História Meu Gatinho - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Plagg, Tikki
Tags Adrinette, Gatinho, Marichat, Miraculous
Visualizações 240
Palavras 1.821
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


CHEGAYYYYYYYY, com mais um fanfic, alguém me seguraaaaaaa kKSNJKDNkdsba

Eu já tinha essa fanfic em mente faz um tempo já, mas de fato nunca cheguei a publicar, mas agora aqui stou yo!

Eu espero que gostem dela, boa leitura! Bjs

~Unicórnia-chan

Capítulo 1 - Prólogo - Orelhas? Rabo?


Meu Gatinho

Prólogo - Orelhas? Rabo?

Adrien suspirou cansado, se deitando em sua cama, acabará de lutar contra um akumatizado, e de fato foi bem cansativo, foi atingindo algumas vezes, estava dolorido. 

- Devia ter desviado. - Plagg disse se sentando no criado-mudo do garoto. 

- Tanto faz, o que importava que purificamos o akuma. - Adrien se virou, ficando de barriga pra cima, olhava para o teto.

- Na verdade, a LadyBug purificou, você apenas quebrou os óculos para que Ma- Plagg parou de falar. - Para que LadyBug o purificasse. - Se corrigiu.

- Tanto faz. - Adrien suspirou, sem percebe que o kwami ficará nervoso, quase dizendo o nome verdadeiro da heroína. - Vou dormi, amanhã tenho aula, boa noite. - Ele desligou o abajur, sem se importar se não trocará de roupa, ou se arrumou, sentia um sono incomum, uma preguiça anormal. 

*

No dia seguinte, Adrien acordou com o despertador tocado, ficou de fato bem irritado, o jogando na parede e o xingando. Foi atrapalhado do seu sono, odiou isso.

Plagg estranhou, Adrien sempre foi uma pessoa tão calma, e nem se importava se o despertador irritante o acordava. Mas quando o kwami o olhou, arregalou os olhos.

- Adrien, o que foi? - O loiro ouviu a voz de Nathalie do outro lado da porta.

- Deixei meu despertador cair. - Falou uma meia verdade.

- Ah, ok, vá se arruma e toma seu café! Não pode se atrasar para o colégio. - Nathalie disse e saiu, deixando Adrien irritado mais do que estava.

O garoto foi até o banheiro, sem a menor vontade de entrar na água fria, apenas mudou para quente, era tão relaxante!

Demorou uns 10 minutos no banho, logo saiu, já com uma calça jeans, uma blusa moletom azul, e a toalha na cabeça.

Se sentou na beira da cama e colocou sue tênis vermelho. Se distraiu com os cadarços, mas logo se recompôs e conseguiu calçar os sapatos. 

Foi até o espelho para pentear os cabelos, de fato estava ainda mais sonolento, quase dormiu penteando os cabelos, aquilo era bom...

- Adrien? - Plagg o chamou assustado, logo o loiro despertou.

- Hmm? - O garoto bocejou. Voltando a pentear os cabelos, tentando não adormecer.

- Eh.. - Plagg estava nervoso, observando o rapaz.  

- Tá olhando o que Plagg? - Adrien perguntou confuso, vendo seu kwami de olhos arregalados.

- Eh... Como posso explicar?... Não percebeu nada de diferente, não? - O kwami perguntou nervoso.

- Não. - Adrien estranhou, então por fim percebeu. - AHHHHHHHHHHHHHHHHH.

Ele tinha orelhas de gato! De fato era comum para ele, mas essas eram de verdade! E ele nem estava transformado!

- P-Plagg.. - Adrien estava muito assustado, deixou cair a escovar no chão. - Isso e comum, não? - Ele perguntou com os olhos arregalados, se olhando no espelho.

- De fato, isso nunca aconteceu com nenhum dos usuários do Miraculous. - Plagg disse tanto assustado quanto o garoto. 

- E algum tipo de evolução? - Ele se perguntou, dando um passo para trás tropeçando e indo ao chão, e deixou derrubar a cadeira de seu computador, causando um barulhão. 

- Ai.. - Ele gemeu baixo, havia batido as costas na ponta da cadeira. 

- Adrien? Aconteceu alguma coisa? - O loiro ouviu a voz de Nathalie e de alguns empregados.

Plagg apareceu com o gorro, que Adrien rapidamente colocou, cobrindo as orelhas de gato, correndo até a porta e a abrindo. - Aconteceu alguma coisa? Que barulho foi esse? - Nathalie perguntou com um olhar preocupado.

- Não aconteceu nada demais. - Sorriu falsamente. - Eu apenas tropecei na minha escova e cai derrubando uma cadeira. - Mostrou a cadeira virada, Plagg já havia se escondido. 

- Ah, se machucou? - Nathalie perguntou, dispensando os empregados. 

- Não. - Negou, mentindo, ele havia caindo de costa, e estava doendo muito. 

- Ah.. Já terminou de se arruma? - Perguntou Nathalie com um olhar aliviado.

- Só falta meu material, já desço para tomar café. - Disse tentando se livrar dela, tentando conter a careta de dor.

- Ok. - Ela se retirou, Adrien fechou a porta gemeu sentindo a dor o invadido.

- Doeu? - Plagg apareceu sorrindo. 

- Imagina Plagg. - Adrien disse irônico, logo fazendo um careta de dor e choramingou. 

Suspirou indo até o espelho, tirando o gorro e vendo que as orelhas continuavam lá.

- E agora? - Perguntou Adrien. - Não posso faltar, e não posso ir com isso pro colégio. - Apontou para a cabeça. 

- O jeito e usar o gorro. - Plagg disse. - Manter ele firme na cabeça e não deixar cair. - Plagg disse. 

Adrien assentiu, colocando o gorro, pegando seu celular e o guardando na mochila, Plagg entrou na bolsa e Adrien desceu. 

*

- Bom dia Adrien. - Nino disse aparecendo sorridente, e se sentando ao lado do loiro. - O-O que aconteceu? - Ele perguntou com gota, sentindo a aura de mau humor do garoto. 

- Bom dia.. - Adrien resmungou, colocando a mão dentro do gorro, cocando as orelhas de gato. Era estranha a sensação.

Os dois ficaram em silêncio.

- Bom dia meninos! - Ayla apareceu, estava sozinha, provavelmente Marinette estava atrasada como sempre.

Adrien não entendia por que a azulada sempre se atrasava, ela morava do lado do colégio!

- Bom dia Ayla. - Nino disse abrindo um enorme sorriso, Adrien apenas seu um sinal positivo, estava sem humor. 

- ADRIENNN. - O loiro ouviu a voz irritante que o perseguia desde de criança, mas agora que ele passou a se irritar com ela. - AMOR! - Chloé pulou nos braços do garoto, quase tirando o gorro do garoto, Adrien rapidamente levou a o gorro o segurando no lugar e empurrando Chloé irritado, fazendo a loira cair no chão.

- Mas que porra! - Ele xingou irritado, deixando seus amigos assustados e surpreso. - Para de me encher o saco caralho. - Esbravejou saindo de lá em passos duros. 

- O que deu nele? Ele nunca agiu assim... - Chloé perguntou assustada, se levantando com a ajuda de Sabrina. 

 

Adrien saiu do colégio se sentando na beira da escada, em frente a o colégio, estava irritado com todo aquela aproximação. 

Plagg ficou na sua mochila, mas Adrien estava nem aí, queria ficar sozinho. 

Olhou no seu relógio, no qual marcava 07h25min, as aulas começariam as 07h40min, mas os portões fechavam as 07h30min. 

- Atrasadaaaa. - Ouviu uma voz familiar, Adrien olhou para rua, no qual Marinette vinha correndo apressada, comia uma torrada e seus cabelos estavam super bagunçados. Ela passou por ele como um flash.

Adrien ficou assustado com a velocidade da garota. 

Sorriu, Marinette realmente era um desastrada, se lembrou do primeiro dia de aula, quando conheceu a azulada, ela lhe tratará tão mal, achando que o loiro havia colocado chiclete no banco dela. Mas o real motivo, foi Chloé que havia feito aquilo, ele estava apenas tentando ajudar, mas acabou levando a culpa. 

Foi a primeira vez que Adrien pode enxergar a maldade de Chloé. 

- Adrien? - O loiro ouviu lhe chamarem. Marinette estava atrás de si, com os cabelos já arrumados num rabo de cavalo, era a primeira vez que ele lhe via com um peteado diferente. - Ayla me contou que você teve um ataque de raiva na sala. - Ela disse afastando as mechas azuladas do olhos nervosamente. - Aconteceu alguma coisa?

Adrien ficou em silêncio. 

- Problemas meus, estou irritado desde de quando acordei. - Ele desviou o olhar. 

- Ah... Espero que consiga resolvê-lós. - Marinette sorriu gentilmente.

- Obrigada. - Foi a única coisa que ele disse. 

- Vamos entrar? Falta um minuto pra tocar o sinal, e o portão fechar.  - Ela sorriu estendendo as mãos.

Adriena a encarou, aceitando a ajuda da garota, segurando as mãos dela, sentindo um choque percorrer seu corpo, e um frio estranho na barriga.

Marinette corou e soltou suas mãos da dele. 

Logo depois eles foram para a sala, Adrien estava mais calmo. 

*

- E agora? Como me livro disso? - Adrien suspirou, se olhando no espelho, as orelhas ainda estavam lá. 

- Não sei. - Plagg disse sincero. 

Adrien resmungou, começando a se despir para tomar seu banho, já havia almoçado, iria dormi a tarde todo, esperava que nenhum akuma aparecesse.

- Eh... Adrien? - Plagg perguntou assustado. 

- Hmm? - O garoto disse tirando a blusa.

- Acho que seu probleminha está se tornando num problemão. - Plagg disse, engolhindo a seco. 

- Como assim? - Adrien perguntou olhando para Plagg.

O kwami apontou para as costas do garoto, Adrien olhou para trás, se assustando.

Ele tinha um rabo!

Nessa hora o garoto sentiu uma forte tontura, isso não podia estar acontecendo!

- Ai Meu Deus! - Ele correu para o chuveiro, ligando na água gelado, queria acorda daquele pesadelo.

Entrou em baixo da água e saiu da baixo rapidamente, rosnando. 

Por fim, ele percebeu o que fizera, entendeu o motivo do sono incomum, quase dormi penteando os cabelos, estava sentindo o carinho, odiando a água. 

Ele estava agindo como um gato, nem ele sendo Chat Noir agia assim.

- Plagg, acho que estou me transformando em um gato. - Adrien suspirou rapidamente, mudando a água para quente, entrando nela, se sentindo mais aliviado.

- Eu percebi. - Plagg disse pensativo, observando o garoto se debulhar em lagrimas. - Já sei o que pode nós ajudar. 

- Quem? - Adrien disse alerta, desligando o chuveiro e pegando a toalha, saindo rapidamente do banheiro para se trocar. - Vamos lá urgentemente. 

- Eu vou, você fica, ainda não sei onde ele está. - Plagg disse, deixando Adrien desanimado. - Mas conheço alguém que sabe onde ele está, eu já volto, não demoro. - O kwami sumiu.

- Espere! - Adrien nem pode reagir, ficou irritado, jogando a camisa no chão irritado, estava apenas de calça, seu rabo começou a balançar de um lado para o outro, mostrando a irritação dele.

Adrien parou para observar, suas íris abriram e um sorriso maroto apareceu em seus lábios, ele começou a perseguir seu próprio rabo. 

- Miau! - Sorriu animado, conseguindo pegar o próprio rabo, e caindo deitado no chão.

Daí ele se tocou, soltou rapidamente o rabo, corando, o que acabará de fazer?

- Plagg... Não demora! - O loiro choramingou, estava desesperado por ajuda, só queria voltar ao normal. 

No próximo Capítulo:

- Adrien! Cadê você? - Plagg perguntou procurando no quarto inteiro. - E agora, onde ele se meteu? - O kwami se perguntou nervosamente.

(...)

- Merda, tinha que inventar de procurar o kwami! Parabéns Adrien. - O loiro repreendeu a si mesmo, estava com um grande casaco e um gorro cobrindo as orelhas. - Ok, e agora, onde estou? - Se perguntou olhando ao redor naquela rua desconhecida. - Parabéns Adrien! Agora você se perdeu!


Notas Finais


Opa! O que nosso Adrien irá fazer?

Devo continuar, apenas por pergunta, me sinto meio insegura as vezes... Rs. A opinião de vocês e importante

Bjs.

~Unicórnia-chan


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...