1. Spirit Fanfics >
  2. Meu híbrido! Pera! Meus híbridos?! (Taeyoonseok) >
  3. Volta do cio do yoon

História Meu híbrido! Pera! Meus híbridos?! (Taeyoonseok) - Capítulo 56


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei, desculpem a demora.

Capitulo hot, estava com muitas saudades de escrever desse jeito, nesse tempo fiquei com várias ideias e até perguntei no grupo, as putarias vao aumentar de nível daqui pra frente ☻😏

Boa leitura e desculpem os erros.

Capítulo 56 - Volta do cio do yoon


Hobi

Estava voltando da casa dos meninos, tinha acabado de deixar as crianças lá por conta que chegou o cio do yoon, estava tentando chegar o mais rápido possível pra ajudar meu híbrido mas o trânsito não estava colaborando.

Depois de alguns minutos finalmente entrei pela porta, a fechei e me virei, eu procurei em volta e o vi na cozinha, encostado na mesa rebolando aquela bunda tão branquinha enquanto sua entrada escorria a lubrificação natural deixando melada suas coxas, juro que fiquei duro só de olhar.

Sg: ah amor, até que enfim chegou, vem ajudar seu esposo vem. - ele me chama com o dedo e eu vou sem nem pensar duas vezes.

Jh: você esta tão sexy assim amor. - desci minhas mãos pra sua bunda e a apertei.

Sg: você gosta de me ver assim? - Fez uma cara estranha e geme surpreso quando eu introduzo um dedo na sua entrada.

Jh: gosto, gosto de te ver implorar pra ser fudido, gosto quando esta tão manhoso, tão submisso, eu amo ver você assim, tão molhado que a lubrificação chega a escorrer pelas suas pernas. - tirei meu dedo de sua entrada o levando a minha boca, ouvindo um gemido de reprovação do mais baixo.

Sg: quer foder hoseok? Entrar logo em mim? Me deixa cheio do seu leitinho? - massageou meu membro por cima da bermuda. - você quer tudo isso amor?

Jh: eu quero, quero te deixar sem andar por um mês que é o que você merece! Gostoso! - dei um tapa na sua bunda ouvindo um gemido alto dele.

Sg: então me deixa logo sem andar, me fode até eu perder a consciência! Anda logo, entra em mim! - se vira de costas e se apoia na mesa, empinando pra mim.

Jh: eu vou deixar você bem pior que dá última vez! - tirei minhas roupas rápido e as joguei pra um lado, me aproximei de yoon e introduzi dois dedos fazendo o menor gritar e pedir por mais.

O preparei devidamente antes de colocar meu membro em sua entrada, ouvindo um grito alto, fiquei parado pra ele se acostumar e depois de umas reboladas por parte dele comecei a estocar com força.

Sg: ah...amor...Mas rápido...

Fui rápido e aumentei minha força, a mesa balançava e derrubava alguns talheres que tinha ali encima. Yoon gemia enquanto tentava se manter de pé, ele abria mais as pernas e as nadegas me fazendo chegar mais fundo.

Jh: ah...droga...

Sg: mas rápido!

Segurei uma perna dele e a levantei estocando com brutalidade, senti yoon contrair e aumentei a velocidade, se é que era possível, acertando seu ponto g diversas vezes.

Sg: amor, eu vou gozar!

Jh: goza pra mim amor!

Depois de falar yoon goza e eu saiu de dentro dele e gozo fora, o abraço por trás tentando regularizar a respiração assim como yoon, deixei beijinhos nas suas costas ouvindo ele gemer baixinho.

Sg: eu quero de novo! Agora!

Se vira pra mim e se senta em cima da mesa, abre bem as pernas e me puxa pro meio delas, eu ainda estava descansando quando senti sua mão no meu membro o masturbando.

Jh: deixa que eu faço isso amor.

Sg: não, eu quero deixar meu marido exitado.

Assenti e deixei ele me masturbar, já estava duro novamente, me aproximei e beijei seu pescoço deixando vários chupões. Yoon pegou meu membro e o colocou na sua entrada, me abraçou e colocou as pernas ao redor da minha cintura me fazendo penetra-lo.

Sg: ah droga, porque é tão grande?

Jh: você está me apertando amor, se continuar eu vou gozar dentro. - comecei a estoca-lo.

Sg: eu quero dentro, quero que me deixe cheio. - apertou suas pernas na minha cintura, me impedindo de sair dali.

Jh: você pode ficar grávido. - falei ouvindo ele gemer no meu ouvido.

Sg: eu não me importo, só quero você dentro o dia todo. - rebolou no ritmo das minha estocadas, fazendo nos dois gemermos alto.

Aumentei o ritmo trazendo sua cintura até mim, queria ir fundo, queria enche-lo. A mesa balançava derrubando dessa vez um prato de comida, não ligamos e continuamos fazendo sexo.

Sg: ah isso é tão bom! Me beija!

Beijei ele e pedi passagem com a língua, ele cedeu, aumentei a força das estocadas fazendo yoon gritar, estava quase lá.

Sg: eu te amo tanto amor! Ah! - mordeu meu lábio inferior com força, gozando em seguida.

Jh: também te amo amor. - o beijei novamente sem parar de estocar, até que ele contraiu e eu gozei dentro dele.

Sg: eu quero mais! - mordeu o próprio lábio inferior e se apoiando na mesa começou a se mover de novo, com meu membro ainda dentro dele.

Jh: eu não lembrava que você era assim, não tinha um intervalo de tempo entre as dores? - mordi meu lábio ao sentir meu membro ficando duro aos poucos.

Sg: foda-se o intervalo de tempo, eu não quero que você saia de dentro de mim e nem que pare de me estocar. - me beijou.

Jh: vamos pra cama. - falei entre o beijo e o peguei pela cintura, ainda dentro dele o levando pro quarto.

Deitei ele na cama e fiquei por cima, o beijando enquanto ele movia seu quadril de cima a baixo, se auto penetrando.

Jh: calma amor, eu ainda estou cansado. - me afastei de seus lábios e olhei pra baixo, vendo seu quadril subindo e descendo no meu membro.

Sg: deixa eu ficar por cima. - me deitou na cama, me beijando, segurei sua cintura e o incentivei a quicar, o que não demorou muito, yoon gritava de prazer e eu gemia rouco o estocando enquanto ele quicava.

Jh: caralho, eu não lembrava disso! Você é insaciável! - me sentei como pude e o puxei pra um beijo, ele parou de quicar, mas continuou rebolando e gemendo alto.

Sg: eu gosto quando você me dá essa atenção toda. AH...Tá tocando lá..hum... - ele começou a gemer enquanto rebolava no meu colo, a lubrificação tinha melado a cama e minhas pernas, mas eu não liguei muito pra isso.

Jh: eu já estou próximo de gozar amor, quica pra mim. - segurei sua cintura e deixei um carinho ali.

Ele começou a quicar rapidamente, gritava meu nome e tremia um pouco, sua pernas já estavam fracas o que me fez ajuda-lo, segurando sua cintura e o estocando com brutalidade.

Sg: isso! Isso! Mais rápido amor!

Ele chegou ao limite e se jogou em cima de mim, cansado pelos 3 orgasmos recentes, respirando com dificuldade.

Jh: amor, eu ainda não gozei. - beijei sua bochecha e fiz um carinho nas suas costas.

Sg: pode gozar dentro. - ele falou e depois foi ficando sonolento.

Jh: eu preciso de você acordado pra gozar. Contrai um pouco. - pedi vendo ele quase dormindo.

Ele contraiu e mexeu sua cintura pra frente e pra trás lentamente, eu o ajudei um pouco e logo levantei sua cintura, a deixando parada e estocando rápido ouvindo os gemidos altos de yoon no meu ouvido, ele estava bem sensível.

Jh: amor Eu vou...OH... - gozei dentro dele, ouvindo um gemido baixinho de yoon que agora tinha voltado a ficar sonolento. - você tem que tomar banho antes de dormir, está suado e fedendo a sexo. - sai dele devagar e o tirei do meu colo, ou pelo menos eu tentei já que não consegui nem mover ele direito.

Sg: amor, para de ser chato e vamos dormir. Entra de novo. - pegou meu membro e o colocou em si gemendo manhoso.

Jh: amor você precisa tomar banho, nós precisamos, estamos sujos! Depois a gente dorme. - o levantei um pouco pra sair dele mas ele me deu um tapa. - aí Yoongi!

Sg: eu disse que não quero, deita na cama! - me deitou na cama e se sentou, ainda no meu colo, gemendo ao sentir meu membro ir fundo. - vamos dormir agora. - pegou o lençol e nos cobriu, deitando no meu peitoral em seguida.

Jh: amor, está muito quente pra nos cobrirmos com o cobertor. - tentei tirar o cobertor mas ele não deixou.

Sg: o ar condicionado estava ligado antes mesmo da gente ter chegado no quarto, eu deixei ligado, já já esfria. - se aconchegou e desceu um pouco pelo meu peito, eu senti ele se auto penetrando.

Jh: achei que quisesse dormir. - rir e acariciei sua cabeça.

Sg: eu quero, só que seu membro é tão grande que ele roça no meu ponto g, e isso é muito bom. - ele se sentou dando um gemido.

Jh: eu vou voltar a ficar duro por sua causa, vem cá, agora eu tô cansado e quero dormir. - puxei ele antes que ele me deixasse duro e o prendi nos meus braços.

Sg: vamos mais uma vez amor, só essa vez e depois dormimos, por favor! - juntou as mãos na frente do meu rosto.

Jh: eu já estou cansado amor, sabe quanto tempo passamos tranzando? Olha, eu cheguei aqui era de amanhã já passou do horário do almoço e quase é horário do lanche da tarde. Eu quero descansar, quando eu acordar eu te ajudo mais tá bom? - lhe dei um selinho.

Sg: tá bom. - fez um bico emburrado e se aconchegou de novo em meus braços.

(...)

Sg: AH...AH...DROGA!

Yoon gritava enquanto eu estocava com rapidez seu ponto g, não havia se passado nem 1 hora quando ele voltou a sentir as dores.

Jh: caralho...abre mais as pernas amor.

Ele fez ficando todo aberto pra mim, segurei sua cintura e voltei a estocar agora conseguindo ir bem mais fundo. Yoon pegou seu membro e começou uma masturbação ate gozar.

Sg: amor! Deixa eu te chupar um pouquinho. - eu assenti e sai dele, ele ficou de quatro na cama e começou a me chupar.

Jh: porque isso é tão bom? Oh... - puxei os cabelos de yoon começando a estocar sua boca.

Depois de um tempo eu acabo gozando na boca dele e ele engole tudo, me dá um selinho e se deita novamente.

Jh: nossa...isso ta ficando cada vez melhor- tentei respirar normalmente - Tá bom, agora vamos tomar nosso banho. - o peguei no colo e o levei ate o banheiro.

Sg: não! A água tá gelada! - fala quando entrei debaixo do chuveiro com ele no colo.

Jh: é claro que tá, eu coloquei na água gelada pra ver se abaixa essa sua febre do cio. - coloquei ele no chão.

Sg: pega o sabonete pra mim, eu não consigo andar até lá. - sorri envergonhado.

Jh: consegue ficar de pé sozinho? - vejo ele hesitar um pouco mas depois assentir, me afastei e peguei o sabonete voltando pra ele.

Sg: me dá. - entreguei a ele. - quando o tae vai voltar? Eu tô com saudades. - se ensaboa devagar.

Jh: ele já deve estar chegando, você vai ficar com ele durante a noite enquanto eu descanso, ok? - peguei o sabonete dele e ensaboei suas costas.

Sg: você não vai ficar trabalhando no notebook não é?! - se vira pra mim.

Jh: não, eu tô cansado e vou ficar dormindo a noite toda. - desci minha mão até suas nádegas e as abri, deixando meu esperma sair de dentro do yoon.

Sg: o que você tá fazendo?! - fala corado e cobre o rosto com as mãos.

Jh: tô limpando você, você precisa se cuidar se não quiser ficar grávido de novo amor. - lhe dei um beijo em sua testa.

Sg: eu tomei o remédio antes do cio, preciso tomar agora também. Mas não seria uma ideia ruim ter mais um filho. - faz um bico pensativo enquanto tirava as mãos do rosto.

Jh: você quer ter mais um filho? - perguntei surpreso. - nós já temos 5, todos de uma vez, isso já não basta?

Sg: meus bebês estão crescendo rápido, daqui a pouco não vão mais tá precisando de mim. - faz uma cara chorosa.

Jh: não importa a idade que tiverem, sempre vão precisar dos appas, disso pode ter certeza. - coloquei ele debaixo do chuveiro.

Sg: tá doendo de novo amor. - faz careta de dor.

Jh: agora? Quanto tempo passou? - perguntei a mim mesmo mas nem deu tempo de raciocinar, yoon já me masturbava e chupava a minha glande.

Sg: tá bom assim? - assenti com a cabeça e ele se levanta se virando de costas. - entra logo amor, tá doendo. - vi a lubrificação escorrendo pelas suas pernas.

Jh: eu vou te ajudar, mas essa vai ser a última vez. - me masturbei um pouco e introduzi meu membro nele.

Sg: ah...vai mas rápido, com força!

Obedeci e continuei as estocadas até que as pernas dele fraquejaram e eu tive que segura-lo.

Sg: porque parou? Continua.

Jh: você não aguenta mais ficar de pé. Vamos terminar isso na cama.

Sg: não, me coloca sentado na pia, vamos terminar isso no banheiro. - o obedeci e o coloquei sentado na pia, abri suas pernas e voltei a entrar nele.

Jh: não importa quantas vezes a gente faça amor, você sempre vai ser apertadinho. - me movi rapidamente até senti o gozo de yoon em meu abdômen, sorri e o beijei, continuando até gozar fora dele.

Sg: vamos dormir, estou cansado. - me abraçou, respirando com dificuldade.

Jh: ainda não terminamos de tomar banho.

Ele resmunga baixinho e eu o ajudo a descer da pia, terminamos de tomar banho e fomos direto pro quarto, yoon não quis colocar uma roupa, o corpo dele continuava quente então apenas o cobri e o deixei dormir, sai do quarto e fui a cozinha, precisava comer.

Tae: cheguei! - entra na cozinha gritando.

Jh: amor! Graças a Deus você chegou! Eu to exausto! - o abracei e lhe dei um selinho.

Tae: o yoon não ta dando descanso pra você né? - rir.

Jh: estamos tranzando desde manhã, ele não para nem um segundo.

Tae: eu fico com ele agora, vá descansar.

Jh: eu ainda não comi, quando terminar eu vou. - voltei a fazer meu miojo.

Tae: vou tomar um banho.

Jh: tome banho no banheiro do corredor, se entrar no quarto yoon vai acordar e querer tranzar de novo.

Tae: ok, tô indo. - sai da cozinha.

Voltei a prestar atenção no meu miojo, quando terminei coloquei no prato e me sentei na mesa.

Sg: amor! - escutei sua voz manhosa na porta da cozinha.

Jh: sim? - o olhei vendo ele pelado andando ate mim.

Sg: a dor voltou, me ajuda. - abraçou meu pescoço.

Jh: não, o Tae já chegou, peça ajuda a ele. - o afastei e comecei a comer.

Sg: eu encontrei ele no corredor, ele disse que não ia me ajudar até eu comer alguma coisa, só que eu não quero comer. - fez bico.

Jh: ele tem razão, você não comeu nada desde que entrou no cio, tem que comer pra não desmaiar amor. - me levantei e fui fazer uma comida forte pro yoon.

Sg: mas eu não tô com fome! - falou se sentando no meu lugar.

Não falei nada e continuei cozinhando até escutar o Tae entrando na cozinha, yoon correu e se jogou em cima dele, começando a se esfregar. Eu rir do desespero do yoon e coloquei o prato dele na mesa.

Jh: amor você precisa comer primeiro! - peguei ele do colo do tae e o coloquei sentado na cadeira.

Sg: mas eu não estou com fome! - se levantou e correu até Tae, se sentando no colo dele.

Tae: amor se você não comer eu não faço sexo com você hoje. - falou sério, eu apenas empurrei o prato de comida pra perto deles. - come yoongi.

Eu nunca tinha visto alguem comer tão rápido como agora, ele tava tão desesperado que não deixou Tae comer e já avançou no coitado.

Tae: yoon, deixa eu comer pelo menos, preciso de energia. - parou o beijo desesperado do yoon e começou a comer.

Sg: mas tá doendo, me ajuda! - começou a rebolar.

Tae: eu vou comer primeiro, já falei yoon, Eu sei que dói mas espera um pouco. - voltou a comer e yoon abraçou seu pescoço, gemendo baixinho.

Jh: é melhor você se preparar porque ele está pior que no último cio. - deixei o prato vazio na pia e subi as escadas, ia dormir, estava exausto.

Tae

Tae: amor levanta, eu preciso colocar o prato na pia. Me espere na cama. - tentei tirar ele do meu colo mas ele não deixou, mordendo meu pescoço. - aí amor! Isso doeu!

Sg: isso é pra você aprender a não me deixar esperando, eu tô com dor e você fica me ignorando! - se ajeitou no meu colo, começando a abaixar minha box.

Tae: yoon, aqui não, vamos pro quarto. - começou uma masturbação. - amor, aqui não!

Sg: aqui sim! Que diferença faz o lugar? Se fizermos sexo dá no mesmo! - me beijou pedindo passagem com a língua, eu cedi sentindo meu membro ficar duro.

Tae: isso é tão bom. - desci meus dedos até sua entrada e a adentrei, fazendo movimentos de tesoura.

Sg: isso..ah...Tá muito bom...Mais rápido.

Obedeci ouvindo seus gemidos abafados pelo beijo, tirei meus dedos fazendo yoon resmungar e se levantar um pouco, sentando no meu membro em seguida.

Sg: eu tava com tantas saudades de você amor. De te sentir assim. - rebola devagar enquanto fala.

Tae: faz tempo desde a última vez não? - o beijei acariciando sua cintura.

Sg: não, a última vez foi 5 dias atrás. - deixa um chupão no meu pescoço, tenho certeza que vai ficar marcado.

Tae: pra mim é muito tempo. - segurei sua cintura a levantando um pouco, yoon entendeu e começou a quicar enquanto me beijava.

Estávamos tão envolvidos e concentrados em chegar ao orgasmo que não notamos o telefone tocando, só quando yoon gozou e parou de quicar que eu pude escutar.

Tae: vai atender o telefone, eu me viro pra gozar. - peguei meu membro na intenção de me masturbar mas yoon impediu.

Sg: eu vou atender aqui e te ajudar ao mesmo tempo. - sorri e sai da cozinha, depois volta com o telefone no ouvido.

Tae: quem é? - perguntei me masturbando devagar.

Sg: é o jin. - voltou a prestar atenção ao telefone. - Eonsul não consegue dormir sem um copo de leite morno. - ele pega meu membro me dando um olhar reprovador e começa a me masturbar, gemi baixinho pra não atrapalhar a ligação. - passa o telefone pra ela. - se senta no meu colo, começando a rebolar nele. - filha, o que eu falei? Tem que obedecer o titio Jin, já passou da hora de você estar na cama.- segurei sua cintura e ele se levantou, introduzindo meu membro nele, tapando a boca. - e-eu sei que não estamos aí, mas vamos nos ver de novo em poucos dias, appa tá ocupado resolvendo alguns problemas por isso vocês estão na casa do titio Jin, seus irmãos já dormiram? - se contraiu e eu não aguentei mais, gozei dentro dele e o abracei, deixando beijos no seu pescoço. - e-eu também tô com saudades, agora vai dormir, também amo vocês, tchau amores. - desligou e jogou o telefone na mesa.

Tae: você é louco mesmo, Eunsoul poderia ter nos escutado. - deixei um chupão ao lado do que hobi tinha feito.

Sg: eu não aguento te ver sofrer desse jeito, voce precisava vir e eu ajudei. - sorri me dando um selinho.

Tae: você já tomou o comprimido? Ou quer ter mais um filhote pela casa? - perguntei vendo seus olhinhos brilharem.

Sg: eu conversei com o hobi sobre isso, eu quero ter mais um filhote, os meus bebês estão crescendo e não vão precisar mais de mim. - fez bico.

Tae: por isso quer outro?

Sg: sim!

Tae: filho não é brincadeira yoon, voce mesmo viu quando estávamos com os 5 filhotes recém nascidos, deu muito trabalho, se não tivéssemos tido ajuda da omma do hobi e da sua teríamos enlouquecido. - rir da cara que ele fez.

Sg: nós estávamos bem cuidando dos bebês! Elas que vinham do nada pra ficar com eles, eu nunca pedi pra elas virem.

Tae: tá bom, eu acredito em você. Vamos tomar um banho. - sai do yoon e o tirei do meu colo.

Andamos até o quarto, quando estava prestes a entrar no banheiro yoon me empurra na cama e sobre em cima de mim.

Sg: não acabamos ainda senhor kim taehyung, minha dor passou mas minha vontade não, eu quero mais!


Notas Finais


Faz muito tempo que eu não escrevo hot então se tiver uma bosta, eu prometo que no próximo eu melhoro.

Até o próximo! 🖐


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...