História Meu namorado é uma celebridade - Capítulo 39


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Justin Bieber, Romance
Visualizações 34
Palavras 889
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ooii gente, espero que gostem desse cap, comentem e favoritem pra me ajudar. Beijos😍😘
BOA LEITURA!

Capítulo 39 - Perdidos


Fanfic / Fanfiction Meu namorado é uma celebridade - Capítulo 39 - Perdidos

Acordei aquecida,  nos braços de Justin ele salvou a minha vida,  o nosso amor salvou minha vida. 

_oi meu amor,  acordou. _ele disse sorrindo. 

_oi_disse lhe dando um beijo. 

_precisamos achar o caminho de volta temos que ir embora,  eu tenho  um show. 

Justin me ajudou a me levantar,  demos as mãos então saimos da caverna,  olhamos envolta e só  havia arvores,  uma floresta enorme,  então fomos andando,  precisamos achar o caminho de volta. 

_onde sera que estamos. _disse. 

_eu não sei,  estamos na Flórida. Não conhecemos nada aqui linda. 

Fiquei tensa como vamos embora agora? eu to cansada com fome e precisando de um banho urgente. 

[…]

Depois de horas andando,  eu não aguentava mais,  então paramos.  estamos perdidos não fazemos a minima ideia de como vamos sair daqui. 

_linda acho que..... 

_shiiiiiiii

Disse o fazendo ficar calado,  então olhei envolta,  tava ouvindo um barulho. 

_o que foi? _justin perguntou assustado. 

_não ta ouvindo? 

Puxei ele pela mão e corri em direção ao barulho,  passando por galhos e espinhos,  então eu encontrei,  praia , na verdade uma ilha,  era linda,  como a do filme a lagoa azul. 

_é  praia,  talvez ja estejamos em Miami _disse Justin com uma cara contende. 

Então o o olhei com piedade,  ja assisti muitos filmes e ja estive em ilhas. 

_anjo,  isso é  mar aberto,  estamos em uma ilha,  ficamos horas naquele carro ele pode ter muito bem entrado em uma balsa. 

Justin fez uma cara triste. 

_linda como vamos sobreviver,  eu to morrendo de fome,  eu nunca passei por isso. _ele disse desesperado. 

Ele tem razão,  Justin Bieber numa ilha deserta não sobreviria um dia,  sem mim é  claro,  eu ja tive fazenda sei de muitas coisas e amo filme de naufrágio,  preciso acalmar ele. 

_depois agente pensa nisso,  agora olha esse mar,  vamos entrar. 

_mas você não disse que era mar aberto? 

_E é  mas,  mais pra frente,  onde vamos entrar é  corais. 

Olhei para ele sorrindo e tirei minha rolpa ficando somente de calcinha e sutiã,  ele fez o mesmo e tirou suas roupas,  e em sua cintura estava a arma do meu crime,  ele fez bem em quardar,  minhas digitais estão nela,  saimos correndo em direção a água,  que estava gelada mais deliciosa,  Justin me pegou pela cintura e me beijou,  caimos na água  relaxando. 

Saimos da agua e eu não queria colocar minha calça jeans,  tava muito calor. 

_anjo,  você ta com seu punhal? 

_Sim linda porque? 

_eu preciso. 

Justin me entregou o punhal então eu o mandei segurar minha calça e cortei as pernas dela fazendo um shorts. Justin sorriu me vendo colocar meu novo shorts. 

_esperta você linda,  mas agora eu posso surtar? eu to com  fome,  agente vai ficar aqui pra sempre agente vai morrer. 

_para de ser chorão anjo. 

Peguei a mão de Justin rindo dele fazer biquinho,  caminhamos em meio as arvores. 

_é  porque andar no meio da floresta vai adiantar alguma coisa,  agente vai morrer aqui. _Justin resmungava atrás  de mim. 

Então eu soltei um grito. 

_aaih loca quase ne mata de susto. _Justin diz serio. 

Caio na gargalhada ao ver a reação dele. 

_Justin é  banana,  e cocos. 

Justin arregalou os olhos. 

_eu nem sabia que banana se dava em um pé assim,  como você sabia? 

Revirei os olhos e olhei pra ele com cara seria. 

_Justin eu cresci em uma fazenda eu sei tudo sobre sobrevivência. 

Fui ate o cacho de banana e as cortei com o punhal do Justin. 

_agora sobe la e pega os cocos. 

Justin arregalou os olhos. 

_eu??? _ele perguntou apontando pra si mesmo. 

_não ....minha avó _disse sarcástica. 

Justin revirou os olhos,  e foi ate o coqueiro e começou a subir,  quando ele estava la no topo ele pegou um coco. 

_pega. 

Fiz que sim com a cabeça então ele jogou o coco, ele pegou tres e voltou de novo pro chão,  pegamos a bananas e os coco,  voltamos para a praia e colocamos tudo la  embaixo de um coqueiro na sombra, voltei e peguei algumas folhas que parecia uma concha,  depois peguei um pau e comecei a aficar a ponta e Justin só  me observava. 

Quando a ponta estava bem afiada corri para o mar ouvi do Justin vir atras. 

_não me diga que você vai tentar pegar um peixe com isso? _ele perguntou debochado. 

Não dei ouvidos a ele e me concentrei,  e bem na hora que estava passando o peixe eu joguei a flecha com toda força nele,  então  eu o peguei , Ergui  a lança com o peixe espetado na ponta e olhei pra ele,  que começou a sorrir. 

_a cada dia que passa você me surpreende mais. 

Caminhamos para debaixo do coqueiro conde colocamos as bananas e os coco. 

_Justin? _eu o chamei. 

_que foi. _ele respondeu distraído. 

_ta com seu esqueiro ai? 

_eu não fumo mais linda. _ele disse fazendo cara de inoscente. 

_Justin,  eu sei que você ainda fuma cigarro  agora passa pra cá. 

Ele sorriu e me entregou o esqueiro,  juntamos algumas madeiras e fizemos uma fogueira e colocamos o peixe assar, não tinha sal,  mas pelo menos não  iamos morrer de fome. 

Depois de comermos o peixe,  comemos uma banana e tomamos a agua de um coco. 

_será que eles ja estão procurando agente? _Justin perguntou. 

_claro que sim. 

Nos aconchegamos perto da fogueira e pegamos no sono. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...