História Meu Estranho Amado - Capítulo 65


Escrita por: e SakkuraUchiha

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Aimi, Jungkook, Taehyung, Vampiro, Yang Mi
Visualizações 40
Palavras 1.150
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ohayo meus amores... cheguei com mais um capítulo dessa fic maravilhosa...
Desculpem a demora, não estava com animo para escrever devido ao acontecimento de terça...
Espero que gostem.

BOA LEITURA!

Capítulo 65 - "Conhecer"


Fanfic / Fanfiction Meu Estranho Amado - Capítulo 65 - "Conhecer"

YANG ON

Depois que eu e Jungkook voltamos para casa, depois termos nos alimentado e de ter saciado um pouco da minha sede que parecia nunca ter fim, nos encontramos parados de frente a porta da mansão onde já consigo ouvir a respiração de Aí e Keiko tranquilamente.

Pensei que seria difícil de voltar para casa e conseguir me controlar ao sentir o cheiro de Aí e Keiko, mas tudo o que eu sentia no momento era um forte desejo de ver minha filha e a proteger de tudo e de todos.

- Pronta? – Jungkook que antes me observava em silêncio pergunta me fazendo olha-lo.

- Estou sim. – Confirmo. Olho para Jungkook e vejo que ele olha para minha roupa, ou melhor o que tinha sobrado dela.

- Hum... – Resmunga. – Você está muito sexy assim, mas devo proteger oque é meu dos olhos dos outros.

Vejo Jungkook tirar sua camiseta e entrega-lá a mim. Pego a camiseta e visto a mensagem rapidamente, não queria perder nem mais um minuto longe de minha filha.

- E agora? – Pergunto olhando para a camisa de Jeon que mais parecia um vestido para mim.

- Está linda. – Fala acariciando minha bochecha com sua mão.

- Podemos ir? – Pergunta pegando minha mão.

- Podemos! – Confirmo e começamos a andar tranquilamente até a porta da casa onde Jungkook abre a mesma e me puxa para dentro sem soltar minha mãos.

- Você está magnífica Yang! – Vic fala quando me ver.

- Obrigada Vic. – Falo e a mesma me abraça.

- Tem alguém que quer conhecer você! – Jimin fala e aponta pra a porta da sala que estava aberta revelando todos os membros do clã rodeando Aimi.

- Eu posso? – Pergunto olhando para Jungkook.

- E claro meu amor. – Jeon confirma e eu solto sua mão andando devagar e com cuidado até onde minha filha estava. Vejo Jungkook me seguir calmamente.

- Bem vinda a família minha linda. – Sun fala quando passo por ela.

- Obrigada Sun. – Falo e vejo Aimi parada de costas para mim.

Olho ao redor e vejo Aí perto de Taehyung que estava em total alerta.

- Ela está tão linda papai. – Ai fala nem olhando. Sorrio para ela.

- Está sim meu anjo. – Tae fala me analisando.

Em segundos vejo Aí soltar a mão de Tae que a segurava e correr até mim. Sem ao menos pensar me abaixo e a mesma me abraça fazendo com que eu a pegue no colo.

Vejo que todos entraram em modo de ataque caso algo aconteça, mas logo eles se tranquilizam ao ver meu estado.

- Ela está bem! – Jimin fala analisando meus sentimentos. – Muito bem aproposito.

- Hum... – Jin resmunga.

- Estava com saudades tia. – Ai fala com sua cabeça no vão do meu pescoço.

- Também estava pequena. – Falo e a mesma olha para meu rosto analisando meus olhos.

- A senhora está muito linda. – Fala passando sua mãozinha em meu rosto.

- Você também está meu anjo. – Falo beijando sua bochecha rosada.

Sinto minha garganta arder no ato, mas ignoro.

- Tia quando agora vamos poder ir na floresta para pegar flores novamente? – Pergunta lembrando do dia em que a levarei para colher flores.

- Claro. – Falo e a mesma sorrir amarelo.

- Vem meu amor! – Tae fala estendendo seus braços para Aí. – Sua tia tem que cuidar de algo mais importante agora.

- Tá bom papai. – Ai fala indo para o colo de Tae que se afasta dando passagem para mim.

Ando até Aimi que continuava de costas para mim.

Mamãe!” – Ouço Keiko me chama.

- Aimi! – Jungkook a chama e a mesma olha para mim com minha pequena Keiko nos braços.

Aimi sorrir e caminha até mim.

- Ela estava ansiosa para te conhecer. – Aimi fala e eu olho para minha filha que aparentava ter meses de idade.

Keiko tinha os olhos tão pretos que parecia o seu estrelado a noite. Senti uma enxurrada de emoções passarem por mim quando minha filha me olha sorrindo.

Mamãe!” – Vejo estender os bracinhos pare que eu a pegue.

- Yang! – Jungkook fala e eu olho emocionada para minha filha.

Estendo meus braços para Keiko e Aimi me entrega ela sem hesitar.

Sinto Jimin analisando minhas emoções sem pausa.

- Oi meu amor! – Falo olhando para Keiko que sorrir para mim.

Mamãe é tão linda.” – Keiko pensa e eu sorrio para ela.

- Você também é linda meu amor! – Falo. – A bebê mais linda que já existiu.

Consegue ler meus pensamentos também mamãe?” – Pergunta e eu apensa aceno com a cabeça. – “Estava com saudades”.

- Também estava minha pequena. – Falo e vejo ela estender sua mãozinha tocando meu rosto.

Logo vejo lampejos de memórias passarem em minha cabeça. O rosto de Jungkook, de Aimi, Taehyung e os demais passavam frequentemente... Jin a medindo a Taehyung a alimentando... Até que ela para em meu rosto desfalecido a última imagem de eu humana.

- Oque foi isso? – Pergunto quando Keiko tira sua mão de meu rosto.

- Lembranças. – Jungkook explica.

- Como isso é possível?

- Do mesmo jeito que eu posso ler mentes, Jin pode voar... É um dom. – Jungkook fala.

- É magnífico. – Falo e Jungkook sorrir para mim.

- É sim.

- Quanto tempo eu fiquei desacordada? - Pergunto ao lembrar das memória de Keiko.

- Três dias. – Jin fala. – O crescimento de Keiko e sem precedentes.

- Ela parece ter meses de idade. – Falo.

- Quatro meses se eu estiver certo. – Nanjoon fala.

- Ela cresce em uma velocidade sobre-humana. – Suga fala.

- Com dois dias de vida ela já estava aparentando ter dois meses de vida. – Hoseok fala se aproximando.

- Isso é incrível! – Falo olhando minha filha que agora olhava sorridente para Jungkook.

- Ela e única. – Aimi fala. – Nunca vi um bebê tão esperto como ela.

- E a genética. – Jungkook fala se achando. – Não é minha pequena.

Papai e engraçado”. – Keiko pensa e eu e Jungkook caímos na gargalhada.

- Essa eu tenho que concordar com ela. – Falo e vejo todos olharem confusos para agente.

- Ela me acha engraçado. – Jungkook explica.

- Ah... – Todos exclamam em uníssono.

- Ela tem razão! – Aimi fala sorrindo. – Jungkook não parava de fazer palhaçada para fazer Keiko rir, já que ela não ficava quieta querendo você.

- Não é? – Pergunto olhando para Keiko que solta um bocejo sonolenta.

- Ela te ama desde o primeiro dia que descobriu que você estava grávida. – Jungkook explica.

- Entendi. – Falo vendo Keiko fechando os olhinhos. – Onde ela dorme?

- No seu quarto! – Aimi fala. – Pomos o berço lá.

- Uhum! – Resmungo e começo a balança minha filha que logo dormia tranquilamente em meus braços.

Agora eu tinha por quem viver... Jungkook e Keiko eram as pessoas que eu mais amava no mundo e que eu faria de tudo para proteger. Pois ninguém jamais amor um alguém quanto eu amo minha filha e meu marido.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
"05/10 ☺"
Kisses de stranwberry e até o próximo capítulo. 😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...