História Meu Maior Sonho e Desejo - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amigo De Infância, Animes, Boku No Hero, Melhor Amigo, Yaoi Hot
Visualizações 51
Palavras 1.370
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Orange, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Pois bem, este capítulo vai ser dividido em duas partes, então... Boa sorte!
Espero que gostem ;3

Então, antes, desculpa pela demora kk
Mas é pq eu estava me remoendo muito, pois eu tinha tido alguma idéia, mas a esqueci completamente e isso é horrível kkk Fiquei muito frustrada, mas, finalmente estou postando a parte 1... O começo disto kk

Capítulo 4 - Mark ou Hiki? - Caí fora, Mark (Parte 1 de 2)


Fanfic / Fanfiction Meu Maior Sonho e Desejo - Capítulo 4 - Mark ou Hiki? - Caí fora, Mark (Parte 1 de 2)

Taihito Steiner


Às aulas, do primeiro dia, finalmente acabaram e eu estava já indo para minha casa, quando eu lembrei da delicada situação que estava, seria hora do tal "encontro" com o Mark, que sinceramente, eu não estava com ânimo para ir, pois além de cansada das aulas, eu queria ver meus animes, né?! Então eu me lembrei: Ele não me deixou respondê-lo! Me deixando com muito sentido de não ir, ou no caso, esperá-lo. Então estava decidido, eu iria para minha casa, seguindo o meu mesmo caminho cotidiano.


(P.O.V) Mark Zuckerberg


Quando acabou nossas aulas eu iria direto para a entrada, encontrá-la, mas eu tive que treinar um tempo o time de futebol, já que eu era o capitão. 

Demorou mais ou menos uns 20 minutos e depois eu fui para a entrada. O que me deixou surpreso foi o fato dela não estar lá, pois mesmo que eu tivesse demorado mais do que deveria, ela tinha que me esperar, não?! Eu precisava saber aonde ela foi e o destino me ajudou novamente, seu amigo estava indo embora naquele momento.


- Hey, você é amigo da Taihito, né?

- Sim... Mas, porque pergunta?

- Onde ela vai depois da escola?

- Para casa dela, ué...

- Você sabe onde ela mora?

- Sim, mas... Não sei se eu deve... - Eu o interrompi

- Por favor! Nós tínhamos uma coisa para fazer agora!

- Então por que ela foi embora?

- Deve ser por que eu demorei...

- E porque você não tem o número dela? Poderia falar com ela mesma, se tivesse.

- Porque não deu tempo de perguntar!

- Tá, tá... Mas, só para saber... Que coisa iriam fazer agora?

- Eu ia levar ela para jantar comigo... - Ele parecia um pouco chocado.

- Mas... Ela n-não sai de casa á noite...

- Então podia ser na casa dela mesmo, seria até melhor. - Outro olhar chocado do outro - Mas, então, onde ela mora?

- Eh... A-Ali... - Ele apontou para um prédio bem perto da escola. - É no andar 12, n-número 1201...

- Valeu, parceiro! - Dei uns tapinhas no ombro dele, que em resposta, me deu um aceno, mas com uma cara de uma mistura de choque e tristeza, que eu resolvi ignorar e seguir até o meu objetivo.


Taihito Steiner


Eu estava já em casa, descansando deitada no sofá, vendo um bom e velho episódio de Boku no Hero, um dos meus animes preferidos e que me deixava totalmente animada, como uma droga.  Quando, a campainha tocou, e eu fui atender, dando de cara com o Mark na porta com um sorriso malicioso.


- Olá, fugitiva! - Ele sorriu amplamente.

- Caí fora, Mark!

- Tudo isso por eu ter demorado?

- Não, eu nem sabia que você demorou! - Eu respondia tudo de uma forma grossa e seca.

- Então, o que foi?? - Ele parecia começar a ficar irritado.

- Eu só não quero mais sair.

- Pode ser na sua casa mesmo, não tem problema. - Ele sorriu de uma forma ampla novamente.

- Não! Aliás, eu nunca aceitei o seu "convite"!

- Você tinha dito "ok" !

- É porque você tinha me deixado encurralada, eu nem tive tempo de pensar sobre! Isso não me obriga a ir!

- Ah vai, por favor!

- Mas o que, afinal, você quer fazer?!

- Hehehe - Sorriu novamente - Eu quero você e, o que eu quero fazer, você já deveria saber...

Eu bati a porta na cara dele, totalmente frustrada. Depois ele gritou umas desculpas, mas eu ignorei e voltei ao meu episódio.

Eu realmente fiquei muito brava com ele, pois estava agindo como um babaca, principalmente essas vezes que parece que ele é um tipo de Deus e tudo que diz deve ser obedecido... Ele precisa ganhar vergonha na cara e entender que se ele quer alguém que siga suas ordens, deve procurar outra pessoa, porque eu não estou adepta á isso, não estou à disposição de ninguém! Eu posso me cuidar sozinha e não preciso de alguém como ele ao meu lado, principalmente alguém como ele! Eu sou virgem ainda e quero me manter assim, afinal de contas.

Para acalmar esses nervos, voltei minha concentração ao episódio, que trouxe minha alegria e animação novamente. Se pudesse, ficaria vendo para todo o sempre, para nunca mais ter outra emoção, além dessa felicidade. Minha vida seria bem melhor... 

Vendo esses episódios eu conseguia me sentir mais leve, longe de quaisquer preocupações que estar fora do celular me traziam, que eram muito ruins, por sinal. Acho que o que eu passei na minha vida me faziam me sentir assim, eu simplesmente sou totalmente insegura fora do celular, como se ele fosse meu pronto socorro. Isso me faz pensar que eu não viveria sem a internet... Provavelmente. 


^~ Taihito Steiner ~^


Eu estava terminando de ver o episódio de Boku no Hero e, quando terminei, resolvi que poderia jogar videogame em meu PlayStation. Eu comecei jogando Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 4, quando, eu recebi uma ligação, estava concentrada no meu jogo, então, nem vi quem me ligava.


- Alô?! - Eu disse, ao atender.


- Oii Tai! É o Hiki, sabe... - Ele me parecia nervoso.


- Ué, claro que eu sei! Oque houve??


- Eu só queria saber... oque v-você está fazendo...


- Ah! Eu só estou jogando, e você?


- J-Jogando?! O-O-Oque??


Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 4... Só isso mesmo... "E você?"


Eu só estava pensando... Mas você não ia sair com o Mark ou, sei lá, ficar com ele?


- Não, não... Isso nunca foi planejado... Eu só ia ficar em casa, mesmo... Além de que não vou sair, nem ficar, com aquele BABACA!


- O-Q-U-E? Sério??!


- Sim... É oque eu acho... - Eu estava jogando e, naquele momento, consegui vencer uma batalha - Ahhh, é! Consegui!!


- Ehh, Tai...


- Sim?


- Meio repentino, mas... Será que você quer sair comigo, agora? Sabe, não está muito tarde ainda e, poderíamos ver a cidade, neste horário da noite... É muito bonito...


- Ah, ok! Só precisaria me arrumar, antes...


- S-Sim! Eu sei!! Também tenho que me arrumar! Então vou aí, às 19:00, pode ser?


- Claro! Até! 


 - Até! - Ele desligou a chamada.


Depois disso, eu desliguei meu jogo, claro que, salvei antes e, resolvi já começar a me arrumar, já que, eu poderia demorar, como sempre.

Enquanto eu olhava, em meu guarda-roupa, pensava constantemente oque poderia vestir. Talvez apenas um short jeans e, uma camisa social? Ou mais elegante, como uma saia ou um vestido? 


^~ Hiki Fitzgerald ~^


Eu desliguei a chamada com a Taihito. Não poderia estar mais feliz! Então nada aconteceu entre ela e o Mark... Sinceramente, isso foi um alívio. Mas não era hora de desistir! Eu tinha que aproveitar essa sorte que tive, de não a perder!

Eu peguei em meu guarda-roupa, um terno, que meu pai usava em eventos de galã, ele me deixou de presente, antes de ter que me abandonar. Pois minha mãe não o queria por perto, com motivo! Mas, agradeço pelo terno, haha. Este terno era simples, mas, bastante elegante. Continha um casaco preto, meio marrom, uma camisa social branca e, uma gravata azul escuro, parecendo ser de grife.

Antes, eu tomei um banho demorado, passei o melhor perfume que tinha em casa, me vesti, me olhei no espelho, confiante:

- Eu vou falar para a Taihito, o que eu sinto!


^~ Taihito Steiner ~^


Depois de alguns minutos, acho que decidi oque eu iria vestir. Um vestido azul com detalhes brancos, médio, com vários bordados e lantejoulas, acompanhado de uma pequena fita em meu cabelo, azul e branca, também. O vestido era meio apertado, destacando minhas curvas, e também continha um enorme laço, nas costas. Não querendo entrar em detalhes, mas, também preparei meu sutiã e calcinha, meus melhores, por sinal. De calçado, decidi usar uma sandália, que era bege em sua sola, e branca em suas correias e palmilha. Com algumas lantejoulas, nas correias. Eu também coloquei um colar, para dar aquele toque de anime em meu visual, sendo ele, um colar branco, carregando um "L", em formato de pingente, meio grande, feito de plástico, ou até ferro ("L" é um personagem do anime Death Note). 

Tomei meu banho, sempre demorado, me vesti e passei meu desodorante e perfume. Resolvi dar uma ajeitada em meu cabelo, fazendo cachos. Então, lá estava eu, pronta às 19:00. Será um milagre ou um indício que esta noite seria maravilhosa?





[ CONTINUAÇÃO NA PARTE 2 ]






Notas Finais


(Esse é o único capítulo até agora que está tendo uma continuação direta).

Então, KKKKK, até a parte 2!
Se tiver alguma dica ou sugestão, eu adoraria saber. Qualquer erro de português, me desculpa, e será que poderia indicar onde estiver? Por favor.
Espero que tenham gostado ;3





Para contato maior comigo, a escritora, ou até alguma dúvida/pedido/sugestão/correção ou somente querendo ser avisado de novos capítulos, só entrar nesse link para o nosso grupo no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/4wMpl5wVMNwGgoFDC1O22D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...