História Meu Híbrido (Imagine Min Yoongi) - EM RECORREÇÃO - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Fluffy, Híbrido, Min Yoongi, Suga
Visualizações 244
Palavras 1.414
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Fluffy, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mil perdões pela demora
B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 8 - Eight


Suas expressões e suas falas se tornaram frias
Consigo ver nosso relacionamento desmoronando
Vazio como os céus de outono

A grande diferença
É que a noite é muito solitária agora
A última folha presa no galho está despedaçando
Eu consigo ver isso chegando ao fim

Tudo está murchando
Está quebrando, o fim está chegando, a folha murcha
O silencio dentro do meu coração
Por favor, não caia
Por favor não caia, minha folha murcha

Eu quero que você me olhe
Eu quero que você me queira de novo
Por favor, não me deixe (deixe)
Por favor, não caia (yeah)
Nunca, nunca caia
Não vá para muito longe

ー Autumn Leaves, BTS

・°❁˟❥˛๑✿メÉ como se sua vida ficasse cinza. Depois da morte de alguém querido, um buraco enorme é cavado em seu peito, você se sente literalmente vazio, e uma dor rasga seu coração, como se um bisturi estivesse abrindo seu busto, para o início de uma cirurgia de arterosclerose, que sem a anestesia.

Mas, infelizmente, é assim que a vida funciona. Nada é pra sempre. Tudo e todos que você ama um dia vão partir, e tudo o que vai restar é chorar, e ser obrigado à seguir em frente. Seguir em frente em um mundo, agora, cinza e sem graça, pois as cores foram levadas dentro de uma grande caixa de madeira; em um mundo onde você não encontra mais no que se apoiar, pois você passa a sentir medo de passar por essa mesma sensação novamente; em um mundo onde tudo o que você ama um dia vai embora. E resta se conformar, pois não nada o que fazer.

・°❁˟❥˛๑✿メ4:35PM

O memorial não estava muito cheio, a maioria das pessoas não aguentou ficar até o final, principalmente seus amigos. Foi um choque muito grande para todos ali presentes, e não tinha um que não estivesse aos prantos ー Exceto amigos dos entes, que não tinham muita relação com Minseok, como os amigos da Sra. Kim. ー, a cena era realmente triste.

S/N estava em frente ao caixão, numa distância de uns 5 metros, sentada em um banquinho. Jin foi comprar comida com Namjoon, para eles comerem por lá, o resto dos garotos estava ao lado de S/N, que chorava em silêncio. Ela não parou de chorar desde que acordou do desmaio no hospital. Os outros meninos já haviam chorado muito, também; mas não por Minseok, e sim por S/N, ver sua amiga nesse estado os fizeram ficar realmente tristes. Mas eles ficaram muito tristes pela morte de Minseok também.

Acho que, para S/N, a pior parte do velório foi ter que falar com sua sogra. Elas estavam há três meses sem se ver, e aquele abraço que a Sra. Kim deu na mais nova foi o suficiente para fazer as duas caírem no choro. Estava doendo muito para as duas.

Às cinco horas, o corpo foi levado ao cemitério para ser enterrado, S/N acompanhou aquele caixão até o último segundo. No fundo, ela tinha esperanças de que o morto iria levantar do caixão e dar sinal de vida. Mas sabia que isso não iria acontecer.

Ninguém disse nada, nem um discurso sequer, ninguém tinha cabeça, naquele momento, para falar algo. A dor não permitia que nada saísse pelas bocas ali presentes, se não ar e soluços. Os olhos já não queriam mais ver, apenas liberar as lágrimas de dor e agonia. O nariz não queria mais respirar, queria apenas liberar o tão nojento catarro que vem junto ao choro. Os ouvidos não queriam ouvir mais nada se não o silêncio. Um verdadeiro luto.

・°❁˟❥˛๑✿メCinco horas depois...
21:37

ー Ande, S/N, você precisa comer algo, nem que seja um pedacinho dessa torta... ー Jin fala, o rapaz já estava entrando em desespero, S/N se recusava à comer ou beber qualquer coisa.

ー Eu não quero, Jin, desculpe... ー Ela fala.

ー S/N, eu sei que você está muito triste agora, mas você precisa comer, por nós, por favor... ー Jimin fala, entregando um pote com Bulgogi.

ー Okay... ー Ela suspira. ー Eu vou comer. ー A ruiva se ajeita no banquinho do balcão da cozinha.

Suas mãos tremiam por conta da fome, não havia posto nada em seu estômago desde o dia anterior, e acaba por derrubar o pote de Bulgogi. Jimin dá um sorriso fraco e recolhe todo o Bulgogi que havia caído no chão, Jin esquentou um ramen e a entregou, logo ela começou a comer, com vontade, não pensou que estaria com tanta fome. Jimin termina de limpar o chão e Jin fez um Bulgogi bem caprichado para S/N.

A garota estava sem força nenhuma, não sabe como estava ali sentada comendo, suas mãos tremiam, e ameaçavam derrubar os hashis. Yoongi estava muito, muito triste. Embora já houvesse dormido, chorou muito por ver que sua noona estava chorando também, aquilo o machucava de uma forma terrível, e o pior é que ele não poderia fazer nada. No fundo, ele ficou triste por Minseok também, mas isso era o mínimo.

Outro fato importante sobre a morte é que ela é totalmente imprevisível, vem sempre nas horas que menos imaginamos, e nas mais inapropriadas. Nunca vamos se adaptar à morte.

ー J-jiminie... ー S/N chorava, abraçada à Jimin. Os dois estavam na cama do loiro, ela não queria chorar ali na sala, os rapazes já estavam tristes demais por ela, e ela sabia que a única pessoa capaz de ver todo esse choro e não ter um surto de preocupação evidente era Jimin, seu melhor amigo, a única pessoa capaz de ficar calado ao vê-la chorar, e simplesmente ouvir suas lamentações. ー E-ele me pediu em casamento ontem, Minie.... ー Ela desata a chorar, os soluços eram evidentes. ー Nós estávamos tão bem, tudo estava indo perfeitamente tranquilo, por que ele teve que ir embora? ー Fala, agarrada à blusa de Jimin, que se encontrava em um misto de lágrimas e catarro. ー E-eu sempre perco as pessoas que eu amo, Minie, sempre! Primeiro foram meus pais! Agora o MinMin! ー Ela soluça. ー E-eu tenho medo, Minie, medo dos próximos serem vocês!

ー Hey... ー Ele fala, enquanto acaricia seus cabelos. ー Não fale uma coisa dessas! Olha, meu amor, eu sei que você está muito triste agora, e compreendo, mas não fale uma coisa dessas... Como dizia minha avó, a morte e a vida são provisões divinas, se aconteceu é porque tinha que acontecer, não tem como a gente evitar, mas isso não tem nada a ver com você ou com mais ninguém. Simplesmente estava na hora dele, meu anjo. Eu sei que é difícil de aceitar, mas não se culpe, você não fez nada... ー Jimin fala.

ー M-minie... E-eu vou trancar a faculdade... E-eu não vou conseguir me concentrar nas aulas assim, eu preciso de um tempo... Des-

ー Não peça desculpas. ー Ele a interrompe. ー Pode trancar a faculdade o tempo que for preciso para se recuperar, só não desista de seus sonhos, okay? E lembre-se, sempre estaremos aqui para te apoiar. ー Jimin fala, os dois ficam em silêncio.

S/N não tinha psicológico para continuar uma conversa, Jimin também não.

Enquanto isso, no quarto ao lado, junto à JungKook e Taehyung, Yoongi chorava baixinho.

ー Não chore, pequenino, a S/N vai ficar bem, okay? ー Taehyung fala, alisando os cabelos do mais velho.

ー É, Yoonie, ela só está mal por causa do Minseok, pequeno, ela amava muito ele, e está muito triste porque ele morreu. ー JungKook fala, aos poucos Yoongi ia se acalmando.

ー Mas eu não gosto de ver ela mal, dongsaengs.... ー Uma coisa interessante nessas últimas duas semanas de convivência com S/N e seus amigos foi que Yoongi aprendeu as diferenças entre noona, dongsaeng, hyung e unnie.

ー Ela vai ficar bem com o tempo, Yoon, eu sei disso. ー Gukkie fala, logo os três começam a conversar sobre coisas aleatórias até o híbrido cair no sono.

•°♡°•
23:05

ー Então, Jimin, como ela está? ー Jin pergunta. S/N havia acabado de dormir, Jimin estava bebendo água na cozinha.

ー Mal, hyung, mal. ー Jimin fala, após terminar o copo de água. ー Ela vai trancar a faculdade, o chefe dela deu uma semana de folga, eu não sei mais o que fazer, Jin, odeio vê-la assim... ー O loiro fala com os olhos marejados.

ー Hey, ela vai superar, Minie, eu sei disso, e nós estaremos aqui por ela. ー Jin envolve o menor em um abraço, que se permite chorar ali. Era difícil, para Jimin, ver sua melhor amiga assim mal.

Ela vai melhorar, sim, mas isso ainda vai levar muito tempo.

Continua...?


Notas Finais


Desculpa saiu uma bosta eu sei
Eu só faço cagada galera
Nossa
Bjs❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...