História Meu híbrido inocente (Jikook) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Bangtan Boys, Bts, Jhope, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Kpop, Namjin, Rap Monster, Shipp, Suga, Todos, Vhope, Vkook
Visualizações 544
Palavras 1.030
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Eu não quero namorar.


Fanfic / Fanfiction Meu híbrido inocente (Jikook) - Capítulo 2 - Eu não quero namorar.

Algumas horas depois.

12:00㏘.

As 12:00㏘ temos um intervalo, onde todos que trabalham na empresa vão almoçar no refeitório.

Pego o meu celular que está sobre a minha mesa e coloco no 

Vou em direta e abro dando de frente com a Jennie.

Me assuntei mas consegui me disfarçar.

"Oi Jimin." - fala se aproximando.

"O-oi" - gaguejo com a sua aproximação.

"As pessoas falaram que está na hora do almoço, mas eu não sei onde vocês almoçam. Você poderia me ajudar?" - Jennie diz.

"Sim." - respondo - "eu estou indo para lá agora, você quer vir?" - pergunto coçando a nuca.

"Claro!" - diz e logo em seguida sorriu.

"Okay!" - falo e logo em seguida fecho a porta do meu escritório.

Enquanto íamos em direção ao refeitório ficamos conversando sobre várias coisas até chegarmos no refeitório.

"Aqui é o refeitório!" - falo e olho para o refeitório que estava lotada de gente.

"Assim."- Jennie diz com um tom de desânimo.

"Aconteceu alguma coisa?" - pergunto percebendo no seu tom de voz de desânimo.

"Não, é que eu não tenho amizade aqui, então eu vou ficar sozinha." - sorriu fraco.

Pensei comigo mesmo.

Só falta ela querer ficar junto comigo na hora do almoço, ai que os meninos vão falar um monte para mim.

Mas para não ser chato vou convidá-la.

"Você quer ficar junto comigo e com os meus amigos?" - pergunto para ela, e só fico aguardando ela dar uma resposta que eu adoraria ouvir.

"Não, eu não gosto de ficar perto de muitos meninos!" - sorri e olha para mim.

Era isso que eu queria ouvir.

"Ah, me desculpe mas eu vou ir lá, até depois então!" - digo, logo em seguida saindo de perto dela.

"Até."- diz com um tom de voz baixa.

Deixei ela para tráz e fui pegar o meu prato.

Eu senti um pouco culpado por ter deixado ela sozinha, mas se eu levasse ela junto para perto dos meninos, concerteza os meninos iriam falar coisas do tipo: Nossa, a moça mal chegou na empresa e já está pegando. Esse sim é pegador.

E quem iria dizer isso concerteza iria ser Yoongi.

Yoongi não namora, porque ele sempre fica com uma depois fica com outra toda semana.

Tem vezes que eu chamo ele de cachorro sem dono, mas quando eu falo isso ele sempre vem com uma patada para cima de mim, dizendo: pelo menos eu estou ficando e beijando várias bocas, enquanto você aí, que voltou a ser virgão.

Yoongi é um ótimo amigo como os outros, mas tem vezes que eu penso que nem precisa de inimigos nessas horas.

Chego com o meu prato perto deles e cumprimento-os.

"Olá Hyungs." - ajeito a cadeira e logo em seguida sento.

"Oi Jimin."- disseram todos em um uníssono.

"Você está bem?"- diz Taehyung colocando uma colher de comida na boca.

"Estou sim, porque tem algum problema comigo?" - digo e coloco uma colher na boca.

"É que você parece estar com cara de apaixonado!" - diz Taehyung e sorri logo em seguida.

"Eu apaixonado desde quando?" - pergunto.

"Desde hoje!"- Taehyung responde.

"Eu não estou apaixonado." - digo colocando mais uma colher de comida na boca.

"E porque você estava conversando com a Jennie? Em?"- Yoongi pergunta.

"Yoongi!" - o chamo.

"Que foi?"- diz como se nada estivesse acontecendo.

"Você sabe muito bem, na verdade todos vocês sabem!" - digo olhando para todos.

"Sabemos o que?" - pergunta Hoseok.

"Que eu não vou namorar tão cedo, e vocês também sabem que eu não quero namorar."- coloco mais uma colher de comida.

"Você está muito diferente!" - disse Yoongi.

"Diferente como?" - pergunto já com pouco de estresse.

"Parece que você não é mais aquele Jimin que amava sair para as baladas, beijava várias bocas." - diz Yoongi me olhando fixamente.

"Eu mudei, não sou mais aquele Jimin do passado, e passado é para ficar no passado, temos que viver é o presente, e só porque eu não quero namorar isso significa que eu não sou homem? Sempre vou ser esse Jimin de hoje." - digo com a voz rude.

"Calma Jimin!"- disse Jin.

"Eu percebi que é nessas horas que os amigos ficam contra a minha opinião. Me desculpem mas perdi a fome." - digo levantando da cadeira com o meu prato na mão.

Ando em direção ao cesto de lixo e jogo toda a comida fora e logo em seguida coloco no balcão onde estava a moça que lava os pratos.

Saio do refeitório e volto para o meu escritório.

Entro em meu escritório e me sento em minha cadeira macia que me deixa confortável.

Resolvo mecher um pouco no meu notebook que estava em minha frente, para esquecer da conversa que eu tive no refeitório.

Resolvo jogar um joguinho para me distrair até que do nada alguém bate na porta.

Me levanto da cadeira e vou em direção a porta e abro, revelando Jennie.

Não sei o que ela veio fazer em minha sala, mas concerteza ela não vai me deixar em paz tão cedo.

"Oi." - digo em um tom desanimado.

"Está tudo bem?" - ela ignora o meu Oi.

"Sim." - digo e abaixo a cabeça.

"É que eu vi você discutindo com um dos seus amigos." - disse ela.

"Se isso pode ser chamado de amigos!" - afirmos e volto a encará-la.

"Se você precisar de ajuda, pode contar comigo." - sorriu.

Jennie parece ser uma moça bem legal, mas não sei porque eu não me importei muito com ela.

Se fosse a época em que eu saía para as baladas acho que eu já teria pegado ela, mas como eu mudei o meu jeito isso não vai acontecer nunca. 

"Quer entar?" - convido ela para entar.

"Se não for incômodo?" - ela diz.

"Magina, pode entar!" - digo e abro um espaço para ela entar.

"Com licença!" - ela diz entrando em meu escritório.

Os meninos estão certos, ela realmente é muito bonita, mas não tenho interesse por ela.

"Sente-se!" - falo apontando para a cadeira.

Ela senta e logo em seguida sento na minha cadeira, ficando de frente para ela.

"Mas porque você discutiu com o seu amigo?" - ela me pergunta.

"Meus amigos me enchem o saco, dizendo que eu preciso namorar e mais blá, blá, blá." - digo me encostando na cadeira e olhando para o teto.

"Você não tem namorada?" - ela me pergunta.

"Eu não, eu não quero namorar, por isso os meus amigos enchem o meu saco com esses assuntos." - digo e volto a olhar para ela.

Continua...


Notas Finais


Está bom o imagine?
Agradeço todos por estarem lendo.
Bjs até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...