História Meu garoto "nada" normal. Taegi - Capítulo 8


Escrita por: ~ e ~VdeTaehyung

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bottom!taehyung, Bottom!yoongi, Brotp!vmin, Bts, Deficiencia, Suga, Taegi, Taegi!flex, Taegiotp, Taehyung, Top!taehyung, Top!yoongi, Vga, Vsuga, Yaoi, Yoongi, Yoontae, Yoonv
Visualizações 238
Palavras 2.475
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaaaun preciosos <3
Primeira coisa , quero agradecer meus leitores eu nem acredito que estamos quase em 80 fav eu estou radiante serio mesmo com todos meu erros e tals estou conseguindo o amor de vocês <3 Cada comentario e favorito e muit importante para mim thanks<3
Emfim vamos ao cap :3
Espero que gostem ignorem os erros e lets go :#
Boa leitura!

Capítulo 8 - Doente.


Yoongi P.o.v

Acordei com a claridade incomodando meus olhos, puxei o cobertor que estava me a cobrindo para cima dos olhos, sentia minha garganta seca , efeito da suposta ressaca,estaria morrendo de dor de cabeça se não tivesse tomado o remédio que taehyung me deu antes de dormir...

Me sentei rapidamente na cama lembrando que não dormi sozinho nela,me sobressaltei ao ver jin hyung sentado em frente ao mais novo que dormia de bruços todo esparramado na cama. O hyung carregava uma carranca e que olhava como se fosse me degolar vivo,enquanto uma de suas mãos acariciava os fios castanhos do mais novo que dormia pesado.

Arqueei as sobrancelhas e vi o mais velho apontar para o banheiro com a cabeça,rapidamente entendi.Me levantei me espreguiçando sentindo alguns estalos e segui para o banheiro disposto a tomar um banho  para dissipar o sono,aproveitei para escovar meus dentes,eu já tinha uma escova própria na casa do hyung pois ele odiava quando qualquer um almoçava e não escovasse os dentes logo após, só perdoava-nos quando estávamos fora de sua casa.Fiz minha higiene pessoal, amarrei a toalha na cintura e sai do banheiro para procurar roupa.O mais novo ainda dormia, com a boca um pouco aberta e seu rosto um tanto vermelho, o que eu estranhei pois o dia não estava calorento e ele também não havia bebido para estar assim, me aproximei da cama para analisa-lo e mais uma vez tomei um pequeno susto com a voz do hyung atrás de mim.

-Ele ta com febre. – Ele disse numa voz indiferente e eu me virei para olha-lo.

-Resfriado ? – perguntei pegando as roupas que ele tinha na mão para me vestir.

-Talvez seja, ao menos espero que seja só um leve resfriado. – Ele disse fitando o mais novo adormecido. –A saúde dele é frágil, ele fica doente  por besteira .

Enquanto me trocava sem vergonha alguma já que o hyung era mais que acostumado em me ver assim e nem se importava.Parei para analisar o mais novo realmente não parece se cuidar muito bem, saiu comigo do dia do café apenas de pijama que tinha um pano absurdamente fino e o tempo não estava bom talvez tenha sido por isso, pelo menos e o que eu prefiro pensar do que me sentir mais culpado por te-lo feito sair a noite atrás de mim em uma boate gay e ainda passar por aquela situação, sorte minha que ele não contou nada pro hyung sobre isso.

-Ele não parece ser muito responsável quando o assunto e esse. – eu disse já penteando os cabelos.

-E não é ! – Disse jin num riso frouxo. Na mesma hora o celular dele toca. –Fala?já vou!

-Quem era ? –Pergunto sem vergonha alguma.Segui o hyung para fora do quarto já devidamente vestido, assim que chegamos na sala, vi o tal jeon... não sei das na porta  e um jimin furioso em sua frente sendo barrado.

-Hyung esse baixinho aqui quase quebrou a porta e esta querendo entrar sem seu consentimento. –Disse jeon ainda barrando a entrada do meu irmão.

-Não sabe que tinha porteiro na sua casa hyung –Disse jimin entre dentes empurrando o outro que estava em sua frente e passando por todos nos sem ao menos, nos cumprimentar.

-Esse e o jimin, kookie ele só não esta de bom humor –Disse o hyung indo para a cozinha e eu tornei a segui-lo .

-O que houve com ele ? –Perguntei me referindo ao jimin que parecia realmente sem paciência.

-Eu avisei que o Tae esta doente,em momentos como esse ele fica assim, segundo o tae-Ele disse pegando alguns panos e remédios que estavam num armário ali.Por um momentos esqueci que o mais novo não estava bem de saúde. – Como eu disse tae tem a saúde bem frágil e se não cuidarmos o mais rápido possível o estado dele se agrava e da ultima vez ele chegou a convulsionar por causa de uma febre que ele se recusou a tratar, e eu já falo não e legal ver pessoas nessa situação e desesperador.

Engoli em seco com um aperto no peito estranho a culpa recaiu novamente em meu peito.

-Eu nem me imagino em uma situação assim – Eu disse baixo.

-Nem queira, jimin presenciou e agora a preocupação e dobrada , por isso o mal humor.

-Eu não deveria ter ligado ontem, eu disquei o numero errado.-Murmurei e ele me olhou imediatamente,

-Você e muito irresponsável,pensei que agora que conseguiu um emprego iria parar com isso, se continuar bebendo assim vai virar um alcoólatra. –Ele começou a frase  firme abaixando o tom, mas na mesma hora meu interior se acendeu e a fúria me tomou.Fui em passos firmes ate ele pegando-o  pela gola da camisa.

-Eu realmente espero que não esteja, me comparando aos meus pais Kim seokjin –Eu disse soado serio. Ele me olhou e logo bateu na minha mão que lhe segurava invertendo as posições agora eu era segurado pelo mais velho , nossos olhares eram pesados.

-Se você não procurasse preencher a merda do vazio que você teimou em criar aqui dentro –Cutucou com a mão livre meu peito. –Com álcool e relações sexuais vazias eu nunca falaria isso.

-Isso  não é da sua conta –Falei entre dentes.

-A partir do momento que vejo um amigo se afundar na própria merda e da minha conta sim , você me cortou, assim como namjoon e os outros da sua vida pra viver, esse lixo repetitivo , cresce min yoongi você não e um adolescente.

-CALA A PORRA DA BOCA –eu disse segurando seu braço que apertava a gola de minha camisa, sem desviar o olhar nem um minuto.

-EU EXIJO NO MINIMO RESPEITO DE VOCE! – Ele disse já sem paciência.  –E eu vou te avisar uma coisa...

Ele disse aproximando mais ainda o rosto do meu ficando poucos centímetros do meu e eu segurei seu olhar firme.Mesmo com a diferencia de altura.

- Se você pensa que vai ficar brincando com taehyung só porque ele foi descuidado de ir pra cama com você –Ele fechou os olhos respirando fundo antes de continuar.E eu me permiti franzir o cenho minimamente.-Eu não vou perdoar você, eu te mato me ouviu.

-Então a nossa relação te afeta ? A forma em que nos aproximamos te assusta hyung ? –Debochei vendo sua feição fechar ainda mais.-Eu tenho más noticias se for por isso, pois eu estou disposto a deixar ele entrar na minha vida com passe free, digamos que nossos santos bateram desde a primeira “transa”

Ri e logo senti o impacto em meu rosto com o soco  que o hyung me deu me fazendo rir mais alto ainda.

-Você vai machucar ele com esse seu jeito dissimulado, pode ter certeza que não vai ouvir isso só de  mim. –Ele disse ainda furioso.              

-Eu não sou tão filho da puta a ponto de brincar com ele desse jeito , hyung você sabe disso, me conhece o suficiente também para saber que se eu quiser algo a mais com alguém eu vou ficar a mercê dela ,VOCE SABE! ...É não pense que eu não conheço você também o  suficiente  para saber que isso não e só por instinto protétivo é ciúme.

Joguei tudo na cara dele que abriu e fechou a boca varias vezes, passando a mão no cabelo em sinal de nervosismo. “Já ouviu falar naquela de” ,Jogar verde e colher o maduro”.  

-Sinto muito por ser grosso hyung ,mas infelizmente ou felizmente  aconteceu e eu sinto que ele é diferente para mim, eu posso não estar apaixonado mas sinto que  e só questão de tempo.

Despejei tudo o que veio em minha no fundo eu sabia que o mais novo não era mais um entre os outros , e no fundo eu estava mais carente que nunca e quando estava perto dele , essa parte de mim se descontrolava mas supriasse com seu jeito carinhoso , a convivência traria sentimentos mais fortes , mesmo que eu me recusasse eu sabia que a personalidade dele me cativou.

-Eu não vou parar de tentar o proteger por sua causa yoongi . – Ele disse num fio de voz.

-Não posso te impedir hyung – Me aproximei do mais alto que estava de cabeça baixa. – lute por ele, o proteja se eu fosse você, eu também faria isso, posso não o conhecer como você ou ate mesmo jimin conhece mas sei que ele não merecia ter sua primeira noite com um homem como eu ,numa situação como aquelea, mas aviso que se isso que me atrai para ele for recíproco eu vou fazer de tudo para ele ser meu, eu sempre faço.

-Justo. – Ele sorriu era um tanto curioso ver aquele lado do hyung. Estendi minha mão pra ele que agarrou sorrindo pretensioso e logo me puxou para um abraço. –Desculpe pelo soco.

Apenas dei de ombros.

-Ridículos –A voz soou extremamente fria pela cozinha. Fazendo o hyung olhar por cima de meu ombro e eu olhar para trás.Jimin estava com um semblante  serio e parecia irritado. Ao seu lado jeon estava com a boca aberta talvez surpreendido pela nossa conversa o que me fez questionar mentalmente quando tempo eles estavam ali. – Nunca passou pela minha mente que os dois tratariam dele como se ele não tivesse capacidade suficiente para escolher o que e melhor para si mesmo.Eu tomo suas palavras como minha jin hyung e vou perder um pouco do respeito nesse momento. Tae esta se descobrindo agora e é muito sensível ele sofreu e sofre o bastante na vida por pessoas idiotas, se vocês fizerem mal a ele com essas conversas tolas  , eu mato cada um de vocês.

Eu e jin hyung estávamos boquiabertos com o pequeno discurso de jimin, ele nunca me pareceu tão agressivo, troquei olhar com o hyung que parecia na mesma situação que eu, jimin caminhou ate onde estavam os panos e remédios, os pegando e saindo em passos pesados da cozinha.Jeon que por sua vez só observava tudo limpou a garganta.

-Hm pesado... –ele comentou alternando o olhar entre nos dois que ainda estávamos congelados no lugar. –Então hyung eu vou sair, namjoon hyung me pediu para busca-lo hoje, então não se preocupe , vou usar seu carro.

-Tome cuidado com meu carro kookie se não você vai sentir minha ira e fale para namjoon passar e comprar as coisas que estava na lista que eu dei pra ele. –Jin disse indo ate o forno e tirando umas torradas que estavam lá.

-Okay, até daqui a pouco. – Ele lançou um sorriso mínimo para mim e saiu.

-Hyung da onde garoto saiu? –Perguntei lhe assim que o mesmo saiu porta a fora.

-Ele é amigo do namjoon,não sei como se conheceram mas sabe que pessoas com nome Kim geralmente fazem amizade fácil. –Ele riu e eu concordei com a cabeça realmente era um fato, tanto namjoon quando jin e agora sabia que o Kim mais novo também fazia amizade com facilidade.-Depois de um tempo ficaram amigos ele precisava agora de um lugar para ficar, e como a casa não e só minha concordamos em deixa-lo em um dos quartos ele e um bom garoto.

-Hm ainda acho que vocês confiam de mais.

-Olha só quem fala, o idiota que fica indo bêbado para casa de estranhos toda noite. –Eu o olhei enfezado mas ele tinha razão eu era assim.

-Não começa hyung. –Eu disse pegando uma de suas torradas.

-Vou olhar se o tae melhorou, DROGA –Bateu na testa e eu olhei sem entender.

-Que foi ? –Perguntei ainda mastigando a torrada.E logo alisando o lugar que ele havia dado o soco.

-Que nojo...-Ele Fez uma careta me olhando. –Eu deixei kook sair com o carro e esqueci que o tae não ta legal e se ele precisar ir pro hospital, MERDA!

-Hey calma, vamos ver como ele ta primeiro depois nos preocupamos com isso. –Sai sendo seguido pelo hyung ate o quarto. Abri a porta com cautela alias jimin estava la e seu humor conseguia ser pior que o meu. Abri de vagar vendo a cena dos dois abraçados na cama jimin segurava uma pano na cabeça do mais novo enquanto cantarolava uma canção na qual não consegui identificar, sempre achei sua voz muito bonita e aveludada. O mais novo dormia com a cabeça em seu peito e seu braço e perna por cima de jimin, estava ainda corado por causa da febre e sua boca estava entre aberta os fios de sua testa grudados na testa por baixo no pano. Jimin parou de cantar assim que nos avistou lançando-nos um olhar mortal, jin tomou a frente indo ate eles em passos lentos e calmos.

-Como ele ta ? –Sussurrou para jimin que apertou um pouco mais o mais novo que se ajeitou mais em cima do corpo de jimin, ficando com a cabeça em seu pescoço e seu braço rodeando a cintura de jimin como se este esteve tentando fugir de si , meu irmão parecia na defensiva como se fosse uma águia com seu filhote, o que me fez rir mínimo , geralmente eu era assim com ele quando mais novo, vendo os dois ali pareciam bem próximos, diria que ate havia um caso entre eles se não conhecesse meu irmão.

-A febre baixou não por sua causa claro. –Ele disse cuspindo as palavras em cima do hyung que o olhou encabulado.Me aproximei um pouco lhe lançando um olhar reprovador.

-Mais respeito jimin, ainda somos seus hyungs – Eu disse soando serio e o mesmo me olhou com pesar.

-Desculpa hyung –Falou com a voz sussurrada .-A febre abaixou o remédio vai fazer efeito já já , vocês podem fazer uma sopa ? Ele vai acordar faminto.

Balancei a cabeça em afirmativa e o hyung sussurou um “ahan” logo fazendo um carinho nos fios do mais novo e logo depois em jimin.

-Nos vamos fazer, daqui a pouco trazemos, qualquer coisa não êxite  em nos chamar. – Eu disse me aproximando deixando um selar em sua testa ao mesmo que ele sorriu terno para mim.Parecendo relaxar um pouco. Eu podia ser duro as vezes, mas meu irmão tinha privilégio em toques comigo.Lancei o olhar uma ultima vez para o mais novo que dormia pesado ainda corado numa cena no mínimo adorável e sai porta a fora.

-Hyung como eles se conheceram ? Eles parecem bem próximos um ao outro. – Eu disse ajudando-o a cortar uns legumes para a sopa vi logo ele resetar o corpo um pouco o que me pareceu um tanto estranho para uma pergunta simples.

-Então jimin ainda não contou pra você não é –Balancei a cabeça em negativa mesmo sabendo que aquilo não era uma pergunta .Suspirou pesado voltando a cortar os legumes.-Eles se conheceram na cadeia.

Tenho certeza que nem a garota do filme “O exorcista” havia me  superado na rapidez de virar a cabeça.

-Cadeia ?


Notas Finais


Então o que acharam? 3:)
E esse vmin cheroso ? (não nego amodoroon)
Não fiquem encabulados podem soltar o verbo comigo heuheheuhe
Vou passar a deixar o link da minha outra taegi para vocês darem uma olhada (chata sim sou ) espero que deem amor a ela também <3 https://spiritfanfics.com/historia/min-2x-taegi-10909236
(Como ja sabem , eu não tenho dia fixo para postar então não me apedregem eu avisei)
Demorei pois estava abalada emocionalmente com esse filme
https://www.youtube.com/watch?v=2iPXBnsuzis quem poder ver veja e M.A.R.A.V.I.L.H.O.S.O Recomendo muito se alguem chegar a ver ja manda o que achou dele para mim :3
Bjins até qualquer dia preciosos <3
OBS:Ja avisei e vou voltar a avisar ~VdeTaehyung e minha outra conta -Essa apenas de leitura :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...