História Meu humano - Vkook - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Híbrido, Jungkook, Namjin, Taehyung, Vkook, Yonminseok
Visualizações 109
Palavras 1.125
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Lemon, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, espero que gostem desse capítulo.
Boa leitura.
desculpa qualquer erro.

Capítulo 2 - Meio a Meio


Fanfic / Fanfiction Meu humano - Vkook - Capítulo 2 - Meio a Meio

 

Tiro meu casaco e coloco na cabeça do humano cujo nome Jungkook, pego na mão dele.

- Preparado? Não se esquece se mantenha de cabeça abaixada. - ele acena. - 1... - abro a porta do carro. - 2... - pego na sua mão... - 3.. - saio correndo com ele pro apartamento, umas pessoas olharam a gente achando estranho o porque dois "hibrido" estavam correndo. Entro no elevador, por sorte estava vazio, suspiro aliviado por ninguém ter nos vistos. Não vou mentir quase subo pelas paredes, olho pro lado e vejo o humano ofegante. 

- Cansado? - ele acena vergonhoso, humanos são estranhos. A porta do elevador se abre, olho pros lados, por mais uma sorte não tinha ninguém, seguro sua mão novamente e corro até meu apartamento, abro a porta e dou espaço pra ele entrar. 

- Bem-vindo a minha casa. Agora vem que temos que conversar. - ele olha por toda minha sala, sento no sofá e chamo ele se sentar comigo e ele senta ao meu lado um pouco afastado. Observo o mesmo, ele estava descalço, assustado e com medo. Ele é bonito para um humano, não sabia que humanos eram tão lindos assim, olha essas pernas, pera, se concentra Tae.

- Bom, como veio parar aqui? Humanos não podem ficar nesse mundo dos hibrido. - ele se encolhe.

- B-bom, eu vivia em um poço fundo junto com a minha mãe que estava doente, e na verdade esse mundo não são de vocês, esse mundo e de todos. - ele olha pro seu colo. Então cadê a mãe dele?

- Sua mãe, cadê ela? - ele olha pra mim e sorri triste.

- Bom, ela morreu de fome, por que tudo que ela conseguia ela dava pra mim. - ele deixa uma lágrima sair, humanos choram? Não vou mentir senti dó dele, sua mãe deve que vou uma ótima mulher. 

- Ah, me desculpa por isso. - ele acena e limpa suas lágrimas. - Quantos anos tem humano? - ele sorri de lado.

- Meu nome é Jungkook, não humano, tenho 17 anos. - arregalo os olhos, nosso ele é novo, muito novo. - E você? - ele olha envergonhado pra mim.

- Tenho 60 anos. - ele arregala os olhos. -Mas pelos meus cálculos minha idade humana é 20 anos. - ele suspira aliviado. Ainda sou novo.

- Q-qual é seu nome? Você ainda não me disse. - até ia me esquecendo. 

- Prazer sou Kim Taehyung sou hibrido de gato e super solteiro. - ele cora.

- Muito prazer..ah, Taehyung, o que você vai fazer comigo? - ele me olha triste, o que eu faço com esse humano? Bom, não tenho nada a perder vou cuidar desse humano. Suspiro alto assustando ele. 

- Vou cuidar de você, você será meu humano, sendo que se alguém descobrir eu vou preso e você morto, mas eu sei esconder as coisas. - dou  o meu melhor sorriso pra ele é o mesmo sorri junto. - Então humano, você sujo, sabe o que é água? Sabe tomar banho? - ele me olha curioso.

- Taehyung sou um humano, não um idiota. - sorrio constrangido. 

- Então vá tomar banho, tem muitas toalhas no banheiro, venha. - levanto e ele faz o mesmo, vou até o banheiro do quarto e ele me segue. - Pode indo pro banheiro, eu vou separar uma roupa pra você. - ele entra no meu banheiro e eu separo um moletom de gatinho que eu achei e grande deve que da pra ele. Vou até a porta do banheiro que estava fechada.

- Jungkook, vou deixar umas roupas aqui em cima da minha cama, quando você terminar vá pra cozinha. - saio do quarto e vou até a cozinha será o que os humanos comem, coço minha cabeça e penso, será que eles comem uva passa ou ração de galinha, larga de ser burro Tae eles devem que comem pão. Ah, não sei vou esperar ele sair pra mim perguntar, depois de passar alguns minutos ele aparece na porta da cozinha, ele ficou tão fofo com esse moletom. Sorrio pra mim mesmo.

- O que você come humano? - ele coça a nuca.

- Como tudo que vocês comem, não sou um animal. - arregalo os olhos, eles comem comida de hibrido.

- Então você come Chikin? - ele acena várias vezes parece que ele gosta. - Então vou fazer isso, você vai me ajudar. - Ele acena. - Então pegue o frango na geladeira. - ele procura a geladeira, acha ela é pega o frango e me entrega. - Pega alho e soja pra mim no armario . - ele pega e eu começo a fazer.

....

Depois que terminamos de comer, vou deixar pra lavar as louças depois.

- Então gostou? - ele acena. - Que bom humano. - ele me olha um pouco irritado. - O que foi? -

- Meu nome é Jungkook. - sorri baixo.

- Tá bom senhor Jungkook, quer assistir televisão? - ele acena, pego o controle pra ele e ele pega. - Assista o que quiser. - ele olha pra mim e liga a televisão colocando em um canal qualquer, vejo ele reparar muito na minha cauda. 

- O que foi Jungkook? - ele olha pra mim e cora.

- Sua cauda parece macia. - ele olha pra televisão e eu coro, aqui no mundo dos hibrido elogiar sua cauda e algo muito intimo, mas eu sei que ele não sabe disso.

- O-obrigado,eu escovo ele todo dia. - sorrio e abraço minha cauda. 

- Você é estranho. - meu sorriso vai embora, faço bico, nossa olha quem fala, o super normal.

- Por que eu sou? - ele me olha e sorri, ah, que sorriso de coelhinho. 

- Por que você fica falando sozinho, nunca percebeu isso, quando eu fui pra cozinha você estava falando de mim pra geladeira, nunca percebeu? - nossa.

- Eu não, mas eu não sou estranho você que é.Você não tem cauda nem orelhas. - ele me olha curioso.

- Ah, ata. - ele volta a atenção pra televisão. Será que ele é ômega ou alfa? Isso é muito intimo de se perguntar. 

- An.. humano. - ele murmura. - V-você é alfa, ômega ou beta? - fecho meus olhos isso é muito intimo. 

- Sou gay. - olho pra ele curioso. O que é gay? - Gay e quando você gosta do mesmo sexo, eu sou passivo, então não sei.- não entendi nada mas, balanço a cabeça. - E você? - sento direito.

- Sou um gato alfa. - todos se atraem por mim,por eu ser um alfa. Mas o humano nem ligou.

- Você é estranho. - sorrio constrangido.

Que humano abusado.   


Notas Finais


Que Jungkook abusado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...