1. Spirit Fanfics >
  2. Meu namorado é um veado! (Imagine crack, Cha Eunwoo) >
  3. Quarentinha

História Meu namorado é um veado! (Imagine crack, Cha Eunwoo) - Capítulo 43


Escrita por:


Notas do Autor


se liga quem voltou

aliás, meu grupo cover lançou pré o pré debut (eu finalmente apareci lá também, aliás), se quiserem ver, o link tá nas notas finais

(aliás, tá meio ruim nas minhas partes pq eu tava com a garganta infectada :D)

dêem muito amor ao Starry Sky (menos a Lize, aquele feia, não gosto dela não)

Capítulo 43 - Quarentinha


Fanfic / Fanfiction Meu namorado é um veado! (Imagine crack, Cha Eunwoo) - Capítulo 43 - Quarentinha


•S/n•





— Na moral, não acredito! 



Eunwoo— E até parece que tu gostava de sair de casa antes. 



— Tu vai me dizer que a gente não saía? TU VAI METER ESSE LOUCO PRA CIMA DE MIM? 



Eunwoo— Agora a gente não ia sair, de qualquer jeito. Você não tem dinheiro mais. 



— QUEM FEZ EU GASTAR? 



Eu tava perdendo a cabeça. Foram apenas alguns dias de quarentena, mas já estava ficando louca. Não ver o bonde da farofa inteiro tava me fazendo ficar mal, mas a gente não podia se encontrar. 



Eu tava entediada, sem meus amigos e com mais três híbridos pra alimentar. Eu tava pirando. 



[...]




Tango— Você acha que essa camisa ficou legal em mim? 



Sonata— Eu gostei. 



Tango— Não sei, parece meio estranho. 



Bolero— Isso combina perfeitamente com você, relaxa. 



Tango— Sério? Ah, valeu! 



Bolero— Ele acha que isso foi um elogio. - Sussurrou pra Sonata. 



— Híbridos! Tenho um anúncio a fazer.



Sonata— O que é, dona? 



— Por causa da quarentena, vocês não podem sair por aí nos telhados dos vizinhos como vocês gostam de fazer. Eu sei que pode ser difícil, mas vocês vão ter que ficar dentro de casa. 



Eunwoo— Tu acha mesmo que vai prender eles dentro de casa? São metade gatos! 



— Cala a boca! Enfim, preciso que fiquem aqui. Sei que o vírus que se espalha pra animais não podem ser contraídos por humanos, mas no caso de vocês, você correm risco em dobro. 



Eles pareciam meio tristes com a notícia, mas a culpa não era minha. 



[...]



— Garoto, tu é insuportável. - Falei pro meu digníssimo namorado. 



Eunwoo— Não tem de quê. 



Nesse momento, recebi uma ligação do Chany. Fazia um tempo que eu não falava com eles, eu estava com saudade. 



Eae mano, suavo? 



Chanyeol— Suave minha pica! Meus pais em casa é a pior porcaria que podia acontecer. Além do mais, eu tô com saudade do Jinwoo! 


Verdade. Eles estavam sem se ver. Eu pelo menos estou com o Woonie, mas o Chany deve estar num humor daqueles que dá vontade de enfiar uma faca no joelho e sair gritando.



Eunwoo— Por que não fazemos uma call com todo mundo? A gente joga alguma coisa ou assiste um filme, sei lá. 



— VERDADE! Ia ser legal, não iria? 



Chanyeol— Assim... Não sei. Vamo. 



E assim, surgiu a ideia de fazermos uma noite do filme. Não igual fazíamos, porque né, já sabem. Porém, nós poderíamos nos divertir mesmo longe um do outro. 



— COMO EU SENTI SAUDADE DE VOCÊS SEUS ARROMBADO! 



Rocky— Nice, já chego sendo xingado. 



Moonbin— É tão legal podermos estar juntos mesmo longe um do outro! Fazer call foi uma ótima ideia. 



Sanha— WoW, tEcNoLoGiA! - Zoou da cara do Moonbin. 



Jinjin— Cala a boca seus bando de doente! E aí, o que vamos assistir? 



Mj— Se for terror é soco. 



Sanha— Tu não pode socar ninguém agora. 



Chanyeol— Já tô até vendo como essa quarentena vai ser. 



Eunwoo— Seguinte, vamo ver Alvin e os esquilos. 



Mj— Que aleatório. 



Chanyeol— O triste é que se eu ver isso vou sentir saudade do cara de rato do Jinnie. 



Jinjin— Olha a voadora. Fofinho, mas olha a voadora. 



[...]





— ACORDA! - Gritei no final do filme, prevendo a situação atual dos meus amigos. 



Rocky— TU QUASE ME MATOU DO CORAÇÃO SUA IMBECIL!



— Conheço vocês. 



Eunwoo— Mas é só eu ou essa casa tá muito silenciosa? 



— True. Não tô ouvindo os gatos derrubando a casa ou minha mãe gritando por causa de novela ruim. 



Moonbin— Talvez um assassino tenha entrado e... 



Sanha— Moonbin, cala a boca! 



Eunwoo— Vou ver o que é. 



Só na minha casa que a gente só desconfia se alguém entrou quando tá silêncio. 






•Eunwoo•



Fui ver os gatos. Andei devagar até o quarto pra eles não perceberem que eu estava chegando e pararem o que estavam fazendo. Paranóico? Não, precavido. 



Abri a porta do quarto, mas não tinha nenhuma bomba nuclear, um homem amordaçado ou algo assim. Apenas dois gatinhos dormindo profundamente. 



— DOIS?! CADÊ O BOLERO? 



Os gatos acordaram e olharam pelo quarto. 



Sonata— Ah não bro, O Bolero de novo! 



Tango— Vou descer o cacete nele quando voltar, aí quero ver! 



— Me ajudem a procurar ele. 



Nem precisei. Só de olhar pra janela já vi o maluco em cima da árvore. ELE TAVA TENTANDO PULAR NA CASA DO VIZINHO. 



Como ele era pequenininho, pular da árvore até o muro seria impossível. Ele ia cair louco de lá de cima. 



— BOLERO, SUA ANTA! VOLTA AGORA! 



Ele entrou em pânico quando me viu e começou a pegar impulso pra pular. 



— BOLERO SE TU FIZER ISSO TU MORRE, E NÃO VAI SER NEM PELO TOMBO! 



Sonata e Tango começaram a ir em direção dele, até que tentando criar coragem a patinha dele escorregou e





Notas Finais


e não vou contar o resto nesse capítulo HAHAHSHAHA

amo vocês, se vocês me amam, não me matem, obrigada



Agora, falando sério, tomem cuidado. O vírus é perigoso. Evitem ao máximo contato com as outras pessoas. Não saíam para coisas fúteis, apenas supermercado, farmácia e hospitais. Lavem as mãos bem sempre e tomem cuidado com o que entra e sai da sua casa (de preferência, faça com que nada entre ou saia).

Se nem o bonde da farofa tá se encontrando, é porque a coisa tá séria. Por favor, respeitem o afastamento social.



link do cover: https://youtu.be/da0dSm9jj1g


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...