História Meu Guardião - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lay, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Visualizações 8
Palavras 758
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sci-Fi, Shonen-Ai, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 4 - Pecado


Fanfic / Fanfiction Meu Guardião - Capítulo 4 - Pecado

Mais um dia se inicia, novamente o astro rei iluminava meu rosto. Me sentia cansada, cansada de minha família distante e cansada de ver Jungkook aparecer e desaparecer de minha vida.


Levantei - me dá cama e fui tratar de me higienizar e me vestir. Desci as escadas e iniciei a primeira refeição do dia, após algumas horas, parti em direção à escola e avistei Kim, fui na direção dela e lhe dei um abraço.


Hye Mee - Olha só se não são as esquisitonas da escola? - a garota mais "popular" da escola diz e bate em meu ombro, não que a escola fosse um "Star World" nada disso mas, sempre há alguém que se destaca.


- Se enxerga garota! - empurro ela bruscamente e vejo ela olhar incrédula para mim, a surpresa em seus escuros olhos surpreendeu-me, parecia que ninguém nunca havia desafiado a jovem que por um momento pensei ver, seus olhos asiáticos muito diferentes dos meus ficarem negros por completo, nos fitamos e à vi dar um passo sorrateiro para trás, ela parecia ter medo de algo, vê-la recuar fez-me sorrir levemente de lado.


Hye Mee - Sorria enquanto pode, querida - ela diz, me da as costas e desaparece pelos corredores da enorme escola.


Kim - Que tensão - minha amiga olha para mim e diz baixo.


- Ela merece - digo e seguro sua mão.


[...]


A aula havia acabado e a chuva lá fora iniciado, retirei minha mochila que estava enganchada na cadeira escolar e coloquei em minhas cansadas costas.

Segui para fora da sala, quando fui chamada por alguém.


Yuri - Yoora!! - um garoto loiro gritou.


- Sim? - digo e vejo ele correr em minha direção. O jovem puxa minha mão e me leva até a quadra fechada da grande escola.


Yuri - Precisa ver isso! - ele me empurra para dentro e tranca a porta.


- Não estou entendendo, Yuri! - digo rindo.


Hye Mee - Acho que agora irá entender - a vadia vem em minha direção e me da um tapa no rosto, gemi baixo e levei um chute no estômago, grunhi alto e ouvi uma risada.


Yuri - Vou indo meu amor! - ele beija a garota e desaparece magicamente.


Hye Mee - Como conheceu Jungkook? - ela segura meu cabelo de um modo agressivo.


- Não interessa - digo e ela desfere mais um tapa em meu rosto, uma lágrima escorregou pelo meu rosto pálido sem meu consentimento - Ele apenas começou a falar comigo, vadia! - empurro ela, mas foi em vão.


Seus olhos voltam à escuridão total, como a noite em seus momentos mais escuros, ela me solta e eu vou para trás até bater minha cabeça na parede gélida e dura.


- Como? - digo e deixo uma série de lágrimas descerem pela minha pele, até cair no seco chão.


Hye Mee - Parece que Jungkook não lhe contou tudo - ela ri e me ergue no ar, eu podia tremer de medo, mas seus dons me fascinavam.


- Ele não precisa - à desafio e sou jogada contra a parede bruscamente.


Jungkook - Está a me procurar Hye Mee? - o arcanjo surge com sua aura clara, suas asas enormes estavam erguidas e em seguida desaparecem. 


 Hye Mee - Jungkook! Que surpresa vê-lo! - ela diz rindo, eu ainda estava sendo pressionada contra a parede.


- Jungkook - grito sentindo minha garganta arder e todo meu corpo se estremecer de dor.


Jungkook - Yoora - ele joga Hye Mee longe e rapidamente eu caio, quando fechei meus olhos esperando sentir o chão, senti um enorme calor e braços me segurarem.


Sou colocada no chão, olho em seus olhos e saio correndo, meu joelho sangrava e doía, aliás tudo em meu corpo doía. A chuva fazia as feridas arderem, tudo culpa do Jungkook.


Sou parada no meio da rua, o garoto segurava meu pulso, ele me abraçou e curou meus ferimentos.


- Vá embora - digo chorando, e empurro seu peito.


Jungkook - Não! Você não pode me deixar. - ele diz e vejo uma lágrima escorrer de seu olho direito. 


- Me desculpe - falo quase como um sussurro, me afasto do arcanjo e sinto ele me puxar novamente, mas desta vez ele tocou meus lábios com o seus, grudou nossos corpos e iniciou um beijo, o homem introduziu a língua, eu cedi e isso fez o beijo ficar ainda mais quente.

Coloquei meus braços em seu pescoço e aprofundei o beijo.


E lá estávamos nós, a humana com um misterioso dom e o poderoso arcanjo, que cedeu às tentações do amor, ambos sentiam que era um pecado, o que aumentava ainda mais a vontade de provar do errado.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...