História Meu melhor amigo (Imagine jung hoseok ) - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Hoseok, J-hope, Melhor Amigo, Romance, Você
Visualizações 225
Palavras 1.895
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 21 - Halloween party


Fanfic / Fanfiction Meu melhor amigo (Imagine jung hoseok ) - Capítulo 21 - Halloween party

 A semana passou horrivelmente devagar e durante toda ela eu esbarrei com o hoseok, sério ele parecia um fantasma atrás de mim. Aonde eu ia ele estava, nos encaravamos algumas vezes ele tentou falar comigo mais obviamente me esquivei fácil.

Hoje é sexta feira e eu estou agradecendo mentalmente por isso, hoje a noite vai ter a festa de halloween na casa do Cristian, o qual andou me cobiçando a semana toda, ele não desiste fácil.

- uma flor, para outra flor. - Disso o mesmo parando em minha frente ignorando totalmente o jimin e o uehara ao meu lado.

- oh... Obrigada Cristian.

- não acha que eu mereço um agradecimento especial? Tipo um beijo na bochecha? - suspirei e me levantei dando um leve selar na bochecha dele. - ah... Nunca mais levarei o rosto. - falou apaixonado.

- mais foi só um beijo na bochecha. - digo.

- e o que tem? Foi a minha crush que beijou, tá ótimo. - se virou e saiu todo sorridente.

- não gosto dele. - jimin disse observando o James andando, o mesmo continha um biquinho fofo nos lábios.

- nem eu. - uehara disse ao meu lado, o mesmo fuzilava o Cristian com o olhar.

- oh meus ciumentos. - ri. - fiquem tranquilos eu e ele somos apenas amigos.

- não é o que ele quer. Cristian tem segundas intenções com você Noona.

- não pense assim jimin. - ri e o sinal tocou. - vamos para nossas salas. - nos levantamos e caminhamos juntos até entrarmos em nossas salas.

(...)

Cheguei em casa e tomei um banho colocando uma saia preta e uma blusa branca por cima, desci sentando a mesa com meus pais, daqui uma hora começaria me arrumar para ir a festa do Cristian.

Conversamos bem pouco, mais não deixamos der dar boas risadas.

Quando terminei comecei a me arrumar para ir para a festa de Cristian, meus pais sabem que eu vou ir com o uehara e o jimin, então está tudo tranquilo.

Joguei uma água em meu corpo e coloquei uma langerie preta trançada na parte de cima, na sequência fui colocando minha saia e a blusa listrada, arrumei meus cabelos e passei babyliss nas pontas, deixando-as cacheadas.

Fiz uma maquiagem leve apenas uma base, rímel, blush e um gloss de morango, deixando meus lábios rosadinhos. Peguei meu chapel e o arrumei sobre minha cabeça, agora só faltava apenas as meias e o tênis, prefiri por um meião e meu tênis da Coca-Cola de cano alto.

- está faltando algo... - digo me olhando no espelho. - já sei, minha gargantilha. - procurei em meu porta joia até achar minha gargantilha favorita que ganhei de presente do hoseok ano passado quando completamos três anos de amizade. - se ele for, espero que não note.

Depois de pronta desci e fui para o lado de fora de casa com meu celular em mão, jimin já estava vindo em direção a minha casa, o mesmo estava vestido de Dunga assim como eu havia pedido, ficou uma gracinha.

- nhaa, que Dunga mais fofo. - falei apertando as bochechas dele.

- obrigada você também está linda. - disse mostrando o suspensório. - quer que eu ajude a por? - assenti e o mesmo prendeu o suspensório na parte de trás da saia enquanto eu arrumei na parte da frente. - pronto, quando o uehara chega?

- ele acabou de chegar. - digo ao ver o carro do uehara entrando no condomínio.

- boa noite senhores, estão com as passagens para Hogwarts? O expresso para Hogwarts ja irá sair. - ele disse e eu ri.

- bom então vamos lá. - ri entrando do carro e jimin também. - ueraha quantos anos tem?

- dezessete, tirei a carta o ano passado se é isso porque quer saber? - disse manobrando o carro e saindo do condomínio.

- provavelmente vai ter muita bebida e muita coisa inapropriada para a gente tipo strip poker ou jogos sacanas.

- verdade, da última festa que eu fui, o strip poker foi insano. - uehara riu.

- como foi hyung?

- deitaram uma garota sobre a mesa e jogaram sal grosso... Não lembro bem oque foi, aí um cara tinha que tirar tudo enquanto bebia uma garrafa de whisky.

- nossa que banal. - falei. - não brinquem disso por favor. - pedi vendo eles assentirem. - só sei de uma coisa independente de qualquer coisa eu irei dançar muito.

Não demorou para chegarmos na casa do Cristian, já que a mesma ficava alguns quarteirões a frente do meu condomínio, eu poderia ir andando com o jimin, mas não quero arriscar a vida do meu menino e muito menos a minha.

Chegando na festa tocava don't let me down - the chainsmokers (feat. Daya) uma música um tanto legal e super top de dançar. Uehara estacionou o carro um pouco mais a frente da casa e descemos do carro indo em direção a mesma, havia muitas pessoas e todas estavam fantasiadas havia algumas se pegando em um canto e outras em outro canto, revirei os olhos ao ver aquilo, obviamente se eu estivesse namorando de verdade não ficaria assim a céu abeto, sem falar que no final tudo isso vai ser registrado e só Deus sabe aonde vai parar.

Caminhei em direção a casa a procura do Cristian, mas não o encontraria tão cedo no meio de tantas pessoas, eu e os meninos ficamos do lado de fora perto da mesa de bebidas que era perto também da pista de dança, no mesmo momento que eu ia pegar um copo de refrigerante começou a tocar that's what o like - Bruno Mars e eu não resisti.

- jimin, me acompanha? - olhei cúmplice para ele.

- claro. - seguimos até a pista de dança e começamos a dançar em passos que já havíamos inventado a um tempo atras. Eu e ele temos uma sincronia quase perfeita.

Os passos que mais me deixavam satisfeita era quando fazíamos meio que uma disputa entre nós dois dançando um de cada vez, já havia algumas pessoas a nossa volta nos observando e filmando.

Quando a música acabou ofegamos e fomos para perto do uehara que nos olhava boquiabertos.

- o que foi? - jimin perguntou.

- o que foi aquilo?

- ah nada de mais, apenas uma coreografia que montei com o jimin.

- a noona dança muito bem. - jimin disse agora com um copo de refrigerante na mão.

- obrigada.

Continuamos conversando e várias músicas foram tocando, dancei algumas com o jimin e umas com o uehara, ensinamos os passos para ele.

Me afastei deles para ir ao banheiro da casa, mas eu teria que passar por um mar de pessoas. Com um pouco de esforço fui me esquivando de umas e esbarrando em outras que dançavam e outras apenas se pegavam de forma louca, até por fim chegar ao corredor onde estava mais ou menos livre e fui ao banheiro, fiz minhas necessidades e lavei minha mão em seguida.

Sai pegando o mesmo caminho, porém esbarrei em um garoto vestido de piloto de fórmula 1, e eu conhecia bem esse garoto.

- desculpa. - falamos juntos. - desculpa eu não te vi. - falamos juntos novamente.

- oi... - ele disse próximo ao meu ouvido por conta da música. - você... Tá linda.

- obrigada, você tá estiloso. - sorri fraco. - eu vou indo. - tentei sair, porém seguraram meu pulso.

- aonde pensa que vai, (s/n)? - olhei para trás tendo a visão de maghan.

- lá pra fora?

- não mesmo, te desafio para uma batalha.

- sério mesmo?

- seríssimo, a menos que esteja com medo. - e fui para o meio da pista, nesse momento o DJ colocou em roll deep - Hyuna (feat. 청훈) - esta com medo? - ela disse começando a dançar.

- oh não... Você não fez isso. - ri negando indo para o meio da roda também, eu vou dançar sozinho, já ela vai Dançar com duas meninas.

Quando chegou minha vez andei até o meio da pista andando de forma provocante e parando na frente dela, essa música tem um estilo bem sensual de dança e eu não ousaria em não dançar assim.

Com as mãos no joelho fui descendo até o chão na intenção de provocar ela e vê-la trincar os dentes, no refrão dancei como a coreografia original do MV.

E mais uma vez quem dançaria era ela fiquei apenas esperando com cara de tédio até voltar para mim, peguei o finalzinho da música então o crédito seria meu. Eu já estava oferegante por ter dançado de tal forma, quando a música acabou todos aplaudiram.

- você mandou bem. - ela disse também ofegante. - devia entrar para o time de líderes de torcida.

- não é para mim. - falei arrumando meu cabelo. - prefiro vôlei. - me abanei.

- se quiser é só me procurar. - falou saindo, fui atrás dos meninos.

- estava tentando seduzir alguém? - uehara perguntou assim que parei em sua frente.

- não mesmo, apenas estava dançando. Cadê o jimin?

- bem ali. - olhei para o lado e la estava jimin acompanhado da sook, os dois conversavam e riam bastante. - acho que vai rolar beijo.

- meu menino tá crescendo. - suspirei. - acho que não estou pronta para deixar jimin ir.

- mas ele tem dezessete anos, o que pode fazer de mais?

- verdade. - ri.

- onde estava Noona? - ele voltou sorridente.

- estava dançando, fui desafiada, e você? Onde estava?

- bem eu. - coçou a nuca. - estava conversando com a sook, ela é super legal e como eu ainda não tenho par para o baile chamei ela.

- e pelo visto ela aceitou, está sorrindo muito largo. - ele assentiu. - é... Acho que a noite vai ser longa. - suspirei.

- noona! - olhei para trás e me surpreendi ao ver jungkook e taehyung.

- oi?

- noona perdoa a gente? - taehyung disse. - não deveríamos ter virado às costas para você, o que fez foi errado sim, porém foi pensando no bem do hoseok. Eu e o jungkook estivemos conversando e não dá pra viver sem você. - sorriu quadrado.

- então? Perdoa a gente? - não os respondi apenas abracei meus dois meninos que retribuíram meu gento de bom grado.

- claro que sim. - falei apertando cada um individualmente.

- senti falta dos seus cafunés enquanto me fazia cochilar. - jungkook disse. Ele como sempre muito sincero.

- que cara de pau jeon. - ri.

- senti falta baixinha. - taehyung disse me abraçando.

- da licença que eu quero abraçar minha dongsaeng. - fui puxada pelo jin que me apertou. - senti falta da sua companhia enquanto cozinho.

- eu também.

- hyung me deixa falar com ela. - ouvi a voz do namjoon, olhei para ele que sorriu e abriu os braços para mim, o abracei de imediato.

Minha noite se resumiu a muitos risos com os meninos, o único que não fez questão de me ver ou falar comigo foi o suga.

Entendo ele, digamos que por mais que ele queira me perdoar o orgulho dele talvez não deixe, o yoongi sabe que fiz isso pelo bem do hoseok e que eu jamais faria pelo mal dele.

Mas o yoongi é do tipo que vai ficar do lado do amigo o tempo todo, e no caso ele e o hoseok são muito amigos. Demorei um pouco a pegar intimidade com o yoongi, já que o mesmo é e sempre foi muito sério e quieto na dele.

Quem o julga sem conhecer pensa que ele é arrogante, que é cheio de frescura e o cacete a quatro, mas não na verdade min yoongi é apenas um bebê.

Continua...


Notas Finais


E aí oque acharam?
Vou tentar postar de terça e quinta.

Para ou continua?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...