1. Spirit Fanfics >
  2. Meu guarda-costas - Imagine Suga >
  3. Tristeza

História Meu guarda-costas - Imagine Suga - Capítulo 31


Escrita por:


Notas do Autor


Obrigada pelos novos seguidores, sejam bem-vindos ao meu perfil! ☺️
Obrigada também aos que estão gostando da história, fico feliz em saber! 💜

Boa leitura <3<3<3

Capítulo 31 - Tristeza


Fanfic / Fanfiction Meu guarda-costas - Imagine Suga - Capítulo 31 - Tristeza

Você é apenas mais uma puta mentirosa, que se FINGE de coitada para transar com seus seguranças.

Sua nojenta!

Não sabe como AMO mandar essas coisas para você.

Você é tão egoísta que achou mesmo que seu pai é o seu hater? 

Por quê não pensou antes que alguém poderia ter hackeado o notebook dele?

Ops

Já estou falando demais, aproveite seus dias, eles estão contados!

Vá se f#der

Yoongi termina de ler e me olha, chocado com o que acabou de ler.

O chamei para minha casa agora mesmo porque sei que ele sempre está a favor.

Yoongi: S/n, você não percebeu que as câmeras de segurança estão quebradas? Quando eu passei por aqui notei isso. Sério... olha alí. - Aponta para a câmera de fora, que fica na área da piscina. 

S/n: Eu bem que senti uma sensação ruim quando entrei aqui. E agora Yoongi? Estou sendo perseguida novamente.

Yoongi: S/n pelo o que parece, você está sendo perseguida desde que seu pai foi preso. Seu hater armou essa para você. Seu pai é mesmo inocente.

S/n: Não... C-como assim! - Sento na cadeira.

Yoongi: Em primeiro lugar o seu hater declara aqui na carta que poderiam ter hackeado o notebook do seu pai, eles estão fazendo isso para você ficar sem ninguém. Aí naquele dia você quase foi atropelada e agora invadem essa casa. 

S/n: Então meu pai foi preso sendo inocente! Aí não Yoongi... Não... - Meus olhos começam a lacrimejar. - Eu falei tantas coisas horríveis do meu pai, vi ele sendo tirado a força da minha casa e agora ele está na cadeia, preso por algo que ele não fez! Isso é minha culpa, eu jurava confiar no meu pai mas quando tudo isso aconteceu eu não fiquei do lado dele!! 

Yoongi: Ei calma... - Ele se agacha ficando do meu tamanho. - Eu sei que você se sente culpada agora mas qualquer pessoa que estivesse no seu lugar ficaria assim também.

S/n: Yoongi eu preciso ir para a delegacia.

Yoongi: Calma S/a. Primeiro você vai fazer uma bolsa, colocar suas roupas dentro, não muitas e você vem comigo.

S/n: Que? Por quê?

Yoongi: Te explico no caminho.

Subo para meu quarto, pego uma mochila e coloco poucas roupas dentro, como Yoongi havia pedido.

Estou me segurando para não chora, é impossível.

Meu pai deve estar com frio, com sentimento de culpa sem ter nada. Tudo é culpa minha, eu deveria ter escutado ele.

Falei coisas horríveis em questão dele mas eu ainda o amo. Vou e preciso resolver isso.

Desci e Yoongi dobrou a carta, peguei as chaves do carro e tranquei a porta da minha casa.

Yoongi: Eu vou dirigir. - Pegou as chaves da minha mão.

S/n: Para onde vamos?

Yoongi: Olha não fica brava comigo. - Entramos dentro do carro e fechamos a porta colocando o cinto de segurança. - Vou te levar para minha casa, hoje você vai dormir lá. Você que não vai dormir sozinha na sua casa.

S/n: Yoongi não... Não vou te incomodar. Eu sei me cuidar.

Yoongi: Se acontecer algo com você eu não vou me perdoar mais.

S/n: Tá tá... Mas vamos para a delegacia?

Yoongi: Hoje não. Amanhã cedo nós vamos.

S/n: Yoongi eu preciso...

Yoongi: Não S/n, por hoje você tem que descansar. - Me interrompe. - Amanhã você vai ensaiar?

S/n: Não, eu preciso resolver essa coisa do meu pai primeiro.

Yoongi: Tudo vai melhorar, prometo. - Ele colocou sua mão em cima da minha e entrelaço nossos dedos.

Yoongi me passa uma confiança enorme e me deixa confortável perto de si.

Eu gosto tanto de estar ao seu lado...

[...]

Saio do banho com uma roupa simples e me deito ao seu lado.

S/n: Posso dormir aqui?

Yoongi: Você vai dormir aqui.

S/n: Obrigada por estar cuidando de mim tão bem.

Yoongi: Você está passando por um momento tão difícil... Eu fico triste por ver você assim.

S/n: Tudo que eu mais queria era estar mais presente na minha carreira... Tudo isso está sendo difícil. Não quero preocupar meus fãs... Eles estão tão tristes por não verem mais eu cantando com a frequência de antes.

Yoongi: S/n se você quiser eu posso voltar a ser seu guarda-costas.

S/n: Não... Eu não quero te ofender e nem nada disso, mas eu preciso me cuidar sozinha.

Yoongi: Eles querem te matar, isso já é demais.

S/n: Como existem pessoas cruéis no mundo.

Yoongi: Pois é. Melhor você descansar. Boa noite.

Me viro para dar um beijo em sua bochecha. Ele acaba virando junto e o beijo acabou indo em nossos lábios. Sorrimos tímidos e nos cobrimos com a coberta para dormir.

[...]

Dia seguinte

Delegado: Essas são as provas?

S/n: Sim.

Delegado: Bom nossa equipe analisou o notebook e viram que está realmente hackeado. E essa carta indica que seu pai foi acusado disso sendo inocente, porque mesmo preso ele seria tipo o "chefe" daquele que manda os empregados fazer o serviço e ele está preso então nenhum outro faria o serviço, isso é um exemplo. E também você disse que quase sofreu um acidente.

S/n: Sim. Com essas provas tem chances de meu pai ser solto?

Delegado: Tem sim, mas antes precisamos investigar sua casa. Nos daria as chaves? 

Dou as chaves da minha casa para o delegado.

Delegado: Se encontrarmos mais uma prova seu pai será solto e recomendo que você tenha um guarda-costas novamente. Essa coisa está ficando cada vez mais séria.

S/n: Ok, obrigado.

Me retirei da sala.

Yoongi que me esperava no corredor com uma cara de impaciente me olha e levanta em seguida.

Yoongi: E aí?

S/n: Te conto no carro. 

[...]

Narradora

Yoongi: Se quiser eu posso ficar com você quando precisar.

S/n: Eu jamais quero te causar problemas novamente.

Yoongi: Você não me causa problemas, eu mesmo estou me oferecendo para te ajudar.

S/n: Posso pensar nisto depois, estou com uma dor de cabeça e muito cansaço.

Yoongi: Ok. - Fala rápido e para o carro quando a luz vermelha do farol acende.

Ele olha pelo retrovisor do carro e nota que aquele mesmo carro que quase atropelou S/n é o mesmo que está atrás.

"Tem vários carros como esse por aí"

Ele foi dirigindo, ruas e ruas e o mesmo carro estava atrás.

Yoongi: S/n fecha o vidro tem alguém nos seguindo. - Ela olha com preocupação e fecha as janelas em seguida.

Yoongi acelera o carro e consegue despistar o que estava atrás.


Notas Finais


Desculpa por qualquer erro ortográfico.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...