História Meu mais intenso desejo - Clace - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Personagens Clary Fairchild (Clary Fray), Jace Herondale (Jace Wayland), Personagens Originais
Tags Clace, Clary, Jace, Meu Mais Intenso Desejo, Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Visualizações 77
Palavras 922
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sim, eu tenho fanfics demais
Sim, eu demoro pra atualizar
Sim, eu só crio mais fanfics novas
E SIM, ME JULGUEM PQ EU MEREÇO

humpft

Fiquem com o primeiro capítulo dessa bagacinha q tia lissa escreveu com carinho

🌠🕊

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Meu mais intenso desejo - Clace - Capítulo 1 - Prólogo


Na terceira série...


-- Eu odeio ela! - Cruzei os braços. - Não vou pedir desculpa!


-- Eu não vou tolerar isso, Jace. - A diretora se virou para a ruiva tampinha chata do meu lado.

-- Humpft! - Ela cruzou os braços.

Mostrei a língua para ela, e a diretora se levantou.

-- Já chega! Eu vou falar com a sua mãe! - E saiu da sala.

-- Rá! - Debochou Clary.

-- Eu quero que você morra! - Gritei.

-- Eu quero que você morra primeiro! - Rebateu ela.

Logo depois disso, voei no pescoço dela, e fomos encontrados pela diretora, jogados no chão, estapeando um ao outro.

Após aquilo, minha mãe me obrigou a ir na casa dela e comprar um xampu com a minha mesada, pois eu tinha jogado cola no cabelo de Clary em nossa luta na sala na diretora. No fim, passei a tarde inteira com ela, um dos piores castigos na época que eu poderia receber.

No outro dia na escola, comprei outro xampu e joguei no ouvido dela enquanto ela cochilava na aula.

E foi assim que eu ganhei uma suspensão, e minha melhor amiga.


}☆{


Nos dias atuais...


Estacionei na frente da casa de Clary, desligando a décima chamada que ela fazia.

-- Eu já tô aqui! - Gritei assim que subi os degraus da varanda e estava de frente para a porta.

Em todos nossos anos de amizade, Clary nunca tinha me dado um susto tão eficiente quanto aquele quando ela apareceu de pijama, uma touca metalizada com bolinhas de isopor e uma mistura estranha na cara.

Dei um grito e um pulo para trás.

-- Ai, porra! - Coloquei a mão no coração, ofegante. - Que susto, cenoura!

-- Primeiro que cenoura é o seu pau fino! - Ela cruzou os braços. Estava ridícula. - Segundo que eu estou fazendo um spa day.

-- Um o quê?

-- Spa day, burro. É para ficar mais bonita.

-- Você faz isso toda vez?

-- Uma vez a cada quinze dias. Por quê?

-- É que nunca funcionou.

Enquanto eu gargalhava, Clary me xingou de mais de um monte de coisas, me empurrando para dentro.

-- Hoje é meu encontro com o Paul. - Ela começou a gesticular, o que fazia quando estava nervosa. - E eu dei entender que ia rolar hoje sabe? Você acha que eu sou uma atirada por transar no terceiro encontro?

-- Eu acho que se eu fosse esse cara eu já teria desistido de você, e procurar alguém que valesse a pena. Sabe? Alguém com algo onde pegar. - Zoei de novo, Clary levantou o dedo do meio.

-- Eu estou falando sério. Eu não sou uma das meninas que você enfia essa cenourinha. - Ela gargalhou, enquanto eu me sentava no sofá da tão conhecida sala de estar da Clary. - Não deve ter crescido nada desde a terceira série! - E continuou rindo.

-- Igual seus peitos. - Devolvi.

Ela parou de rir na hora, cruzando os braços.

-- Ok, sobe comigo, preciso que você me ajude a escolher algo pra vestir.

Subimos as escadas, e entramos no quarto de Clary. Mudara muito, mas ao menos tempo nada. Estava uma zona, como sempre.

Me sentei na cama enquanto ela abria o guarda roupa.

-- Como você encontra algo aqui? - Perguntei de forma retórica, pegando uma calcinha com imagens da Hello Kitty. - Se você usar isso, o cara vai sair correndo. - Disse estendendo a calcinha como uma bandeira.

-- Vai se foder! - Ela arrancou a peça da minha mão e jogou do outro lado. - Eu uso vestido? É mais fácil de tirar.

-- Uhum. Mas você só tem vestidos de vó, Clary. Nenhum que mostre seus peitos inexistentes, ou sua bunda reta.

Ela começou a jogar um monte de roupa em mim, enquanto eu ria. Acabei me engasgando quando ela jogou uma meia na minha boca.

-- Que nojo! Isso tá lavado?!

-- Mais alguma coisa que eu tenho que fazer? - Clary falou com ela mesma.

-- Depende, aparou a floresta amazônica que você tem no meio das pernas?

-- Saiba que eu fiz depilação ontem! E outra, isso é uma coisa ridícula. Eu fiz por pura opção.

-- Claro, pelos não atrapalham em nada, na realidade. - Me ajeitei na cama, desconfortável com a cena na minha cabeça de Clary sendo depilada. Devia ser o inferno. - Mas outros caras não pensam assim.

-- Nojentos.

-- Eu diria frescurentos.

Rimos, fazendo piadinhas.

Clary saiu do quarto, dizendo que ia tirar aquela gororoba do rosto e lavar o cabelo. Eu sabia que ia demorar, então apenas deitei e comecei a mexer no celular, no instagram, respondendo mensagens...

Só fui perceber que Clary estava de volta no quarto quando entrou de calcinha e sutiã, secando os cabelos.

-- Esse conjunto tá bom?

Analisei Clary de calcinha e sutiã rendandos, azul escuro. Ela deu uma voltinha, e eu procurei desviar o olhar dela. Tínhamos intimidade, mas mesmo assim... eu ainda tinha princípios de não olhar a bunda da minha melhora amiga. Era uma falta de respeito, eu diria.

-- Ficou bom. - Coloquei o celular no rosto enquanto ela murmurava que o sutiã a estava incomodando e foi arrumar algo na alça.

-- Pela praticidade eu escolheria um vestido. - Disse ela. - Mas essa calça jeans levanta minha bunda.

-- Qual?

-- Vai se foder, Herondale.

E assim, gargalhamos e ficamos juntos no quarto dela até a hora de seu encontro.


Notas Finais


Best Friends 😁

Postarei o próximo no domingo, ok?

Obg

💛🐺


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...