História Meu meio irmão - Incest Imagine (Min Yoongi) - Capítulo 28


Escrita por:

Visualizações 195
Palavras 1.662
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


( Não tem foto de capa hoje, desculpa)

Boa leitura ❤

Capítulo 28 - Cap. 27


Alguns dias depois


A Sr. Dahyun anda me fazendo companhia ultimamente pelo simples fato de eu estar grávida, ela as vezes me dá brocas por pedir muita comida. Eu me afastei do Yoongi, ele fica confuso quando se aproxima de mim e eu simplesmente me afasto e vou dormir, não estou suportando ficar no mesmo quarto que ele, espero que a minha avó volte logo para a cidade dela para liberar o quarto do mesmo. 

Dias atrás eu dei uma volta na cidade com o Taichi, e foi muito bom, fomos também para um restaurante bem caro, fiquei envergonhada porque ele não me avisou, tive que ir com uma roupa bem simples. Agora eu fui almoçar e resmunguei várias e várias vezes dizendo que estava com a barriga cheia, mas minha avó fez questão de me entupir de comida. Agradeci muito quando terminei o almoço, apenas bebi um suco e fui para a  sala. Minha avó sabia que mais cedo ou mais tarde meus "pais" iriam saber dessa gravidez, então ela resolveu fazer um jantar para dizer para eles, não concordei por um motivo: Yoongi. Sim, ele vai para esse jantar e vai ficar muito chateado comigo, mas tudo bem, se é para o bem dele e do nosso bebê eu faço o que for preciso. Eu não estou com medo da Hyuna, porém, tenho medo do que ela é capaz de fazer para ter ele. Pode ser que ela esteja blefando ou dizendo o que tem coragem de fazer.



(...)



Desligo a televisão, eu estava com fome e precisava de comida, ainda era três e quarenta e cindo da tarde (16:45AM) e eu tinha almoçado as duas e meia (14:30AM), apenas duas horas e quinze minutos tinha se passado, já me desgastei deitada neste sofá. Levanto do sofá e calçei minha sandália, vou "voando" para a cozinha e por sorte era apenas eu naquela cozinha. Abrir o armário e pensei muito antes de pegar dois pacotes de biscoito doce - Com recheio de chocolate -, peguei um prato e despejei os dois biscoitos.

- Acho que está bom... - Me refiro pela quantidade de biscoitos. - Acho que sim.

Derreto um pouco de manteiga e jogo por cima. Vou para a geladeira, pego duas caixinhas de toddynhos, coloquei os dois na mesa e sentei na cadeira. Estava pronta para comer um dos biscoitos, porém alguém chegou.

- Quer? - Ofereço.

- Não, estou sem fome. Que horas chegou? - Diz esfregando os olhos e sorriu se sentando na cadeira à minha frente.

- Ah... Faz algumas horas. - Comecei a comer os biscoitos e rindo de nervoso. - Omma, você está feliz que o Yoongi vai ter um filho?

- Er... Estou. - Ainda sorrindo, pegou um biscoito.

- Ata. - Pego o canudo do toddy e abro. - E o Sr. Min?

- Ele disse que não aceitou muito por ele ser novo ainda, mas eu convenci para ele que Yoongi tinha dezoito anos e já era um adulto. Ultimamente ele mudou muito. - Na última frase, eu à olhei.

-Mudou? Como assim mudou? - Término o toddynho e abro outro.

- Ele anda mais responsável, nem parece o Yoongi de antes que saía à noite escondido. - Ela riu e eu também.

- Tem certeza?

- Lógico. A Hyuna tem sorte.

- ... Por qual motivo?

- Se eles namoram, o Yoongi vai ser bem fiel, assim como o Taichi com você. - Se ergueu para mais perto de mim e beijou minha testa. - Fico feliz pelo seu relacionamento, ele é um menino muito bom. - Sorriu e se levantou. - Vou tomar um banho, a Sra. Dahyun me falou que vai fazer um jantar especial hoje. - Acenei para ela, e ela se retirou da cozinha.


Estou confusa. Será que o filho que a Hyuna tá esperando, não é do Yoongi? Será que o Yoongi realmente não me traiu?


Balanço a cabeça de um lado e para o outro. Término de comer o meu "lanche", não tão alegre como antes... Mas né, fazer o que. Lavei as coisas que tinha usado e vou mais uma vez para a geladeira, eu ainda estava com fome, mas nada me chamava a atenção.


Nada pra comer... Vá tomar no orifício, vou comprar comida!


Subo as escadas e adentre meu quarto, procurei minha bolsa e pego meu dinheiro. Já fora de casa, aceitei meu casado que uso para esconder a gravidez, suspirei por estar andando, ultimamente me sinto um pouco folgada. A Jisoo não ligou para mim, talvez esteja dormindo, ontem eu e as meninas (BoMi, Rosè e Lisa) combinamos de ir comprar as coisas do bebê, comprei várias roupinhas e sapatos... Tão fofos, se eu pudesse levava tudo daquela loja, pena que não pude, pois eu só tinha pouco dinheiro, se minha omma soubesse dessa gravidez, tenho certeza que a mesma iria me dar um pouco mais de dinheiro. Entro no supermercado observo alguns salgadinhos e pego uns três daquele, estava andando tranquilamente, até eu ver o Jin comprando algo.

-JIN! - Grito fazendo ele me olhar e sorrir, ando apressadamente até o mesmo e lhe dou um abraço.

- S/N! - Ele retribuiu o abraço e me olhou. - Como está o bebê? - Pegou algumas coisas na prateleira e botou no carrinho.

- Ele está bem, completou quatro meses ontem. - Sorrir. - O que está comprando?

- Agora deu pra mim ser dono de casa. O Tae voltou a morar sozinho e resolvi morar com ele, Namjoon também quis morar com a gente.. - Suspirou. - Você não sabe como é cansativo cuidar de duas crianças! - Disse indignado.

- Coitado de você! - Começo a rir.

- Olha, não ria por que quando seu filho começar a bagunça a casa, não me chame para tomar conta. -Começou a andar.

- Ah não, ele não vai ser bagunceiro, vai ser um garoto comportado. - Coloco os sacos de pipocas no carrinho que o mesmo carregava.

- ATA. - Olha os salgadinhos no carrinho. - Quanta intimidade!

-Estão pesados. - Fiz uns gestos com os braços.

- Ta, folgada. - Começou a sorrir e revirou os olhos.

Quando saímos do mercado, entramos e coloco algumas das compras no fundo do carro, abrir uma caixinha de toddynho, logo começo a beber.

- Já é o segundo toddynho que você bebeu hoje... - Negou com a cabeça rindo.

- Quarto. - Corrijo.

- Nossa! - Se engasgou. - Essa gravidez está te fazendo bem, né? - Diz rindo e ligou o carro.

- Sim. - Sorrio.



(...)



Depois de alguns minutos, chegamos na antiga casa do Tae. Sair do carro com algumas compras que estava na parte de atrás do carro. Carreguei as compras ate a entrada da casa e Jin abriu a porta para mim, logo pegou as sacolas da minha mão.

- Hey! - O repreendi.

- Deve estar pesado. - Diz entrando, eu vou logo atrás dele.

Passamos pelo corredor e entramos na sala, observo que a sala estava toda arrumada. Só o que não caía bem, era um cheiro de queimado, deduzi que vinha da cozinha, comecei a rir baixo quando vejo a cara feia que o Jin fez. Andamos até a entrada da cozinha e vejo a cena mais engraçada. Era o Namjoon assoprando dentro de uma panela, enquanto o Taehyung limpava o chão com a mão. Jin olhou para eles com um olhar mortal e eles, em um rápido movimento rápido, eles olharam pra gente e forçou um sorriso, Namjoon vem até a gente e Tae se levantou e ficou no lado do primo.

- Namjoon, o que é isso? - Perguntou respirando fundo.

- Nada de mais! - Forçou outro sorriso.

- Estávamos fazendo pipoca. - Tae diz calmamente.

- Então cadê a pipoca e... Por que o chão ta assim? - O encarou.

- A pipoca queimou... - Nam hesitou.

- E o chão...? - Franziu a testa esperando ele continuar a falar.


- Sem querer deixei o óleo cair. - Engoliu em seco.

- Okay. Quem mandou vocês fazerem a pipoca. - Fala devagar, parece que se controlava para não ter um ataque.

- Eu vou explicar. Assim, você saiu para fazer compras, mas demorava muito e estávamos morrendo de fome, então pensamos em fazer uma pipoca. Estava indo muito bem, mas um retardado chamado Kim Taehyung deixou cair o óleo que eu botava na panela. - Cruzou os braços.

- A culpa não é minha se você demora mil anos só pra colocar óleo na panela! - Revidou cruzando os braços.

- Eu estava calculando a quantidade, seu tonto!

- Que ser humano calcula a quantidade de óleo para fazer uma pipoca?!

- CHEGA! - Jin gritou, eu apenas ria com a situação. - Não ta vendo que temos visita? Sejam educados pelo menos. - Suspira e empurra eles dois que estava na nossa frente. Eles olharam para mim incrédulos.

-Olá, S/n. - Tae fala descruzando os braços e sorriu.

- Oi, S/n. - Nam sorrio e me abraçou.

- Oi para vocês. Tem nem uma pipoca para comer? - Falo com sarcasmo e começo a rir.

- Encima do fogão. Aceita queimada? - Jin falou alto.

- Não, obrigada. - Sorrir.

- Agora vai começar a rir da gente? - Tae diz.

- Talvez. - Digo me sentando na cadeira.

- Aish! - Pegou o celular no balcão. - Vou me arrumar, vou sair com a sua amiga. - Olhou para mim.

- A Lisa? - Indaguei desacreditada.

- Sim. - Deu um sorriso bobo e saiu da cozinha, pulando e cantando uma música sem sentido.

- Ah! - Coloco a mão na boca. - Aquela vaca nem me falou nada. - Fiz bico.

- Você não sabia? - Jin olhou para mim. - Eu fui o primeiros do namoro.

- Oi? Quê? Como? Namoro? - Pergunto alto, mas quando ele ia responder a companhia tocou. - Ah... - Resmungo. - Deixa que eu abro. - Levantei da cadeira e sair da cozinha, em pouco tempo já estava com com a mão na maçaneta da porta de entrada. Após eu abrir, arregalo os olhos ao ver quem era a pessoa.

- O que está fazendo aqui? - Perguntei, séria, mas com o coração acelerado.


Notas Finais


O que acharam?
Comentem ou favoritem PLEASE!
Falando em favoritos, quero agradecer de coração pelos fav's e comentários, vocês são uns amores de pessoas ❤

Me desculpem pelos erros, o cap não foi revisado :3

( Gente, quando na fic estiver "Sra. Dahyun" eu quero me referir a avó do Yoongi, que tbm é a avó dela, Okay?)

Eu sempre prometo que vou postar um capítulo maior e etc, realmente está sendo um pouco difícil de escrever e postar, meu cell quebrou e não é sempre que minha mãe deixa eu pegar o dela...

SETEMBRO CHEGOU, MEU MÊS!

Mano, o aniversário do nosso Kookie passou e logo temos o do nosso líder mais amado 😍

Aaaté o próximo capitulo :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...