História Meu Estranho Amado - Capítulo 65


Escrita por: e SakkuraUchiha

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Aimi, Jeh-uchiha, Jungkook, Sakkurauchiha, Taehyung, Vampiro, Yang Mi
Visualizações 57
Palavras 1.150
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ohayo meus amores... cheguei com mais um capítulo dessa fic maravilhosa...
Desculpem a demora, não estava com animo para escrever devido ao acontecimento de terça...
Espero que gostem.

BOA LEITURA!

Capítulo 65 - "Conhecer"


Fanfic / Fanfiction Meu Estranho Amado - Capítulo 65 - "Conhecer"

YANG ON

Depois que eu e Jungkook voltamos para casa, depois termos nos alimentado e de ter saciado um pouco da minha sede que parecia nunca ter fim, nos encontramos parados de frente a porta da mansão onde já consigo ouvir a respiração de Aí e Keiko tranquilamente.

Pensei que seria difícil de voltar para casa e conseguir me controlar ao sentir o cheiro de Aí e Keiko, mas tudo o que eu sentia no momento era um forte desejo de ver minha filha e a proteger de tudo e de todos.

- Pronta? – Jungkook que antes me observava em silêncio pergunta me fazendo olha-lo.

- Estou sim. – Confirmo. Olho para Jungkook e vejo que ele olha para minha roupa, ou melhor o que tinha sobrado dela.

- Hum... – Resmunga. – Você está muito sexy assim, mas devo proteger oque é meu dos olhos dos outros.

Vejo Jungkook tirar sua camiseta e entrega-lá a mim. Pego a camiseta e visto a mensagem rapidamente, não queria perder nem mais um minuto longe de minha filha.

- E agora? – Pergunto olhando para a camisa de Jeon que mais parecia um vestido para mim.

- Está linda. – Fala acariciando minha bochecha com sua mão.

- Podemos ir? – Pergunta pegando minha mão.

- Podemos! – Confirmo e começamos a andar tranquilamente até a porta da casa onde Jungkook abre a mesma e me puxa para dentro sem soltar minha mãos.

- Você está magnífica Yang! – Vic fala quando me ver.

- Obrigada Vic. – Falo e a mesma me abraça.

- Tem alguém que quer conhecer você! – Jimin fala e aponta pra a porta da sala que estava aberta revelando todos os membros do clã rodeando Aimi.

- Eu posso? – Pergunto olhando para Jungkook.

- E claro meu amor. – Jeon confirma e eu solto sua mão andando devagar e com cuidado até onde minha filha estava. Vejo Jungkook me seguir calmamente.

- Bem vinda a família minha linda. – Sun fala quando passo por ela.

- Obrigada Sun. – Falo e vejo Aimi parada de costas para mim.

Olho ao redor e vejo Aí perto de Taehyung que estava em total alerta.

- Ela está tão linda papai. – Ai fala nem olhando. Sorrio para ela.

- Está sim meu anjo. – Tae fala me analisando.

Em segundos vejo Aí soltar a mão de Tae que a segurava e correr até mim. Sem ao menos pensar me abaixo e a mesma me abraça fazendo com que eu a pegue no colo.

Vejo que todos entraram em modo de ataque caso algo aconteça, mas logo eles se tranquilizam ao ver meu estado.

- Ela está bem! – Jimin fala analisando meus sentimentos. – Muito bem aproposito.

- Hum... – Jin resmunga.

- Estava com saudades tia. – Ai fala com sua cabeça no vão do meu pescoço.

- Também estava pequena. – Falo e a mesma olha para meu rosto analisando meus olhos.

- A senhora está muito linda. – Fala passando sua mãozinha em meu rosto.

- Você também está meu anjo. – Falo beijando sua bochecha rosada.

Sinto minha garganta arder no ato, mas ignoro.

- Tia quando agora vamos poder ir na floresta para pegar flores novamente? – Pergunta lembrando do dia em que a levarei para colher flores.

- Claro. – Falo e a mesma sorrir amarelo.

- Vem meu amor! – Tae fala estendendo seus braços para Aí. – Sua tia tem que cuidar de algo mais importante agora.

- Tá bom papai. – Ai fala indo para o colo de Tae que se afasta dando passagem para mim.

Ando até Aimi que continuava de costas para mim.

Mamãe!” – Ouço Keiko me chama.

- Aimi! – Jungkook a chama e a mesma olha para mim com minha pequena Keiko nos braços.

Aimi sorrir e caminha até mim.

- Ela estava ansiosa para te conhecer. – Aimi fala e eu olho para minha filha que aparentava ter meses de idade.

Keiko tinha os olhos tão pretos que parecia o seu estrelado a noite. Senti uma enxurrada de emoções passarem por mim quando minha filha me olha sorrindo.

Mamãe!” – Vejo estender os bracinhos pare que eu a pegue.

- Yang! – Jungkook fala e eu olho emocionada para minha filha.

Estendo meus braços para Keiko e Aimi me entrega ela sem hesitar.

Sinto Jimin analisando minhas emoções sem pausa.

- Oi meu amor! – Falo olhando para Keiko que sorrir para mim.

Mamãe é tão linda.” – Keiko pensa e eu sorrio para ela.

- Você também é linda meu amor! – Falo. – A bebê mais linda que já existiu.

Consegue ler meus pensamentos também mamãe?” – Pergunta e eu apensa aceno com a cabeça. – “Estava com saudades”.

- Também estava minha pequena. – Falo e vejo ela estender sua mãozinha tocando meu rosto.

Logo vejo lampejos de memórias passarem em minha cabeça. O rosto de Jungkook, de Aimi, Taehyung e os demais passavam frequentemente... Jin a medindo a Taehyung a alimentando... Até que ela para em meu rosto desfalecido a última imagem de eu humana.

- Oque foi isso? – Pergunto quando Keiko tira sua mão de meu rosto.

- Lembranças. – Jungkook explica.

- Como isso é possível?

- Do mesmo jeito que eu posso ler mentes, Jin pode voar... É um dom. – Jungkook fala.

- É magnífico. – Falo e Jungkook sorrir para mim.

- É sim.

- Quanto tempo eu fiquei desacordada? - Pergunto ao lembrar das memória de Keiko.

- Três dias. – Jin fala. – O crescimento de Keiko e sem precedentes.

- Ela parece ter meses de idade. – Falo.

- Quatro meses se eu estiver certo. – Nanjoon fala.

- Ela cresce em uma velocidade sobre-humana. – Suga fala.

- Com dois dias de vida ela já estava aparentando ter dois meses de vida. – Hoseok fala se aproximando.

- Isso é incrível! – Falo olhando minha filha que agora olhava sorridente para Jungkook.

- Ela e única. – Aimi fala. – Nunca vi um bebê tão esperto como ela.

- E a genética. – Jungkook fala se achando. – Não é minha pequena.

Papai e engraçado”. – Keiko pensa e eu e Jungkook caímos na gargalhada.

- Essa eu tenho que concordar com ela. – Falo e vejo todos olharem confusos para agente.

- Ela me acha engraçado. – Jungkook explica.

- Ah... – Todos exclamam em uníssono.

- Ela tem razão! – Aimi fala sorrindo. – Jungkook não parava de fazer palhaçada para fazer Keiko rir, já que ela não ficava quieta querendo você.

- Não é? – Pergunto olhando para Keiko que solta um bocejo sonolenta.

- Ela te ama desde o primeiro dia que descobriu que você estava grávida. – Jungkook explica.

- Entendi. – Falo vendo Keiko fechando os olhinhos. – Onde ela dorme?

- No seu quarto! – Aimi fala. – Pomos o berço lá.

- Uhum! – Resmungo e começo a balança minha filha que logo dormia tranquilamente em meus braços.

Agora eu tinha por quem viver... Jungkook e Keiko eram as pessoas que eu mais amava no mundo e que eu faria de tudo para proteger. Pois ninguém jamais amor um alguém quanto eu amo minha filha e meu marido.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
"05/10 ☺"
Kisses de stranwberry e até o próximo capítulo. 😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...