História Meu Guarda Costas(Imagine Jungkook) - Capítulo 33


Escrita por: e Tia_KS_

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, EXO, F.T. Island
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, G-Dragon, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lee Hongki, Lisa, Lu Han, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Xiumin
Tags Baby Girl, Bangtan, Bangtan Boys, Biscoito, Bts, Bts Fanfic, Daddy, Drama, Fanfic, Fanfic Bts, Hentai, Hoseok, Imagine, Imagine Bts, Imagine Jeon Jungkook, Imagine Jungkook, Imagine Jungkook Bts, Jeon Jungkook, J-hope, Jimin, Jin, Jung Hoseok, Jungkook, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Kook, Lemon, Meu Guarda Costas, Min Yoongi, Namjoon, Oppa, Park Jimin, Romance, Seokjin, Suga, Taehyung, Tragedia, Yaoi, Yoongi, Yuri
Visualizações 151
Palavras 1.896
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


AAAAA TO BERRANDO

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 33 - Eu quero isso!


Fanfic / Fanfiction Meu Guarda Costas(Imagine Jungkook) - Capítulo 33 - Eu quero isso!

[Aviso: capitulo HOT! Quem escreveu esse maravilhoso capitulo foi minha irmã! @Tia_KS ! Acessem! Sigam ela! Ela também é uma ótima escritora!]


Anteriormente:

Jin: S/n? Leve ele ate o quarto pra que ele descanse.

S/n: Ta bem.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Subimos e fomos para o quarto que Jungkook estava tendo que ficar com o Jimin.

S/n: Jimin? Ta ai? _Digo abrindo a porta devagar_

JM: Eu? Entra! _Diz ele deitado na cama mexendo em seu celular_

S/n: Jungkook precisa descansar...

JM: Mas ele já não esta melhor? _Pergunta confuso_

S/n: Esta mas é que... O Jin... _Reviro os olhos_

JM: Ah já entendi! _Ri fraco_ Vem Kookie deita aqui! _Ele se levanta e pega um cobertor pra cobrir o Jungkook_

Enquanto Jungkook se acomodava na cama e Jimin o ajudava e pude olhar ao redor do quarto, e vi a mala do Jimin cheia, sera que ele quer ir embora?

S/n: Jimin? Você vai embora? _Pergunto cabisbaixa com a situação_

JM: Ah? Ata, as malas! _Suspira_ Não vou embora não! É só que vocês sabem... Vocês estão namorando, e eu não quero atrapalhar. Então vou me mudar, vou ficar no quarto onde você estava com a Lisa, agora vocês dois podem ficar a sós e fazerem o que quiserem! _Diz com uma expressão maliciosa_

S/n: _Coro_ Bom, então eu vou arrumar minhas coisas pra vir para cá! Jungkook cuida do Jimin, daqui a pouco eu volto!

Sai do quarto deixando os dois sozinhos e fui para o meu quarto onde tive um encontro desagradável com a Lisa, que estava deitada na cama mexendo no celular.

Lisa: Não sabe bater? _Diz ainda olhando para a tela do celular_

S/n: Não sabia que estava aqui! _Reviro os olhos_ Aliás, essa casa todinha é minha então eu entro em qualquer cômodo a hora que eu quiser! _Digo cruzando os braços_

Lisa: Mas a casa não era da sua mãe? Ah é mesmo, ela morreu desculpa! _Ela se levanta com um sorrisinho, abre a porta e sai do quarto batendo a mesma_

~Não eu não aguento essa menina!

Respiro fundo e começo a arrumar minhas coisas.

[...]

Após um determinado e longo tempo, finalmente consegui terminar de arrumar, não estava tão cansada... Alias nem era tantas as coisas que eu tinha que arrumar.

Me jogo na cama Abraçando o travesseiro com um sorriso diferente que estampava meu rosto. Levo meu dedo indicador juntamente ao polegar apertando meu lábio inferior. 

  Lembro-me detalhadamente de seu pedido, de seus lábios nos meus. Um gosto doce, seu beijo era calmo e preciso. Sua língua explorava minha boca por completa. Ele era apaixonante tanto em seu olhar, como em suas palavras e gestos. Suas palavras citadas docemente, o ar apaixonado com que disse minha.

  ~Estou completamente apaixonada por esse coelhinho – constato e começo a rir, viro de bruços balançando os pés no alto.

  S/n: Estamos namorando, N-A-M-O-R-A-N-D-O! _Me senti uma imatura cantarolando aquilo. Mas eu não conseguia evitar, uma felicidade extrema preenchia meu peito.

  ~Kookie e S/n!

  Peguei um dos travesseiros da cama enfiando minha cara no mesmo. Meu rosto deveria estar parecendo um tomate. Então mais uma vez lembro de nosso segundo beijo. Mordo meus lábios fortemente.

  Eu queria vê-lo. Passar essa noite juntinha dele. Não queria perde um minuto longe de meu coelhinho. Assistir um filme juntos. Passar tardes agarradinhos trocando apenas juras de amor.

  ~O que será que ele está fazendo agora?

  Me levando respirando fundo, tentando recuperar o folego. Eu apenas queria rir alto. Uma forma de transbordar toda essa felicidade acumulada. Ele realmente me fazia verdadeiramente bem.

  Saio do quarto descalça mesmo, a procura do Kookie.  A porta de seu quarto estava entreaberta. Dou uma pequena espiada, o vendo deitado na cama, então entro.

  Ele se assustou quando ouviu o barulho sendo trancada pois não havia me visto. Logo sua feição se transformou em um sorriso, que eu retribuí. Fez um sinal para que eu me juntasse a ele e assim o fiz, me enfiando debaixo das cobertas agarrando seu tronco. 

  Seu peito subia e descia calmamente, então deitei minha cabeça em seu peitoral. Ele começou a afagar meu cabelo.

  JK: Tudo bem?

  S/n: Melhor agora.

  Então levantei-me e inesperadamente subi em cima de si, ficando em seu colo, e iniciei um beijo feroz. Sentia um fogo em meu peito se aglomerando por todo meu corpo. 

  Ele levou suas mãos a minha cintura a segurando firme, como se eu fosse feita de porcelana e a qualquer momento poderia quebrar. 

  Então comecei a friccionar minha intimidade contra seu membro, dando uma leve empinada. Comecei a sentir um certo volume crescendo ali. Até que ouço um gemido rouco escapar dentre nosso beijo, e ele separar nossos lábios. 

  JK: S/n, acho melhor a gente não passar daqui.

  S/n: Eu quero isso! Eu estou pronta Kookie. _Falei manhosa, reparando em seus lábios avermelhados e inchados.

   Seus olhos brilharam, então iniciamos outro beijo, mais quente. Continuei meus movimentos em seu colo, e com uma mão ele apalpou minhas nádegas. 

  Suguei seu lábio inferior, o puxando e dando uma mordida. Retirei sua blusa, deixando seu abdômen a mostra. Desci meus lábios para seu pescoço, dando fortes chupões, e ouvindo gemidos de dor e prazer de Jungkook. Logo fui em sua clavícula, deixando uma trilha roxa, e logo descendo para seu abdômen. Queria aproveitar cada parte de si. “Marcando-o” como meu. Chupando sua pele morena e sensível, cada vez com mais intensidade em meus movimentos em seu colo, ouvindo seus gemidos roucos.

  Sua cabeça estava afundada em seu travesseiro, e seus olhos fechados concentrando-se em seu prazer proporcionado por mim.

  Quando cheguei na barra de sua calça levantei de cima de si, e retirei sua calça o mais rápido que pude. Logo me pus sentada em suas cochas perfeitamente delineadas, grossas e contraídas.

  Encarei o volume em sua box, enquanto Jungkook observava minha expressão no qual eu não sabia dizer se era tesão ou medo.

  ~Parece grande...

  Nossos peitos estavam em perfeita harmonia, subindo e descendo acelerado.

  Ele me puxou com uma mão para si, ficando rente comigo. Entrelaçamos nossas pernas e levei minhas mãos a suas costas a arranhando, ele segurava meu quadril e iniciou um beijo; sua língua explorava minha boca, por completo, enquanto eu sugava a mesma. 

  Seu membro roçava minha intimidade ainda coberta pela calcinha. Um gemido rouco escapou-me e mordi por impulso seu lábio. 

  Ele aumentou a velocidade com qual seu membro se movimentava. Me deixando extremamente quente, com uma queimação em meu interior, eu estava extasiada pelo prazer.

  S/n: Kookie... quente! Muito quente! _Falei choramingando. _Faz parar...

  Ele não respondeu, apenas levou suas mãos a barra de meu vestido, o puxando para cima, e o lançou longe. 

  Fiquei completamente envergonhada por ele me ver apenas de lingerie. Senti minhas bochechas queimando.

  JK: Eu já disse, você é linda. Não tem do que ter vergonha. 

  Sorri, acariciando suas costas, a qual já deveria estar totalmente aranhada. Então ele enterrou seu rosto na região de meu pescoço, o chupando, sugando e mordendo. Fechei meus olhos. Ele iniciou seus movimentos novamente, então levantei minhas penas as cruzando em sua parte trasseira.

  Seus movimentos se aumentavam gradativamente, assim como ele ia descendo seus chupões para meu ombro.

  Uma queimação se instalava em meu interior, chegando a doer, meus olhos queimavam. Eu precisava dele.

  S/n: P-por favor K-kookie _Choraminguei. _Faz parar! 

  Suas mãos foram para minhas coxas, passeando por ali, e então, ele começou a retirá-la, passando por uma perna, e depois por outra. Senti meu coração extremamente acelerado. Então ele acariciou minha intimidade com a ponta de seus dedos, me causando um arrepio. 

  Ele começou a retirar sua box, e seu membro saltou para fora, totalmente ereto. A ponta de sua glande já se encontrava vermelha e inchada, escorrendo seu prégozo. Em seu mastro, as veias estavam saltadas, de tesão.

  Ele olhou seu membro assim como eu, e depois a mim. Nossos olhos se encontraram.

  JK: Prometo que só irá doer no início. _Assenti, mas eu sabia que essa também era a primeira vez dele.

  Então ele colou nossas testas, suas mãos foram ao fecho de meu sutiã, o retirando. Despois elas escorreram para minhas pernas, ele segurou firme em minha virilha e começou a separa mais minhas pernas, o dando passagem livre. 

  Suspirei alto, então nossos lábios se unirão, apaixonante, perdidamente gostoso. Me concentrei no sabor de seus lábios, se movimentando em um ritmo perfeito. Nem tão devagar, nem tão depressa. 

  A glande de seu pênis pincelou minha entrada, e arqueei minhas costas junto de meu quadril, procurando mais. Mais daquele contato.

  Então ele começou. Seu membro entravava vagarosamente. Então senti as paredes de meu interior se contraírem, apertando seu membro pulsante. 

  Parei o beijo, por nossos gemidos de dor, e agonia. Mas ele não parou. Meus olhos queimando, juntamente com meu interior, foquei nas expressões de Junkook. Ele parecia estar com o olhar aprisionado em meus seios, misturado com suas expressões de dor.

  Naquele momento afastei o pensamento da dor, apenas focando toda minha atenção em Jungkook, e em como eu era a mulher mais feliz desse mundo por ter alguém como ele em minha vida. Ele era o primeiro a me tocar. E estava mais que feliz por ser ele. Não imaginaria, e nem poderia ser com nenhum outro. 

  Entrelaço uma de nossas mãos, enquanto a outra acaricia seu rosto. Eu ainda sentia um pouco de dor, mas estava começando a sentir uma mistura de prazer. Ele olhou pausadamente em meus olhos, e eu o sustentei. Com sua mão livre ele se apoiou no colchão, nem me dei conta que ele já estava completamente dentro de mim. 

  Então beijou o topo de minha cabeça e começou com suas estocadas lentas, me fazendo gemer rouca. 

  Era dor misturada com prazer.

  Mais algumas estocadas vagarosas, e a dor já não existia mais. Apenas o prazer, e nossos gemidos ecoando pelo quarto. 

  Agarrei em sua cintura em busca de mais, puxando seu corpo para que fosse mais rápido. Ele logo entendeu o recado, indo mais rápido, mais forte, e mais fundo.

  Então acertou minha próstata. Urrei com o prazer, e finquei minhas unhas em suas costas. Um sorriso sacana estampou seu sorriso, e ele apenas estocou ali. 

  Nossos corpos suados, se roçando, ele me estocando enquanto eu arranhava suas costas. Minhas pernas inquietas passeavam desde seus pés as suas coxas. A boca de Jungkook fora de encontro com o bico de meu peito o mamando. Chupando aquela área sensível, e sua mão fazia uma massagem no outro. Logo trocou, começando com suas sugadas impertinentes no outro.

  Mais estocadas. Seus fios da frente estavam grudados em sua testa, pelo suor que escorria. Mais forte, mais rápido, mais fundo. Cada vez mais e mais.

  Senti um fisgo em meu interior, o revirando por completo, então se esvaindo. Meu útero que até então se encontrava contraído, esmagando o membro de Jungkook, relaxou, um líquido quente melou o mastro do mesmo. Eu avia chegado em meu ápice. Meu corpo ficou todo mole. 

  Mas Jungkook ainda continuou com suas estocadas. Até que chegou no seu, gotejando em meu interior. Senti seus músculos relaxarem, assim como os meus.

   Então saiu de dentro de mim, e deliberou seu peso em cima de mim, e se jogou ao meu lado.

  Aconcheguei minha cabeça em seu peito, que subia e descia depressa.

  S/n: Eu te amo Jungguk.

  JK: Eu também te amo minha pequena.

  Sorri satisfeita ouvindo suas palavras. Então ele passou um de seus braços ao redor do meu quadril e dormimos juntinhos.


Notas Finais


Guxtaram? Eu me iludi ;-;! Ta grande d+ esse cap mds! Kkksksk!Amu vcs, hoje eu vou só escrever, sorry se eu demorar pra postar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...