1. Spirit Fanfics >
  2. Meu escravo - imagine Bang Chan - stray kids >
  3. Beijo

História Meu escravo - imagine Bang Chan - stray kids - Capítulo 12


Escrita por:


Capítulo 12 - Beijo


Sn on

Estava com bang a caminho da casa de seungmin, ele estava calado e olhava pra mim de relance com os olhos,a feição dele demonstrava que a conversa que o mesmo teve com meu tio não deve ter sido atoa.
Durante todo o caminho estava um silêncio irritante decido quebrar o silêncio:

Bang! -fazendo o mesmo olhar.

__oi -

O que conversou com meu tio?

__ele falou pra eu não comer você . - disse com um sorriso cínico.

Apenas fico parada observando a  audácia do filho da puta .

O que disse? Não ouvi direito ? 

__o seu tio quer que eu a vigie , por mais que a senhorita possa mandar em mim , não tem autoridade para contestar seu tio então ...

Então?

__ Se comporte! - disse o loiro olhando pela janela

Em relação ao que ?

__(O mesmo rir cínico) Em relação a encontro seus com rapazes.

E seu eu me encontrar com um ,o que o você  vai fazer?

- ele apenas ri-

Hein?

__ lembre a única coisa que vc não pode Me impedir eh de afastar qualquer garoto de você.

    *chegamos senhorita-disse o motorista*

Vamos !!!

Fomos em direção a porta onde e fomos recebidos pela empregada dos Kim, demos licença e fomos pro quarto do seung.
Percebo o olhar de bang envolta da casa o mesmo olhava com o olhar deslumbrado, o que me fazia ficar confusa pois ele já tivera em minha casa e ela e bem maior.

Bato na porta e entro

Vejo seungmin sentado na cama assistindo TV , quando ele me viu não pode tirar o enorme sorriso no rosto .

Seung__Sn!

Min! Corro e abraço o mesmo o fazendo dar um gemido alto de dor, que também fez o bang rir e levar meu olhar de reprovação .

Seung __ O que ele faz aqui? Disse olhando pra bang.

Eu disse que ele começaria a trabalhar pra mim.

Seung __ ata

Por que tá tão mal humorado min?

Seung __ Talvez porque eu tenha perdido uma grana da empresa e ter levado uma surra ?

Não precisa me lembrar disso (sento do lado do maior e seguro suas mãos) espero que predam esses cretinos logo.

Seung _ eu também  (faz biquinho enquanto passa a mão pela minha barriga o que chamou a atenção de chan que nesse momento mexia no celular  sentado em um mini sofá no canto do quarto)

Para com isso (Digo sussurrando )

Seung __ eu paro ! Mais se você...

Se eu?

Seung __ me der um beijo!

Até esse momento Bang não tinha nos dado atenção , ele colocou o celular de lado e me olhava em minha direção com o olhar de reprovação quando seungmin se aproximava.

Eu não posso,min.

Seung__porque não?

Meu tio me proibiu

Seung__ninguém aqui vai contar a ele.

Ele deu umas ordens acima da minha , que essa coisa (aponto pro bang) me vigiasse,mais ele nao quis me contar o motivo.

Bang __ o motivo é simples ele nao quer o nome da familia na lama , por puro desfruti da senhorita.

Seung __ ( se levanta rindo) vem cá! - disse me puxando e colando nossos corpos   ___veja só Bang - ele pega em minha cintura e me beija lentamente enquanto olha para o bang, antes de parar o beijo deu uma leve estralada em nossos lábios .

O olhar de bang estava com puro ódio não entendi ele nao ter feito nada , mais , saudades de beijar o seung!

Seung __ Tá vendo Sn,ele não fez nada! ( Disse o mais alto voltando  a se sentar)

Bang ?! (Disse em direção ao loiro) _espero que meu tio não saiba disso, esta certo?

Bang_ certo (Disse se afastando e sentando no sofa)

Continuei beijando seung , olhava bang que nos olhava sério as vezes tinha a leve impressão que ele estava com um sorriso.




Senhora Bang on    Flash back

7:00 AM

Ja tinha me levantando havia uma hora , fui a cozinha preparar o café da manhã do meu marido , meu filho não tinha dormido em casa então não precisaria fazer muita comida .
Estou cortando as frutas quando ouço meu marido discutindo com alguém pelo telefone.

S/B _ Eu não vou aceitar isso! Paguei as mensalidades em dia vocês não podem tirar minha casa .

Ouço aquilo preocupada, -tirar minha casa? Penso- por que alguem ia querer nossa casa ?
Depois de alguns dias , precisávamos de dinheiro para pagar uma das parcelas e meu marido estava dessmpregado , o auxilio desemprego ainda nao tinha saido e a mensalidade ja havia vencido , olhando as coisas do meu marido vi um documento que parecia ser um seguro de vida ,por hora não prestei atenção eh normal ter um seguro em caso o pior aconteça, mais aquilo ficou me incomodando de alguma forma.

Sn on

Depois de algumas horas conversando com seungmin, toquei no assunto do assalto .

Seung , já tem alguma pista de quem fez isso com você?

__ não! A única moto que eu vi não tinha placa, e não vi o rosto dos desgraçados.

Espero que melhore logo (digo tocando com carinho em seu rosto) sinto saudades de assistir filmes abraçadinha com você.

__porque está sendo tão carinhosa? Tá naqueles dias?

Porque você acha isso?

__toda carente

Bang? Você pode ir na cozinha , pegar algum lanche para nós.

        Sim , disse se curvando e saindo.

O que vamos fazer com ele ?

__como assim?

Já conseguimos , agora não sei o que eu faço tô entediada .

__ bang é obrigado a fazer qualquer coisa , lembre de tudo que ele aprontou nos colégios com você e faça a mesma coisa!

Não sei o que eu faria sem você! (Digo pulando na cama e abracando o mesmo que geme de dor )



Becky on

Não vejo a Sn a alguns anos , aquela puta provavelmente nem deve saber o porquê.
O tio dela quebrou a  empresa da minha mãe e me fez ter que voltar a morar no mexico nesse inferno .
Hoje tive uma notícia maravilhosa , os novos sócios  da minha mãe vão abrir uma filial na Coreia do Sul, e minha mae foi selecionada a ir para o pais .












Me aguarde Sn, em breve nos veremos.














Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...