1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Meio Irmão (Harry Potter) >
  3. A Ordem da Fênix

História Meu Meio Irmão (Harry Potter) - Capítulo 44


Escrita por:


Notas do Autor


Hello, hello????

Finalmente pessoas, chegamos na parte que eu mais gosto. Preparados para se estressarem com a Umbridge?

Espero que gostem.

Boa Leitura!!

Capítulo 44 - A Ordem da Fênix


Pela primeira vez na minha vida eu estaria a mentir para meu pai e minha Tia, apenas Dora sabia a verdade sobre onde eu iria e claro ela que buscaria Harry junto de outros membros que um dia fizeram parte da ordem.

Gina havia me enviado uma carta no qual ela perguntava se eu poderia passar alguns dias em sua casa, mas claro anteriormente eu já havia recebido outra e a verdade e que encontrariamos Harry.

Já estávamos a caminho, a chamada "A Ordem da Fenix", uma sociedade secreta criada por Dumbledore para combater você-sabe-quem no passado, mas pelos os últimos ocorridos foi resgatada.

Ficamos todos sabendo que Harry havia sido acusado por ter usado magia fora de nosso mundo, mas ele foi atacado por dois dementadores o que me faz me perguntar. O que dois dementadores estavam fazendo fora daqui? Isso é muito estranho na minha opinião.

Bom, Dora havia me trazido até a sede e me deixado sobre a responsabilidade do senhor e da senhora Weasley. Meus amigos estavam aqui, os gêmeos estavam aqui e claro Sirius Black é óbvio.

Largo Grimmauld, 12. Esse é o endereço da Nobre Casa dos Black, a família de Sirius Black, local no qual eu estava e escolhido anos atrás por Dumbledore para ser a sede da Ordem da Fênix. Dora só me contou recentemente que voltariam, mas que eu precisava manter isso em segredo ninguém pode saber, nem mesmo o Draco. Ela me disse que após a morte da família Black so estou Sirius e claro o elfo- doméstico velho e rabugento, que a alguns minutos havia encontrado. Seu nome, Monstro.

Para proteger o local, Dumbledore tomou algumas precauções como: proteger a casa apartir do feitiço Fidelius, que esconde um segredo em uma única pessoa viva e somente está pessoa e a quem ela irá contar, pode saber este segredo, não há nenhum jeito de qualquer outra pessoa saber.

A sede é escondida e escondida dos olhos dos curiosos. Ela desaparece e aparece a medida que alguém quer entrar nela. Quando alguém quer entrar nela a casa aparece do nada entre as casas n°11 e 13 empurrando-as para o lado. Magicamente vamos dizer.

Aqui foram formados por bruxos muito poderosos que andam trabalhando a todo vapor para que os planos de você-sabe-quem não se concretizem, e claro impedir que ele reorganize um exército com Comensais da morte, igual eu acredito que esteja acontecendo.

Eu perguntei a Dora quem fez parte deste grupo e a maioria já tinha conhecimento sobre e claro de alguma maneira já conhecia. Dora é uma delas claro, tivemos Alastor Moody que era para ser meu professor, mas houveram alguns problemas no quais já sabemos. Arabela Dora Figg, pelo o que fiquei sabendo ela é um aborto. O senhor e a senhora Weasley e dois de seus filhos também, Carlinhos e Gui.
Madame Olímpia Maxime, essa já conhecemos. A professora Minerva, de objetivos sigilosos. O Hagrid também foi, assim como o ex professor Lupin e Sirius. Houveram outros nomes que Dora me contou, porém eu não conheço pelo o visto.

A antiga ordem, Pettigrew, Tiago Potter e minha mãe como integrantes, mas como todos sabemos a maioria não está mais aqui.

Com todas essas informação eu fiquei pensando, é mais fácil eu saber algo sobre o passado de minha mãe através de outras pessoas do que pelo o meu próprio pai. Eu não consigo acreditar que ele não saiba de algo tão grande assim sobre ela.

— Harry deve estar frustrado com todos nós— Hermione diz
— E com razão— Rony concorda
— Porém, não tínhamos o que fazer— falo
— Pessoal— ouvimos Fred dizer— não se preocupem.
— Foi para o bem dele— Jorge completa

A geminalidade Weasley como sempre, alegres e cativantes e claro aprontando.
Ouvimos alguém se aproximar e logo os gêmeos sumiram os mesmos já podiam usar magia fora de Hogwarts. Ouvimos alguém se aproximar, subindo as escadas devagar e logo abrir a porta.

— Harry!— Hermione ao vê-lo rapidamente o abraça— você está bem?— pergunta e concorda— ficamos sabendo do ataque dos dementadores. Você precisa nos contar tudo.
— Se acalme Hermione, deixe-o respirar.
— Serena? O que está fazendo aqui?— pergunta e me aproximo
— Dora me trouxe. Harry me desculpe por não ter mandado noticias— peço enquanto o braço
— A audiência no ministério— Hermione estava eufórica— isso é um absurdo. Eu já pesquisei e não podem expulsar você. Isso seria injustiça.
— Tem acontecido muitas injustiças— se afasta— mas, que lugar é este?— pergunta
— Aqui é a sede da ordem da fênix— Rony responde enquanto Harry analisava o quarto
— É uma sociedade secreta. Dumbledore criou para lutar contra você-sabe-quem— Hermione continua
— Não poderiam ter enviado pelo menos uma carta?— ele estava bravo com todos nós
— É complicado— falo
— Eu passei o verão todo sem notícias.
— Nós iríamos escrever Harry— nos olhávamos tristes— queríamos sim. So que...
— O que?
— Dumbledore não deixou— termino e o mesmo parecia surpreso
— Ele nos fez jurar que nao contariamos— responde
— Dumbledore disse isso?— afirmamos que sim— mas, por que ele queria me deixar no escuro? Talvez eu podesse ajudar, afinal foi eu quem viu Voldemort retornar. Foi eu quem lutou com ele e quem viu Cedrico ser morto!— no mesmo instante Fred e Jorge surgiram um ao lado do mesmo
— Harry!— Jorge diz
— Pensamos em ter ouvido sua voz— Fred parecia tentar mudar de assunto ou não
— Não reprima sua raiva Harry— Jorge aconselha— desabafe.
— Enfim, agora que já deu a bronca.
— Você quer ouvir uma coisa mais interessante?— Jorge pergunta

O mesmo retira de seu bolso uma orelha e desconfio que seja mais uma invenção dos gêmeos.

— O que é isso?— pergunto
— Extensão de orelha— Fred responda
— Ela parecem longos fios da cor da pele— mostra o fio
— Você enfia um lado em seu ouvido, e pode ouvir o que está acontecendo do outro lado do fio— sorrio
— Brilhante— falo
— Obrigado— agradecem juntos

Estávamos todos na ponta da escada, enquanto Fred segurava o fio e todos tentávamos ouvir.

— Fique quieto— Hermione sussurra para Rony
— Olá Gina— diz Harry ao vê-la
— Quanto paternalismo— parecia ser meu pai
— O que?— olho para Harry
— Talvez Potter seja criminoso que nem o padrinho— eu tentava ouvir atentamente estranhando e tentando reconhecer
— Ora, fique fora disso Ranhoso— ouvimos a voz de Sirius
— O Snape faz parte da ordem?— Harry pergunta e todos me olham
— O que foi?— pergunto— vocês acham mesmo que ele me contaria algo assim? Eu fiquei sabendo desse lugar a algumas horas atrás e pela Dora.
— Idiota— diz Rony e logo me olha pedindo desculpas
— Tudo bem— sussurro

Vemos Bichento se aproximar da orelha. Pelo o jeito ele estava curioso e mais um pouco pegava.

— Olhem!— diz Fred— ele vai pegar.

E assim ele fez. Fred tentava puxar o fio, mas Bichento já havia pegado e não soltaria.

— Bichento!— Hermione tentava chamar sua atenção— larga! Larga isso! Sai daí.

Todos começamos tentar chamar sua atenção para que soltasse, mas uma tentativa em vão. O fio arrebentou e Bichento levou a orelha embora.

— Hermione eu odeio seu gato— diz Rony indignado
— Bichento feio— diz

A senhora Weasley logo aparece abrindo a porta novamente. Isso era um sinal de que a reuniãozinha que estava ocorrendo no andar de baixo havia terminado.

— Crianças venham!— grita

Descemos todos correndo e claro os gêmeos abusando de sua magia que agora eram permitidos usar. Os dois assustam sua mãe aparecendo ao lado da mesma.

— Só porque vocês podem usar mágia, não quer dizer que precisam usar a varinha para tudo!— vemos a senhora Weasley repreendendo os filhos com leves tapas
— Oi mãe— diz Gina indo para a cozinha

Vou para cozinha junto com Gina. Sirius e Remus esperavam Harry, acho que conversarem.

Sentamos todos sobre a mesa, eu ao meio de Dora e Gina, que agora mostrava as suas habilidades metamorfomagas para todos, arrancando risadas principaentes minhas e de Gina.

— Eu não entendo— diz Harry a Sirius— o que o ministério da mágia tem contra mim?
— Mostre— Alastor se a próxima de Sirius e pede— ele vai descobrir mesmo.

Todos haviam ficado quietos, denunciando que havia algo de errado acontecendo a Harry, que ficou ainda mais perdido.

Quim entrega a Harry o jornal do profeta diário e se me lembro bem, era sobre a matéria "Menino que mente".

— Eles vêm atacando Dumbledore também— acrescenta Sirius a informação— Cornélio está tentando usar o profeta diário para sujar quem quer que seja que tenha dito que o Lord das Trevas tenha retornado.
— Mas, por que?— Harry pergunta
— O ministério acha que Dumbledore quer tomar seu poder no ministério— Remus responde sua pergunta
— Mas que mentira, ninguém em perfeita condição acreditaria— Harry começará a se exaltar
— É exatamente isso, ele está com medo. O medo obriga as pessoas a fazerem coisas terríveis Harry. A última vez que Voldemort tomou o poder ele quase destruiu tudo o que mais prezamos...— o silêncio absoluto reinava sobre todos nós, enquanto ouvíamos Remus contar o que nada vez mais me deixava com medo— eu temo que o ministro vá fazer todo o possível para admitir a terrível verdade.
— Achamos que Voldemort...— olhamos todos para Sirius— quer reunir o exército outra vez. A catorze anos ele comandava muita gente não só o poder, bruxos, mais várias criaturas das trevas. Ele anda recrutando muito, mas reunir seguidores não é o único interesse dele.

O senhor Weasley parecia desconfortável com a conversa, parecia haver algo a mais, quer dizer muito mais.

— Acreditamos que...que Voldemort está atrás de uma única coisa— havia várias pausas em sua fala e demonstrava receio
— Sirius...— Alastor o chama
— Uma coisa que não conseguiu da uma última vez.
— E seria uma arma?— Harry pergunta
— Não!— A senhora Weasley interrompe— já chega. Ele é só um menino— caminha em direção ao Harry e paga o jornal que estava em sua frente— se disser mais é o mesmo que induzir ele a entrar na ordem.
— Ótimo— diz Harry— eu quero entrar. Se Voldemort está agindo assim eu quero lutar— responde

Harry não sabia o que estava falando, quer dizer não parece ser tão fácil assim, não é algo que seja tão simples.

– Então...


Notas Finais


espero que tenham gostado.

Até a próxima!!!♥️🦁


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...