História Meu nerd perfeito - Capítulo 5


Escrita por: e Siljin

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Inu no Taishou, Inuyasha, Kagura, Naraku, Rin, Sesshoumaru, Youkai Satori
Tags Rin-patricinha, Sesshoumaru-nerd
Visualizações 329
Palavras 1.638
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa noite e boa leitura ^^
Esse é o trecho de uma música que fico ouvindo o tempo todo, enquanto escrevo essa fic com a Sil. É ela que me inspira a escrever a Rin chata que a maioria de vocês tem odiado 👀

Eu não consigo mais parar / Ei, cuidado que eu sou problema, eu sei / Com essa cara, ninguém diz "eu cansei" / Te ver chorar me faz sorrir outra vez, sem parar / Se for maldade, me desculpa, eu não consigo evitar / É como um vício e não dá pra explicar
Nosso beijo é hipnose, te faz querer ficar (Esse último trecho vamos deixar pra um futuro próximo) 👀👌

Capítulo 5 - Capítulo Cinco


Fanfic / Fanfiction Meu nerd perfeito - Capítulo 5 - Capítulo Cinco

Rin on

Uma semana depois

Finalmente aqueles dias passaram. Já tava na hora. Não aguentava mais aquela necessidade absurda de comer chocolate.

Kikyou e Sara ficaram chateadas, pois acabei deixando as duas um pouco de lado, já que fiquei realmente bolada por terem falado mal do Jaken.

Ele é um anão na minha vida, mas ninguém fala mal dele, ainda mais na minha frente. Jaken é como um segundo pai pra mim, me criou desde pequena, por isso merece respeito também.

Já na sala de aula, estávamos todos esperando pela professora, enquanto eu rabiscava no meu caderno e o Sesshoumaru conversava com o Miroku, que estava sentado em cima da mesa dele e Sango em pé ao seu lado.

Sara: Rin. - Olhei pro lado - Vai ficar chateada com a gente até quando? Já falamos que não faremos mais aquilo.

- Eu sei, já passou. - Sorri - Estamos bem agora, mas ainda devem respeitar ao Jaken. Ele é importante pra mim, além de ser humano como a gente. Não devem tratá-lo como se não fosse nada.

Kikyou: Não faremos mais isso. Prometemos. - Sorri novamente e a professora chegou, o que fez todos voltarem aos seus lugares e ficarem quietos

Sesshoumaru on

Sem querer escuto a conversa da menina que me odeia por nada e penso: Por que ela não pode ser tão boazinha assim comigo? O problema é só comigo mesmo.

Suspiro desanimado.

- Sesshoumaru?

- Hum? - Volto a prestar atenção no Miroku

- Me responde, cara.

- Hã, o quê?

- Se você quer ir a uma social na minha casa, domingo.

- Não sei. Tenho que pedir aos meus pais.

- Não vai dizer que ainda é um bebêzão?

- Não, mas eu só saio com autorização dos meus pais.

- Cara, você já tem 18 nas costas.

- E daí? Moro com eles e tenho que cumprir regras. Não sou nenhum filho de papazinho para ser mimado não.

- Desculpa aí! Não tá mais aqui quem falou. Só confirma depois no whatsapp.

- Beleza.

Rin on

Estávamos a caminho do refeitório, quando Sango solta a pergunta:

Sango: Rin, Miroku vai fazer uma festinha na casa dele, domingo. Quer ir?

- E eu fui convidada?

Sango: Está sendo agora, oras.

- Mas ele me quer lá? - Ela revira os olhos

Sango: Diz logo que sim. Quero você lá.

- Tá, tá bom! Eu vou. - Ela soltou um gritinho de alegria

Sara: Será divertido ir a uma festa. - Sorri

Sango: Ah! Vocês duas não foram convidadas. - Sorriu grandemente

Kikyou: Como assim?

Sango: Simples, ué. Eu não quero vocês lá, Miroku também não quer, ninguém quer... Por isso não estão convidadas.

Sara: Isso é tão injusto.

Kikyou: Não ligue pra ela. - Revirou os olhos - Podemos fazer uma festa do pijama na sua casa.

Sara: Se quiser ir, Rin...

Sango: Ela já disse que vai comigo. Não tentem fazê-la mudar de ideia. - Diz brava

- Ok, já chega, neh? Vamos comer que ganhamos mais.

Sesshoumaru on

O domingo não demorou a chegar, e era quase meio dia quando vejo o celular tocar.

- E aí, mano. Você vem essa noite aqui pra casa? - Era o Miroku

- Ainda nem pedi permissão aos meus pais. - Minha voz ainda estava rouca por causa do sono

- Cara, a semana toda e você ainda diz isso?

- Vou pedir na hora do almoço. - Reviro os olhos

- Então, tá. Mas avise se não vier.

- Ok, Miroku.

Desligamos e sigo pro banheiro para tomar banho.

No domingo acordo mais tarde, por isso nem fiz questão de tomar café. Além do mais, já está na hora do almoço mesmo.

- Sesshy. - Enquanto descia as escadas, vi meu irmão ainda de pijama e com uma cara de sono

- Oi?

- Me ajuda a escovar os dentes?

- Claro que ajudo.

Rin on

Kagura: Não vai chegar tarde, neh Rin? - Estávamos almoçando e falando sobre a festinha do Miroku

- Não sei, mãe. - Dei de ombros

Naraku: Se for beber, não exagere.

- Sim senhor, pai.

Meus pais são bem liberais com bebida. Meu primeiro porre foi com eles, pois queriam me ensinar a beber. Tá, só tenho 17 anos, mas eles sabem como são os jovens de hoje em dia, por isso saímos pra beber depois dos meus 15 anos. Foi bem legal, não a parte em que passei mal depois.

Kagura: Qualquer coisa ligue e Jaken irá buscá-la.

- Ok. E eu combinei com a Sango pra ela vir pra cá. Vamos nos arrumar e ir, quando der a hora.

Kagura: Posso fazer o cabelo de vocês? - Pergunta com os olhos brilhando

- Claro mãe! Toda ajuda é bem vinda.

Naraku: Mulheres. - Revirou os olhos - Vão ficar uma eternidade naquele quarto, até finalmente terminarem de se arrumar. - Minha mãe e eu rimos

Sesshoumaru on

Noite

- Pensei que não viesse. - Apertamos as mãos

- Tô aqui, não to?

- Por que do estresse? - Miroku pergunta rindo

- Ah, meu pai não gosta quando vou em festas e prefere que eu perca o tempo estudando. Minha mãe quem o convenceu a me deixar vir, pois eu preciso me divertir às vezes. - Reviro os olhos - Cadê os outros?

- Bankotsu tá ali, pegando a Midoriko. -  Aponta pra um lugar escuro - Kouga, ali, pegando Ayame. E a Kanna tá sentada ali, te esperando.

Dou de ombros.

- Vou lá falar com ela.

- Ok, vou mandar mensagem pra Sango. Quero saber se ela vem, pois está atrasada.

- Hum.

Rin on

Sango: Aí! Por que essa espinha tinha que aparecer justo hoje? - Choramingou

Kagura: Calma querida. Isso a gente resolve rapidinho. - Disse enquanto eu terminava de passar meu batom rosa claro - Prontinho!

Sango: Uau! Nem dá pra ver. - Se admirou no espelho

- Você é linda de qualquer jeito, até com uma espinha no meio da testa. - Nós três rimos

Kagura: Agora vão logo, garotas! Já estão atrasadas, não estão?

Sango: Pior que sim. O Miroku até já mandou mensagem perguntando.

Kagura: Hum... É seu namorado? - Perguntou maliciosa

Sango: Não. - Corou - Bom... Ele não pediu ainda.

- Já deveria ter pedido. Mas vamos logo, antes que ele mande outra mensagem.

Kagura: Já sabem, neh meninas? Tomem cuidado com as bebidas. - Disse enquanto descíamos as escadas

- Sim, mamãe. - Sango e eu falamos ao mesmo tempo e minha mãe riu

Eu estava com vestido preto, que bate no meio das minhas coxas, e uma sapatilha azul pra combinar com as minhas unhas. Sango usava um vestido rosa e salto preto. Pegamos nossos celulares, nos despedimos dos meus pais e entramos no carro; que Jaken começou a dirigir em direção a casa do Miroku.

Sesshoumaru on

- Podia me pedir em namoro. Tá achando que sou moça só de ficar? - Kanna diz, ofegante, depois de uns beijos

Coço a nuca e coro.

- Não pega pesado. - Ela gargalha

- Tô brincando. Mas quando se sentir preparado, estarei aqui. - Me da um selinho -Vamos dançar ou beber um pouco?

- Eu nunca bebi álcool.

- Nossa! Então essa será sua primeira vez. - Me puxa até onde estavam as bebidas -Aqui, começa com essa.

- Tequila? Isso deve ser forte demais pra mim.

- Homem, para de frescura.

Engulo a seco e começo a tomar o primeiro gole.

Rin on

Tocamos a campainha e o próprio Miroku atende a porta.

Miroku: Bem vindas, meninas! - Diz sorrindo, enquanto entramos

Claro que todos ali presentes me olharam torto, já que não imaginavam que eu iria.

Miroku: Espero que aproveite essa socialzinha, Rin. - Diz de forma simpática

- Estou duvidando, mas quem sabe? - Olho em volta, vendo os cochichos começarem

Miroku: É melhor todo mundo parar de palhaçada! - Diz sério e um pouco alto - Estamos aqui pra nos divertir e não ficar olhando torto pra ninguém.

Sango: Relaxa! Vou ficar perto de você. Estamos juntas nessa, então vamos nos divertir.

Miroku: Isso aí! Sei que não somos amigos, mas podemos ser. - Esticou a mão e, sorrindo, eu apertei

- Obrigada.

Miroku: Ah, não tem de que! - Dá de ombros - Toda amiga da minha garota, é minha amiga também. - Pisca pra Sango, que cora

- Me desculpe chegar assim de intromissão e tal, mas quando pretende pedir minha amiga em namoro? - O garoto ficou pálido

Sango: Rin! - Adverte

- O que? Eu só quero saber.

Miroku: Hããã.... - A campainha toca - Preciso atender. - Se afastou as pressas

- Salvo pelo gongo, literalmente.

Sango: Rin. - Meu deu um cutucão com o cotovelo

- Aí! Por que fez isso?

Sango: Ainda pergunta por quê? - Revirou os olhos e seguiu até a mesa onde estavam as bebidas. Vi o Sesshoumaru ali, mas nem me importei

- É claro que pergunto. O que fiz de errado? Só perguntei o que você quer saber.

Sango: Mas você sabe que ele e eu nunca conversamos sobre namoro.

- Já tá na hora de conversar sobre. Estão ficando já tem um bom tempo e nada ainda. Ele precisa falar logo o que quer com você. Se não for nada sério, você pode parar com tudo antes que se apaixone ainda mais, e ainda terá a chance de seguir em frente e procurar por um cara que vai te valorizar. - Minha amiga suspira e eu pego uma bebida, virando o copo de uma vez

Sango: Você tem razão. Realmente estou sendo enrolada.

- Às vezes ele só precisa de um empurrãozinho. Foi isso o que fiz. - Dei de ombros, pegando outra bebida

Sango: Nossa amiga! Pega leva na bebida.

- Tô precisando relaxar.  


Notas Finais


Rin e Sesshoumaru na mesma festa e bebendo... O que será que rola? 🤔

Manu Gavassi - Hipnose: https://www.youtube.com/watch?v=8-IfdsruH8g


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...