História Meu irmão (Jungkook - Bts) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook)
Tags Bangtan Boys (BTS), Comedia, Fanfic, Hetero, Incesto, Irmãos, Jeon Jungkook, Jungkook, Kookie, Kpop, Meuirmão, Romance
Visualizações 83
Palavras 880
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura ♥️📖

Capítulo 4 - Capítulo 4 - vai acontecer de novo?


No dia seguinte acordei mal comi uma torrada e sentei no sofá pra ver tv, eu só queria esquecer esse maldito beijo que o jungkook me deu mas também queria entender o porque, vi o mesmo descendo pra tomar café com a Chul e aguardei ele ficar sozinho.

Chul: ei sn vem tomar café com a gente.

Sn: hum...tá eu vou.

Chul: a gente quer falar com você sobre uma coisa séria.

Sn: oque e?

Chul:. Foi bom passar esses 4 dias aqui, mas eu e o jungkook vamos pra Espanha hoje mesmo.

Sn: oque?....porque?

Chul: e melhor pro Jeon, ele não se sente bem aqui morando com você.

Sn: espera, jeon podemos conversar a sós um pouco?

Jeon: claro, vamos lá pra fora.

Saímos de casa e paramos no jardim, mesmo que eu tivesse um ódio dê irmão pelo Jeon eu jamais vou querer ele longe, a vontade de chorar estava tomando conta de mim, eu não ia segurar por muito tempo.

Sn: jungkook por favor...você não pode ir embora de novo por favor.

Jeon: não posso ficar aqui sn, estou tendo intenções erradas com você.

Sn: jungkook oque eu preciso fazer pra você ficar aqui?

Jeon: esqueça que isso aconteceu por favor, e tudo que eu te peço.

Jungkook entrou me deixou lá no jardim eu não sabia mais se esse realmente meu irmão, eu e o jungkook sempre fomos melhores amigos mas agora eu não sei mais quem e esse garoto, ele está sendo controlado pela namoradinha idiota dele mas eu sabia como resolver o problema.

Jeon: eu prometi pra minha mãe que iria ficar aqui dessa vez.

Chul: eu não quero você perto dessa garota pevertida.

Jeon: oque?

Sn: jungkook vou sair com o meu amigo, volto mais tarde.

Jeon: ta mais....

Sai de casa e fui encontrar a única pessoa que poderia me ajudar naquele momento o único cara que sabia oque dizer, ele morava um pouco longe mas nessa situação eu iria até andando pra casa dele.

Cheguei na casa do mesmo e abracei ele deixando as lágrimas que estavam presas caírem bastante, quando me acalmei nos sentamos no sofá pra conversar um pouco.

Sn: então Tae obrigado por me receber na sua casa assim do nada.

Taehyung: você e sempre bem vinda sn, mas oque aconteceu de tão ruim? Eu nunca te vi tão mal.

Sn: meu irmão voltou pra minha casa, e levou junto a namorada dele.

Taehyung: e você não gosta dela e isso?

Sn: também, mas é que eu estou achando o jungkook muito estranho é isso tá me machucando.

Taehyung: sn, seus sentimentos sempre foram confusos até pra mim.

Sn: sim e eu não entendo oque estou sentindo agora.

Taehyung: talvez um ciúme de irmã ou algo mais sério, em todo caso lembre-se que a culpa jamais será sua entendeu?

Sn: eu me sinto tão idiota.

Taehyung: não se sinta, apenas evite qualquer tipo de coisa sentimental com ele.

Sn: ele me beijou.

Taehyung: puta que pariu...era só oque me faltava, então sn seu coração deseja ele como algo mais.

Sn: isso e errado.

Taehyung: muitas coisas nesse mundo são erradas, mesmo assim não deixam de existir.

Sn: você amava o Yoongi não e?

Taehyung: mais do que tudo nessa vida, quando ele partiu eu pensei que a culpa fosse minha, mas percebi que tudo tem sua hora.

Viu? O taehyung sabe oque dizer em todas as situações como se já tivesse passado por tudo nessa vida, vi que o jungkook me mandou várias mensagens perguntando se eu já estava indo pra casa, ignorei todas e me despedi do tae pois eu tinha que voltar logo pra casa.

Cheguei em casa e vi o jungkook sentado no sofá da sala sozinho com uma garrafa de vodca não mão, pela sua cara o alcoól já tinha feito efeito, o mesmo se levantou e meio andando devagar até mim quase caindo, segurei ele em meus braços e sentamos no chão pro mesmo não cair.

Jeon: você e muito linda.

Sn: para jungkook você está bêbado.

Jeon: a Chul me trancou pra fora do quarto, eu vou dormir sozinho hoje de novo ou com a gostosa da minha irmã.

Sn: haha, espere aqui Jeon eu ja volto.

Subi as escadas com raiva da Chul por deixar o jungkook naquele estado, bati na porta com raiva como se fosse quebrar tudo naquele quarto inclusive a cara dela, a mesma abriu e me olhou com cara de nojo me encarou como se fosse me bater.

Sn: qual e o seu problema garota?

Chul: qual e o seu problema garota, vim aqui uma hora dessa bater na porta do meu quarto.

Sn: esse quarto e do Jungkook você que deveria dormir na sala sua escrota.

Chul: me chamou de que?

Sn: escrota e isso que você e não sei como o jungkook pode te amar tanto desse jeito.

A vagabunda fechou a porta na minha cara mas eu não me importei desci correndo pra ajudar o Jungkook, dei um banho no mesmo e coloquei ele deitado na minha cama como um neném, tomei um banho e deitei ao lado do mesmo e fiquei fazendo carinho e sua cabeça e observando o mesmo dormir.

Jeon: a gente vai se beijar se novo?....

Sn: oque?

Jeon: você entendeu bem, vai acontecer de novo?...

... continua....




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...