História Meu Irmão Adotivo (INCESTO - JEON JUNGGUK) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, EXO, Got7, IKON, Red Velvet, Stray Kids, Tomorrow X Together (TXT)
Personagens Bang Chan, Bobby, Byun Baek-hyun (Baekhyun), Do Kyung-soo (D.O), Han Ji-sung, Hwang Hyun-jin, Irene, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lee Felix, Lee Min-ho, Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Seulgi, Wendy, Yeonjun
Visualizações 90
Palavras 2.657
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Harem, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi oi, não sei se vcs estão gostando, então é sempre bem importante comentar! Porquê aí eu vou saber que estou indo bem e isso irá me incentivar a escrever mais. E os favoritos, servem para levar a minha fic lá pro topo e ser recomendada para outras pessoas. Então favoritem e Comentem bastante, por favor!

Bye bye 💖

Capítulo 2 - Chapter Two


                                             *
                                                       S/N



- Mas eu não preciso de um irmão! - Digo ainda tentando afastar aquela ideia idiota da cabeça de meus pais


- Já foi decidido S/n! - Meu pai diz grosso e eu suspiro pesado 


- Eu odeio vocês! - Subo correndo até meu quarto. Escuto minha mãe me gritar, mas apenas entro e tranco a porta.


A verdade era que eu já tive um irmão adotivo! Nós éramos super grudados um no outro... mas ele tinha depressão! Ele sofreu bastante na faculdade, e estava cansado fisicamente e psicologicamente. Ele acabou cometendo suicídio... Ele deixou um bilhete pra mim, eu o guardo até hoje...



[FLASHBACK ON]




- OPPA??? - Grito pelo Yeonjun, mas não obtive resposta. Entro no meu quarto e deixo minha mochila em cima da cama, mas havia um bilhete lá. - O que é isso? - Pergunto pra mim mesma pegando o papel e tirando do envelope.



["Maninha, espero que você consiga viver sua vida sem mim. Mas saiba que, de todas as irmãs que eu tive em lares diferentes, você foi a minha preferida! Estou passando por um momento muito difícil na minha vida. eu já aguentei demais! Eu sei que fui forte o bastante, mas eu não consigo continuar... Sei que prometi pra você sempre estar ao seu lado e te proteger. Desculpa! Infelizmente não serei capaz disso, mas estarei te olhando do lugar que eu estiver. Eu te amo, e você sabe disso! Agradeço a todos os seus sorrisos que iluminaram os meus dias de tempestades, seus abraços quantes, seus beijos doce e cheio de carinho e seu amor extremamente viciante... Eu nunca vou esquecer de você, meu amor!


Seu querido oppa!"]



- O-o quê? O que ele está querendo dizer? - Digo comigo mesma já chorando. 


- Filha, seu... - Ela para de falar assim que me ver com o bilhete na mão chorando - O que é isso?


- Omma, cadê o meu irmão? - Digo chorando e ela começa a fazer o mesmo - Omma? Não chore! Me responda!!


- E-ele morreu... - A ficha finalmente caiu, não achei que ele faria algo assim. Ele sempre foi de sorrir e nunca pareceu estar triste, talvez, se eu tivesse feito algo ele estaria aqui ainda...


[Off]



Me jogo na cama bolada. Pego meu celular e disco o número do Taehyung no mesmo.



CHAMANDO...



- Tae? 




-S-sim? S/n, o que você quer? - Ele parecia ofegante, acho que estava ocupado e eu acabei atrapalhando.




- Desculpa, está ocupado não está? 




- Não, pode falar! - Escuto uma menina resmungar




- Tudo bem Tae, eu posso ligar depois! 




- Não S/n, pode falar agora! - 




- Eu só queria que você viesse na minha casa, quero você! 




- Você sempre me liga em uma péssima hora não é? Tudo bem, eu estou indo! - Tae diz mas logo uma garota começa a reclamar. " Onde vai? Você tem que terminar o que começou Taehyung!" Ele apenas diz pra menina se vestir e sair.



- Isso é nojento! - Digo



- Sexo não é nojento S/N! - Resmunga



- Claro que é! Tchau, até daqui a pouco.




Desligo o celular e boto em cima do criado mudo. Pego um livro e fico lendo até Taehyung chegar.


(...)


A Campainha havia tocado. Dei um pulo da cama e joguei o livro na chão. Desci da cama e destranquei a porta! Vi minha mãe ir em direção a mesma mas logo gritei que iria abrir descendo as escada feito jato. Abri a porta e vi o Tae 


- Cara você é muito chata sabia? Você sempre me liga na hora que estou ocupado e ainda fica bolada comigo ou diz que é nojento! Da próxima vez eu não vou vim - Ele cruzou os braços e fez bico.



- Meu Deus, desculpa! Você que é chato! - Minha mãe apareceu na porta

- Oi Taehyung! - Abriu um sorriso assim que o viu. Ele fez o mesmo


- Oi Tia! - Tae abraçou a mesma e eu revirei os olhos.


- Por que não me avisou que ele viria? - Me perguntou


- Tenho mesmo que avisar? - Minha mãe resmungou um pouco mas logo saiu. Puxei Taehyung até meu quarto e tranquei a porta.


- O que você queria comigo? - Perguntou se jogando na minha cama


- Minha mãe quer adotar uma garoto! - Digo e o Tae dá um pulo da cama


- O QUÊ? POR QUÊ? - Grita


- Por que tá gritando? Meu Deus! Eu não sei, ela disse que quer que alguém cuide de mim quando eles fossem viajar. - Me jogo na cama também


- Mas eu já faço isso...


- Faz não! - Digo rapidamente e ele bufa - Eu também não quero ter um novo irmão. Eu já perdi o Yeonjun! Não quero outra pessoa tomando o lugar dele.


- Ninguém vai tomar o lugar dele S/n...


- Se esse garoto chegar vai sim.


- TÁ, Vamos ver um filme! - Ele diz se levantando da cama e indo pegar o controle em cima da prateleira. Ele liga a TV e bota na Netflix e começa a procurar algo


- Vou pedir pra minha mãe fazer pipoca! - Me levanto e vou até a porta


- Pede pra ela botar bastante manteiga! - Sai do quarto e fui até a cozinha, que era onde minha mãe se encontrava. 


- Mãe, pode fazer pipoca? - Pergunto 


- Oh, posso! - Ela sorri mas eu fecho a cara - Filha, eu sei que você não quer um irmão por causa do Yeonjun mas... - A Interrompo 


- Não quero falar sobre o Yeonjun!! - Digo seca e subo as escadas. - Ah, o Taehyung pediu pra botar manteiga! - Entro no quarto e fecho a porta. - Já escolheu um filme? 


- Pode ser de terror? - Assenti - Eu escolhi esse! "Espelho do medo" É filme de época! Deve ser bom. Pode ser esse?


- Pode... - Me sentei ao seu lado na cama e peguei em sua mão. - Obrigada por ser meu melhor amigo! - Disse e ele ri


- Ficou carente de uma hora pra outra? 


- MEU DEUS, VOCÊ É CHATO HEIN! - Empurrei ele e o mesmo começou a rir.


- Uhuu, estressadinha! - Ele segurou os meus braços e botou sobre minha cabeça, subiu em cima de mim e começou a fazer cócegas


- TAE PARA!! - Grito em meio de gargalhadas - POR FAVOR, PARA!! - Ele para assim que minha mãe abre a porta com a pipoca na mão 


- A pipoca está pronta! - Tae sai de cima de mim e vai em direção a minha mãe, pegando a pipoca. Ela sai e ele fecha a porta.


- Meu Deus. IDIOTA! - Digo e ele ri.


- Vamos logo ver o filme! - Se deita do meu lado. Começamos a comer e ver o nosso filme.




(...)


O Filme já tinha acabado e a pipoca também. Taehyung estáva dormindo feito um anjo e eu não consiguia parar de pensar sobre esse papo de novo irmão. 


Ele iria chegar amanhã! Mas eu não estava preparada ainda. Achei que depois do Yeonjun a mamãe e o papai nunca mais pensariam em ter um filho adotivo novamente, mas estive enganada todo esse tempo.


Me levanto da cama com cuidado para não acordar Taehyung. Vou até meu armário e pego uma roupa. Sigo até o banheiro e tomo um banho bem relaxante, espantando todos aqueles pensamentos sobre irmão adotivo. 


Quando termino o banho procuro pela minha toalha, mas havia esquecido de pegar.


- Sério isso? - suspiro. Boto minha lingerie e saio do banheiro indo em direção ao guarda roupa 


- Meu Deus hein - Olha pra trás e vejo o Taehyung sentado na cama mexendo no celular. - Você fica linda só de lingerie - Lambeu seus lábios


- Acordou é? - Volto a procura minha toalha


- Ta procurando o quê? - Perguntou


- Minha toalha, viu? - Negou com a cabeça - Aah, dane-se vou botar a roupa assim mesmo


- Eu adoraria te ver assim o dia todo - Sorri malicioso 


- Larga de ser nojento Kim Taehyung! - Jogo o travesseiro nele que ri. Boto minha roupa e me sento na cama. - Vai embora não?


- Ta me expulsando? 


- É exatamente o que parece! - Rio


- Nossa, você é chata hein, da proxima vez que me chamar vou pensar duas vezes antes de vim - Fez bico


- Mentira! Eu te ligo fazendo drama e você vem feito cachorrinho - Começo a rir


- Eii, não se aproveite da minha bondade! 


- Ta bom, me desculpe senhor Kim Taehyung! - Fiz bico


- Aish, eu te odeio! - Cruza os braços. Aperto suas bochechas


- Eu sei que me ama coisa fofa - Dou um selinho no mesmo que fica surpreso. - Que foi?


- Me beijou?


- Não! - Debochei - A gente sempre faz isso, por que não pode agora?


- Não tudo bem, só me pegou de surpresa! - Ele parecia envergonhado


- Por que está tão nervoso Tae? Eu não fiz nada demais!


- Eu sei que não - Ele se levantou e pegou sua mochila - Está na hora de eu ir pra casa - Me deu um beijo na bochecha - Tchau! - saiu do quarto e fechou a porta 



- O que deu nele? - Pergunto para mim mesma mas logo dou de ombros.



(...)


[DIA SEGUINTE...]



- Filha, acorda! - Escuto minha mãe bater na porta do meu quarto. Resmungo um "Sai" - Filha, preciso que tome logo seu banho, você irá comigo ir buscar seu irmão!


- Quê? - Dou um pulo da cama ainda sonolenta. Minha mãe abre a porta do quarto - Não vou não!


- Vai sim! - Cruzo os braços 


- Não acha que está me abrigando a fazer coisas demais não? - Ela me olha um pouco triste - Ta bom, eu vou! - Reviro os olhos e ela sorri


- Então tome logo seu banho! - A mesma sai de meu quarto. 


- Arhg - Resmungo - Só o que me faltava! - Me levanta cama batendo o pé e vou ao banheiro tomar um banho.



Fico dentro do chuveiro por um bom tempo. A água estava quentinha e eu adorava relaxar nesse momento. Peguei meu sabonete que tinha um leve aroma de morango e passei pelo meu corpo. Logo em seguida, o retirei com a água! Peguei meu shampoo e passei em meu cabelo massageando suavemente minha raiz. 


Como aquilo era bom! Assim que lavei o cabelo, passei o condicionador e escovei meus cabelos delicadamente. Deixei ali por um tempo enquanto escovava os dentes e logo depois retirei.


Peguei minha toalha e me sequei, logo depois envolvi ela em meu corpo saindo do banheiro e indo em direção ao meu armário. Peguei uma calça jeans preta e uma blusa branquinha bem simples. Coloquei as peças de roupa e logo depois passei um perfume e um gloss para não ressecar. 


Sai do meu quarto e fui até a cozinha. Mamãe estava na sala e o papai provavelmente tinha ido trabalhar! Fiz um sanduíche para mim bem simples e achocolatado. Assim que terminei me juntei a minha mãe na sala.


- Está bonita! - Disse me olhando de cima a baixo


- Eu sei mãe, eu sempre fui! - Sorri convencida.


- Vou tomar um banho para irmos, ok? - Reviro os olhos e assinto 


Ainda não estou preparada para ter um irmão depois que perdi o Yeonjun pela depressão. Tenho medo de me apegar demais e acabar acontecendo o mesmo, ou ATÉ p0 mesmo, esse novo "irmão" roube o lugar do Yeonjun. Pensamento infantil, não é?


(...)



- Já estou pronta, Vamos? - Mamãe aparece na sala. Pega as chaves do carro e me olha - Vamos? - Assinto me levantando do sofá e saindo junto a ela.


- Seu irmão já está nos esperando. - Diz toda empolgada


- Ele não é meu irmão! - Entro no carro e ela também 


- Dá pra você parar de graça? - Me olha sério e eu reviro os olhos olhando para a janela que já se encontrava aberta. Mamãe dá partida no carro e liga o GPS.



- Olha eu sei que você ainda está com receio de ter um irmão por causa do Yeonjun. 


- Mãe eu... - Ela me interrompe 


- Eu sei, que você era bem apegada ao seu irmão! Mas você não pode dar pela menos uma chance ao garoto? Qua tal conhecê-lo melhor antes de ficar bolada por ele estar entrando na família? Ele não está, e nunca roubara o lugar do seu irmão S/n. Nunca! - Ele dizia tudo aquilo focada na estrada enquanto eu prestava atenção em cada palavra que ela dizia.



Eu realmente estou sendo idiota! Não posso ser tão egoísta. Que feio! Yeonjun não estaria orgulhoso das minhas atitudes.


- Desculpa! - Abaixo a cabeça. - Eu não queria ser tão egoísta! Eu só não queria que ninguém ficasse no lugar do Yeonjun. - Comecei a chorar. O sinal fechou e a mamãe parou e me abraçou.


- Não chora, Ta bom? Tudo vai ficar bem! - Limpou minhas lagrimas - Jungkook vai cuidar de você, mas não substituirá o Yeonjun, em momento algum! Então fique calma. 


- Está bem... - Me recomponho. Mamãe volta a dirigir.


- Está melhor? - Me pergunta e eu assinto dando um sorriso de leve


- Chegamos! Fique aqui, eu vou buscar ele. - Mamãe pegou seu celular e os documentos e logo saiu do carro me deixando sozinha. Respirei fundo e me olhei no espelho. Limpei meu rosto que estava sujo com a maquiagem borrada por ter chorado. Peguei meu celular e comecei a mexer até minha mãe voltar.



Não demora muito para que ela volte! O garoto veio logo atrás dela e entrou no carro assim como ela.


- Não vão se cumprimentar? - Mamãe perguntou olhando para mim, que nem havia virado pra trás para falar com o garoto


- Não quero... - Mamãe me olhou frustrada


- Achei que a gente já tinha resolvido isso, S/n


- Achou errado então... 


- Oi S/n! Você não precisa falar comigo, eu não faço questão mesmo. Pela menos minha parte eu fiz... - Mamãe olhou para o Garoto e Sorriu - Ah, eu me chamo Jungkook! Jeon Jungkook! 


- Oi... - Disse quase em um sussurro. Mamãe resmungou um pouco mas logo deu partida indo para casa.



(...)


Assim que chegamos mamãe mostrou toda a casa para Jeon. Já eu me joguei no sofá e fiquei grudada ao celular. O Jungkook era bonitinho mas parece que não fomos com a cara um do outro! Mamãe já começou ser a puxar saco dele, logo logo seria o papai... tenho certeza! 


- Vai ficar deitada ai o dia todo? - Minha mãe me perguntou se sentando no sofá.


- Me deixa! 


- Fala direito! - Franziu a testa 


- E eu tô falando esquerdo por acaso? - Retruquei


- É assim que você trata a sua mãe? - O Garoto apareceu encostado na porta da sala com uma garrafa de água na mão. Seu cabelo estava molhado, o que deixava ele sexy! - hum? - Levou a garrafa até sua boca e deu um gole


- Não se mete! - Disse. Me levantei querendo ir até meu quarto, mas Jeon segurou em meus braços e olhou profundamente.


- Peça desculpas a sua mãe. Agora! - Ordenou


- Você acabou de chegar aqui e já acha que manda na porra toda é? - Me soltei de seus braços - Babaca! - Subi as escadas e fui até meu quarto. Eu fui grossa com a minha mãe! Ele estava certo, mas eu odeio estar errada. Eu sou muito idiota!








Notas Finais


Ta aí mais um capítulo:)
Esse é um pouco maior.

A S/n é mais bipolar q eu KKKKK


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...