1. Spirit Fanfics >
  2. Meu mafioso -Sasunaru >
  3. Capítulo 32

História Meu mafioso -Sasunaru - Capítulo 33


Escrita por: series_filmes_animes

Capítulo 33 - Capítulo 32


𝚕𝚘𝚗𝚍𝚛𝚎𝚜  

Sasuke estava satisfeito, não, mais que satisfeito. 

Tudo tinha ocorrido conforme o plano, tinha encontrado Naruto e de quebra, esclarecido as coisas a ele._foi bem rápido mas tudo bem, cada um tem a sorte que merece_ 

Tinha ganhado de brinde, desafiou seu sogro maldito, e seu ômega lhe protegeu. 

Naruto era tão.... incrível com a postura de superioridade. 

Era perfeito. 

Perfeito para ser seu parceiro. 

E Sasuke não podia estar mais satisfeito. 

... 

Assim que chegou em seu quarto escutou barulhos e já soube que sua família devia estar fazendo suposições exageradas. 

Entrou e mal teve tempo para pensar, seu irmão se atirou em si gritando como ele era irresponsável e imaturo.

- onde pensa que estava, sasuke uchiha?! _sua mãe parecia realmente brava, se olhasse bem podia se ver a áurea negra em sua volta_ 

- fui comer em um restaurante japonês._respondeu e suspirou_

- OQUE?! Foi comer e nos deixou aqui?!_ itachi lhe deu um soco no estômago e o fez inclinar a postura soltando um grito mudo_ 

- g-gomem... 

Mikoto suspirou e se sentou na cama do uchiha. 

- eu demorei porquê encontrei Naruto. 

O silêncio se fez presente antes de seu irmão se engasgar com não sei oque e gritar exageradamente um "o que?" 

- ENCONTROU ELE?! E NÃO TROUXE ELE AQUI?! EXPLICOU AS COI-- _ a uchiha da família calou itachi com um cascudo_ 

- Itaí... _ massageu a cabeça_

- eu o levei para conversar enquanto passeavamos pela cidade, depois o levei novamente para o restaurante, ele trabalha lá. Quando cheguei os pais dele estavam lá, com o lugar repleto de guardas. 

- que romântico! _itachi se jogou na cama balançando as pernas_ 

- não têm muita coisa romântica, eles apontaram as armas para mim.... Naruto é tão lindo dando ordens. 

- Naruto ordenou que eles apontassem as armas para você?! _fugaku pela primeira vez se pronunciou_ 

- não, ele mandou que eles abaixassem... 

- hum... isso é de fato interessante. 

- não sei quando vamos nos ver novamente, mas eu lhe dei o cartão do hotel. 

- ele entendeu a situação? 

- sim...eu lhe contei as coisas, porém iremos conversar direito quando nos vermos novamente. 

- entendi... 

- e quando irá nos mostrar ele? _mikoto perguntou_ 

- ainda não sei, ele disse que o bebê está se desenvolvendo corretamente e que aparentemente está saudável. 

- isso é bom. 

- vocês se beijaram? Ele se jogou nos seus braços e depois disse que te ama?! Você disse que iria-- 

- itachi, isso não é um filme de romance. 

O ômega uchiha suspirou decepcionado. 

- agora vão agora os seus quartos. Como vocês entraram aqui? 

- hehe, nós pedimos a cópia da chave para a recepcionista. 

- isso é meio irresponsável....o quê vocês fizeram? 

- nada... 

-...saiam do meu quarto. 

... 

Assim que Naruto chegou, ele foi o primeiro que desceu do carro, andou rapidamente para o quarto, não queria ouvia as reclamações de seus pais. 

- Naruto! Precisamos conversar. _ a voz da ruiva soou aos ouvidos do loiro_ 

- não temos nada para conversar. 

- Naruto! _minato gritou indo atrás do loiro_ 

Naruto ignorou, sentia como se seu coração estivesse pra sair de seu peito, seus olhos esquentaram e ele não sabia o porquê. Era como uma felicidade....só que ruim. A respiração acelerou, por que ele estava com medo? 

- NARUTO! 

de novo, a mesma sensação de medo e desespero. 

Por quê ele estava com medo de seus pais? Eles não iriam fazer nada de mal...apenas queriam conversar. 

Correu mais rápido para o quarto sentia as lágrimas escorrerem pelo seus olhos, não podia chorar, não tinha o porquê. 

- NARUTO! 

Sentiu seus ouvidos doerem assim que colocou a mão na maçaneta da porta, olhou para seus pais que estava a alguns metros de si e para gaara que estava no fim do corredor com os olhos arregalados. 

- p-por que você... 

Algo escorreu pelos seus ouvidos, era quente e... estranhamente, cheirava a metal. 

- gaara...oque você..?_ a voz de minato foi interrompida por ele mesmo_ 

Naruto abriu a porta desesperadamente e entrou a trancando e correndo para sua cama se jogando na mesma e cobrindo a cabeça com o travesseiro. 

- está tudo bem..._sussurrou_ 

- eu irei lhe proteger com minha vida....nada irá lhe acontecer.

... 

- Naruto? Por favor filho, abra a porta. Só quero falar com você, não irei gritar nem nada que te assuste, só quero saber se você está bem. _ minato deu dois toques gentis na porta_ 

Nada. 

Não ouviram nada. 

- e-eu... juro que saiu, eu não quis..._ a voz de gaara chegou aos ouvidos do minato_ 

Gaara agora estava parado ao lado de Kushina com os olhos arregalados e o ar de arrependimento. 

- foi sem quere-- 

O alfa loiro o parou, sentia raiva do ruivo e fez apenas oque achou certo. 

Gaara sentiu o maxilar doer, minato tinha um punho forte. 

- minato! 

O ruivo virou a cara com o soco, sentiu o sangue escorrer de seu nariz, porem apenas abaixou o olhar e ficou calado. 

- se algo acontecer com meu filho ou meu neto, por causa de seu..."pequeno descontrole"_fez aspas e sinal de ironia_ eu juro, juro que te mato. 

- minato...gaara não fez por querer. 

- eu não tolero descontroles. 

O loiro saiu do corredor e deixou Kushina olhando para gaara com um olhar...confuso. 

A ruiva também sentia raiva, mas entendia que gaara não queria ter chamado Naruto daquele jeito, ele sabia que não era permitido usar voz de comando com um ômega grávido, não foi por querer...ainda assim sentia raiva. 

- vá para seu quarto, faça um curativo para seu rosto. _ ela disse e saiu_ 

Gaara foi até a porta do quarto do loiro, queria bater mas sabia que não iria ser aberta. 

- me desculpe loiro, eu...me descontrolei.

- acho que...senti ciúmes._ e saiu_ 

... 

Naruto não ligava se foi por ciúme ou não, se algo acontecesse ao seu bebê ele odiaria gaara com todas suas forças, e ele mesmo o torturaria e o mataria. 

Ele não ligava para nenhum daqueles, só oque importava nesse momento era seu filho  e a verdade. 



Notas Finais


Mano, eu não queria está escrevendo esse cap, mas aqui estou eu, porquê eu sei que se eu não fizer eu vou ficar com preguiça outra hora e vou demorar mais de uma semana, então tá aí, no outro vou tentar fazer um maior.


Fanfic na reta final 😌✨


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...