História Meu monstro eu sou seu (yaoi) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Yaoi
Visualizações 267
Palavras 1.011
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishounen, Comédia, Drabble, Drabs, Mistério, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 3 - Cap 3


°VISÃO CHUNG YUKIO°'° 3

Yukito- fazer oque ? yukio me responda vamos não tenha medo lindo - ele me olha provocativo

Yukio- v-você sabe aquilo , T-transar- falo envergonhado combrindo meu rosto com as costas das minhas mãos

Yukito- você realmente é idiota , olha aqui humano você agora é meu até eu te devorar então se eu quiser te foder AGORA E AQUI EU VOU TE FODER ME ENTENDEU - ele me pucha pela gola do meu moletom

Yukio- s-seu monstro eu quero que você morra e me deixe em paz - tento sair correndo dali mais ele puxa com brutalidade e me joga no chão

Yukito-JÁ CHEGA NÃO VOU ESPERAR MAIS PARA TE DEVORAR VOCÊ JÁ ESTÁ ME ENLOUQUECENDO- ele estava com um olhar de ódio como se ele pudesse me matar apenas com seus olhos flamejantes

Eu tento me soltar de dele mas é inutil ele prende meus pulsos acima da minha cabeça com apenas uma de suas mãos  as segurando muito firme meus pulsos e a outra ele a apoia em minha cintura, ele se aproxima de um de meus braços que estavam presos acima da minha cabeça e derrepente os seus dentes se tornam afiados como adagas , ele finca seus dentes no meu braço e arranca um pedaço da minha carne oque me fez urrar de dor a pior que eu já avia sentido na minha vida.

Yukio- purvafor , purvafor me perdoi mas purfavor pare está doendo muito eu n-não aguento m-mais- começo a chorar desesperado para aquela dor parar eu não aguentei mais e desmaiei a ultima coisa que vi foi seus olhos platinados brilhantes me olhando preocupados dai tudo se tornou um mero borrão para mim.

Acordo deitado em minha cama coberto por meu lençol e logo lembronoque ocorreu e vou verificar meu braço com certo desespero , onde aquele monstro avia mordido e tinha uma mancha cinza no lugar onde o yukito avia arrancado o pedaço da minha carne tenho um pequeno susto ao ver aquela marcar em meu braço então logo ouço a voz do monstro que fez isso comigo e logo olho em sua direção.

Yukito- agora você sabe oque vai acontecer se me desobedecer- ouço sua voz bem mais rouca e macabra do canto do meu quarto que estava completamente escuro

Yukio- v-você pode me dizer oque é i-isto cinza no meu braço- falo assustado

Yukito- eu usei um poder de cura essa macha é temporaria não se preocupe- ele se levanta do canto onde estava e vem mais proximo de mim oque me assusta- eu usei muito a força dos meus poderes para te curar já que você perdeu muito sangué e agora estou com fome va buscar carne para mim agora purvafor

Yukio c-carne humana e-eu não conseguiria fazer isso nunca mataria alguém- ele tapou minha boca com a sua mão

Yukito- carne bovina com muito sangue eu estou ficando fraco vá logo - ele se deita e feicha os olhos momentaneamente- corra estou quase desmaiando- fala ainda com seus olhos fechados

Corri para comprar a carne que ele me pediu mas eu não entendo o motivo para tentar ajudar ele, ele me fez tanto mal mas mesmo assim não quero ser o motivo para ele morrer ou qualquer outra pessoa morrer .

Chegueu no açougue e comprei a carne e logo voltei correndo para casa e quando cheguei yukito não estava no quarto então eu o achei no banheiro vomitando sangue , ele adormeceu no chão no meio de todo aquele sangué no chão.

Yukio- yukito você está bem- como eu esperava não avia resposta -ele desmaio oque eu faço , desde jeito vou acabar desmaiando também

Corro até ele e o apoio no meu ombro levo ele até meu quarto e coloco uma toalha no chão e o ponho ensima pego o kit de primeiros socorros como ele gastou a energia toda usando seus poderes não deve ter força o suficiente para curar alguns arranhões que aviam pelo seu corpo que não sei como ele os conseguiu , coloquei pomada e bandeides nos arranhões , peguei dois baldes um com água e o outro com água e sabão esfregueu a toalha com sabão pelo seu corpo e depois esfrego a toalha com somente água por toda sua estenção corporal e também tive que limpar a parte de baixo mais e claro que eu não olhei aquilo  .

Depois de limpalo e por ele para descançar na minha cama eu fui limpar toda a sujeira aue ele avia feito no banheiro oque demorou muito, então fui descansar um pouco assistindo tv e bebendo café

Yukio- desde que você veio aqui meus dias estão bem mais estranhos- bebi meu completamente meu café eu fui ver se yukito acordou já que ele estava adormecido naquela cama a horas e eu estava preocupado

Subi para o segundo andar e o yukito ainda não avia acordado então peguei a carne que avia comprado e coloquei em um prato que deixei ao lado da cama na estante para o Yukito comer quando acordar, ele estava dormindo a horas me jogo na cama do lado do yukito e acabo dormindo lá mesmo junto com o montros que tentou me matar e também me ajudou tão confuso e é assim que eu dormi confuso pra tudo que está acontecendo.

Acordo com alguns barulhos abro meus olhos e vejo o yukito com sua boca completamente melada de sangué da carne que avia deichado na estante fico até contente quando vi ele "bem", quando ele terminou de devorar a carne me olhou de um jeito estranho.

Yukito- humano você só pode estar querendo morrer tinha a chance de se livrar de mim e me ajudou, eu contínuo me perguntando por que me ajudou e como você pode ser tão burro assim- ele limpa seu rosto melado de sangué e continua a me encarar

Yukio- você pode até me achar burro mas não consigo saber que você morreria por minha causa , não quero me tornar um monstro- eu finalmente tirei esse peso de mim






 


Notas Finais


Obrigada por ler


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...