1. Spirit Fanfics >
  2. Meu namorado arrogante - Imagine - Park Jin-young (GOT7) >
  3. Capítulo 30

História Meu namorado arrogante - Imagine - Park Jin-young (GOT7) - Capítulo 30


Escrita por:


Notas do Autor


Bom dia pequenos (a)!

Sei que demorei pra posta um novo cap, eu fiquei com um baita de um bloqueio mas já passou... assim espero

tenham uma boa leitura📖📖

peço desculpas se estiver com erros

Atenção: Esse capítulo tem hot!!!

Capítulo 30 - Capítulo 30


Fanfic / Fanfiction Meu namorado arrogante - Imagine - Park Jin-young (GOT7) - Capítulo 30 - Capítulo 30

 

 

✨ Júnior On 

 

Me arrependo e não me arrependo ao mesmo tempo de ter dito aquilo a ela, poxa ela acha mesmo que esse tempo todo eu tava usando ela pra esquecer aquela menina? inacreditável!

 

 

Jack - Vocês brigaram? - se acomoda em minha cama.

 

 

Júnior - Com que direito você  falou da Nessa pra ela?

 

 

Jack - Oi?

 

 

Júnior - Tá surdo? eu perguntei, Com que direito você  falou da Nessa pra ela?

 

 

Jack - Sinto muito não foi minha intensão. - mente revirado os olho com uma cara cínica. -  foi mal cara.

 

 

Júnior - Eu não tô brincando, então por tanto pare de fazer essa sua cara cínica. - posso a mão pelo cabelo. - por sua culpa falei coisas horríveis, para estrangeira.

 

 

Jack - Por minha culpa não! - fala negando com o indicador. - você falou porque quis, porque Nessa, ainda tá em sua cabeça.

 

 

Júnior - De onde você tira tantas bobagens?

 

 

Jack - Não são bobagens! - Jackson, responde a pergunta fazendo menção de se levantar.

 

 

Júnior - Onde você vai? - olho para o chinês que acabara de passa por mim.

 

 

Jack - Ué...vou me juntar ao povo da sala, pra onde mais eu iria? - fala de costas pra mim, já com a mão na maçaneta da porta antes que o loiro saia do meu cômodo resolvo fazer uma pergunta que tava a me incomodar desde a nossa volta de Nova York.

 

 

Júnior - Espera ai... - tiro sua mão da maçaneta. - antes de você vazar daqui vou lhe fazer uma pergunta!

 

 

Jack - Hum...seja rápido não quero perder a resenha. - o moço da as costas para porta agora fica de frete pra mim.

 

 

Júnior - Por que você não quer que a estrangeira namore comigo? - cruzo os braços assim que termino de fazer a pergunta o mesmo passa por mim e começa agora a andar pelo meu quarto de um lado para outro. - lá em Nova York, você teve uma conversa com ela no corredor....

 

 

Jack - Desde quando você passou a ouvir as conversa dos outros? sabia que é feio escutar conversas dos....

 

 

Júnior - Ah...por favar não mim venha com essa agora de que "escutar conversas dos outros escondido é feio" eu quero saber o porque de você ter pedido pra ela não se envolver comigo. - faço o que me mira setar na ponta da minha cama, eu pego uma cadeira e sento de frete pra ele. 

 

 

Jack - Já que você que tanto saber vou te dizer....(pausa) não quero que você faça com ela o que fez com as outras.

 

 

Júnior - O que eu fiz com as outras? - olho para um lustre pequeno em meu quarto e tento recordar do que o mesmo tá falando mais infelizmente sem sucesso em recordar.

 

 

 Jack - sério? você ficava com uma todo dia e fazia elas se apegar a você depois tacava o pé na bunda. Se bem que as coreanas não fáceis demais que tipo de mulher namora hoje e no mesmo dia se apega?

 

 

Júnior - Jackson, esquece isso, você é pior que um museu. Eu são sou mais assim eu mudei! Ela não é como as que fiquei, ela é muito diferente não sou capaz de magoar ela! - falo mirando o chão dando um sorriso de ponta a ponta.

 

 

Jack - Sinto muito, amigo mais não confio em você. Sinto que você vai magoa-la e se você mago...

 

 

Júnior - Ah...não comece com esse papo de nova de que se eu magoar ela vou me ver com você e blá, blá, blá....estou cansado de ouvir isso! já deu de falar isso é serio! - realmente estou farto de ouvir ele falar isso não suporto mais parece um disco arranhado.

 

 

Jack - E daí, se você já se cansou de ouvir, o importante é que eu não me cansei de falar, que se você m....- parece que ele quer me tirar do serio.

 

 

Júnior - Tá, tá, tá,... - a misera certamente ia falar de novo. - vai logo se juntar os outros, praga. 

 

 

Assim que Jackson deixou meu quarto fiquei a noite todo pensando em como me desculpar com ela em como retirar as quelas palavras ditas, - ashii... o que devo fazer? - certamente ela deve tá pensando no que eu disse nesse exato momento. - sera que eu deveria ir lá? não ela que tem que vim aqui, como ela ousa dizer que ainda estou apaixonado pela quela coisa, como ela pode pensar que eu estava usando ela pra esquecer a cara de merda, eu não vou até ela, ela tem que vim até mim!  Aff detesto esquentar a cabeça!

 

 

Júnior OFF

 

 

 

 ✨ Jackson ON ✨

 

Volto para sala pra resenhamos com as meninas mas as mesmas já tinham ido embora, aposto que elas estavam mó cansadas pois nem terminaram o filme que assistiam, já que elas não terminaram eu e os meninos decidimos terminar sem elas. Júnior não se juntou a  nos ficou em seu quarto mesmo.

 

 

Kim - E aí, o que o senhor simpatia queri com você? - o curioso pergunta jogando uma de suas pernas em cima de mim.

 

 

Jack - Nada de mais... ele só queria saber o porque que eu contei da Nessa pra S/a! - pego o balde de pipoca do calo de JB.

 

 

Todos - Você falou da Nessa pra ela? - me olham incrédulos. 

 

 

Jack - Falei uai. - dou de ombro.

 

 

Mark - Por que você contou da Nessa pra ela?

 

 

Jack - Achei justo ela saber da cara de fuinha.

 

 

JB - Você é sua boca, você não sabe deixar nada no passado. - o mais velho fala negando com a cabeça.

 

 

Young - Você passou muito tempo no quarto dele, vocês só conversaram sobre a dona peste?

 

 

Jack - Não, também conversamos sobre eu não querer que eles namorem. - tiro a perna do folgado do meu colo, pego uma almofada e coloco em suas pernas pra agora eu ser o folgado e deitar em suas pernas.

 

 

Bambam - Deixa eu adivinhar... você não quer que eles namorem porque tá com medo de júnior, fazer algum mal a sua amada "irmã" certo? -pergunta com a sua atenção no filme.

 

 

Jack - Finalmente alguém que me entende! - boto palmas pois estou aminado que pelo menos um me entenda. - Júnior, já aprontou muito com varias meninas, com a s/a, não seria diferente, a única que ele não apro...

 

 

Todos - Nessa, já sabemos! você é um disco arranhado. - reviram os olhos.

 

 

JB - Jackson....(pausa) Júnior, mudou ele não é mais o mesmo. já faz anos que ela foi embora e desde então ele não se envolveu mais com nenhuma menina.  

 

 

Mark - S/a, é a única que ele que se relacionar desde a ida da garota, e pelo visto ele que ter algo serio com ela. - o garoto fala se alevantado e indo ate a cozinha buscar alguma coisa.

 

 

Young - Você deveria dar uma chance a ele, nós acreditas que ele mudou pra valer! - ri.

 

 

Bambam - Não seja  egoísta deixe eles dois tentarem ter algo, deixe o senhor simpatia mostrar que mudou.

 

 

Os garotos me fizeram parar pra pensar, eles estão certos tenho que deixar eles namorarem só assim, "deixar"? quem é você Jackson, pra dizer se eles podem ou não namorarem? você não é ninguém....os meninos tem razão se passaram anos júnior não é mais o mesmo. Isso é bom, muito bom,  definitivamente  ele não é mais quele cara idioto, arrogante, sem educação....espero que esses meus pensamentos não estejam errados.

 

 

 ✨ Jackson OFF ✨

 

 

 

 ✨ S/n ON 

 

 

Sai do dormitório sem me despedir dos meninos eu não parava de relembrar as palavras ditas por ele, minha cabeça estava a mil com isso, adentrei no  dormitório e fui surpreendida com Jully, que não para de pular e latir em cima de mim, brinco com ela por um longo tempo só assim pra tirar minha cabeça das coisas que ouvir do faísca, antes de me deitar alimento minha peluda com ração e leite, assim que ele termina vem dormir comigo, agarro no sono fazendo carinho nela.

 

 

 

⌚ 11:00 am 

 

 

Infelizmente sou acordada pelo meu celular que não parava de chegar mensagens! 

 

 

 

7 mensagens de Miguel não visualizada:

 

 

oi S/n! ❤

10:45 da manhã

 

Dormiu bem?

10:46 da manhã

 

Onde você tá agora?

10:50 da manhã

 

Tudo bem?

10:51 da manhã

 

O que você acha de sairmos pra comer hoje? 

10:53 da manhã

 

Você ainda tá dormindo?

10:59 da manhã

 

 Você não tá trabalhando hoje tá?

11:00 da manhã

 

Bom dia Miguel! não estou trabalhando!

11:01 da manhã

 

Dormi com um anjo. ��

11:04 da manhã

 

Marque a hora e o local pra gente comer ��

11:19 da manhã

Passo o local e a hora depois dorminhoca. ❤❤

11:19 da manhã 

 

 

 

✨ Mensagem OFF ✨

 

 

Liza - S/a, Vem comer! - a mais velha pate na porta antes de abri.

 

 

S/n - Tô sem fome! - levanto da cama dando um sorriso para mesmo e indo até o banheiro tomar meu primeiro banho.

 

 

Liza - De nova vai ficar sem comer pela manhã, criatura? - bate na porta do banheiro.

 

 

S/n - Vocês sabem que eu só mó difícil de me alimentar de manhã, não sei porque a surpresa.  - respondo a líder ligando o chuveiro e malhando meu corpo.- Ah....eu não vou me alimentar a tarde também, vou sair com um amigo mais tarde pra comermos juntos.

 

 

Liza - Esse seu amigo por caso se chama Miguel?

 

 

S/n - Hum.... - confirmo.

 

 

Liza - Júnior, sabe que você vai sair com ele?

 

 

S/n - Eu posso saber desde quando Júnior, tem que ficar sabendo com quem eu saio ou com quem eu deixo de sair? - falo auto do banheiro e com uma raiva só de lembrar de ontem a noite, ele não é nada meu pra mim dar satisfações da minha vida para ele. Ora mais é cada pergunta que me fazem.

 

 

Liza - Hum...vocês brigaram não foi?

 

 

S/n - Liza, você não tem que ir tomar café?

 

 

Liza - Já entendi, não quer falar sobre isso. fui!

 

 

  [....]

 

 

A noite chegou estou varada de fome não vi acara de nenhum dos meninos hoje e olha que eu sai três vezes pra ir na loja de conveniência. Miguel esta com as meninas na sala ele me pegou de surpresa pois o mesmo não me mandou mensagem falando a hora que viria me busca....acabo de tomar banho e me visto no banheiro mesmo a roupa separada por minha pessoa, esta noite trajarei uma calça jeans preta rasgara nas duas parte da coxa, uma cropped preto com um pequeno decote, uma jaqueta de couro vermelha e uma bota vermelha veludo cano curto com um pequeno salto fino. Faço um make básica  passo perfume e saio do quarto.

 

 

Jack - WOW....- vou andando até a sala com as vistas baixa ao ouvir uma voz rouca gritar levanto a cabeça e dou de cara com os meninos sentados no sofá, todos na quele cômodo me olha de pé a cabeça. - essa é minha "irmã"

 

 

Carla - Puta que pariu...- Carla era a única que não estava na sala, assim que deixa seu quarto e para ao lado de Liza. - Nossa maknae é tão estilosa!  - bate palmas.

 

 

S/n - Não exagera! - falo rindo do jeito da maior. - Oi meninos! Quando vocês chegaram? - dou passos lentos até eles.

 

 

JB - Já tem um tempinho. 

 

 

 

Júnior, encarou Miguel, por um longo tempo não olhava pra outro lugar a não ser pra ele...Miguel percebe que esta sendo encarado por ele mais não da nem trela pra ele. 

 

 

Miguel - Vamos? - vem até mim com um sorriso no rosto, sinto sua mão ser colocada em minha cintura.

 

 

Kim - Ah...vocês vão sair juntos? - pergunta olhando pra o castanho com uma cara preocupada.

 

 

 S/n - Sim! - finalmente sou mirada pelo faísca, o mais velho faz menção de se levantar mais JB, coloca a mão em sua frete o castanho olha para oque acabara de lhe atrapalhar de se levantar, o  líder  apenas nega com a cabeça e recolhe sua mão. Eu não sei confinar mais acho que ele vinha até mim falar algo. - vamos, tô morrendo de fome, não comi nada hoje. - andamos até a porta principal.

 

 

Young - Se divirtam e não fação nada que eu não faria. - agaroto coloca um sorriso no rosto mais logo é desmanchado pois o senhor simpatia o encaro feio. - Que foi, falei alguma coisa errada?

 

 

Júnior - Não imagina você sempre fala a coisa certa! - ironiza.

 

 

Pensamento Júnior ON ✨

 

 

Ela estava simplesmente perfeita essa noite  a roupa que trajava valorizava seus belas cuvas, queria ir até ela e chama-la para conversar e disser que tudo que eu tinha dito não era verdade! Só falei aquilo porque ela achava que eu ainda estava apaixonado pela quela garota. Ver aquele otário colocar sua mão sujas em sua cintura me deixou furioso...como ele ousa tocar sua cintura? atrevido, em que restaurante eles vão comer? que horas ela vai voltar?    acho que quem tem que pedi desculpas é eu pois foi eu que falei coisa chatas pra ela... 

   

 

✨ Pensamento Júnior OFF ✨

 

 

 

❄❄ Dias depois ❄❄

 

 

 ✨ Liza ON ✨

 

 

Infelizmente voltamos a trabalhar acabamos de sair de uma reunião com o senhor JYP, vamos lançar o nosso álbum de fotos junto com os nossos moletons personalizado com o nome do grupo nas costas. Júnior e S/n não se falam mais... já faz uns dias, quando eles se esbaram a apenas  reverencia entre eles dois nada mais alem disso! Eu e pessoal não sabemos oque fazer pra que eles voltem a se falar, tá difícil as coisas entre eles dois eles nem ao menos brigam o clima entre eles tá estranho! 

 

 

Todos menos Júnior - Terra chamando Liza! - chamam minha atenção uns batem palmas e outros estralam os dedos em frete dois meus olhos.

 

 

Liza - Foi mal, estava em outro planeta. - rio sem graça conçado a cabeça.

 

 

Bambam - Percebemos!

 

 

S/n - No que você tava pensando?

 

 

Liza - Em nada demais! Sobre o que vocês falavam?  - tento me atualizar das conversas.

 

 

JB - Estamos planejando fazer um jantar com meu famoso bulgogi, . - o mesmo termina de falar e pica olho pra mim fico sem entender o porque da piscada. 

 

 

Liza - De novo vida? já fizemos um jantar com seu bulgogin anteontem! 

 

 

Júnior -  Para de mentir, nós não estávamos conversando sobre nada, só estávamos aqui parados olhando pro nada! - o castanho olha para S/a, enquanto falava, a mesma não percebe pois estava olhando para fora da empresa.

 

 

JB - Liza, vem comigo! - o mais velho me distancia do pessoal. - Você não entendeu nada certo?

 

 

Liza - Certo!

 

 

JB - Eu pensei em algo pra juntar Júnior e S/a, talvez não de certo mais...

 

 

Liza - Vida, fala logo no que pensou. - falo empolga  pra ouvir seu plano.

 

 

JB - Supostamente não vai ter ingredientes pra comida!

 

 

Liza - Hum...entendi! E?

 

 

JB - E que... duas pessoas vai ter que sair pra comprar, quem vai ser essas sua pessoas?

 

 

Liza - Júnior e S/a! - estalo os dedos após sacar seu plano.

 

 

JB Isso!

 

 

Liza - Você acha que isso vai aproximar eles de novo?

 

 

JB - Como eu disse antes não tenho certeza se vai dar certo! Vamos pelo menos tentar.

 

 

Liza - OK! Vamos nós juntar a eles. - vamos de mãos dadas até o local onde estávamos.

 

 

[.....]

 

A noite chega ainda nos encontramos no nosso dormitório esperando a boa vontade da maknae sair do seu banho. - fala serio como um pode demorar tanta assim no banho.- podíamos ir sem ela mais a mesma pediu pra esperar. - Aff!

 

 

S/n - Terminei vamos! - a garota sai do seu quarto agasalhada pois a noite ta de perde os dedos das mãos.

 

 

Camilly - Finalmente amada!

 

 

Ana - Aiii....ela tá tão perfumada, pra quem sera que ela se perfumou toda? - S/a, olha para a que faz a pergunta e antes dela responder nega com a cabeça.

 

 

S/n - Girl, pra ele é que não foi, isso eu posso te garantir! - posso está ate equivocada ( significado de: engano...) mais a mesma parecei bem sincera em sua resposta.

 

 

Carla -    S/a, seu cabelo ta um poco úmido não vai secar? - miramos a cabelo da mais nova, Carla estava certa seu cabelo estava úmido não muito mais tava.- você pode pegar um resfriado.

 

 

S/n - Tá, tudo bem! Sou forte não vou pegar nenhum resfriado, vamos logo os meninos estão a nossa espera.

 

 

Camilly - ....

 

 

Liza - Vamos! - assim que chegamos no dormitório deles JB, me deu um sinal que significava que já estava na hora de colocar o plano em ação.

 

 

JB - É...então não temos ingredientes para o meu famoso bolgogi...

 

 

Júnior - É simples não faz seu  bolgogi, faz outra coisa.

 

 

Carla - Mas eu quero bolgogi! - contei para as meninas do plano do JB, provavelmente meu amado contou para os seus meninos.

 

 

Júnior - Problema seu! - Mark, olha feio o moço que responde mal a sua namorada.

 

 

Liza&Camilly - Eu também quero!!! - levantamos as mãos juntas.

 

 

JB - Alguém tem que ir comprar os preparos! - mira o castanho.

 

 

Júnior - Nem vem lá fora tá fazendo mó frio, e alem do mais os preparos dessa coisa não acha na loja de conveniência  aqui perto, só acha lá onde  judas perdeu as bota. coloca outra pessoa pra ir!

 

 

JB - Não da tem que ser você!

 

  

Júnior - E eu posso saber o por que? - Júnior, olha o líder da cabeça os pés com as braços cruzados.

 

 

JB - É que os vão para outra loja. - gagueja.

 

 

Meninos - Como? - vou te disser uma coisa as vezes eles são lerdos.

 

 

JB - Vão logo! - Júnior é o primeiro a se por de pé. - espera ai Júnior a S/a, vai com você.

 

 

 Júnior&S/n - OI?

 

 

Todos menos o casal - VÃO LOGO, estamos com fome. - os mesmos vão resmungando daqui até provavelmente la fora.

 

 

JB - Missão comprida! vamos esperar o retorno deles,espero que de certo! - JB, me contou que Jackson, não gostou muito da ideia mais também não odiou.

 

 

✨ Liza OFF ✨  

 

 

 ✨ S/n ON ✨

 

 

Não sei porque mais senti cheiro de armação quando nós sairmos do dormitório,enquanto eu e Júnior andava um silencio desconfortável reinava entre nós. Estamos em época de neve, nesse exato momento esta nevando e fazendo um frio imenso, se eu soubesse que ia sair teria me agasalhado mais....

 

 

Júnior - Tá com frio. - tempera a garganta.

 

 

S/n - Hum...? tá falando comigo? - pergunto me aproximando do rapaz.

 

 

Júnior - Com quem mais seria? a rua esta quase vazia não tem ninguém perto de mim a não ser você.

 

 

S/n - Vazia? - olho em nossa volta não tinha percebido que a rua mal tinha um pé de gente. - Sim eu estou sentido frio mais dá pra suporta!

 

 

Júnior - A loja esta logo ali vamos, logo a neve esta ficando densa pode ser perigoso pra nossa volta e pra você já que esta com o cabelo úmido. - Júnior, tira um dos seus casacos e me entrega.

 

 

S/n - Pra que você me deu seu casaco? - falo com seu casaco em mãos.

 

 

Júnior - Pra você jogar fora - ironiza. - é claro que é pra você vesti, não foi você que disse que estava com "frio"?

 

 

S/n - Obrigada! - visto seu casaco enorme que fica acima do meu joelho.

 

 

Entramos na loja de conveniência pegamos o que era preciso para o bolgigo, enquanto o castanho paga a conta eu coloco as compras nas sacolas recicláveis. 

 

 

Júnior - Vamos? - pega uma das sacolas.

 

 

S/n - Vamos! - ao sairmos da loja notamos que a nevasca tinha piorado mal dava pra enxergar o local de onde tínhamos vindo por mais agasalhados que estávamos ainda sentíamos frio nossos queixos não parava de bater. - O que estamos esperando? vamos logo tá mó frio.

 

 

Júnior - Você ficou louca de enfrentar essa nevasca? mal da pra ver a estrada.

 

 

S/n -  E?

 

 

Júnior - E... que não vamos voltar enquanto não der pra ver a rua direito.

 

 

S/n - Júnior, você não vê  jornal? vai ser o noite toda assim. - digo com o queixo batendo e tentando esquentar minha mãos. - temos que voltar enxergando a estrada ou não. - falo saindo da porta da loja.

 

 

Júnior - Você ficou louca? Que morrer? olha seu estado queixo batendo e cabelo úmido que pegar pneumonia praga? - me puxa pelo braço.

 

 

S/n - Ashi.... - retiro sua mão.

 

 

Júnior - Entre vou peguntar uma coisa a moça da loja. - adentramos na loja. - É...com licença pode nós dizer onde fica o hotel mais próximo?

 

 

S/n - OI? Hotel? - Arregalo os olhos.

 

 

Xxx - Tem um aqui atrás da nossa loja, se você quiserem podem sair pela porta do fundo assim não pega tanta friagem. - fala saindo de trás do balção.

 

 

Júnior - OK!!!

 

 

[....]

 

Júnior estava no quarto ao lado pelo visto - vamos ter que passar a noite aqui, cada hora que passa a neve fica mais densa...- escuto batidas na porta levanto da cama e vou abrir tenho visão de Júnior parado com uma de suas mãos na guarnição de porta.

 

 

S/n - O que faz aqui? não deveria tá dormindo?

 

 

Júnior - Preciso conversar com você! - o castanho entra no quarto sem ser convidado e fecha a porta.

 

 

S/n - Não pode deixar pra manhã?

 

 

Júnior - Não! Tem que ser agora! - senta na minha cama.

 

 

S/n - Vá em frete, puxe o sunto da conversa. - dou permissão a ele puxo uma cadeira que tem no quarto e me sento longe dele.

 

 

Júnior - É sobre oque eu falei de você no meu quarto na quele dia lembra?

 

 

S/n - Lembro e não quero falar disso! Então por favor queira sair do meu quarto. - me levanto da cadeira e até ele pegar em sua mão pra que se levante e saia.

 

 

Júnior - Só vou sair quando falar. -   o faísca me senta na cama  e fica agora em minha frete abaixado. 

 

 

S/n - Júnior....

 

 

Júnior - Tudo que eu falei é mentira você não é como as outras que fiquei, não estou apaixonado pela nessa nem sei se algum dia fui apaixonado por ela! S/n, desde que ela se foi não me relacionei com ninguém, durante cinco anos você finalmente apareceu! S/n, sei que Jackson, pediu pra você não se relacionar comigo por motivos que todos já sabemos, mais eu te peço uma chance me deixe mostrar que não sou aquele antigo Júnior.... - sou colocada de pé o mesmo se a joelha em minha frete, abro um sorri que só ele pode colocar em meu rosto. - Eu até namoraria uma pessoa como eu, mas prefiro deixar essa honra para você. Namora comigo?

 

 

 S/n - Você não existe...- rio do seu pedido de namoro. - Sim! Eu aceito ter essa honra de namorar você.

 

 

Júnior - Por que você me regeit...- levanta. - Você disse sim?

 

 

S/n - Sim!

 

 

Júnior, me envolve em um abraço apertado em seguida me tira do chão e começa a me girar pelo quarto, com seus giros caímos na cama obviamente o faísca em cima de mim com seu peço agradável devo dizer, o senhor simpatia deixa selares em meu pescoço na mesma da hora meu corpo arrepia por inteiro ele faz trilha do meu pescoço ate minha boca um beijo quente é iniciado por nós dois, a posição é trocada por mim deixo ele agora por baixo deixo seus lábios doce e parto para seu pescoço começo a dar chupões e mordidas em sua orelha, escuto o seu remido perto do meu ouvido, Júnior pega minha mão e coloca por debaixo de sua camisa, ele volta a ficar por cima tira sua camisa e me dar o prazer de ver seu corpo definido o mesmo me copia, inicia chupões doloridos e excitantes em pescoço, mãos bobas começam a passear meu vestido é retirado por ele fico apenas com minhas roupas de baixo, o castanho coloca sua mão por trás de minhas costas e pede permissão pra retirar o sutiã, com os olhos fechados sentido seus toques sobre cada canto do meu corpo apenas a sentir com a cabeça. - Jún - ior - gemi seu nome ao sentir o mesmo mordiscar e chupar meus seios. o mais velho agora fica apenas com sua box senti minha roupa de baixo ficar molhada, o castanho foi beijando e descendo até minha roupa intima, ele retira minha calcinha e coloca sua mão na minha intimidade. - Ahhhhh....- solto um gemido sem perceber.

 

 

  O movimento vai e vem é começado por ele em minha  intimidade me fazendo gemer alto, não dou ligança pra quem esta nos quartos vinhos aos poucos ele aumenta a velocidade e eu gemia conforme sua velocidade, o mesmo retira seu dedo de minha  intimidade fico por cima agora eu que vou tortura-lo coloco minhas mãos sobre seu peito e começo rebolar em cima do seu membro ereto agora ele gemia com os seus olhos fechados.

 

 

Júnior - Pare de me torturar estrangeira. - coloca sua mãos em minha cintura, eu retiro pois ainda não terminei de brincar levanto e tiro sua box meus olhos acabam de contemplar seu membro alterado, pego o seu companheiro e começo a masturbar depois de ter feito isso levo boca brinco com seu membro rápido e escuto ele gemer com seus gemidos vou mais rápido possível sinto seu ele que gozou em minha boca, vou rápido até o banheiro cuspo na pia assim que volto para cama sou surpreendida com ele me beijando, ele me deita na cama e fica por cima acaricia minha face com um sorriso no rosto.

 

 

Júnior - S/a, você é virg....- a senti com a cabeça. - aperta minha mão se a dor for insuportável ok?  

 

 

S/n - OK! - o castanho ri malicioso se posiciona e introduziu aos poucos seu membro sinto uma dor insuportável em minha intimidade caso algo na cama pra que eu apertasse não encontro nada a não seu o lençol da cama, nossos gemidos começam a tomar de conta do quarto o castanho começa com movimentos lentos ao poucos ele começa a aumentar a velocidade duas  lagrimas correm em cada lado do meu rosto, são secadas pelo castanho o mesmo coloca sua mão na minha que só esta faltando rasgar o lençol minha mão e retirada de lá e entrelaçada com aos do faísca, a dor vai embora e agora da espaço ao prazer e delírios solto sua mão e levo para suas costas  que agora esta sendo aranhada por mim, contro de posição com ele fincando por cima introduzi novamente seu membro em minha intimidade quico em cima dele, sinto suas mãos quentes sobre minha cintura ele me ajudou na velocidade, no quarto só avia gemidos de prazer e nossos corpos batendo um contra o outro pra finalizar fico de quatro o continuou com seus movimentos rápidos e agora fundos eu pra não gemer mais alto que gemia pego um travesseiro e mordo, nos chegamos ao nosso ápice, ele retira seu membro de dentro de mim e me chama pra tomar banho. pra mim não da com a cara na chão pois não senti minhas pernas me apoio nele. Durante o banho rolava mãos bobas e beijos quentes malhados com mordidas labiais e chupões que só ele sabia dar. Saímos do banheiro e como no hotel avia dois lençois resolvemos trocar, deitamos de conchinha o mesmo estava me abraçando tão forte que parecia a qualquer minuto eu ia escapar dele.

 

    

Júnior - Você gostou? - fala em meu ouvido.

 

 

S/n - Sim! - afundo meu rosto no travesseiro de vergonha.

 

 

Júnior - Vamos fazer de novo? - ri anasalado.

 

 

S/n - Agora?

 

 

Júnior - Hum.... - me vira pra ele e confirma com a cabeça.

 

 

S/n - Tá louco?

 

 

Júnior - Por você! - mordisca meus lábios.

 

 

S/n - Não, mais hoje não! - beijo sua bochecha e me deito em seu peito durmo ouvido as batidas de seu coração.

 

 

Júnior - Boa noite estrangeira, obrigado por me torna o homem mais feliz dessa face da terra. - acaricia meus cabelos.

 

 

 

 

 


Notas Finais


Continuo ou não?

sinto se estiver com erros.

espero que tenham gostado

fui!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...