História Meu Irmão Adotivo (INCESTO - JEON JUNGGUK) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, EXO, Got7, IKON, Red Velvet, Stray Kids, Tomorrow X Together (TXT)
Personagens Bang Chan, Bobby, Byun Baek-hyun (Baekhyun), Do Kyung-soo (D.O), Han Ji-sung, Hwang Hyun-jin, Irene, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lee Felix, Lee Min-ho, Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Seulgi, Wendy, Yeonjun
Visualizações 119
Palavras 1.444
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Harem, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi oi povo! Venho começando essa fanfic maravilhosa (Ou não) do nosso Homão, vulgo Jeon Jungkook, que está matando o fandom inteiro por causa desse Long Hair🥵🤘🏻

Enfim, espero que gostem. Lembrando que a fanfic não foi revisada, se tiver algum errado ortográfico, por favor me perdoem...😪💖

Capítulo 1 - Chapter One


                                              *
                                                        S/N


  7:30 da manhã



Era uma bela manhã. Eu adorava sentir o cheirinho de grama molhada se misturando com o cheirinho bom do café da mamãe! Era raro de se ver, mamãe quase nunca ficava em casa, eu estava feliz hoje!


- Bom dia mãe - Dou um beijo na bochecha da mesma - Bom dia pai - Beijo sua testa e me junto a eles na mesa. - O café está com cheirinho bom, faz tempo que não tomo café com vocês, não é? - Abro um sorriso que foi retribuído pela mamãe.

 

- Sim, faz um tempinho! - A mesma diz passando manteiga no pão. - Eu e seu pai queremos falar com você depois que voltar da escola, tá bom? - Sorri e balancei a cabeça positivamente.




Meus pais trabalhavam em umas empresas bem conhecidas, por isso as viagens de longo período. Eu ficava sozinha na maioria do tempo! Mas as vezes gostava, já outras chegava a ser entediante.


O que apenas queria dos meus pais era mais amor, eles não são de demonstrar muito e eu acabo ficando mau com isso... tento não me abalar, mas... Acho bem impossível! 



Tenho algumas amigas maps não chego a ser tão próximas ao ponto de chamar para minha casa. É tanta falsidade que dói, prefiro manter distância as vezes.


Tenho um melhor amigo chamado Taehyung, ele vem as vezes. Mas ele sempre tá ocupada pegando alguém que acaba me trocando pra ficar com elas, mas entendo! Homens né...



(...)





Já havíamos terminado o café. Papai foi até seu escritório trabalhar e eu ajudei a mamãe a lavar a louça. Ficamos conversando sobre coisas super aleatórias.


- Vou tomar meu banho para ir pra escola mamãe, tchau! - Dou um beijo na mesma e subo as escadas correndo até meu quarto. Vou até meu guarda roupa e pego meu uniforme depois a toalha, sigo em direção ao banheiro e tomo meu banho bem quentinho e relaxante! 



Assim que termino, enrolo a toalha envolta do meu corpo e fico em frente ao espelho, pego meu secador de cabelo e seco o mesmo. Logo depois, visto meu uniforme e faço uma make muito simples, nada muito exagerado porquê odeio! Boto meu sapato e pego minha mochila. Desço até a sala e vejo a mamãe e o papai conversando, parecia ser algo bem importante!


- Já vou indo... - Chamo a atenção deles que me olham e acenam


- Boa aula filha! - Mamãe sorri e papai faz o mesmo, saio de casa e vou em direção ao ponto de ônibus.


- ahrg, será que esse ônibus vai demorar? Não posso me atrasar! - Digo olhando para o meu relógio que estava em meu pulso



- EAE CABRUXA


- PORRA! - Dou um pulo e boto a mão no peito - QUE SUSTO TAEHYUNG, CARALHO! PRA QUE ISSO TUDO? - Grito


- Ouxe, foi mal! - Reviro os olhos - Eu estava com saudades, ownt - Ele me abraça, tento sair mas ele me aperta bem forte - Para, me abraça também porquê o Taetae tá carente... - Reviro os olhos e começo a rir em silêncio, mas logo o abraço!


- Satisfeito? - Ele me solta e sorri


- Satisfeito! - Sorrio pra ele - Oh, nosso ônibus! Vamos. - O ônibus para e logo entramos pagando o motorista.


- Bom, como foi sua manhã? - Tae diz se sentando e eu faço o mesmo


- Ah, foi bem legal, meus pais estavam em casa hoje e eles disseram que tem uma coisa importante pra me dizer. Sinceramente eu estou com medo do que pode ser... - Abaixo a cabeça pensativa


- Não se preocupe tanto com isso, talvez seja algo bem besta mesmo. - Ele toca meu ombro e sorri - Relaxa, deve ser um besteirol dos seus pais.


- Espero que não seja nada demais como você diz...



(...)





Entramos na sala e nos sentamos. Eu e o Tae ficamos conversando até a professora chegar. Tae contou como tinha sido o final de semana dele e realmente, foi bem louco. Os amigos deles tiveram uma idéia louca de botar o Taehyung de cabeça pra baixo enquanto bebia quase um litro de cerveja, depois rodaram ele até ficar tonto! O objetivo era não vomitar, mas o Tae acabou perdendo! Vomitou em cima da cabeça da ex dele sem querer que ficou furiosa com ele. Esse garoto tem as melhores histórias dessas festas assustadoras que ele frequenta!


- E como foi seu final de semana? O mesmo de sempre? - Assenti e ele revirou os olhos - Vou te arrastar para as minhas festas de agora em diante, anota aí.


- Vai sonhando, eu não piso nem que me pagasse naqueles puteiros que tu chama de festa. - Ele cruza os braços


- Ei!


- Eu só digo verdades, você tem que concordar Taehyung! Aquilo não pode nem ser considerado uma festa


- Tá mas... - Taehyung é interrompido pela professora que entra dentro da sala berrando feito bezerro já


- VAMOS PARAR DE CONVERSAR POR FAVOR! TÔ PLANTADA AQUI NA FRENTE QUASE UMA HORA - Eu e o Taehyung nos olhamos na mesma hora


- Mas ela acabou de entrar na sala - Eu e ele começamos a rir


- QUAL É A GRAÇA S/N E TAEHYUNG? QUER DIVIDIR A PIADA COM A TURMA NÃO? QUERO RI TAMBÉM.


- Na próxima vez quem sabe eu não abra uma exceção pra você professora - Sorrio falso e ela também.


Odeio essa professora, argh





(...) 



Tempo passou, hora do intervalo!




- Aquela professora é tão dramática! - Tae quebrou o silêncio entre nós


- Eu odeio a aula dela. É por isso que eu odeio ainda mais as segundas feiras! - Falo pegando minha bandeja de comida e o Tae também.


- Concordo! Se pudesse faltava todas as aulas dela. - Nos sentamos e começamos a comer. Conversamos sobre a aula e ficamos mexendo no celular até o intervalo acabar.


(...)




Aulas acabaram, direto pra casa agora!


- Quer que eu te leve em casa? - Tae pergunta?


- Não, não precisa! - Sorrio


- No que tanto pensa? - Curioso!


- Sobre o que meus pais querem falar pra mim, estou com tanto medo de chegar em casa que vou andando hoje pra demorar!


- Vou te acompanhar então, também não tenho nada pra fazer em casa mesmo!


- Ah, okay!



Ficamos conversando e rindo até a minha casa, ela não era tão longe da escola então não demorou muito!


- É agora que eu tenho que te dar um abraço, ir embora, e dizer "Boa sorte" ?


- Eh, acho que sim - Rio e ele também. Ele me abraça e sussurra um "Boa Sorte" no meu ouvido. Sua voz saiu rouca o que me fez se arrepiar por completo


- Uiii, que voz gostosa! - Ele riu - Vou indo, tchau Tae - Aceno para o mesmo e logo abro a porta - Cheguei!


- Oh, seja bem vinda filha - Mamãe apareceu segurando um pano de prato. Parecia estar cozinhando. Passei pela sala e vi papai sentado lendo seu jornal - Oi papai - Disse da escada, mas ele nem pareceu se importar, apenas acenou sem nem ao menos olhar para mim. Subi até meu quarto e tomei um banho rápido! Vesti uma roupa bem simples e depois desci novamente, indo até a cozinha onde ainda se encontrava a mamãe.


- Quer ajuda? - Pergunto mas ela nega - Ah, então... sobre o que queriam falar comigo?


- Já estou terminando, já já falamos sobre isso! Sente-se na sala, eu já estou indo. - Faço o que ela manda e me sento no sofá.


Não se passa muito tempo e a mamãe se junta a nós na sala.


- Eu conto ou você conta? - Perguntou ao papai que deu de ombros - Ok, eu conto! - Eu estava nervosa



- Bom, você sabe que eu e o seu pai somos bastante ocupados por causa do trabalho! Vivemos saindo e você acaba ficando sozinha em casa. Eu realmente fico com a consciência pesada depois que saio e te deixo sozinha...


- Mamãe, vá logo ao ponto! - Digo impaciente


- Vamos adotar um garoto mais velho para ser seu irmão! - Fico surpresa. Irmão? Nem a pau


- O QUÊ? TA DOIDA? - Me levanto rapidamente do sofá

- Não, eu não estou. Pare de gritar!

- Eu não quero um irmão! Estou bem assim. - Minha mãe segura em minha mão

- Eu só queria te avisar! Eu não estou pedindo sua opinião S/n!












EU NÃO QUERO UM IRMÃO, QUE ÓDIO!!!!!!



Notas Finais


É isso, amanhã tem novo capítulo!😪💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...