1. Spirit Fanfics >
  2. Meu mais intenso desejo - Clace >
  3. Algo a mais

História Meu mais intenso desejo - Clace - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


oiieeeee galeraaaa
Mals pela demora, mas aq estamos

Capítulo 12 - Algo a mais


Fanfic / Fanfiction Meu mais intenso desejo - Clace - Capítulo 12 - Algo a mais

Quando acordei, vi que Clary não estava do meu lado. Ouvi música alta vindo lá de baixo. Curioso, vesti minha bermuda e desci as escadas. Parando ao poucos para apreciar a vista de Clary dançando na minha cozinha com apenas minha camisa e sua calcinha.

A ruiva mexia o cabelo de um lado para o outro, balançando os quadris no ritmo da música. Sentia a música com o corpo. Era ridículo e lindo ao mesmo tempo.

Cantou o agudo da música, só para provar que seu negócio era artes e não a música. Mexia os quadris e descia até o chão. Parecia feliz. Riu quando quase derrubou o açúcar no chão. Mexeu no fogão enquanto rebolava de costas.

Só fui perceber que sorria igual um idiota minutos depois, quando Clary se virou e tomou um susto.

-- Bom dia. - Disse sorrindo.

-- Bom dia. - Eu ri. Terminando de descer as escadas, indo até ela. - Tá fazendo o que? - Disse por cima da música.

-- Panqueca. - Respondeu. Ainda dançando quando outro ritmo começou a tocar.

Peguei água gelada, tomando tudo e voltando a aproveitar a ruivinha rebolando em volta do balcão. Ela ria e fazia graça para mim. Me fazendo rir também. A ruiva me puxou para dançar com ela, mas eu queria apenas observá-la. É óbvio que Clary era sensual pra um caralho. Mas era algo diferente que eu sentia. Seu sorriso... suas gracinhas e... algo a mais.

Fiquei só sorrindo igual a um besta enquanto Clary dançava ao redor da minha sala, pulando cantando e rindo.

Eu não queria que aquilo acabasse nunca.

Depois de tomarmos café da manhã, ainda estava tocando música, algo da playlist do spotify de Clary.

Ela me sentou no sofá, e começou a dançar na minha frente.

-- Isso vai ser interessante. - Mordi os lábios, me acomodando.

Ela apenas piscou, rebolando, indo até o chão, depois apoiando suas mãos nos meus joelhos, beijando meu abdômen, meu peitoral e mordendo meu ombro. Eu gemi e fui agarrá-la, mas Clary empurrou minhas mãos, indo até minha boca e me beijando, me arrancando mais um gemido.

Então voltou a dançar na minha frente, ameaçando tirar a camisa. Puta merda, que tesão da porra.

Ela me puxou junto a ela, e então me deitou no tapete, dançando em cima de mim. Caralho, eu estava no paraíso. Ah, eu estava.

Até que meu celular começou a tocar. Xinguei, tirando o aparelho do bolso e atendendo meu amigo de faculdade.

-- Fala. - Respondi, meio a contragosto. Clary desceu rebolandono meu abdômen. Quase na minha virilha.

-- Nossa que mau humor. Aconteceu alguma coisa?

-- Não. - Mordi meus lábios enquanto a ruiva esfregava sua pélvis contra a minha. E o pior, ela jogou a cabeça para trás e arfou.

-- Ah, hm, ok. - Ele tossiu, então parecia que eatava lendo algo. - Já começou a fazer o trabalho?

-- Tô lendo o livro.

-- Ah, eu tava na dúvida sobre a introdução. - Disse ele, assim que Clary se debruçou sobre mim, beijando meu peitoral. Provocando meus mamilos com suas unhas.

-- Eu nem comecei. - Menti. Mordendo a boca e dando um tapa na bunda de Clary. Estava começando a ficar duro. Muito duro.

A ruiva gemeu, afundando suas unhas nas minhas costelas.

-- Ah, ok. Valeu.

-- De nada.

Desliguei. E agarrei a nuca de Clary, devorando sua boca em um beijo intenso.

Até que a campainha tocou.

-- Vai embora! - Gritei. E dei uma mordida no ombro coberto da minha amiga. Que me arranhou em resposta.

-- Querido! Abre! É a mamãe! E o papai!

Clary praticamente pulou de cima de mim, como um gato assustado. Desligando a música nada inocente que ecoava alto pela casa. Torcia para meus pais não terem ouvido.

-- Vou colocar uma roupa. - Disse ela, correndo lá para cima, me jogando a camisa que usava e subindo as escadas correndo, apenas de calcinha.

Gemi de frustração enquanto colocava a camisa e ia abrir a porta.

Muito obrigado, universo.


Notas Finais


ai pqp eu me sinto a pessoa mais pobre e feia do mundo vendo as kardashians, mas eu n consigo parar

Btw

Jace ta sentindo coisinhas pela claryyyy


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...