História Meu neko encantador - ItaSasu - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shisui Uchiha, Tobirama Senju
Tags Itachi, Itasasu, Kawaii, Naruhina, Naruto, Sasuita, Sasuke Neko, Yaoi
Visualizações 58
Palavras 1.959
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem, tenham uma ótima leitura =)

Capítulo 28 - Mesmo se eu morrer...


    ??

  I: Está melhor agora, Sasuke?

    Pergunta, olhando para o felino em sua frente

  S: Sim

    Responde, devolvendo o copo de água vazio para Itachi

  I: Ainda bem...

    Itachi estava aliviado por Sasuke estar acordado, é claro, mas ser tratado como um amigo distante estava realmente estava o incomodando bastante

 

    Desde de que o neko acordou e saiu por aí em busca de água, ele deu sinais que seu cérebro havia sido afetado. Ele reconheceu Itachi depois de ouvir sua voz, completamente espantado por ser chamado de "moço", como se fosse um desconhecido 

    Mas Sasuke não havia simplesmente ouvido a voz de seu dono e esclarecido sua mente. Se lembrava de Itachi como um amigo distante, como se não o visse há muito tempo, o que deixou o mais velho profundamente chateado

    "É por causa de sua doença", disse o médico, "Está chegando até seu cérebro, isto é preocupante, não achávamos que já estaria neste ponto mesmo com o tratamento...". E tinha algum modo de descobrir que isto estava acontecendo? Talvez com exame? Teria como eliminar a doença de outro modo? Talvez um tratamento mais agressivo?

    "Mas não se preocupe, logo logo ele se lembrará de tudo. Pode ser apenas temporário essas...perdas de memória. Com o tratamento correto, isso pode desaparecer completamente"

    "Não se preocupe"

    Itachi suspira, passando a mão livre pelo rosto. Um tratamento...está certo, ele teve receio de falar cirurgia em sua frente? Sasuke era um neko resistente, conseguiria passar por isto, não é? Mas se algo desse errado....

    "Não se preocupe"

    Itachi sente-se irritado. Que aquele homem vá para o quinto dos infernos! A pessoa que mais amava no mundo estava o tratando como se fosse alguém distante e por isso passaria por uma cirurgia! Foda-se aquele maldito médico que nunca ligou para o sentimentos dos donos dos nekos, que precisava de um enfermeiro para suavizar suas palavras rudes! Quem ele pensava que era?

    O Uchiha olha para Sasuke, que o encarava com certa curiosidade

  S: Por que está nervoso?

  I: Não estou nervoso

  S: Está sim

  I: É...algo pessoal

  S: Ah, sim

    Itachi desvia o olhar para seus próprios pés, sentia-se atordoado. Sasuke olha para frente. O neko sabia que o mais velho estava nervoso, mas não sabia o por quê. Mas se era algo "pessoal", bem, que direito ele tinha de perguntar outra vez? 

   Sasuke suspirou, até quando ficaria naquele lugar? Era tão entediante...

 

7:00 da manhã

    Acabava de completar três dias que Sasuke estava no hospital, desta vez, acordado

  I: Sasuke, está tudo bem? Precisa de alguma coisa?

  S: Eu estou bem, não precisa se preocupar

    Disse sorrindo para o dono. Com muito esforço, Itachi conseguiu fazer o felino se lembrar, aos poucos, de tudo. Mesmo que fosse difícil faze-lo acreditar em certas coisas, como a questão dele estar doente. Sasuke realmente acreditava estar saudável, mesmo estando no hospital há três dias, ele concordou com Itachi, mas ainda tinha suas dúvidas sobre a tal doença que ele "tinha"

    Mas Sasuke tinha mais para pensar do que nesta doença em que ele não acreditava ter. Algo enchia sua mente muito rapidamente. Sim, conseguia se lembrar das coisas conforme Itachi lhe contava com muitos detalhes e muita paciência, mas...então, ele disse "isso aconteceu semana passada", e o felino o viu como um mentiroso de primeira

    Estava tudo guardadinho em sua mente, mas isso aconteceu muito tempo atrás. O que deixou um enorme buraco vazio em "o que aconteceu recentemente", já que realmente não podia se lembrar

    

    Sasuke suspira, estava tão cansado. Itachi se senta novamente na cadeira ao seu lado, como vinha fazendo os últimos dias. O neko realmente não sabia como aquele humano tinha tanta paciência de ficar ao seu lado dia e noite, sem fazer nada além de conversar e fazer companhia. O que isso resultou? Em um carinho enorme que nasceu no peito de Sasuke, sentia-se tão bem com Itachi ao seu lado

  I: O que foi, Sasuke?

    Perguntou, vendo que o menor estava o encarado fazia algum tempo

  S: Você é muito bonito, Itachi

    Disse, sem qualquer vergonha

  S: Na aparência e na personalidade

    Sasuke vê Itachi ficando com seu rosto vermelho, não sabia o por que, mas achava que era algo bom, pois era bonito de se ver

  I: Ah, obrigado, Sasuke. Você também é bonito

    O felino ri baixinho, sendo que era a sua vez de ficar com as bochechas quentes, mesmo que não soubesse que era esta sensação que as deixava rosadas. Era bom elogiar Itachi, e ainda melhor receber elogios

  I: Mas...mudando de assunto...

    Sasuke observa o Uchiha, que parecia um tanto nervoso agora, mas ainda tinha traços rosados me suas bochechas, os quais desapareceram logo em seguida

  I: Você terá que fazer um...tratamento especial...bem, uma cirurgia

    Diz devagar, esperando que o neko ficasse espantado, mas não foi isso o que aconteceu

  S: Tá bom

  I: ...O-o que?

  S: Disse "tá bom"

    Repete, sorrindo gentilmente ao ver a cara de espanto de seu dono

  S: Pelo o que e saiba, a única coisa que preciso fazer é dormir, o complicado não fica para mim, não é?

    Itachi não sabia exatamente o que dizer para o neko, como poderia explicar que havia risco de morte em uma cirurgia? O felino entraria em pânico! Então, o Uchiha concordou:

  I: Ah...sim, sim, é só isso, Sasuke. Ainda bem que você sabe

    Diz se levantando, parando ao lado do menor e acariciando seus cabelos. O neko parecia sempre ficar tão feliz quando recebia alguma caricia...

 

 

    Restava apenas duas horas para que a cirurgia começasse, Itachi estava quase cuspindo seu coração pela boca enquanto se engasgava com a água que tinha pegado para beber

  S: Itachi, se acalme! Desse jeito você vai morrer!

   Avisou preocupado, olhando seu dono parando de tossir aos poucos e voltando a respirar pesadamente

  S: Beba devagar

    Itachi segue o conselho do menor, afinal, se morresse engasgado, ficaria realmente revoltado ao chegar ao "outro lado", afinal, não tem maneira melhor para se morrer? Vamos, Itachi, respire fundo

  S: Você tá muito nervoso

    Disse rindo, não sabia o por que deste nervosismo, mas achava divertido. Talvez ele tivesse visto um fantasma no corredor? Oh, que legal! Um fantasma...será que eles são mesmo transparentes?

  I: Sasuke, você tem certeza que está pronto?

  S: Sim

  I: Certeza absoluta?

  S: Sim!

  I: Mas...

  S: Também sim! Não se preocupe

    Itachi levou a mão ao peito e respirou fundo, algo estava errado...não era o paciente que devia estar quase desmaiando de medo antes de uma cirurgia? Mas Sasuke não sabia exatamente o que era uma cirurgia...não é?

  I: Certo...lembra do que o médico falou?

  S: Hum...mais ou menos...

  I: Você vai apenas dormir, assim como você tinha falado antes, quando acordar, vai se sentir bastante zonzo

  S: Está bem. Eu sempre acordo um pouco zonzo, para falar a verdade

  I: Sim...mas vai ser...muito mais zonzo

    Sasuke parece pensar em quão zonzo ele seria capaz de ficar

  I: Então voltaremos para casa algum tempo depois

  S: Oh, sim...

  I: Você vai continuar tomando seus remédios, terá que voltar para clinica uma vez por dia para continuar com seu tratamento e...bem, não se preocupe, eu vou estar com você o tempo inteiro, então não precisa ficar com medo de nada, está bem?

  S: ...

    Sasuke parecia no mundo das nuvens, olhando fixamente para o vaso de plantas que havia no canto do quarto, onde tinha uma pequena borboleta. Ela devia ter entrado pela janela, não é?

  I: Sasuke?

  S: Hum?

    O felino olha para Itachi

  I: Você escutou o que eu te disse?

  S: O que você disse, Itachi?

    Perguntou curioso, levantando bem suas orelhas felinas para que pudesse escutar. Itachi encara por alguns segundos aqueles olhos redondos e brilhantes, mas então balança sua cabeça e ri. Ele faz um sinal para o neko se aproximar, como se fosse contar um segredo. Sasuke aproxima seu rosto ao do dono, para escutar o que ele tinha para dizer. E baixinho, ele lhe conta:

  I: Eu te amo, muito

    Tocando a nuca do mais novo com a mão e lhe dando um beijo na testa. Sasuke se afasta de Itachi, olhando surpreso para seu rosto, onde havia um sorriso leve e cheio de carinho. O felino corresponde ao sorriso, enquanto sente suas bochechas ficando quentes. Foi a primeira vez que o calor invadiu também seu peito, como se houvesse uma brasa lá dentro. Era tão bom...

 

    Faltava apenas alguns minutos para cirurgia começar, Itachi já estava desejando boa sorte para Sasuke, ao mesmo tempo que tentava se acalmar

  I: Ok...hum...Sasuke, quero que saiba algo

  S: O que?

  I: Por causa da anestesia, é possível que sua memória seja afetada novamente, então...você pode se esquecer muita coisa...eu preciso que você esteja ciente disto

  S: Oh...sim

  I: Você quer fazer a cirurgia mesmo assim?

  S: Sim, afinal, acho que esqueci de muita coisa, mesmo assim continua vivo!

    Fala contente, fazendo Itachi sentir-se um pouco aliviado

  I: Ainda bem que você está mais calmo do que eu

    Diz, o neko ri e então parece lembrar de algo. Já estavam no corredor, andando em passos calmos para chegar no quarto e levar Sasuke, mas o felino sabia, por sua boa audição, que ainda tinha algum tempinho

  S: Ah, Itachi

    Sasuke faz um sinal com a mão, para que o mais velho se aproximasse, como se fosse lhe contar um segredo. Itachi aproxima seu rosto ao do menor, que lhe fala baixinho, assim como o Uchiha havia feito mais cedo:

  S: Mesmo que eu esqueça de tudo, até mesmo de quem sou...eu sempre vou me lembrar do que você me disse. Eu também te amo, Itachi

    Contou-lhe, então, segurou seu rosto entre as mãos e, com a maior delicadeza do mundo inteiro, tocou seus lábios macios e rosados nos lábios de Itachi. Um beijo completamente inocente, que foi o suficiente para incendiar não só o peito, mas o corpo inteiro dos dois. Como se, nos poucos segundos que seus lábios estavam juntos, o mundo inteiro tivesse mudado completamente 

    Era quase impossível de acreditar que o universo não era só deles

    Era esmagador, mas não machucava. Nem um pouco

    Sasuke separa seus lábios do de Itachi e sorri amavelmente. Queria fazer isso há muito tempo, mas só depois de se esquecer de tanta coisa...se esquecer do medo que sentia de seu dono achar isso algo estranho, é que ele finalmente teve coragem de faze-lo. E foi bom, não se arrependeria disso, nunca

    Nem se ele morresse agora mesmo, ele se arrependeria ou se esqueceria deste momento

    Itachi parecia estar paralisado. O que Sasuke havia acabado de fazer? Era mesmo real?

    Algumas pessoas entram no quarto onde os dois estavam

  ?: Está na hora

  I: ...O que? Ah...sim

    Itachi parecia estar nas nuvens e, pela primeira vez em muito tempo, era de um modo bom. Ele observa Sasuke, sorrindo para ele enquanto é levado para fora do quarto. Seu rostinho estava vermelho de vergonha, talvez ser levado para fora do ambiente fosse como um plano para escapar da vergonha do momento? Mas que neko inteligente 

    O Uchiha permanece imóvel por algum tempo, seria realmente estranho se seu corpo reagisse de outro modo. Parecia que estava queimando vivo, até seus ossos pareciam quentes. Estava prestes a pegar fogo, mas era...bom, nem todo aquele calor que sentia era desconfortável

    Itachi leva uma de suas mãos aos seu lábios, o gosto adocicado do lábios de Sasuke continuam ali...não era mentira, realmente tinha acontecido

    Seu coração estava prestes a pular do peito, sentia que ia morrer a qualquer segundo, mas era tão bom...

    Mesmo que morresse, não iria esquecer aquela sensação maravilhosa

    


Notas Finais


Espero que tenham gostado, obrigada por terem lido =) Até o próximo Cap. Tchau tchau!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...