1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Meio Irmão (Harry Potter) >
  3. Choros e Lamentos. Mais um Ano.

História Meu Meio Irmão (Harry Potter) - Capítulo 42


Escrita por:


Notas do Autor


eaeeee??? Bom diaa

pela tarde de hoje, estarei postando o primeiro capítulo de início a Ordem da Fênix. Sim, meu favorito.

espero que gostem.

Boa Leitura!!!

Capítulo 42 - Choros e Lamentos. Mais um Ano.


— Hoje, não se há o que se lembrar— ouvimos Dumbledore dizer— foi uma perda muito grande...

Estávamos todos reunidos no salão principal, para ouvir o que o diretor tinha dizer sobre e claro uma breve despedida de Cedrico. Não se havia mesas, apenas milhares e milhares de cadeiras. Sem ordens de casas ou escolas, apenas misturados e respeitando o momento.

— Ele era como todos sabem, excepcionalmente esforçado e infinitamente justo o mais importante um amigo muito, muito leal. Acho que por isso vocês têm o direito de saber exatamente como ele morreu— todos esvutavamos atentos suas palavras— sabem, Cedrico Digory foi assassinado por Lord Voldemort— e assim começaram os sussurros de muitos, sem acreditar no que acabaram de ouvir— o ministério da mágia não queria que eu lhes contassem, mas não dizer isto seria um insulto a sua memória. A dor, que todos sentimos me faz lembrar que embora venhamos de lugares diferentes, falemos línguas diferentes os nossos corações batem como um só. A luz dos recentes acontecimentos. Os vínculos de amizade que fizemos este ano, serão mais importantes do que nunca. Lembrem-se disso e Cedrico Digory não terá morrido em vão. Lembrem-se disso, iremos honrar um rapaz que foi gentil, honesto, corajoso e leal até o último momento.

Voltariamos todos para casa, afinal havíamos chegado ao fim. Não se havia animação, não se havia alegria mais, Hogwarts estava em uma verdadeira tristeza profunda, nada havia graça neste momento. Até mesmo ao lado de fora do Castelo, estava um silêncio absoluto.

Dessa vez, eu iria voltar para a casa de Tia Andromeda. Meu pai já havia conversado com a mesma e eu não passaria as férias este ano aqui.

Eu estava indo me despedir do mesmo, que me esperava em sua sala neste momento. Okay que não havíamos conversando tanto desde aquele dia em que o enfrentei, mas agora eu só precisava dele.

Entro em sua sala e o mesmo estava encostado sobre sua mesa ao vê-lo, não pude me conter. O abracei fortemente.

— Eu espero que mesmo com os ocorridos, você se divirta com a Tonks e Andromeda— me afundo em seus braços
— Quando eu vou te ver?— pergunto
— Eu não sei Serena, mas eu te enviarei uma carta e marcaremos tudo bem?
— Por que não poderei ficar este ano?
— Apenas, estarei garantindo sua segurança.
— Mas, segurança? Em que?
— Serena, não me questione, eu não posso te contar tudo, você sabe.
— Eu vou sentir sua falta. Todas as vezes parece que será a última.
— Mocinha, não pense assim, por que sempre seria a ultima se estou aqui?— pergunta
— Eu não sei, mas sempre sinto que o senhor tenta me assegurar de algo muito ruim, eu não sei o que é. Eu não sei do que se trata, mas apenas sinto. Me diz que estou errada.
— Serena...— se afasta e limpa meu rosto— não tem absolutamente nada de ruim, garanto a você— e mesmo assim eu não sentia sinceridade, mas preferi acreditar— você precisa ir, se despedir dos outros. Todos já estão de partida.
— Tudo bem— respondo e pego as minhas coisas que estavam no chão
— Serena...— me viro antes de fechar a porta— eu amo você— sorrio
— Eu também te amo papai.

No pátio, todos os alunos estavam se despedindo dos alunos da Bulgária e da França. Eu e Harry andávamos de mãos dadas observando, ele parecia um pouco melhor agora. Eu queria reconforta-lo e claro por mim ele nem voltaria para o mundo dos trouxas, ficava aqui perto de todos nós.

Aplaudimos as alunas da academia Beauxbatons, que caminhavam graciosamente até as carruagens e claro logo atrás vinham os alunos de Durmstrang.

Nos separamos e Rony e Hermione logo se aproximaram.

— Acham que teremos um ano tranquilo em Hogwarts?— Rony pergunta
— Não— Hermione respondemos juntas
— É, foi o que eu pensei— diz sorrindo— a vida não tem graça sem alguns dragões.
— Agora tudo vai mudar? Não vai?— Hermione pergunta
— Certamente sim— respondo
— Vai— Harry carinhosamente segura sua mão
— Prometam me escrever nas férias? Vocês três— pede
— Eu não— Rony responde— sabe que eu no escrevo.
— Harry vai, não vai?— pergunta
— Aahh vou, toda semana— ele estava mentindo óbvio
— Serena...
— É mais fácil eu dar notícias a você só que eles dois.

Paramos em frente ao muro que tinha como vista o lago. Ficamos parados observando as carruagens que sumiram entre as nuvens e o grande barco que se afastava das margens. Mais um anos havia terminado, claro não do jeito mais calmo que imaginávamos, mas concluímos.


Notas Finais


espero que tenham gostado.

Até a próxima!!!♥️🦁


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...