História Meu híbrido inocente (Jikook) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Bangtan Boys, Bts, Jhope, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Kpop, Namjin, Rap Monster, Shipp, Suga, Todos, Vhope, Vkook
Visualizações 1.896
Palavras 819
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Quem é você?


Fanfic / Fanfiction Meu híbrido inocente (Jikook) - Capítulo 4 - Quem é você?

Paramos de nos abraçar.

"Vamos ir te buscar as 20:00㏘."- disse Taehyung.

"Tá bom . "- falo com um tom de desânimo.

"Até depois! "- disseram todos em um uníssono.

"Até."- digo baixo.

Cada um foi para o seu carro e eu entrei no meu.

Dei partida e logo já estava na pista de volta para casa.

[…]

Chego em casa, estaciono o carro na garagem e saio do automóvel, trancando e ligando o alarme logo em seguida.

Entro dentro de casa e resolvo tomar um banho para relaxar.

Vou ao banheiro e começo a me despir, do nada nunca tinha sentido tão solitário na minha vida, e isso estava com uma sensação horrível no meu corpo.

Resolvo tomar um banho gelado para tirar a tensão do trabalho.

[…]

Termino e vou ao meu quarto, com a toalha enrolada em minha cintura e com alguns pingos de água nas costas.

Coloco a tolha sobre a cama e fico completamente nú, porque assim eu me sinto melhor, já que não tem ninguém que mora comigo mesmo.

Resolvo escolher uma roupa não chamativa.

Eu só vou para a balada, porque aqueles olhos de bebês chorões, ficaram olhando para mim.

Pego uma calça jeans preta com rasgos nos joelhos, uma camiseta branca sem estampa, um blazer preto decorado com zíper no punho e na parte do peito. Coloco um coturno marrom claro e penteio os meus cabelos castanhos.

E pronto, agora é só aguardar dar 20:00㏘, para eles vierem me buscar.

Vou até a cozinha enquanto isso, e resolvo comer uma maça, para tirar um pouco a fome, já que na balada vai ter comes e bebes.

[…]

Ouço alguém buzinando na frente da minha casa.

Olho pela janela e vejo a bela van de Jin.

Pego o meu celular que estava em cima do sofá e colo no bolso da calça.

Vou em direção a porta e abro e tranco logo em seguida.

Caminho em direção a van.

"Fiu Fiu, tá gatinho em Jimin."- disse Yoongi.

Entro no automóvel e cumprimento todos.

"Para com isso Yoongi . "- digo um pouco envergonhado.

"Hoje vai pegar várias assim em."- Disse Yoongi e sorriu malicioso.

"YOONGI!"- disseram todos em um uníssono.

Ri baixinho para que eles não percebessem.

"Todos estão prontos? "- disse Namjoon.

"Sim."- dissemos.

"Então lá vamos nós ! "- disse Jin todo animado. 

Jin é o que estava dirigindo a van, ele é um ótimo motorista.

[…]

Chegamos na balada e Jin estaciona no estacionamento.

Descemos do mesmo e caminhamos para dentro da balada.

Estava tocando várias músicas, mas no momento era eletrônica.

"Wow é hoje. "- disse Yoongi entrando as pressas na balada.

"Esse Yoongi não tem jeito mesmo. "- disse Namjoon.

"Vamos aproveitar."- disse Taehyung sumindo logo de vista.

Quando percebo estava sozinho, os meninos estavam por aí, concerteza beijando, bebendo ou fazendo "coisas".

Começo a andar e vou até ao balcão para pedir uma bebida.

Quem me atendeu foi um senhor, ele aparenta ter uns 40 anos ou mais.

"O que desejas meu jovem? "- disse o Senhor.

"Quero uma coca-cola. "- respondi.

"Ah sim, vou pegar. "- disse ele se retirando da minha frente.

Logo em seguida ele vem com uma latinha de coca-cola e me entrega.

"Obrigado."- digo e entrego o dinheiro para ele.

"Magina, tenha uma ótima noite jovem."- o senhor disse com um sorriso estranho no rosto.

Peguei a latinha e fui em um lugar sentar.

Sento em um banco perto da pista de dança e começo a beber a minha coca-cola.

Termino de beber e começo a sentir o meu corpo estranho, estava parecendo que eu estava bêbado.

Levanto do banco um pouco cambaleando, até eu trupicar no chão e cair.

Fico um tempo deitado no chão até sentir alguém me levantando.

Minha vista estava turva, então não conseguia ver o rosto da pessoa, mas pelo que eu percebi tinha um corpo feminino.

A pessoa desconhecida começou a me levar para algum lugar, que eu nao sei.

"Nossa, como você é pesado."- disse a pessoa que tem um voz delicada.

Parecia que eu já tinha ouvido aquela voz em algum lugar, mas não estou lembrando a onde.

"Onde eu estou? "- pergunto com a voz embriagada.

"Você está péssimo Jimin"- disse a moça.

"Como você sabe o meu nome? "- pergunto tentando enchergar o rosto dela.

"Sou eu. Você não se lembra? "- disse a moça.

Percebo que ela me colcoca em um lugar macio, será que é uma cama?

Ela deita o meu corpo sobre a cama e sobe sobre o meu tronco.

Sinto uma sensação estranha, é como se eu já conhece-se mas não sei a onde.

"Que tal termos uma noite melhor? Em? "- ela pergunta mordendo a minha orelha.

"Quem é você? "- pergunto confuso, e perdendo ainda mais a conciência.

"Calma chimchim, vai ficar tudo bem . "- disse ela beijando o meu pescoço.

Apartir disso eu não sei mais o que eu estava fazendo.

Continua... 


Notas Finais


O que estão achando? Tá ficando interesante?
Espero que sim rsrs. Até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...