1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Meio Irmão (Harry Potter) >
  3. Apenas Mais Um Aviso

História Meu Meio Irmão (Harry Potter) - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


hiiii??

bom dia, boa tarde boa noite.

eu escrevi esses capítulos ansiosa ora posta, meu Deus kkkkk

boa leitura!!

Capítulo 8 - Apenas Mais Um Aviso


– Mais Harry, pensa não é muito coincidência?— Hermione pergunta
— Exatamente Harry, você não acha estranho?— pergunto
— Acha que eu deveria ter contado?— pergunta– para o Dumbledore e para os outros professores?
— Você está maluco?— Rony perguntou
— Não Harry até mesmo no mundo da mágia, ouvir vozes não é um bom sinal— Hermione afirma
— Eu acho melhor ir, devem estar me esperando— falo ao vê-los subirem as escadas
— Tudo bem— Harry diz— boa noite Serena.
— Boa noite Harry— falo
— Até depois Serena— Rony acena
— Até.
— Não tão rápido mocinha— ouvimos a voz de meu pai

Os três logo subiram correndo sem ao menos ver o que aconteceria. Me viro devagar dando de cara com o mesmo.

— Oi pai...— falo
— Quero conversar com você— diz
— Tudo bem...— olho para atrás

Por incrível que pareça, não estávamos sozinhos. O diretor e a professora McGonagall também estavam acompanhando meu pai.

— Não a deixe que durma tarde Severo— a professora diz— amanhã ela já começa com transfiguração— sorrir
— Eu não ficarei por muito tempo com ela, será rápido. Ela precisa descansar, não é mesmo?— pergunta
— Sim— respondo
— Boa noite Severo— Dumbledore diz enquanto acompanha a professora McGonagall— boa noite Senhorita Snape.
— Boa noite diretor— aceno

Ainda haviam alguns alunos da Sonserina pelos corredores e outros que também não eram, conversando.

Entrei na sala de meu pai, enquanto o esperava fechar a porta. O vejo retirar sua capa.

— O que o senhor tem a me dizer?— pergunto
— Eu não sou de pedir mais de uma vez, então, será a primeira e última— o vejo suspirar— não quero você perto de Potter e de seus amigos, eles são problema.
— Mas papai, Harry é meu irmão. Vocês me apresentaram a ele e agora o senhor não quer eu perto dele?— pergunto de braço e cruzados
— Você perto deles é se envolver em muitas confusões. Não quero que seja prejudicada— não respondo— Serena, Potter tem uma grande facilidade em se meter aonde não é chamado, então não quero você perto, para que evite problemas como o de hoje— continuo sem dizer nada— eu quero te ouvir.
— Tudo bem papai...— respondo
— Antes que eu deixe você ir. Eu quero saber uma coisa— eu continuava de cabeça baixa— Serena quando eu estiver falando com você, olhe para mim, estou aqui não embaixo da mesa.
— Me desculpe papai— tento me segurar

Desde pequena, meu pai sempre teve um olhar intimidador, no qual eu nunca consegui me manter. Eu me lembro sempre, da pessoa confiante no qual ele me passava ser, era diferente comigo, mas eu também nunca quis testar a paciência dele. Pois, por mais que não vivemos juntos com frequência, ainda sim ele esteve responsável por muitas coisas sobre mim até agora e uma delas foi me repreender e dessas poucas vezes, não quero mais.

— Sobre o Potter, eu queria saber algo e espero que você não minta— apenas concordo— algo aconteceu com ele antes de encontrarmos vocês?— pergunta

Eu tento ao máximo não parecer estar mentindo, mas ele sempre consegue arrancar a verdade de mim. Não poderia contar, porque não depende de mim e muito menos se trata de algo sobre mim.

— Não papai, não havia acontecido nada com Harry antes do senhor encontrar nós— tento responder com serenidade
— Você tem certeza que está falando a verdade?— sinto a minha respiração começar a falhar, mais um pouco e eu entrego— sabe muito bem que se por acaso estiver mentindo, eu descobrirei de qualquer forma.

O que mais me assusta nele é como ele consegue se manter calmo, em qualquer situação, quer dizer em todas que presenciei até agora.

— Sim papai, estou dizendo a verdade— respondo por fim
— Tudo bem, pode ir Serena— suspiro aliviada— mas antes— para em minha frente— não encare isso como algo ruim, só estou preocupado, entende?— pergunta
— É compreensível que o senhor esteja preocupado. Na primeira semana de sua filha, ela já foi pega em uma cena suspeita— me abraça
— Boa noite...

Enquanto voltava para a sala comunal, Draco estava deitado sobre o sofá da sala com seus amigos e ao me ver, sua expressão já denunciava alguma piadinha.

— Então Snape? Como foi com o diretor?— pergunta— o Potter foi expulso?
— Não Malfoy— reviro os olhos— inocente até que se prove ao contrário.
— Vindo de um nascido de uma sangue ruim, eu duvido muito— sinto meu sangue ferver ao ouvir aquilo

Rapidamente me aproximo e o empurro, Goyle e Crabbe se aproximaram me afastando do mesmo.

— Você nunca mais se refira a minha mãe desse jeito!— falo começando a me descontrolar totalmente
— Sua mãe? Do que está falando?— pergunta— não me diga que você é irmã do Potter.
— É exatamente isso Malfoy, seu idiota— subo para o meu quarto os deixando na sala

Ao entrar Charlotte e Arabella ainda estavam acordada. Automaticamente ao me verem, as duas me sercam.

— Pode começar a contar— Arabella diz
— O que foi que aconteceu?— Charlotte pergunta
— Eu irei contar tudo— respondo— mas antes, deixem me recuperar— me jogo sobre a minha cama

E mais uma dia havia começado, eu estava saindo da aula de feitiços, quando acabei encontrando Harry, Hermione e Rony nos corredores.

Apresentei os dois a Charlotte e Arabella, que de principio ficaram um pouco receosos, provavelmente por também serem sonserina, mas eu sou a prova de que nem todos pensam iguais, certo?

— Do que estavam falando?— pergunto
— Hemione perguntou a professora McGonagall sobre a câmera secreta— Rony responde
— O que é a Câmara secreta?— Arabella pergunta
— Eu já ouvi falar antes do ocorrido passado— Charlotte responde— meu avô me contou algo sobre uma vez.
— O que ele disse?— Hermione perguntou
— Ele me falou que aqui em Hogwarts havia uma câmara que estava escondida por muitos anos e que ela foi feita pelo Salazar Sonserina e antes do mesmo partir ele selou o lugar. Apenas o seu herdeiro poderia abri-lá— responde
— Foi o mesmo que a professora disse— Harry diz
— Mas, para que ele construi essa câmara? Quer dizer, qual foi o propósito?— pergunto
— Isso que queremos saber— responde— se a Câmara foi realmente aberta, isso significa que o herdeiro está volta a Hogwarts.
— Bom, eu apenas me lembro do meu avô me dizer que a Câmara possivelmente ficava no subsolo— Charlotte diz por fim
— Certo— respondo
— Vocês acreditam mesmo que há uma câmara secreta?— Rony pergunta e todos concordamos
— Você não está vendo Rony?— Hermione pergunta— todos os professores estão preocupados— me lembro da conversa que tive com o meu pai

Caminhávamos todos juntos, mas logo iríamos se separar, próxima aula transfiguração.

— A pergunta que devemos fazer nesse momento é, quem é ele?— Hermione diz
— Quem vocês acham que pode ser o herdeiro?— pergunto
— Óbvio— Rony responde— o Malfoy, vocês se lembram dele dizendo? "Vocês serão os próximos sangues-ruins".
— O Draco?— Arabella pergunta— eu não acredito que o garoto mimadinho tenha perfil para isso.
— Mas quem conhecemos que acha que todo nascidos trouxa escolhe?— Rony pergunta
— O que isso tem haver?— pergunto
— Segundo a professora McGonagall. A Câmara Secreta serviu como propósito de eliminar os nascidos trouxas que estudavam na escola, sendo criada por nada mais nada menos que Salazar Sonserina que foi o único contra a ideia de quem deveria ou não ser chamado para estar em Hogwarts— havia um pouco de medo na voz de Hermione o que me pareceu estranho
— Olha isso é bizarro— falo
— Com toda certeza— Charlotte diz— porém, vocês já sabem o básico sobre, seria melhor se aprofundassem um pouco mais na história não acham?— pergunta
— Você tem razão— Harry concorda— mas também precisamos tirar nossa duvida sobre a nossa única suspeita de ser o herdeiro.
— Crabbe e Goyle devem saber— Rony diz— talvez deixem escapar alguma coisa.
— São burros, mas não tanto— Hermione responde
— Se bem que vai ser difícil— Arabella diz— se bem que estariam violando mais ou menos umas cinquenta regras da escola.
— E vai ser perigoso— afirmo— muito perigoso. Nos encontramos depois?— pergunto
— Sim— Harry responde— biblioteca? Pode ser?— pergunta
— Ótimo— entro para a sala


Notas Finais


espero que tenham gostado.

Até a próxima 💛⚔


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...