História Meu namorado (quase) perfeito. (Imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, TWICE
Tags Jungkook Robôzinho, Romance, Tentativa De Comedia, Você
Visualizações 53
Palavras 784
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Crossover, Drabble, Ficção, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom pessoal, como havia dito trouxe para vocês o prólogo. Não demora sai o capítulo um, tá bom? Achei até engraçado o prólogo, e gostei bastante.

Assim como gostei espero que também gostem. <3

Capítulo 1 - Prólogo.


                                                                          Prólogo.

 

Bufei raivosa e mordi os lábios na tentativa de descontar toda a raiva – falhando – Dou um gole no meu suco de caixinha e eu suspiro cansada. Sério que ele continuaria a fazer estas piadinhas? E minha amiga com essa ideia maluca de comprar um android/robô para me satisfazer e para fingir ser meu namorado? Não é por que, Selly nossa colega de escola fez isso, que irei fazer.

 

 

 

Há um mês, aqui em Busan lançaram os Andróides Masculinos e Femininos ver. Quase Humano. Muita gente comprou tipo muitas mesmo. Tem tamanho, recém-nascido, bebês, crianças, pré-adolescentes, adolescentes, jovem adultos (17,18)... E por fim adultos. E estão para lançar a era velha. Lá em Tókio já lançou, então não demora lança aqui na Coréia. Funciona assim: Você entra no site: https//compreumrobô.com.net e você escolhe se quer masculino, feminino, a idade, tamanho, cor de cabelo, cor de olhos, cor de pele, resumindo tudo que um humano tem de ter. Até marca de nascença. Pois é, monas a tecnologia evoluiu.

 

 

 

 E para melhorar ou piorar não são caros. Sou interrompida de meus devaneios, pela professora dizendo que podemos ir embora. Glória deus!

 

 

 

 

– Pessoal quem terminou  o exercício de inglês pode ir. E quem não terminou fique, tchau gente. – Vai embora.

 

 

Com os materiais guardados ponho minha mochila nas costas e saio à espera de minha melhor amiga Sana. Assim que a morena sai da sala, a cumprimento sendo cumprimentada e conversamos enquanto andamos coisas diárias, como o professor Jin é um amor de pessoa, e como o diretor Clóvis é bonito.


 

– Amigaaa, seu aniversário está chegando, em menos de dois dias já faz dezessete, ai que tudo!  – Dá pulinhos. – E daí vai poder ir a festas com a unnie aqui. – Faz uma dançinha estranha.

 

 

 

Sana era um ano mais velha que eu, portanto ela pedia que eu a chamasse de unnie. Ou seja, ela tem dezoito.

 


– Agora voltando ao assunto... Eu já sei o que darei de aniversário a você, quer saber? – Exclama sorridente.

 

 

A curiosidade matou-me e não agüentei.

 

 

 

  -- SIMMMMMM – Digo piscando os meus olhos azuis.

 

 

- Um robô masculino gostoso do jeito que você gosta! – Diz e começa a correr.


 

- AARRHG SUA VADIA – Grito chamando a atenção de todos na rua.                                                                                                

 

                                                                                                        

    


       


                      [...]

 

 

Dois dias depois... (Sábado).


 

Depois de um bom banho quente, faço um lamén para comer. Já eram em torno das nove da noite, depois da festinha surpresa que teve para mim fiquei muito feliz, recebi vários presentes, muitos parabéns. Até de Jimin (meu ex-namorado) ganhei presentes, que foi uma tiara de gatinho preta e uma capinha a prova d’água de celular. Termino de comer meu lamén apimentado e lavo o prato e os talheres e o copo que usei, em seguida deitando em minha cama. Pego meu notebook que por acaso estava ao lado de minha cama de casal e o abri, colocando minha senha e abrindo na netflix para olhar minha série favorita: Stranger Things. Coloco no capítulo em que parei e assisto. Depois de ver uns dois ou três capítulos a campainha é apertada. Que horas são para baterem á porta? Olho em meu notebook e vejo que são meia noite e meia, para mim não é tão tarde. Mas para o pessoal de Busan sim. Levanto contragosto de minha tão adorada cama e vou até a sala.

 

 

Pego a chave em cima do balcão e abro a porta. Sendo vista por um homem não muito alto muito pálido e lindo entregando-me uma prancheta para assinar, sem saber o que fazer e eu assino rapidamente e ele deixa uma caixa gigantesca em minha casa junto a um bilhete colado.

 

Pego o bilhete que por acaso era um post-it rosinha de panda muito parecido com os que Sana unnie usara para seus avisos escolares entre outras coisas. Franzo o cenho e sem conseguir ler direito coço os olhos e logo consigo enxergar.

 

 

“Oi dong, aqui é a unnie (Sana) e vim entregar a você este lindo e belo presente. Eu sei que você precisa, tanto para satisfazê-la e para fazer ciúmes ao seu ex-namorado Park. Sei também que não irá aceitar, mas não tens como o devolvê-lo, o andróide que comprei para você, fará você esquecer o seu ex. Tire o papel de presente e cairá o manual, lá tem as instruções que precisará.”

 

 

OBS: Fui viajar por um tempo indeterminado, portanto não terá como me matar.

 

 

Termino de ler o post-it agradecendo a deus por Sana não estar, pois eu teria sido presa e condenada disso eu tenho certeza. Sorrio falsamente para a caixa e engulo seco, não agüentando e logo gritando loucamente.

 

 

 

 AAAH SANA SUA PUTA FALSA, TE ODEIO, MAS EU TE AMO TA? – Eu e minha bipolaridade. 


Notas Finais


Espero que tenha gostado, meus xuxus!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...