1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Mundo - Fillie >
  3. Capítulo 10

História Meu Mundo - Fillie - Capítulo 10


Escrita por:


Capítulo 10 - Capítulo 10


                             Millie

Acordo me revirando na cama e olho para o relógio, vendo que ainda eram 03:00 horas da madrugada . Um sorriso bobo surge em meus lábios ao lembrar do que havia acontecido aqui nessa mesma cama a algumas horas atrás. Eu e o Finn fizemos amor a noite toda e foi simplesmente maravilhoso , o que me fazia começar a acreditar que o sentimento que tanto tentei evitar havia finalmente tomado conta do meu coração.

 Me viro para o seu lado da cama, me surpreendendo ao não vê-lo deitado ali . Automaticamente me enrolo no lençol para procurar por ele , mas antes que abrisse a porta do quarto , o vejo encostado na varanda que tinha vista para a praça onde nos conhecemos, e que com certeza estava vazia agora devia a hora . Sorrio para mim mesma e começo a me aproximar do seu corpo coberto somente pela sua cueca box preta, e sem fazer barulho me aproximo ainda mais, o pegando de surpresa com um forte abraço . 

Meus braços rodearam a sua cintura enquanto eu o abraçava por trás e beijava delicadamente a pele de suas costas coberta pela tinta da tatuagem que ele havia feito , e mesmo sem pode ver seu rosto tenho certeza de que ele também está sorrindo . Finn coloca suas mãos encima das minhas e começa a acaricia-las , não demorando muito para se virar pra mim e me agarrar pela cintura , fazendo meu corpo ficar colado com o seu . Seus lábios tocam minha testa e logo começam a despizar por todo o meu rosto, até chegar em meus lábios.

 Elevo minha mão até o seu rosto e começo a acariciar a sua face enquanto nossas línguas se encontravam com paixão . Nos afastamos pela falta de ar e ainda sorrindo, juntamos nossas testas . Volto a admira-lo, derretendo por inteira ao vê-lo sorrir para mim. Olho para o céu e me aconchego em seus braços ainda observando as estrelas.

- A noite está linda hoje, né?!

- Não mais que você ! 

                        Narradora

Brown sorri bobamente e encosta sua cabeça no peito de Finn . O moreno sente seu coração acelerar , lhe dando a certeza de que aquele era o momento certo para se abrir com Millie, e entregar totalmente seu coração a ela.

- Eu estava aqui olhando a praça e me lembrando do dia que nos conhecemos . Eu posso dizer que aquele dia foi o dia mais louco e especial que já tive até hoje . Millie , desde o primeiro olhar que trocamos eu soube que você ia mudar a minha vida , e realmente você mudou . Mudou meu jeito de pensar , meu jeito de viver , e o meu jeito de ver você . Desde a primeira vez que te vi como a garota rebelde que não segue as regras e que é literalmente uma "garota problema" , mas pela primeira vez em minha vida eu não quis me afastar de você por isso . Nos dias seguintes eu não conseguia te tirar da cabeça e não entendia ao certo o porquê disso , mas com o passar do tempo em que passamos juntos eu percebi que estava me apaixonando. Você me mudou , me ensinou a viver a vida de um jeito diferente , um jeito que me fez bem e que faz eu me sentir feliz . E mesmo que o dia estava nublado lá fora , mesmo que o sol não brilhe , ou não haja graça em nada ao meu redor , só basta olhar no fundo dos seus olhos para eu ver que a vida tem sentido , mas só se você estiver comigo . Você me fez perceber que as loucuras fazem bem e me ensinou a amar todos os seus jeitos , todos os seus sorrisos , todos os seus humores estranhos. As pessoas podem olhar psra nós e nos julgar dizendo que somos muito diferentes , que não combinamos , que eu sou o garoto certinho e você é a garota problema , mas eu não me importo . Não me importo com o que acham de nós ou se vão nos julgam por sermos diferentes demais , pois as nossas diferenças nos unem e me faz estar a cada dia mais apaixonado por você . Marrentinha , eu não consigo e nem quero mais viver sem você , sem o seu olhar , sem o seu sorriso , sem os seus beijos . Eu te quero mais que tudo , te quero como a minha amiga , minha amante , e minha namorada . 

Em movimento rápido Wolfhard se ajoelha e abre a mão mostrando uma aliança de compromisso na mesma . Millie põe a mão na boca surpresa enquanto as lágrimas de emoção já haviam se formado em seus olhos e se encontravam prestes a cair.

- Minha marrentinha , você aceita namorar comigo ?

                              Millie

Aquilo parecia um sonho , meu coração batia acelerado e não haviam palavras para descrever minha alegria. Eu realmente estou apaixonada por ele . Eu passei tanto tempo construindo uma barreira para impedir que as pessoas se aproximassem de mim , que me amassem e gostassem de mim pelo o que eu sou, por medo de perder mais alguém que amo da mesma forma que perdi meus pais , mas quando eu encontrei o Finn todo esse medo foi embora , todas as barreiras caíram e meu coração foi aberto de novo . E agora eu estou aqui , sentindo as lágrimas caindo dos meus olhos enquanto o vejo ajoelhado em minha frente esperando por uma resposta , e sim , eu seria sua pra sempre.

 Eu abria a boca mas as palavras não conseguiam sair da minha boca por causa dos soluços e da emoção que haviam me envolvido ali , não demorando a ver uma lágrima escorrer por seu rosto e uma expressão triste tomar conta de seu rosto. 

Ele estava achando que eu não ia aceitar ?

 Sem demorar nem mais um segundo me ajoelho em sua frente e o beijei com todo o meu coração , enxugando a lágrima que havia escorrido por seu rosto . Sinto Finn segurar os dois lados da minha face com as mãos e aprofundar o beijo enquanto eu me agarrava cada vez mais a ele . O ar começa a se fazer necessário, então nos afastamos ainda de olhos fechados e encostamos nossas testas . Um sorriso gigante se forma em meus lábios e apesar de querer falar muito mais , tudo o que saiu da minha boca foi um alegre e sincero... 

- Sim!

- Sim? 

                         Narradora

Finn questiona sorridente, enquanto tocava o rosto de Millie para ter certeza de que aquilo era realmente verdade.

- Sim , sim , sim ! Mil vezes sim ! 

Brown afirma rindo enquanto beijava todo o rosto de Finn e o abraçava fortemente , sendo imediatamente correspondida.

                              Finn

Sem conseguir conter minha alegria, uno nossos lábios mais uma vez, não demorando a levá-la de volta para a cama . Passamos o resto da madrugada fazendo amor, e agora estou aqui , a olhando dormir , enquanto uma flecha de luz solar que entra pela cortina do quarto ilumina o seu rosto , a deixando ainda mais linda. Nunca imaginei que poderia sentir tudo isso por uma pessoa, mas para mim até às imperfeições da Millie a tornam ainda mais perfeita.

                         Narradora

Wolfhard sorri com esse pensamento e não demora a pegar no sono abraçado a Millie. 

                               [...]

As horas se passam e o casal continuava dormindo , estavam cansados e precisavam daquele momento pra repor as energias . Já eram 13:30 da tarde e finalmente Brown começa a despertar . A morena sorri boba ao ver Finn dormir como um anjo com seu corpo nu grudado ao dela , como se fossem o encaixe perfeito um do outro.

 Com cuidado a morena se vira para ver que horas eram e se espanta ao descobrir . Millie começa a distribuir beijos pelo rosto do namorado enquanto acariciava seu cabelo e o chamava em um tom de voz suave.

- Amor , acorda ! 

Brown continua com o mesmo ato até ver Finn abrir os olhos lentamente com um sorriso nos  lábios.

- Bom dia, meu amor ! 

Millie sorri de volta e beija seus lábios demoradamente , não demorando a sentir Finn puxa-lá pela cintura e aprofundar o beijo em meio à sorrisos e carícias . Finalmente o ar começa a faltar e ambos separam seus lábios e colam suas testas ainda de olhos fechados.

- Você não sabe o quanto eu esperei para te ouvir me chamar assim ! 

Finn sussura com um tom de voz rouco devido o sono e sorri ainda de olhos fechados , roçando seus lábios nos da morena em sua frente.

- Agora se prepare para ouvir sempre ! 

Brown sorri e abraça o corpo de Finn enquanto o mesmo começa a distribuir beijos por todo o seu pescoço causando arrepios em sua pele . Ambos voltam a se beijar apaixonadamente e em fração de segundos já estavam se entregando mais uma vez ao amor que transbordava em seus corações.

                      1 Mês Depois

                             Millie

Um mês havia se passado e estou a cada dia mais apaixonada pelo Finn . Desde que eu o encontrei tudo mudou , e agora a felicidade está mais presente do que nunca em minha vida . De fato ainda temos que aguentar os olhares curiosos das pessoas quando andamos de mãos dadas na rua , mas nada disso nos importa , só queremos estar juntos , mesmo parecendo tão diferentes por fora . 

Nesse mês eu tive a certeza daquilo que era dúvida para mim há algum tempo atrás , e mesmo sem ter coragem ainda para falar isso pra ele , eu o amo. Sorrio boba com esse pensamento , mas logo desperto ao ouvir o Bobby latindo enquanto acompanha o Finn andando de um lado para o outro enquanto ele fala com alguém no telefone.

 Finn desliga o celular e volta até a sala , se jogando no sofá enquanto fecha os olhos e bufa irritado com uma expressão triste no rosto . Já preocupada , me levanto do sofá em que eu estava e desligo a televisão , me sentando logo em seguida em seu colo , enquanto acaricio o seu rosto, o fazendo olhar para mim .

- O que foi que aconteceu , amor ?

- Eu fui falar para o meu pai que estava pensando em fazer um curso de desenho e ele ficou revoltado e começou a falar um monte de coisa . Ahh , será que ele não pode me apoiar uma única vez na vida ?! O pior é que eu nunca consigo enfrentar ele, e sempre acabo assim ! E-eu estou tão...tão...tão...

- Chateada ?!

- Isso ! Será que ele nunca vai aceitar o que eu quero fazer da minha vida ? 

                        Narradora

Finn declara cabisbaixo , não demorando a sentir Millie acariciar seu rosto.

- Ei , não liga para o que ele fala , você é muito talentoso e eu tenho certeza que você consegue e pode fazer o que quiser , eu acredito em você ! 

Brown une seus lábios com o de Finn em um selinho demorado , e logo sente as  mãos do namorado cariciarem suas coxas.

- Sabe do que você precisa ? 

Millie pergunta assim que Finn a abraça pela cintura e deita a cabeça em seu ombro.

- O quê ?

- Extravasar toda essa raiva ! 

- E como vou fazer isso , amor ? Eu corro risco de ser preso?

-  Hahaha, engraçadinho, claro que não ! Mas já sei uma forma de liberar essa raiva ! Você disse que nunca teve coragem de falar o que você pensa de verdade para a seu pai, né?!

- Sim !

- Vamos fazer uma carta de desabafo , e você vai escrever tudo o que sempre quis dizer para o seu pai mas nunca teve coragem , ok ?

- Ok , mas acho que nem escrevendo vou ter coragem para falar o que eu penso !

- Enquanto a isso não se preocupe , tenho uma forma de te deixar corajoso rapidinho!


Notas Finais


Que besteira esses dois vão fazer, em?! 😶🤔


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...