1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Meio Irmão (Harry Potter) >
  3. Expecto Patronum

História Meu Meio Irmão (Harry Potter) - Capítulo 58


Escrita por:


Notas do Autor


Boa madrugada pessoas.

Vocês estão bem? Eu estou maravilhamente bem e anciosa.

Antes de lerem esse capítulo, sei que vocês farão perguntas sobre , talvez quer dizer, mas vou deixar que você leiam.

Bom, espero que gostem e boa leitura!!

Capítulo 58 - Expecto Patronum


Começamos a manhã amedrontados com o profeta diário. Dez prisioneiros de Azkaban altamente periculosidade no início da noite de ontem, haviam escapado. O primeiro ministro trouxa foi avisado deste grande perigo e agora temos uma suspeita de que a fuga foi feita por um homem com experiência pessoal em fugir de Azkaban e para a nossa maior revolta, Cornélio colocou Sirius como culpado. Isso é óbvio que é obra de você-sabe-quem, mas mesmo assim ele continua negando e prefere culpar outro que não tem absolutamente nada haver. Hipócrita.

Um dos fugitivos, eu já ouvir falar algumas vezes e claro ela é prima de Sirius e tia do Draco infelizmente. Estou falando de Bellatrix Lestrange. Todos já sabiam destas notícias e como sempre estávamos preocupados mais uma vez.

— Harry— ouvimos Simas chamar após entrarmos no salão principal— eu queria te pedir desculpas. Agora até a minha mãe diz que a versão do profeta não faz sentido. O que eu estou querendo dizer é que, eu acredito em você— uma grande surpresa

Mais tarde e havia resolvido acompanhar Harry até a sala precisa antes que todos chegassem para continuar as aulas. Passamos em frente ao banheiro feminino e assim que ouvir alguém se aproximando nos apressamos, porém não era ninguém mais e ninguém menos que Charlotte e Astoria, fiquei olhando para atrás e as duas estavam com cara de suspeitas, mas nem notaram que havia alguém a mais nos corredores.

Enfim, entramos na sala precisa e para a nossa surpresa, Neville já estava nela e de frente para um dos espelhos encarando algumas notícias que haviam sido retiradas de jornais.

Ficamos ao seu lado de frente para o espelho, ele estava abatido por algo.

— A catorze anos, uma comensal da morte. Bellatrix Lestrange, usou a maldição cruciatus nos meus pais. Ela os torturou, para eles falarem, mas eles não abriram a boca— olhávamos a fotografia da antiga ordem da Fênix— me orgulho de ser filho deles. Mas, não estou pronto ainda para que todos saibam— anteriormente Harry havia me contado sobre isso
— Vão se orgulhar de nós Neville, eu prometo— diz Harry

Finalmente havia chegado o dia que eu tentaria conjurar o feitiço no qual eu tanto esperei. O feitiço do patrono.

— Pensem em uma lembrança bem forte. A mais feliz que tiverem— seguravamos nossas varinhas, todas erguidas para cima— permitam que ela preencham vocês— eu tentava pensar em algo que realmente me fez feliz, eu não sabia ao certo o que pensar, era tantas coisas— Simas continue tentando— vejo Harry se aproximar dos gêmeos
— O patrono corpóreo, é o mais difícil de reproduzir, mas escudos também são muito úteis para uma variedade de oponentes.
— Fantástico Gina!— Harry diz ao ver que a mesma havia conseguido, um lindo cavalo surgir
— Lembre-se, seu patrono só protege você enquanto estiver concentrado.

Eram tão bonitos, admirável. Vejo Charlotte conseguir de primeira e sorrio, ela parecia encantada com seu patrono.

Harry se aproxima e sorrio, o mesmo fica atrás de mim.

— Balance sua varinha devagar— diz e concordo
— Expecto Patronum!— agito e vejo uma fumaça prateada surgir e em seguida se formar uma corça
— Parabéns Serena!— Harry diz
— É uma corça— a vejo correr me rodeando
— Que bonito— ouço Arabella dizer

Continuo impressionada vendo meu patrono, mas logo vemos todos os patronos presentes na sala desaparecerem e um barulho alto se aproximar, estranhamos e ficamos todos quietos.

Assim que vimos um dos espelhos ser quebrado em pedaços, um barco se revelou. Nigel e Harry se aproximaram e os dois se viraram para nós assustados.

No mesmo instante um elfo surgiu na sala, claro era o Dobby, ele estava nervoso e eufórico.

— Dobby?— Harry o chama— o que está fazendo aqui?— pergunta
— Dobby, meu senhor, foi avisado, mas os elfos também foram avisados para não contar.
— Contar o que?— prestavamos atenção
— É...ela...— apontava
— Umbridge?— Harry pergunta e o mesmo concorda— Corram todos! Saiam daqui— grita 


Notas Finais


Eae? Vamos lá?

Todo mundo sabe que o Patrono está ligado de alguma forma a personalidade e ao emocional, e claro para quem sabe da história, temos um grande exemplo disso que é o Snape. Seu patrono é uma corça, o mesmo que o de Lily. Por conta de der extremamente apaixonado por ela, então está ligado a uma questão emocional, porém eu pensei sobre a Serena, poderia ser a mesma coisa, mas é claro pelo o fato dela estar ligada ao pai, emocionalmente e claro de uma maneira sanguínea. Por tudo o que faz antes e sempre pensar no que o pai achará ou não, mesmo passando por cima de suas ordens e tals.

Mas enfim, eu criei outra teoria também, mas não sei se faz muito sentindo que é sobre a mãe dela e o desejo que ela sempre teve de tê-la por perto, mas obviamente impossível e também por causa de nosso Harry. Dizem que alguns patronos tem a forma de casais, como a de Lily e Tiago, que eram um cervo e uma corsa, então pensei também sobre o de Harry ser um cervo e a Serena, por ter esse vínculo imenso com ele, então seu patrono ganha a forma de uma corça.

Acho que já chega, tem três possíveis explicações e até eu fiquei em dúvida, mas espero que tenham gostado e até a próxima!!♥️🦁


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...