1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Meio Irmão (Harry Potter) >
  3. Psicológico Despreparado

História Meu Meio Irmão (Harry Potter) - Capítulo 89


Escrita por:


Notas do Autor


Eaaeee pessoas??? Boa noite pra vocês e hoje postando no horário certinho.

Gente, na real, estava anciosa pra postar esse Capítulo. Desde a parte do "Prisioneiro de Azkaban", eu estive planejando principalmente como encaixar uma fala de uma das cenas recorrentes neste capítulo.

Bom, eu espero que gostem e boa leitura!!!

Capítulo 89 - Psicológico Despreparado


Após sairmos, eu e Harry acabamos vendo a movimentação estranha de Draco no sétimo andar do castelo. Eu já sabia para onde ele estava indo, mas como não podia dizer a verdade, pelo menos seria interessante acompanhar Harry para descobrir quais são seus planos, além do mais preciso agir de uma forma natural.

Lilá agora passará todas as vezes em que encontrar Rony o encarando de uma forma totalmente raivosa. Tenho certeza que se a mesma pode-se o mataria com as próprias mãos pelo o que ocorreu.

— Olhem pessoal— diz Hermione após explicar a Rony novamente como ele terminou com Lilá— é a Cátia Bell— nós dois nos levantamos e a seguimos
— Vamos perguntar se ela está bem— diz Harry— Cátia!— a chama
— Como está?— pergunto
— Eu sei o que irão me perguntar— dizia de uma maneira calma— eu não sei quem me enfeitiçou— pois bem, eu sei— estou tentando me lembrar, mas eu juro. Eu não consigo— percebemos que a mesma olhava para algo atrás de nós, nos viramos e vimos Draco parado no meio do corredor

Eu estava sem entender o que havia acontecido, mas presumo que ele ache que Cátia nos contou é logo sai do sala o principal.

— Eu já volto— diz Harry
— Aonde vai?— pergunto preocupada— Harry!— grito

Possíveis problemas virão agora, Harry sai correndo entre os alunos no qual acabo me perdendo, caminho pelos corredores apressada e acabo trombando com Charlotte no corredor.

— Serena? O que houve?— pergunta
— Eu não sei, mas você viu o Draco?— pergunto
— Astória me encontre daqui a pouco— deposita um selinho na mesma— ele passou por mim agora a pouco Serena.
— Harry, ele foi atrás dele.
— Venha comigo— seguro em sua mão

Corriamos pelos corredores com dificuldade por causa da grande concentração de alunos que haviam.

— Briga! Briga! Um crime!— ouvimos alguém gritar

No segundo andar no corredor do banheiro feminino, mas conhecido como o banheiro da Murta que Geme, ouvimos seu fantasma gritar.

Entramos correndo no banheiro que agora estava inundado de água. Me aproximo e vejo Draco caído em meio a uma poça de água sangrando sem conseguir se mexer.

Me ajoelhou ao seu lado sem entender e vejo Harry se aproximar sem reação.

— O que você fez?— pergunto assustada
— Eu não...
— Charlotte! Chame o professor Snape! Agora!— grito
— Draco...— ele gemia de dor enquanto eu o encarava mais desesperada que ele
— Serena sai de perto dele— ouço a voz de meu pai o mesmo se aproximava de Draco— Potter para a minha sala agora! Me espere lá, e você Serena...
— Eu não vou sair!— falo
— Não é um pedido é uma ordem, acompanhe Potter agora!— me levanta
— Ele vai ficar bem?— pergunto
— Vai Serena, agora saia.

Nós dois caminhávamos desnorteados até as masmorras. No qual Harry estava assustado e eu sem entender nada.

Entramos na sala de meu pai e logo fecho a porta.

— Quando eu dizia que se vocês queriam se matar que fosse longe de mim, eu não estava falando sério Harry!
— Eu não sabia que aconteceria aquilo, eu...
— Porque fez isso?— pergunto
— Foi ele que enfeitiçou...— vemos a porta ser aberta
— Não há justificativas para o seu comportamento senhor Potter— vejo meu pai entrar na sala, junto de Draco que estava acabado— trouxe Malfoy aqui, logo após será direto a ala hospitalar, até lá ele aguenta alguns minutos conversando comigo— o vejo se sentar e eu claro entre os dois
— Antes de qualquer coisa, Potter detenção o resto do ano durante todos os sábado sem exceção.
— O quadribol?— pergunta
— Acho que isso deveria ser o menor de suas preocupações agora, não é mesmo?— pergunta serio— como pode dois garotos se comportarem dessa maneira, parecem duas crianças e não adianta nenhum dos dois tentar se justificar, agiram como dois irresponsáveis, imaturos. Me admira Malfoy que tenha tido uma ação tão incoerente como está e Potter já não é surpresa que faça algo sem pensar nas consequências...
— O que faço aqui?— pergunto
— Vai me interromper de novo senhorita Evans?— pergunta e abaixo a cabeça— já chegaremos aonde eu queria que você estivesse presente para ouvir.
— Eu vou deixar algo bem claro Malfoy, comece a agir como alguém responsável, eu não estou falando isso apenas pelo o ocorrido de alguns minutos atrás não— vejo o mesmo se aproximar de Draco e me afasto com medo— o que Serena me contou me deixou horrorizado...
— Aahh não— abaixo a cabeça
— Do que ele está falando?— Harry sussurra e apenas faço um sinal que nao pergunte
— Por mais que eu ache tudo isso muito precoce, eu jamais imaginaria que algo assim aconteceria tão cedo. Eu espero que você se lembre do que estou dizendo antes de tentar algo com ela de novo— Harry ouvia o sermão de meu pai sem entender se quer do que se tratava—eu não tenho idade e muito menos psicológico para ser avô agora— eu não sei quem estava com mais medo aqui, eu então simplesmente envergonhada com a situação— eu só tenho trinta e seis anos, eu não estou pronto para lidar com isso. Você me entendeu?— pergunta
— Sim senhor— Draco responde
— Serena, o mesmo vale para você. Já não é tão criança assim, sabe dos riscos que corre, então pense muito bem. Não quero ver os dois grudados e muito menos com brincadeiras pelos corredores, entenderam?
— Sim senhor— respondo
— Já que está aqui e ouvindo Potter, você como irmão de Serena poderia tentar aconselhar ela a ser menos imprudente.
— Se o senhor não consegue, quem sou eu?— aperto seu braço
— Vá Serena— meu pai diz— eu ainda não terminei com eles dois, mas com você sim.
— Certo. Boa-sorte para vocês dois— falo é saio correndo de sua sala

Eu sabia que ele faria isso em algum momento, eu só não imaginava que seria dessa maneira e agora. Ele estava procurando o momento perfeito para me deixar com medo, era óbvio e nítido.

Agora espero que Harry e Draco saiam vivos de sua sala.


Notas Finais


Espero que tenham gostado e até a próxima!!🦁♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...