História Meu futuro - Capítulo 76


Escrita por:

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Aaron, Ash Ketchum, Barry (Jun), Black, Blue, Bonnie, Brock, Calem, Cilan, Clemont, Cynthia, Dawn Hikari, Delia Ketchum, Drew, Flint, Gary Carvalho, Giovanni, Grace (mãe de Serena), Harley, Hilbert, Hilda, Iris, James, Jessie, Korrina, Lance, May, Melody, Misty, Nando, Paul, Personagens Originais, Professor Carvalho, Professor Elm, Professor Oak, Professor Sycamore, Professora Juniper, Red, Ritchie, Serena, Shauna, Trip, White, Yellow, Zoey
Tags Amourshipping, Pokémon, Romance, Satosere
Visualizações 282
Palavras 1.024
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Esporte, Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Romance e Novela, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Recado nas notas finais

Boa leitura :)

Capítulo 76 - O que aconteceu? 2


Quarto do Gary

Pov Gary

Eu preciso de ajuda pra isso, vou ir em um psicólogo pra tentar entender o que aconteceu, ele deve poder me ajudar, não vou ficar parado deixando tudo o que está acontecendo rolar sem eu tomar uma atitude.

Saio do meu quarto e desço as escadas, ao sair da casa encontro no quintal Yellow e Ash conversando, a loirinha me vê e não me olha com uma cara muito boa, apenas desvio o olhar e saio para a rua.

Vou marcar uma consultar, não deve ter um horário vago pra hoje.

Um tempo depois...

Ao achar o local onde havia um psicólogo, porque eu sai sem saber onde tinha um e fui só me informando pela rua, foi como eu imaginei não tem nenhuma disponível pra hoje, mas marquei uma para amanhã e já fiz o cadastro também, para no dia seguinte não ter que fazer.

Pego então o caminho de volta pra casa. Vou refletindo e olhando a paisagem da cidade.

Ao entrar em casa vejo que eles já estavam comendo, e sem me mim. Mas não tem problema, não vou culpá-los, eu não avisei nem nada, apenas vou até eles, faço meu prato e sento na mesa, como em silêncio, apenas quieto na minha.

Minutos depois...

- Com licença. Digo me levantando da mesa, lavando meu prato na pia e subindo para o meu quarto

Pov Gary off

- O Gary ficou quieto o almoço inteiro e foi educado? Em que realidade paralela eu estou? Pergunta Calem estranhando a atitude do ruivo.

- Eu não sei, mas isso vindo dele é estranho. Diz Misty.

- Pra ele estar assim eu acho que ele não tá muito bem. Diz Yellow olhando para o prato lavado do garoto. - Ele lavou o prato dele. Ele nunca faria isso. 

- Eu concordo com a Yellow, aconteceu alguma coisa. Diz Ash também estranhando a atitude do amigo.

- A gente vai fazer alguma coisa a respeito? Pergunta Dawn.

- Não sei, talvez seja só hoje, deixa rolar, se amanhã ele continuar do mesmo jeito a gente pensa no que fazer. Responde Calem.

- Eu não estou entendendo. Ele só tá sendo o que qualquer pessoa pode ser. Por que isso parece tão estranho pra vocês? Pergunta Angie sem entender o que estava acontecendo direito por não conhecer eles tão bem.

- Vou te explicar Angie. O Gary sempre foi um cara extrovertido, ele nunca ficava calado, e ele nunca nem sequer disse "com licença" na vida dele, pelo menos com a gente, por isso que é estranho ver ele assim desse jeito.

- Ele pode estar só tentando mudar.

- Por que ele mudaria?

- Por que eu saberia responder isso? Quem conhece mais ele são vocês, o que ele teria de motivo para mudar? Ninguém muda do nada, se ele tá tentando mudar é porque alguma coisa aconteceu.

- Você pode ter razão... O que pode ter acontecido?

No dia seguinte

06/07

10:10

Pov Gary.

Está quase na hora de eu ir pra consulta com o psicólogo. Desço as escadas e saio de casa, e vejo todos juntos, TODOS, conversando entre si, menos eu. Então eu vou pra rua e vou em direção ao local da consulta.

Consultório 

Pov Gary off

- O que te traz aqui?

- Eu só queria entender porque eu mudei.

- Ora, as pessoas mudam, todos mudam, o que você quer saber então é o que te influenciou a ser do jeito que ficou após a mudança.

- Isso.

- Pode ter acontecido várias coisas, convivência, influencia de alguém, algo importante que fosse necessário sua mudança. O jeito que você tem agido, se parece com o de alguém que você conheça ou de alguém que gosta desse jeito?

- Acho que sim... Meu pai me lembra muito isso.

- E como seu pai é?

- Meu pai? Bem, ele é desencanado com a vida, ele tem namorada, mas fica com várias outras mulheres, ele faz o que ele quer, ele meio que não se importa com o que vai acontecer, se ele fizer tal coisa.

- E como é seu contato com ele?

- Ele sumiu quando eu era ainda era pequeno e a um tempo atrás ele voltou, eu passei uns dias com ele, vendo como ele era, e o que ele fazia. 

- E depois disso você começou a fazer o que ele fazia?

- Acho que sim...

- Você foi influenciado por ele então...

- Fui?

- Foi.

- E como eu resolvo isso?

- O jeito que você está?

- Sim.

- Não tem um jeito de resolver isso, quem resolve isso é apenas você, com sua mente e com suas atitudes, tendo plena consciência do que você quer e do que tu fazes. Você tendo na mente que não queres ele como influencia você não vai ter ele como influencia.

- Então basta eu querer?

- Exatamente, você é o que você quer ser. Só que a maioria das vezes o problema é você não saber o que você quer ser. Mas pelo que vi, você sabe bem o que quer.

- Eu quero voltar a ser como antes.

- Então volte, nada te impede.

- Obrigado Doutor.

- Pode me chamar de Cléber. 

- Obrigado Cléber.

- De nada garoto.

- Eu pago com sua secretária?

- A primeira consulta é de graça.

- Sério?

- Sim. Agora na próxima pague ou não volte nunca mais.

- Isso não é muito ofensivo? Meio que expulsar a pessoa se ela não tiver dinheiro?

- Meu garoto, tempo é dinheiro. E talvez possa parecer meio rude, mas é simples, se você quer ter um serviço você paga por ele, e eu ainda dou o primeiro de graça, achar ofensivo é tudo coisa da sua mente.

- Você tá me deixando confuso Cléber.

- Se você quiser saber o porque está confuso basta pagar outra consulta.

- Porra Cléber.

- Tchau meu garoto. Diz Cléber passando a mão no cabelo do garoto. Boa sorte na sua vida. Diz ele abrindo a porta de seu consultório para Gary que sai do local

Continua...

 

 


Notas Finais


P O R R A C L É B E R

PeRgUnTaS:

1- Gostaram?

2- Gary vai conseguir consertar tudo?

H O R A D O R E C A D O

É o seguinte, o que é o tempo se não a areia que temos nas mãos que insistem em escorrer pelos nossos dedos por mais que tentemos rete-lá? O tempo passa rápido, e pra escrever eu preciso de tempo, que é algo que eu não to tendo muito, e o que isso desencadeia? Eu fico sem tempo pra escrever, por mais que eu queira é complicado eu dedicar o pouco do tempo que eu estou tendo pra poder escrever, e isso acaba diminuindo a frequência ao máximo, mas eu vou tentar ao máximo estar mantendo as minhas histórias ativas, até mesmo porque eu tenho que acabar elas, porque eu penso em outras pra escrever, que a ideia já tá pronta, mas se eu começar agora com certeza ela vai ficar parada por um tempo( em relação a isso, se vocês quiserem eu posso criar e botar ela no ar, mas vai demorar pra sair capítulos nela enquanto alguma das atuais não acabarem, mas ai vocês decidem), eu só peço desculpas se eu demorar, porque eu posso estar falando isso e ter capítulos frequentes, mas pode ser que não também, enfim.

Meu Twitter tá ai embaixo, e talvez eu crie alguma outra rede social pro spirit, enfim.

https://twitter.com/SemAnndre

MINHAS OUTRAS FANFICS:

Garoto de rua: https://spiritfanfics.com/historia/garoto-de-rua-6647102

Um amor improvável: https://spiritfanfics.com/historia/um-amor-improvavel-7336751

E isso é tudo pessoal, nós no vemos numa próxima.



conseguisoltartrescapitulosumemcadaficsevocenaoacompanhaelaestaraiemcimaporqueomerchantnaopodepararnaoemesmo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...