1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Ex. Jeon Jungkook. >
  3. Capítulo.02: Jimin

História Meu Ex. Jeon Jungkook. - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


💮 Até que enfim eu terminei esse capítulo agora vou dormir né?! Kkkk bom fiquem com o capítulo.

❤️Boa leitura:

Capítulo 2 - Capítulo.02: Jimin


Fanfic / Fanfiction Meu Ex. Jeon Jungkook. - Capítulo 2 - Capítulo.02: Jimin

Como naquele dia mágico, diga que acredita em mim. - TXT - Can't You see me?


Dois dias depois...



SENTADA MAIS uma vez desejando com todas as minhas forças estar deitada na minha cama chorando enquanto assisto a culpa é das estrelas e como uma barra de chocolate. Tá sendo muito difícil pra mim trabalhar; tudo que eu sei fazer é lembrar que o meu ex namorado fodeu a minha irmã e ainda por cima na minha casa, na minha cama. Eu me esforçei tanto pra poder comprar aquele apartamento foram várias noites sem dormir estudando sobre tudo dessa empresa pra eu poder chegar onde cheguei. E tudo isso pra no final eu me sentir traída, humilhada e usada.



— Senhorita S/n? – Chamou Mia baixinho cutucando o braço da garota sutilmente para que ninguém presente ali visse. — Está tudo bem? – Perguntou com o ar preocupado. Assenti algumas vezes suspirando cansada e aflita, mordendo o meu lábio inferior tentando manter controle.


— Estou bem, Obrigada. – Ditei sorrindo tentando passar a ela total certeza de que eu não estava mentindo.



Estávamos em uma reunião muito importante para a empresa, eu não me concentrava em nada apenas assentia concordando com tudo que o meu chefe me perguntava, Park agora Falava sobre os benefícios que trouxeram o nosso novo produto; sorrindo orgulhoso certamente alimentando o seu próprio ego. Quando acabou todos se levantaram e bateram palmas contentes com a nossa vitória, Park me olhou por um estante dizendo baixinho que estava me esperando na sala dele, Assenti em resposta logo o vendo sair e então eu arrumei os papéis da reunião é levei até a minha sala os deixando sobre a mesa depois me direcionando a sala do meu chefe. Eu estava tão envolvida no meu mundinho que nem percebi quando o meu corpo se chocou com a parede fazendo eu fechar os olhos assustada abrindo em seguida.


— O que deu em você? ficou louca? – Ditou sério me olhando com a sua típica cara de quem não aceita nada além da verdade.


— Do que você está falando? – Me fiz de desentendida o encarando sem um pingo de paciência para as suas broncas agora.


— Tá de brincadeira S/n? – Sorriu incrédulo. — Você sabia que essa reunião era importante e ficou viajando na maionese enquanto falávamos de negócio, você me ignorou três vezes e todos os governadores perceberam o quão incompetente você está sendo porque não consegue separar a vida pessoal do trabalho. – Gritou não muito alto, mas isso foi o suficiente para me ofender. — A empresa não tem culpa se o merdinha do namorado não se contenta c... – o interrompe



— Primeiro me solta que você está me machucando. – Ditei raivosa tirando a suas mãos dos meus braços com brutalidade. — Segundo, quem você pensa que é para falar assim do meu ex namorado, hun? – Comecei vendo o rir nervoso da minha atitude repentina. — Quer saber de uma coisa, você não passa de um garotinho rabugento mimado que só pensa em si mesmo; você é um orgulhoso, egocêntrico idiota. Aposto que todos aqui pensam o mesmo de você, e mas, nunca mais ouse abrir a boca pra falar da minha vida pessoal. Ela não é da tua conta. – Suspirei ajeitando a minha jaqueta sorrindo pequeno orgulhosa da minha coragem repentina de dizer tudo que eu queria dizer a muito tempo para Park. Eu disse apenas verdades Park Jimin era sim um orgulhoso egocêntrico, ele pensava apenas em si mesmo, tudo tinha que girar ao redor dele, ele me irritava de tal maneira que só de ouvir o seu nome eu já tinha vontade de bater em alguém.


Sai de sua sala batendo a porta escutando um 'Porra' em seguida; nem ligando. Apertei o botão do elevador esperando o mesmo chegar, eu só queria ir logo pra casa antes que Jungkook chegue. Depois do que aconteceu Jeon Jungkook me ligou várias vezes mandou mensagem e até ligou para o meu chefe com certeza Jungkook aquele bocudo contou tudo a ele. Bom eu estou dormindo na casa da minha amiga de infância Lalisa uma garota meiga e que vem me ajudando desde que nós éramos crianças, foi ela ficou ao meu lado quando muitos sumiram; eu devo muito a essa garota. Eu não voltei para o meu apartamento desde então, só que eu preciso de roupa já que quando eu saí do meu apartamento não pensei em pegar nada pensei somente em sair daquele ambiente.















[...]


Sabe quando os filmes de ação tem aqueles suspenses em roubos onde uma pessoa fica olhando a hora o tempo todo e a outra pega o dinheiro, Então, eu me sinto exatamente como nos filmes só que em vez de dinheiro estou pegando roupas. Jungkook chega daqui cinco minutos então estou correndo contra o tempo. Eu peguei muita roupa então não precisarei voltar tão cedo. E se eu estou tentando o evitar? sim, por mais infantil que isso seja; eu sei que deveria deixá-lo se explicar mais eu não consigo me manter firme quando estou em sua frente e como se ele tivesse total controle sobre meu corpo. Sem nem perceber peguei uma blusa de Jeon que estava sobre a cama e a proximei do meu nariz sentindo o cheiro do perfume amadeirado do garoto sorri por um momento sentido saudades dos seu lábios, dos seus toques e de suas palhaçadas tudo oque eu mais amava nele.

Jungkook sempre foi daqueles caras que te leva flores com bombons as vezes até escreve uma carta, e foi isso que me fez criar um interesse por ele. Eu me lembro perfeitamente do dia em que nós conhecemos, foi em um parque de diversões eu e Jungkook estávamos na fila para entrar na montanha russa e que por obra do destino estavamos sentandos no mesmo carrinho um do lado do outro, eu segurei no ombro do moreno diversas vezes enquanto o brinquedo estava em movimento e aí que começou a nossa amizade. Momentos incríveis eu passei ao lado do garoto que hoje éramos para estar completando nosso 8° mês de namoro e foi por isso que eu fiquei tão cabisbaixa hoje.


— Eu te amo tanto seu moleque insolente. – Suspiri triste ao perceber que agora isso tudo que eu passei ao seu lado seria apenas momentos que com certeza eu lembraria mais tarde. Peguei a sua blusa preta e a coloquei dentro da pequena mala de roupas, eu queria sentir aquele cheiro depois.


Amor... – Sua voz soou fraca atrás de mim me fazendo ter um ataque de susto interno. Merda, Merda, Merda! — Você está indo embora?.


— Sim Jungkook, eu vou sair do meu próprio apartamento se é isso que você quer saber. – Respondi seca escutando ele fungar baixo. Peguei a minha mala a colocando no chão sem ao menos o encara-lo, até porque eu não conseguiria me manter firme por muito tempo, já que o meu maldito corpo se rende facilmente aos encantos de Jeon. — Pode ficar por aqui, até você achar um lugar pra ficar.


— Amor não vá por favor, deixa eu me explicar. – Segurou em meu rosto o puxando para mais perto me fazendo sentir a sua respiração quente sobre o meu rosto. — A sua irmã ela entrou aqui em casa e...


— Eu não quero ouvir suas explicações Jungkook, Eu sei muito bem oque vi e se ela se atirou pra cima de você, o mínimo que poderia fazer era se afastar, mandar ela ir embora ou até mesmo sair de casa, sei lá. – Comecei  pensando em mil possibilidades daquilo ter sido evitado; senti uma lágrima solitária deslisar sobre meu rosto sendo limpada pelo mesmo que manteve o seu olhar triste sobre o meu me soltando aos poucos. — Acabou para nós dois Jungkook.


— Amor não faz isso, me deixe te explicar o que aconteceu. — Ditou ainda mais triste já com os olhos marejados. Eu odiava ver Jungkook chorar mas se ele tivesse se controlado tudo seria mais fácil de resolver. — Por favor. – Implorou segurando as minhas mãos com cuidado me puxando para um abraço, meu corpo já estava totalmente entregue se eu continuasse ali; então juntei as minha últimas forças e me soltei de seus braços mesmo não querendo, passando a segurar a minha mala e encarando seus lábios por alguns segundos vendo um mínimo sorrir se formar ali por parte dele; Voltei a encarar o chão passando por ele o vendo me seguir suspirando triste várias vezes, murmurando algumas desculpas.





Notas Finais


❤️ Triste né gente. Oque acharam do capítulo? Me contem tudinho.

~Anônima_Y


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...