História Meu Melhor Amigo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pearl Jam
Personagens Eddie Vedder, Jeff Ament, Matt Cameron, Mike McCready, Stone Gossard
Tags Amizade, Grunge, Pearl Jam, Romance
Visualizações 54
Palavras 845
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá!!
Se você já leu minha outra história já sabe que sou dos romances açucarados.
Essa é a história de Montana e Jeff, começa na adolescência deles mas logo chega a vida adulta.
Espero que gostem.

Capítulo 1 - 1


Fanfic / Fanfiction Meu Melhor Amigo - Capítulo 1 - 1

Big Sandy – Maio 1983

Eu sou Montana, o que me faz ter que aguentar a piadinha Montana de Montana, quase todos os dias de minha vida. Fazer o que se meus pais não foram muito originais para criar meu nome e me deram o mesmo nome do Estado.

- Ei Tampinha você vai nos atrasar – escuto Jeff me chamando pela janela da cozinha.

E quem me chama pela janela todos os dias, é Jeffrey Ament, meu melhor amigo de toda a vida. Somos amigos desde a barriga de nossas mães e somos vizinhos. Ele sempre esteve presente na minha vida, já que ele é mais velho do que eu dois anos, mas com uma diferença de apenas dois dias entre nossos aniversários, eu de 08 de Março e ele de 10 de Março. Ele e Clara são meus melhores amigos, e eu confesso que de uns tempos para cá meu coração dá uma aceleradinha quando ele está por perto.

Mas eu tento disfarçar ao máximo, e não importa muito também, ele está indo embora no fim do próximo mês assim que as aulas acabarem. E eu ainda tenho mais dois anos de escola pela frente antes de pensar em deixar Big Sandy.

- Pronta para as provas finais? - ele me pergunta com o sorriso sempre aberto e os olhos espremidos.

- Claro, aí de mim se não tirar as notas boas.

- Você vai para uma boa universidade Tampinha, e eu vou ter sempre orgulho de você.

- Lá de Seattle... – falo meio baixo

- Ei o que foi? -  ele para me olhando.

- Promete que não vai me esquecer, Jeff?

- Como que vou me esquecer de Montana de Montana, a Tampinha da minha vida?! – ele fala me empurrando de leve, e logo depois passando o braço por meus ombros me puxando para um abraço. O fato dele ter 1,89 de altura e eu meus míseros 1,60 só me fazia gostar ainda mais dos seus abraços de urso e ali eu sempre me sentia protegida.

...

Assim que cheguei a sala, Clara me olhou já maliciosa

- E aí, beijou o sapo para virar príncipe?

-Do que você está falando?

-Você pensa que me engana, mas só aquele tonto do Jeff para não ver que a Tampinha está caída por ele.

- Shh para de falar isso, alguém vai te ouvir e vai acreditar nas suas besteiras.

- Besteiras, sei... aproveita que ele vai embora, e você provavelmente nunca mais vai vê-lo, para colocar isso aí para fora.

- Não tem nada para colocar para fora, e eu vou vê-lo sim. Ele prometeu vir sempre que der.

- ok, ok! Não está mais aqui quem falou.

   Eu virei para frente na minha carteira querendo acreditar que ele cumpriria sua palavra.

...

   Dois dias antes da partida de Jeff

- Eu estou contando as horas para partir Tampinha – ele me fala com os olhos brilhando, enquanto estamos sentados no meio da pista de skate já vazia por causa do horário.

- Eu imagino, é tudo o que você fala desde que decidiu que iria mesmo. – falo tentando segurar as lágrimas.

- Hey! O que foi? – ele segura meu rosto, em uma tentativa de me fazer olhar para ele.

- Eu estou muito feliz que você vai atrás dos seus sonhos, não fique bravo comigo mas eu estou um pouco triste também, ok?  – falo enquanto sinto algumas lágrimas escorrerem pelo meu rosto – talvez você não volte e eu vou ficar aqui, e eu nunca fiquei aqui sem você.

Ele me abraça forte

- Eu vou voltar tá bem? Você é minha irmã, eu nunca vou me esquecer de você.

E foi ali que chorei mais ainda, por saber que provavelmente ele não voltaria e, mesmo se voltasse, eu era apenas sua irmãzinha.

...

   Dia da partida

   A gente estava no ponto do ônibus que levaria Jeff embora. Nossa cidade é bem pequena, pouco mais de 7.000 habitantes, andávamos a pé para todo lado.

   Seus pais e seu irmão, Barry, despediram em casa, logo após o almoço que a mãe dele fez de despedida e, nós dois seguimos para o ponto de parada do ônibus. Ele teria uma longa viagem pela frente e eu torcia para que ela ainda demorasse, nem que fosse mais alguns minutos para acontecer.

   Quando chegamos a parada, ele colocou a mala no chão junto com o skate e me abraçou.

   - Eu vou sentir muito sua falta Montana de Montana.

   Eu não consegui responder, as lágrimas já tomavam conta de mim, e o abracei o mais apertado que conseguia. Não sei por quanto tempo ficamos assim, mas o ônibus não demorou a chegar.

   - Cuide-se tá?

   - Pode deixar Tampinha, eu te ligo assim que puder. – me deixou um beijo na testa e entrou no ônibus.

   Não demorou muito para o mesmo sair, e eu fiquei olhando parte do meu coração partir.

   - Eu te amo Jeff – falei baixinho, torcendo para que o vento levasse minhas palavras até seus ouvidos e começando uma contagem regressiva até a sua primeira ligação.


Notas Finais


Gostaram?
Me conta o que acharam aí embaixo?
Beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...