1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Melhor Amigo (NaruSasuNaru) >
  3. Apresentações

História Meu Melhor Amigo (NaruSasuNaru) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oie gente! Essa é a minha primeira fic, então me perdoem se tiver algum erro, podem deixar sugestões, elogios ou criticas nos comentarios.

Espero que gostem.

⚠Lembrando que essa imagem não é de minha autoria.

⚠Conten Aoy (relacionamento entre homens)

Boa Leitura💜

Capítulo 1 - Apresentações


Fanfic / Fanfiction Meu Melhor Amigo (NaruSasuNaru) - Capítulo 1 - Apresentações

Naruto Uzumaki

Meu nome é Naruto Uzumaki eu Tenho 15 anos e vivo sorrindo e fazendo bobagens, afinal eu queria que me notassem, não queria estar sozinho mas era obrigado... ninguém queria estar comigo e eu não tinha amigos por mais que eu me esforce toda a escola me acha barulhento e idiota.

Era como se eu usasse uma máscara sorridente por cima do meu rosto molhado. E a cada vez que eu queria chorar eu abria um enorme e falso sorriso. Acho que só sou sincero com meu travesseiro, quando deixo ele molhado com minhas lágrimas quase toda a noite. Não tenho família, meus pais morreram quando eu tinha 6 anos e eu não lembro muito bem de nada daquela época. Desde então eu vivo sozinho...

Eu ia para a escola sempre com um pouco de esperança que tudo isso um dia ia acabar, essa dor, essa solidão, que um dia poderia chegar a ser realmente feliz tendo alguém para chamar de meu amigo. Mas a cada dia que passava eu ia perdendo pouco a pouco essa esperança.

Eu gostava muito de uma garota da escola que se chama Sakura Haruno, ela era popular e eu deixava bem claro que eu estava apaixonado por ela, o que sempre acabava me rendendo socos, chutes e xingamentos da mesma, mais eu não sou apaixonado de verdade, só dizia isso para me notarem mesmo.

Minha esperança estava quase acabando quando um dia ouvi umas meninas que se encontravam conversando sobre um novo aluno que, para elas, era lindo, nunca vi falarem tanto de um menino como falavam dele, isso porque era o primeiro dia dele na escola. Logo vi Sakura toda animada conversando com uma amiga dela, logo ela chegou perto de um garoto, eu nunca tinha o visto, aposto que era o tal garoto novo, cheguei perto e pude ouvir:

SAKU- Oi, Você é o Garoto novo né?

???- ....

SAKU- Qual o seu nome?

???- Não te interessa.

SAKU- Eu só queria conversar com você e te dar boas vindas.

???- Eu não perguntei.

SAKU- Poxa você não vai nem dizer seu nome.

???- se eu dizer você larga do meu pé?

SAKU- .... t-tá- disse abaixando a cabeça meio triste.

???- Sasuke Uchiha! Feliz? - disse se levantando e se isolando em um corredor pouco movimentado.

Sakura estava triste, acho que o que elas falam que ele tem bonito ele tem de arrogante e insensível. Mas algo nele era diferente dos outros - olho para o garoto que estava isolado aparentemente preso em seus pensamentos com o semblante, que até então era frio e indiferente, agora estava minimamente triste- ele parece triste e solitário... como eu... talvez eu possa ajudar nessa tristeza que ele tentava esconder... Não gosto de ver quem quer que seja sofrer, eu vou tentar falar com ele...

◇◇◇QDT◇◇◇

Sasuke Uchiha

Sou Sasuke Uchiha, tenho 15 anos. Admito que sou bastante arrogante, tento não ligar para nada, e não crio laços com ninguém, não quero sofrer e nem me importar com os outros porque não quero ver ninguém que eu goste sofrendo. A única pessoa que eu realmente me importo é o meu irmão Itachi, ele cuida de mim desde que meus pais morreram em um assalto quando eu era mais novo. Ele trabalha de mais para me sustentar, as vezes fico até mal com isso, ele não para em casa, é da empresa pra casa, da cozinha para cama e de casa pra empresa, mas conversávamos até que bastante por mensagens, ele sempre arrumava tempo para me responder, e sempre que tinha folga ele dormia bastante mas ele também arrumava algum tempo para irmos num cinema, uma sorveteria, ou simplesmente ficar jogando vídeo game; comendo pizza e bebendo Refri, meu irmão se esforça demais por mim, ele tenta de tudo para fazer o papel que nossos pais faziam pra diminuir minha dor e eu não sentir tanta falta deles, e eu tento compensa-lo como posso, fazendo comida, arrumando a casa, tirando notas boas e ajudando-o em qualquer coisa que ele precisar. Realmente quero que se orgulhe de me ter como Irmão.

Eu não gosto muito de escola, pois sempre as garotas ficam no meu pé, sei que muitos não iriam reclamar, mais elas eram mais para psicopatas do que garotas normais.

E também as vezes acabo me importando, mesmo minimamente, com alguém, e sempre que isso acontecia eu pedia para o Itachi me mudar de escola, não queria passar pelo mesmo que eu passei.

Eu tinha acabado de me mudar para outra escola, deveria ser a décima escola que eu fui matriculado desde que meus pais morreram. O Itachi estava ficando meio sem opções de escolas para mim, e também preocupado com que eu fique sozinho e nunca supere o que aconteceu, então ele disse que só me mudaria de escola se eu para-se 3 meses nessa de agora... eu tive que concordar, não queria ficar naquela escola onde eu já começava a querer me enturmar com algumas pessoas, não podia correr esse risco.

A verdade é que eu me sinto sozinho, o Itachi cada dia trabalhava mais e mais e mesmo sem querer acabava me deixando um pouco só. Todos me elogiam, falam que eu sou exemplar, um verdadeiro gênio, bonito, focado, um garoto incrível... quando menos eu espero vem lembranças dos meus pais e da morte deles na minha cabeça, eu presenciei tudo e lembrava muito bem do que aconteceu, isso torturava minha mente, e eu me pergunto sempre que lembro "se eu sou tão incrível porque não pude salva-los? Se eu sou tão incrível, porque não pensei rápido e impedi isso de acontecer? Se eu sou tão incrível, porque eu tive de ser protegido ao invés de proteger quem eu amo?"

Eu não sou incrível... eu sou um inútil que nem para morrer por quem ama serve.

Na escola nova não vi nada de diferente. Era como nas outras escolas, as meninas me seguiam com os olhos e depois indo ao meu encontro para tentar puxar assunto, eu só falei varias coisas arrogantes para elas, muitas se afastavam, mais muitas ainda ficavam no meu pé, isso me irrita muito.

Acabo de dar um fora em uma garota de cabelo rosa, nada de incomum, me isolo em um corredor qualquer e acabo lembrando de meus pais, nada muito diferente do que sempre acontecia diariamente, eu olho para o lado e vejo que tem um menino loiro de olhos azuis me observando, olho para ele e ele desvia o olhar, logo depois vi pelo canto do meu olho ele me olhando de novo e se aproximando, logo parando na minha frente

Continua... 


Notas Finais


Espero que tenham gostado💜

Eu queria agradecer a minha filha (de consideração) por ter lido e me motivado a postar💜ti amu💜

Obrigado por ler, daqui a pouco eu lanço outro capítulo. 😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...