História Meu irmão e seus amigos (Imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Imagine Jeon Jungkook
Visualizações 207
Palavras 1.316
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Hentai, Orange, Poesias, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


eita esta quase chegando ao fim desculpa os erros e boa leitura

Capítulo 23 - Sou real ?


Fanfic / Fanfiction Meu irmão e seus amigos (Imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 23 - Sou real ?

S/n on

Jungkook ser afasta,entro em casa. Pego meu celular mando uma mensagem para meu pai.

Mensagem on

— quando estivemos na frente do Jungkook, me chama de Adriana.

Mensagem off

Jogo meu celular sobre o sofá me jogando logo em seguida. Levo meus dedos para os lábios,lembro os dos Jungkook nos meus.

— sinto falta do seus beijos — digo baixo alisando meus lábios.

Dia seguinte

Depois do trabalho marquei de sai com Jungkook, estou em casa me arrumando. Não sei ser vou aguenta menti para ele por muito tempo,também não sei com conta para ele. Inventei essa mentira para descobri ser ele sente minha falta,ou ser ele... Tá nem eu sei por que menti para ele,eu entrei em pânico. Agora fiz merda e tenho que mantê,mesmo que não dure para sempre.

Mensagem on

Jungkook: estou na frente da sua casa.

S/n: já estou indo

Mensagem off

Desço a escada correndo,dou uma ajeitada no cabelo e no vestido. Saio vejo o carro do Jungkook e o mesmo encostado no carro, me a próximo sorrindo. Jungkook segura minha cintura,deixando nossos corpos colados.

— está linda — ele diz baixo no meu ouvido,acabo me arrepiando com sua voz suave.

— obrigada — ele beija minha bochecha. — vamos antes de perdemos a reserva — abro a porta do carro.

— reserva? Vamos em uma festa — ele sorri — vai dirigir? — olho para dentro do carro.

— me dá a chave,você vai ver a melhor motorista em ação — estendo a mão.

— vai dirigir de salto. — olho para meus pés.

— é talvez,não foi a melhor ideia que já tive — abaixo a cabeça.

[......]

Chegamos na tal festa,Jungkook me guia até a casa. Entramos na casa as pessoas dança iguais umas loucas,Jungkook segura em minha mão me leva até a cozinha.

— oi Taehyng — diz Jungkook ser aproximando do Taehyng que está de costa para nós. Taehyng não se vira,Jungkook a próxima dele,fico parada virada de costa para eles. E agora e ser Taehyng me reconhece? Aaaaah s/n sua burra. — Taehyng essa e a Adriana — me viro devagar sorrindo de nervosismo.

— Oi Taehyng — aceno

— Adriana?— ele morde o lábio,estende a mão o cumprimento. Ele puxa meu braço — prazer Adriana,ou seria s/n — ele diz baixo no meu ouvido.

— tá já chega — Jungkook separa a gente. — Adriana aceita pinga?

Capitulo Anterior

Jungkook on

ligação

— o que você quer garoto? — a voz do Miguel sai ofegante.

— a s/n voltou?

— eeeeeh....

— Éeee?

— não.

— ata. — minha voz sai desanimada — tchau.

ligação

Agora

Dia seguinte

— conhecia uma mulher ontem,na empresa do meu padrasto — digo para Taehyng que está sentado na minha frente no restaurante. — o sorriso dela me lembra o da s/n.

— como todas as mulheres que você ficou lembra a s/n? — diz Taehyng tomando o suco.

— não Taehyng, nem começa.

— como você começou?— ele diz sério.

— e sério Taehyng. Ela tem o sorriso igual o da s/n.

— pelo menos sabe o nome dela?

— Adriana. — digo todo bobo

— que porra está acontecendo com você? Só uma mulher fala com você e já fica assim? — franzi o cenho.

— e verdade o que estou dizendo,a Adriana tem exatamente o sorriso da s/n.

— hoje vou fazer uma festa,leva ela lá. Quero ver essa Adriana. — Taehyng diz sarcástico.

[......]

— Adriana?— diz Taehyng mordendo o lábio inferior,ele estande a mão Adriana o cumprimenta. Ele puxa a mão de Adriana,fazendo os corpos deles ficarem colados. O que ele está fazendo?

— tá já chega — separou eles — Adriana aceita pinga? — a mesma confirma. Pego a garrafa de pinga deixo o líquido cai no copo,entrego copo,Adriana sorri fechado,mas logo seu sorriso some. — está bem?— pergunto por causa da sua expressão triste. Adriana só abaixa a cabeça, passa a mão no cabelo soltando um suspiro — vem comigo — pego em sua mão macia.

S/n on

— pra onde está me levando?— pergunto para mesmo, pós estamos subindo as escada — espero que você não esteja me levando para um quarto. — o mesmo parar na frente de um porta e sorri.

— estou te levando para depois do quarto — inclino a cabeça e franzi o cenho,Jungkook abre a porta do quarto deixa eu entra primeiro. Olhando em volta,o quarto e decorado com posters de carros modernos e mulheres seminuas. — tenho que mostra um coisa — ele abre a janela e sobe no telhado. — vem.

— você está louco? E ser o telhado quebra? — ele me encara com expressão sério.

— você e gorda por acaso? — abri a boca,mas o mesmo impedi minha fala pela sua mão levantada — só para sua informação,já subiram cinco pessoas aqui ao mesmo tempo,vem logo. — jogo minha bolsa na cama,começo a tira meus saltos. Jungkook estende a mão me ajudando a subi no telhado. Meu pé esquerdo escorrega Jungkook me segura com força — opa — seus braços segurando os meus antes braços em quanto encaro seus lábios. Os lábios que tanto adoro,queria os mesmos nos meus na mesma sincronia,com as mãos do Jungkook envolta da minha cintura. — está bem?— Jungkook me tira do transe.

— oh sim! Obrigada!— digo desviando o olhar.

— senta — vou me abaixando devagar,com o vestido tenho dificuldade para senta. — que ajuda?

— adoraria — ele segura uns dos braços,com a outra mão na cintura. Sento no telhado desconfortável com as pernas juntas.

— na próxima vez vou dizer que tipo de roupa que você deve usa — Jungkook diz sentado do meu lado. Rimos,ele me olhar com aquele olhar espremido. — por que sinto que devo te beija? — sorriu.

— talvez e só sentido está confuso — digo de mau jeito.

— por que estaria? Só por que estou do lado de uma jovem bonita... — abaixo a cabeça rindo tímida — com um sorriso incrível, contagiante e belo? — levanto a cabeça tendo o rosto do Jungkook próximo do meu.

— sim,é! — abaixo um pouco a cabeça,Jungkook a levanta.

— e ser meu sentido não tive errado? — entre olhando,um leve suspiro sai da boca do Jungkook, passando pelo seus lábios e atingindo o meus. Ele segura meu pescoço, ele ser a próxima devagar,seus lábios entra em contato com os meus,sentindo os lábios do Jungkook fazendo movimento devagar,nosso beijo não passa ser veloz. — ele não está errado — rimos — Jungkook volta a me beija.

— tem como vocês saírem daí. — olho para trás,um garoto acompanhando pela um bela garota diz. — queremos fica a sós.

— esse e o problema, nós também queremos. — diz Jungkook. — por que não vai para o quarto do lado? Pelo que sei não tem ninguém lá. — o garoto ser vira e sai do quarto junto a garota. Deito sobre o telhado, meu olhar vai para poucas estrelas no céu. Começo a lembra de uma cena no filme românico.

— você já ser perguntou quantas galáxias existe? — pergunto como fez o personagem no filme.

— sei lá — Jungkook deita ao meu lado.

— essa foi a pergunta que Adeline respondeu para seu amo antigo. — olho para Jungkook.

— eu sou Adeline? — rimos

— hum não,Adeline e uma personagem culta. — Jungkook fica com a metade do tronco a cima do meu apoiado no meu braço.

— você está me chamando de burro?

— estou dizendo,que você e uma pessoa iguais as outras;inteligente. — Jungkook ser a próxima novamente para me beija,coloco a mão no seu peito. Está com Jungkook novamente e muito bom, mas eu sei que é ele,ele não sabe que sou eu. Ele está falando com a Adriana,a garota que conheceu na empresa,não a s/n,a garota da escola. Não estou sendo real,não sou real.

— que foi?— ele pergunta,sua expressão de não entende me perturba.

— não sou real — digo baixo.

— o quê? — Jungkook segura meu rosto — você está aqui, você e real para mim.

— não! Não sou — me levanto — preciso ir — entro no quarto,pego meu par de saltos e minha bolsa.

— espera!— abro a porta do quarto — me responde uma pergunta. Por que você não seria real Adriana? — o encarando com a mão na maçaneta e o respondo.

— por isso — fecho a porta o deixando sozinho,como a última vez. Eu o só o deixo,minha obsessão de quere está com ele,só me distancio mais e o faço sofre. Eu sempre vou embora,sempre vou o mágoa. Não sou real para ele,por acaso já fui?


Notas Finais


ate logo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...