História Meu híbrido inocente (Jikook) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Bangtan Boys, Bts, Jhope, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Kpop, Namjin, Rap Monster, Shipp, Suga, Todos, Vhope, Vkook
Visualizações 1.114
Palavras 1.109
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Adotei um híbrido


Fanfic / Fanfiction Meu híbrido inocente (Jikook) - Capítulo 10 - Adotei um híbrido

"Irei adotá-lo! - falo com certeza.

"Maravilha, vou pegar o fichário para o Senhor assinar. "- disse ela.

"Okay"- concordei.

Ela levantou de sua cadeira e foi em direção a um armário e pegou a ficha.

Entregou para mim logo em seguida.

"Esse é a ficha de comprovação da adoção"- disse ela.

Apenas concordei com a cabeça e comecei a assinar.

[...]

Em apenas 2 minutos terminei de assinar a ficha, entreguei para ela o papel.

"Pronto  "- digo entregando o papel para ela.

"Muito obrigada! Agora vem buscar o seu novo companheiro"- disse ela se levantando da cadeira.

Voltamos para a sala dos híbridos e Jeon ainda estava no mesmo cantinho, segurando os próprios joelhos.

"Jeon Jungkook . "- ela chamou.

Ele se levantou e veio em nossa direção com a cabeça baixa.

Ele parecia ter cerca de uns 1,54cm de altura.

Ele realmente é um híbrido muito fofo e lindo com aquele cabelo negro liso, com orelhas de coelho, uma pele branquinha com as buchechas rosadas, o lábio fino avermelhado, um olhar firme, mesmo com medo, triste e assustado.

"Kookie, esse é o rapaz que irá te adotar. "- disse a moça.

Jungkook levantou a cabeça e me olhou com o olhar brilhante.

"Olá Kookie, tudo bem? "-  agacho um pouco em sua direção e apoiando as mãos sobre o joelho. 

Ele volta a abaixar a cabeça.

Concerteza ele deve estar com medo de mim.

"Kookie, ele não vai te machucar. "- disse ela alisando o cabelo de Jungkook com uma das mãos.

Jungkook levanta o olhar e abraça a moça.

Que cena mais fofa que eu já vi.

"Confia em mim, ele não vai fazer nenhum mal para você "- disse a moça, Jungkook levantou a cabeça e me olhou.

Não sei porque, além de ele ser um híbrido inocente, ele é também muito atraente.

"Olá, meu nome é Park Jimin, mas pode me chamar de Jimin! "- estendo a mão para cumprimentá-lo.

Ele olha para a minha mão e ignora, e tampa o rosto na roupa da moça da adoção.

"Kookie, não precisa ter medo, ele é legal"- disse ela alisando o cabelo do pequeno.

"Kookie tem medo."- disse Jeon, com a voz um pouco abafada, por causa do rosto estar tampado na roupa da mulher.

"Não precisa ter medo de mim, eu prometo que nunca irei fazer mal a você "- estiquei o meu dedinho mindinho para cumprir a promessa.

"Vai lá Kookie "- disse a moça dando uma leve empurradinha em Jeon, fazendo ele se aproximar de mim.

"Eu sou legal "-falei segurando em seus ombros. Ele estava de cabeça baixa, mas logo em seguida levanta a cabeça.

"Agora ele é o seu Appa Kookie!"-disse a moça.

"Appa do Kookie? "- perguntou olhando para a moça, que agora se encontrava agachada na nossa frente.

"Sim, agora é seu Appa."- disse ela e sorri.

Jungkook volta a olhar para mim e abaixa a cabeça.

" vamos embora Kookie? "- perguntei, me levantando logo em seguida.

Estendi a minha mão, para que ele pegasse e assim ele fez. Segurou a minha mão.

A mãozinha dele é tão pequena, macia e quente.

Caminhamos para a porta de saída, e a moça da adoção nos acompanhou.

"Tchau Kookie! "- disse ela se agachando.

"Tchau! "- disse Jungkook indo em em sua direção para abraçá-la.

Jungkook é um híbrido tão fofo, que da vontade de guardar em um potinho, para protegê-lo.

"Cuide bem dele, por favor? "- disse a moça se levantando.

"Irei cuidar sim, eu cuidarei dele como se fosse o meu filho! "- afirmei.

"Obrigada."- se aproximou de mim e me abraçou, logo em seguida se agachou e abraçou Jungkook novamente, que retribuiu o mesmo.

"Tchau Kookie, irei sentir muito a sua falta aqui"- disse ela com os olhos cheios de lágrimas.

"Kookie também "- disse ele, parando de abraçar e olha para o rosto da moça-"Kookie não gosta de vê-la chorando. "- disse ele passando a pequena mão sobre o rosto da mulher, para limpar.

"Desculpa Kookie, não irei mais chorar, tá bom? "- disse ela limpado os olhos.

"Tá bom "- disse Jungkook.

"Me desculpe atrapalhar, mas precisamos ir embora Kookie "- digo estendendo a minha mão, para que Jungkook pegasse.

Ele apenas observava a minha mão por um tempo, até enfim resolveu segurá-la.

Ele ainda estava com cara de desconfiado, mas mesmo assim ele parecia estar feliz por ter sido adotado.

Me despeço da moça e fui caminhando em direção para minha casa, segurando a pequena mão de Jungkook.

[...]

Chegamos em casa umas 17:28pm.

Coloquei Jungkook sentado no sofá e liguei a TV, onde estava passando desenhos.

Ele ainda estava bastante assustado, por estar comigo sozinho.

Mas para não deixá-lo muito assustado resolvi perguntar o que ele vai querer.

"Kookie, você vai querer alguma coisa? "- perguntei.

Ele me olha e fica quieto e logo em seguida volta a olhar para a TV, apenas ignorando a minha pergunta.

Me aproximei mais dele e sentei ao seu lado. Ele deu uma leve afastada, e arregalou os olhos.

"Calma, eu sou do bem, não irei te machucar, eu prometo"- estiquei o meu dedinho mindinho.

Ele apenas ficou observando o meu jesto, sem entender o que eu estava fazendo.

"Para que a promessa seja cumprida, você tem que fazer assim"- digo juntando o meu outro dedinho, para mostar para ele como é feito a promessa.

"Está com fome? "- perguntei, em mais uma tentativa de não ficar no vácuo.

"Kookie tá com fominha"- disse ele encostando a mão sobre a barriga.

Fiquei feliz em ouvi-lo falar. Uma voz tão doce e calma, que eu nunca tinha ouvido.

"Quer comer comida? "- perguntei.

"Kookie quer "- disse ele.

"Okay, eu já volto. "- falei me levantando do sofá.

Fui para a cozinha e ao memso tempo fiquei observando ele na sala, ele apenas estava assistindo. Parece que ele está começando a pegar confiança em mim, mas ao mesmo tempo eu sinto que ele tem medo de que eu faça algum mal à ele.

Resolvi preparar uma sopa de legumes.

Peguei a tigela e levei para a sala.

Sentei em seu lado, e ele me olhou com aqueles pequenos olhos negros.

"Aqui está "- digo entregando a tigela para ele.

Ele pega a tigela, mas fica sem intender o que fazer.

"Kookie não sabe "- falou entregando a tigela novamente para mim.

Eu acho que ele quis dizer que não sabe se alimentar sozinho.

"Você não sabe comer sozinho? "- perguntei.

"Kookie não sabe "- falou e voltou a olhar para a TV.

"Quer que eu te ensine? "- perguntei me aproximando dele.

"Kookie quer. "- falou com os olhos brilhosos.

Continua... 


Notas Finais


Aqui está kookie. A coisa mais fofa desse mundo. Bjs até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...