinha no meu quarto, abro a torneira de água quente e espero encher, me despir e depois fecho a torneira pois já encheu

    °•°Quebra de Tempo°•°

Tomo meu banho e visto meu pijama, pego o Fofuxo e fico brincando com ele, até a porta abrir revelando meu papai

- Melhorou? --- Fala fechando a porta.

- Sim --- Falo olhando em seus olhos.

- Que bom --- Fala indo até mim e me dá um beijo quente e coloca sua mão boba em minha bunda --- Não pense que não vai ter hoje! --- Fala dando um tapa em minha bunda fazendo eu gemer baixo, mas ele deu outro selinho em mim, ele saio do quarto.

É estranho, por que? Bem, eu já saquei que ele me comprou para ser seu BabyBoy, mas penso, será que dou uma " chance " a ele? Assim... " Chance " tip, deixar e curtir quando ele faz sexo comigo, me deixar levar, aliás o papai é uma pessoa até boa, ele não só faz sexo como cuida de mim, vou dar uma chance.

Saio de meus pensamentos com o papai chamando para jantarmos, desço as escadas e vou para a sala de jantar

- Oi papai --- Poderia chamar de Daddy, mas isso só na cama.

- Oi Filho

Começo a comer, estava um silêncio, não vou quebrar, não tenho nada pra fala mesmo.

Término jantar e vou escovar os dentes, pego minha escova e começo a higienizar meus dentes - Depois de higienizar vou para a sala onde se encontrava Papai assistindo uma série aleatória, sento em seu colo para provocar um pouco, o mesmo tenta me coloca na sofá mas não deixava.

Começa a tocar uma música sexy na série, Hora de provocar! Começo a rebolar no seu colo fazendo o mesmo gemer baixo, queria aumentar seus gemidos então começo a rebolar fundamente em seu colo tento contato em sua intimidade e ele geme alto, jogo minha cabeça para trás, e cai na curvatura do mesmo aproximo a boca de sua orelha

- Awn papai... Por que é tão grande --- Falo manhosoem seu ouvido e mordo seu lóbulo.

- Own baby, p-para! Deixa e-eu continua de assisti... AWWWNN!! --- Ele grita pois eu tinha colocado minha mão dentro de sua calça e cueca e apertei seu membro --- Já chega!! --- ele me pega no colo e me leva pro seu quarto e me joga na cama brutalmente

 °•° Quebra de Tempo °•°

Começo a tirar minha roupa, mesmo para e coloca sua mão em meu pulso

- Você tem que tirar dançando

Asseno e começa a tira meu pijama rebolando e dançando estilo sexy ( A : Meu ciquenta porcentos de inocência fugiu ).

Acabo de tirar minha roupa e ele vem até mim e começa a dar beijos e chupões, fico gemendo manhoso

- Papai... Awn, é tão bom --- falo manhoso e provocante.

O mesmo começa a chupar e morder meu lábios fazendo eu arfar

- Papai eu quero te chupar

- Ok baby

Ele tira sua calça junto com a box e o paletó, e se ajoelha, engatinho até ele e começo a brincar com seu membro, dando lambidas rápidas

- Oh... Vai logo baby

Abocanho tudo em minha boca e começo a fazer vai e vem

P.O.V Jungkook

Começo a gemer, fico alisando seu cabelo e tombando minha cabeça para trás, depois de vários vai e vem, me desfaço em sua boca o mesmo engole.

Pego o mesmo e o deito na cama começo a beijar e dar chupões em suas coxas ( perto de sua entrada ) e chego em sua entrada, coloco um dedo e o mesmo geme alto e fica se contorcendo, coloca mais um dedo e o mesmo geme descontroladamente, tiro os dois dedos e coloco meu cotovelos ao redor de sua cabeça

- Tá preparado

- Sim pa --- ele coloca seu dedo indicador meus lábios permitindo de falar.

- Me chame de Daddy

Ele assene e pego sua perna e coloco em meu ombro, o mesmo coloca suas mãos em minhas costas, coloco a cabeçinha de meu membro em sua entrada e o mesmo começa a gemer alto e manhoso, não aguento e coloco tudo de uma vez fazendo ele gritar e cair lágrimas em seu rosto, limpo elas com meu polegar e começo a distribuir selinhos em seu rosto e por fim dou um beijo calmo e quente nele, o mesmo rebola para eu continuar, começo a ir fundo e lento, cada estocada, nós gemiamos - o que não entendia o por quê dele querer fazer sexo comigo? já que ontem, o mesmo estava  querendo fugir - O prazer de nós dois era muita

- Daddy... Awn... Vai mais r-rápido.

- Me pede com jeito certo - falo dando uma estocada forte.

- AWWWNN... ME FODE DADDY!! FORTE E FUNDO!!

- Isso baby...

Começo a ir forte, fundo e rápido, nossos gemidos eram descontrolados, ele arranhava minhas cortas e suas pernas estavam bambas

- Daddy a próstata!!!

- Achei baby

Começo a estocar em um canto, depois de várias estocadas nós gozamos por completo, caio ao lado dele respirando ofegante

- Tenho uma pergunta baby

- Qual

- Ontem você estava fungindo do sexo e hoje você nem fugiu, por quê?

- Quando você cuidou de mim colocando uma pomada na minha entrada - ele fora um pouco - eu vi que você é até cuidadoso e carinhoso, então decidir te dar uma chance.

- Ownt baby - Dou um selinho nele.

Em fica com a cabeça em meu peitoral e acaricio seus cabelos, depois de alguns minutos adormecemos

P.O.V Taehyung

🕡🌞 Sábado 06:30🌞🕡

Acordo e vejo que meu papai não estava lá, vou para meu quarto e depois pro banheiro e faço minhas higienes.

Me visto e desço as escadas e vejo Jungkook com sangue nas mãos

Ele matou alguém?

Ele se machucou?

Ele é assassino?

Será que ele vai me matar?









Notas Finais


Foi isso


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...