História Meu meio irmão - Shawn Mendes - Capítulo 46


Escrita por:

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Shawn Mendes
Visualizações 375
Palavras 754
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ainda estou sem celular galera, mas vou tentar trazer capítulo o mais rápido possível.

Capítulo 46 - Forty six


capítulo anterior

— Querido Mendes, você é tão gostoso e não tem ninguém? – perguntou de um jeito sexy mordendo os lábios, apenas neguei com a cabeça. — Meu Deus! Eu preciso que você me foda, e com força. Me faça gozar, Shawn Mendes! – falou descendo sua mão até meu pau o alisando. — Wow, parece ser grande. – ela sorriu e me deu um beijo.

Eu não queria aquilo, mas porra ela era gostosa pra caralho e Amanda não iria me satisfazer tão cedo..não posso dispensar não é mesmo?

agora

- Mendes, Mendes.. Eu estou me entregando pra ser sua submissa, faça o que quiser comigo. Agora! - diz ela.

- Com todo prazer! - sorri maliciosamente.

Comecei a beija-la rapidamente, minhas mãos descia por todo o seu corpo até chegar na sua boceta. Fiz movimentos rápidos ainda por cima da calcinha, ela já soltava gemidos entre o beijo. Começamos a tirar nossas roupas sem parar de se beijar, lhe deixei apenas de roupas íntimas e eu fiquei apenas de cueca.

Parei de beija-la e a coloquei em cima da mesa, tirei sua calcinha e abri suas pernas. Passei a lingua devagar por toda a região e ela soltou um gemido. Meus movimentos não eram tão rápidos nem devagar, na medida certa para ela enlouquecer.

- vai logo com isso, eu imploro. - diz ela gemendo.

Levantei e lhe deu um beijo, abaixei minha cueca e a desci da mesa. Coloquei seu corpo sobre a mesa e enterrei meu pau em sua boceta, por incrível que pareça ela é bem apertada. Comecei a dar estocadas leves, mas logo foi aumentando o ritmo, Sophia gemia bastante e aquilo era excitante demais. Enrolei alguns fios de seu cabelo em meu punho e puxei para trás deixando sua boca entreaberta. Ela gemia demais e às vezes duvidava que aquilo realmente era real.

A peguei no colo e lhe beijei loucamente, me direcionei até a sala e a joguei no sofá com brutalidade. Me pus em cima dela e enfiei meu pau em sua boceta começando a estocar rapidamente. Ela apertava seus próprios seios e gemia alto, de vez em quando levava sua mão até seu clitóris, acariciando o mesmo.

Após um bom tempo nessa posição, finalmente mudei eu me deitei e ela ficou em cima, e começou a subir e descer rapidamente. Suas mãos estavam em meu peitoral para ajudar a se equilibrar. Rapidamente eu cheguei ao meu limite, lhe coloquei de joelhos e me masturbei jorrando meu gozo em sua boca, ela engoliu cada gota.

Fui até a cozinha e me vesti quando voltei ela estava deitada no sofá, mas quando me viu se levantou rapidamente ainda nua.

- Dorme aqui, já está tarde mesmo. Amanhã eu te dou uma folga e você pode ir pra casa. - falou vindo até mim, e depositou beijos em meu peitoral.

Seria uma ótima idéia, aliás eu estava muito cansado e com sono, mas tenho certeza que quando eu chegar em casa Amanda vai falar um monte em meu ouvido.

- Não sei se é uma boa idéia. - falei tentando se afastar.

- Não me negue esse pedido Mendes, eu imploro. Vamos para meu quarto e dormimos. - ela segurou minhas mãos e olhou fixamente para os meus olhos.

Não tem como negar, ela é gostosa e linda para caralho.

- Tudo bem. - sorri e lhe deu um beijo.

Ela foi até a cozinha pegar suas roupas e eu fui para o quarto já que ela mandou, após uns minutos ela apareceu e deitou-se ao meu lado. Ela deitou em meu peitoral e colocou uma de suas pernas nas minhas, logo adormeceu assim como eu.

Amanda Hummer

Já são quase três horas da manhã e nada do Shawn chegar, eu realmente estou preocupada e meu pai já estava dormindo eu não vou acorda-lo.

Ele não dá um sinal de vida já liguei e mandei diversas mensagens, mas sem sucesso ele não atende e nem responde. O único lugar que poderia estar era com a sua chefe, Sophia, mas ele não seria capaz de transar com ela.. não é? Eu estou esperando um filho dele e ele não pode fazer isso comigo.

Subi para o meu quarto já que eu estava na sala a um bom tempo, estou morrendo de sono, estou cansada. É o início da gravidez, mas estou me sentindo exausta. Deitei-me na cama com o celular na mão com a esperança de a qualquer momento receber uma mensagem ou ligação do Shawn, mas infelizmente eu acabo dormindo sem querer. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...