1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Novo Eu - YoonMin (Híbrido) >
  3. Grandes Mudanças

História Meu Novo Eu - YoonMin (Híbrido) - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Grandes Mudanças


POV Yoongi On

Sei que essa semana será longa com o Jimin aqui, preciso pensar logo em uma forma de algum dos meninos ficar com ele, chegamos em casa não faz nem mesmo 10 minutos e já estou quase perdendo a paciência com esse híbrido de novo.

- E por que o Yoongi não pode dormir junto com o Jimin?

- Porque eu não quero Jimin – Digo tentando me controlar para não gritar, já faz uma eternidade que estamos discutindo para ver quem vai ficar com a cama.

- O Yoongi não gosta do Jimin?

- Não é isso Jimin, mas dormir junto já é pedir demais e a minha cama não é tão grande assim.

- E onde o Yoongi vai dormir já que não quer dormir comigo?

- Ei essa cama é minha e quem vai ficar com ela sou eu!

- Mas e o Jimin? – Pergunta ele com um biquinho.

- Você.... Você dorme no sofá – Falo como se fosse a melhor coisa do mundo tentando convencer ele.

- Naquele sofá desconfortável? O Jimin já passou o dia todo em uma cama de hospital nada fofinha e agora vai ter que ficar no sofá?

- Jimin tente me entender o sono é uma coisa importante pra mim, se eu não dormir bem eu fico irritado o dia todo.

- Então o Yoongi nunca dorme bem, está sempre gritando com o Jimin... – Diz ele cabisbaixo

- Isso é porque eu tive que dormir no sofá ontem e ainda acordar cedo – Respondo na defensiva.

- Mas o Yoongi podia ter dormido com o Jimin!

- Não podia não!

- Mas o Jimin....

- CHEGA! – Grito e vejo ele se encolher – Você ganhou Jimin, fique com a cama e eu vou dormir no sofá – Termino de falar, pego meu travesseiro e desço para a sala.

Começo a arrumar as cobertas para mais uma noite no meu pequeno e desconfortável sofá e fico pensando se a poltrona realmente não é uma melhor opção. Assim que consigo deixar tudo no lugar certo decido mandar uma mensagem para o Jin, eu já sabia que tudo isso era loucura, mas depois de hoje tenho certeza absoluta.

Eu: Hyung acorda!

Jin Hyung: Mas não consegue passar nem 5 minutos sem a minha ilustre presença não é mesmo?

Eu: Para de se achar e me escuta

Jin Hyung: Te escutar não dá, só ler mesmo

Eu: Aff Hyung que humor bom hein tô rindo horrores...

Mas então.... Realmente não acho que o Jimin aqui foi uma boa ideia.

Jin Hyung: Gritou com ele por causa do que agora?

Eu: Você acredita que é a segunda noite que eu sou obrigado a dormir no sofá?

Jin Hyung: Acho bom mesmo que você tenha deixado a cama pra ele.

Eu: Mas eu não deixei! Só que ele quase surtou quando mandei ele dormir no sofá.

Jin Hyung: Não acredito que você mandou o menino dormir no sofá! Depois de toda a história de vida horrível que ele contou como você teve coragem de fazer isso?

Eu: Hyung você vai entender o que é vida horrível quando tiver que passar a semana nesse sofá.

Jin Hyung: Chega de reclamar, essa semana a gente precisa levar os meninos pra conhecer o Jimin e a gente aproveita e libera espaço do seu “escritório” que na verdade é o quarto do entulho e faz um quarto para o Jimin.

Eu: Fazer um quarto para o Jimin?

Jin Hyung: Mas é claro, você não acha que ele vai querer um lugar só dele?

Eu: Mas isso não é demais? Tipo eu não vou ficar com o Jimin tanto tempo assim.

Jin Hyung: E quer que ele vá pra onde?

Eu: Não sei, mas você sabe que ele aqui não vai dar certo.

Jin Hyung: Mas é claro que vai, você só precisa aceitar um pouco de mudança na sua vida.

Eu: Eu já disse que minha vida está ótima do jeito que está!

Jin Hyung: Exatamente Suga, ótima do jeito que está com o Jimin nela.

Eu: Não foi isso que eu quis dizer.... Você entendeu.

Jin Hyung: Sim entendi e você também, agora vai dormir que amanhã eu trabalho e um certo alguém me fez acordar cedo no meu único dia de folga da semana.

Eu: Ok, mas depois a gente vai resolver esse problema todo.

Jin Hyung: Claro que vamos, o quarto do Jimin vai ficar pronto em menos de uma semana.

Eu: Hyung para com isso, você entendeu...

Jin Hyung: Boa noite Suga.

E com essa conversa eu consigo ver que meu querido amigo só quer ferrar com a minha vida, eu não entendo o que ele via de errado no modo que eu vivia antes do Jimin aparecer. Pensando bem o culpado de tudo sou eu, se eu tivesse ignorado o barulho naquele beco e ido para casa nada disso estaria acontecendo.... Mas eu tive que ser curioso e acabei com um híbrido manhoso roubando minha única paixão.... Minha cama. Espero que ele encontre logo um lugar para morar, nunca perguntei a idade dele, mas com certeza ele já é maior de idade e pode morar sozinho.

Acordo com um peso em meus tornozelos e quando abro os olhos vejo o Jimin sentado no chão ao lado do sofá todo encolhido e com a cabeça pendendo para o lado sobre meus tornozelos, vejo que o rosto dele está molhado de lágrimas, mas ele está dormindo.

- Jimin? – Chamo em um tom alto suficiente para acordá-lo

- Desculpa Yoongi – Diz ele baixinho.

- O que aconteceu?

- O Jimin teve um pesadelo e não queria ficar sozinho, mas também não queria acordar o Yoongi.

Eu me levanto, enrolo ele na minha coberta e o deixo sentado no sofá.

- Espere aqui, eu já volto ok? – Digo indo para a cozinha, mas logo sinto uma mão apertar meu braço.

- Não deixa o Jimin sozinho de novo – Diz ele já chorando – O pesadelo foi muito assustador...

- Tudo bem, pode vir comigo então.

Levo ele para a cozinha junto comigo e deixo ele sentado sobre a bancada enquanto esquento a última xícara de leite que ainda tinha nessa casa. Enquanto estou no fogão olho para o Jimin e vejo que algumas lágrimas ainda insistem em cair, fico um pouco culpado de ter gritado com ele e depois ter deixado ele sozinho sem nem ajudar ele a arrumar a cama.

- Jimin – O chamo e ele me olha – Você quer conversar sobre seu pesadelo? – Pergunto, mas ele apenas balança a cabeça negativamente.

Adoço o leite com uma colher de mel do mesmo jeito que fiz da última vez, coloco em uma xícara e o chamo para irmos para o quarto. Chegando lá vejo que a cama está sem nenhum cobertor e eu me lembro que ele também estava descoberto quando estava lá embaixo.

- Você não pegou as cobertas Jimin?

- O Jimin não queria mexer nas coisas do Yoongi – Diz ele com uma expressão triste e assustada ao mesmo tempo.

- Me desculpa por ter gritado com você naquela hora ok? Eu não deveria ter gritado nem te deixado aqui sozinho – Falo me perguntando que bicho me mordeu para eu estar me desculpando por isso.

- O Jimin te desculpa – Diz ele com um sorrisinho.

- Senta aqui e toma o leite que eu vou pegar mais uma coberta – Falo colocando ele na cama e entregando a xícara.

Pego mais um cobertor no meu guarda-roupas e coloco na cama junto com a que eu tinha enrolado nele, espero ele terminar o leite e termino de arrumar a cama para ele dormir.

- Você está melhor? – Pergunto e ele balança a cabeça positivamente – Vou apagar a luz e você tenta dormir mais um pouco ok? – Digo já indo para a porta do quarto.

- Yoongi! – Ele grita desesperado.

- O que aconteceu? – Pergunto com o coração acelerado pelo susto por causa do grito repentino.

- Por favor, não deixa o Jimin sozinho, por favor – Diz ele voltando a chorar.

- Por que? Eu posso deixar o abajur ligado, não vai ficar tão escuro – Falo tentando acalmar ele.

- O Jimin não quer ficar sozinho, fica aqui, por favor.

Eu suspiro, acendo a luz do abajur e desço as escadas para buscar meu travesseiro, eu não queria ceder as vontades dele, mas ele parece realmente assustado e no fundo eu fico com um pouco de pena ao lembrar de todo o passado dele. Quando entro no quarto novamente vejo o Jimin todo encolhido na cama ainda chorando, coloco meu travesseiro no lugar e me sento já me arrumando para dormir, mas no mesmo instante sinto os braços do Jimin me rodeando em um abraço apertado.

- Obrigado Yoongi, muito obrigado – Escuto ele falando baixinho.

- Tudo bem, agora vamos dormir Jimin – Falo tentando me soltar dele, mas ele continua me segurando muito forte.

Depois de desistir de me soltar dele, acabo abraçando ele de volta esperando ele se acalmar um pouco, ele vai parando de soluçar aos poucos e finalmente me solta.

- O Jimin sonhou com você e com o Jin – Diz ele sem olhar para o meu rosto.

- E o que aconteceu? – Pergunto tentando imaginar o porquê de ele ter ficado tão assustado com esse sonho.

- O Yoongi tinha cansado de cuidar do Jimin e chamou o Jin para devolver o Jimin para o antigo dono – Ele fala e já vejo uma lágrima cair de seus olhos – O mestre aceitou o Jimin de volta, mas logo que ficamos sozinho o mestre jogou o Jimin no quarto escuro, mas o Jimin não estava sozinho, tinha.... Tinha algum bicho junto que ia matar o Jimin Yoongi – Ele continua contando já voltando a chorar desesperado – Não deixa o mestre matar o Jimin, não deixa Yoongi, não deixa por favor, não abandona o Jimin por favor.

Sem saber o que fazer eu apenas abraço ele novamente e fico acariciando os cabelos dele esperando ele se acalmar um pouco. Vendo ele dessa forma eu consigo perceber o quanto aquele homem deve ter machucado o Jimin pra ele ter tanto medo de voltar para aquele lugar. Quando percebo que ele caiu no sono arrumo ele nas cobertas e decido dormir também, afinal estou exausto depois de todos esses acontecimentos.

Acordo com um dor no braço e quando abro os olhos vejo que estou totalmente agarrado com o Jimin, ele dorme me abraçando igual um coala e isso definitivamente não está me agradando nem um pouco. Respiro fundo segurando minha raiva e tento soltar ele do meu corpo, mas nada que eu faço dá certo, conto até 10 novamente, mas estou muito próximo de explod....

- JIMIN SERÁ QUE DÁ PRA VOCÊ ME LARGAR?? – Grito com todas as minhas forças e vejo o Jimin acordar assustado me largando imediatamente.

- Desculpa – Ouço ele falar baixinho, mas o meu mal humor matinal não me permite sentir pena dele.

- Eu vou tomar meu banho e acho bom a cama estar impecável quando eu voltar escutou? – Falo me levantando.

- S-Sim Yoongi – Ele responde gaguejando um pouco.

- Você tem 10 minutos pra arrumar tudo e estar esperando na porta do banheiro pra ir tomar seu banho.

Deixo ele sozinho no quarto ainda um pouco assustado e vou para o banheiro, tiro minha roupa e deixo a água quente relaxar meus músculos e levar minha irritação embora.

Eu sou uma pessoa extremamente irritada assim que acordo, eu simplesmente fico bravo até mesmo com o vento ou com a luz que me acordam. Sei que não deveria ficar gritando com o Jimin porque ele é sensível, mas se ele for morar comigo um tempo, ele terá que se acostumar com o meu jeito.

Após terminar tudo e me trocar saio do banheiro e vejo o Jimin de cabeça baixa com sua toalha e roupas na mão esperando ao lado da porta, olho para a cama e vejo que está toda arrumada o que já me deixa um pouco mais calmo e feliz.

- Não demore no banho, vou estar na sala – Falo em um tom sério sem ao menos olhar no rosto dele.

Não sei se ele esperava por um elogio quando eu olhei a cama arrumadinha, mas percebi seu olhar um pouco triste enquanto entrava no banheiro. Coloco o resto das coisas do quarto no lugar certo para não virar bagunça depois e desço para a sala, como sei que não tenho comida nem me dou ao trabalho de ir até a cozinha, vou esperar o Jimin descer e falar para ele que vou ao mercado. Pensado bem, não é uma boa ideia deixar o Jimin sozinho aqui melhor eu ver se os meninos podem ficar um pouco com ele. Decido então ligar para o Jin que já é mais próximo dele.

- Alô Hyung?

“Que foi Suga? Tô em horário de atendimento, fala rápido que eu tô com consulta marcada aqui”

- Eu preciso ir no mercado urgente você pode ficar com o Jimin aí na clínica por uns minutinhos?

“Não da Yoongi, a clínica tá cheia hoje e não tenho como cuidar dele, mas por que não leva ele? É só um mercado Suga”

- Mas eu vou levar o dobro do tempo pra fazer tudo com ele na minha cola Hyung, não tem como você ficar com ele mesmo?

“Não, agora preciso desligar porque tenho pacientes me esperando, leva o menino logo Suga!”

Ok se o Jin não pode a próxima opção é o Namjoon, ele pode deixar o Jimin com ele na sala dele, vai ser calmo e seguro.

“Fala Suga, tudo certo?”

- Na verdade eu queria pedir um favor, você tá ocupado?

“Estou indo pra uma reunião, por que?”

- Tem como você ficar com o Jimin uns minutinhos enquanto eu vou no mercado?

- Jimin.... Ah o híbrido?

- Sim, prometo que ele não vai causar problemas.

- Nossa Suga o que ele fez com você pra você ficar todo educado assim?

- Para de rir, tô educado porque tô pedindo favor.

“Sei, mas eu ficaria com ele sim, só que essa reunião que eu tô indo é em Busan, na verdade eu já estou aqui.”

- E por que não falou antes? Gastou o tempo em que eu poderia estar pedindo para outra pessoa.

“E olha o velho Suga voltando”

- Aish tchau Namjoon, não ajuda com nada mesmo...

Desligo antes que ele possa falar mais alguma coisa e vejo que só me resta o Hoseok já que o Jungkook e o Tae estão na faculdade e de qualquer jeito não seria uma boa ideia deixar o Jimin com eles, ligo então para o J-Hope na espera de que ele possa me ajudar.

“Oi Suga tudo bem?”

- Tudo, na verdade eu queria pedir um favor.

“Pode falar”

- Você pode ficar com o Jimin um pouco? Preciso ir no mercado.

“Mas por que não leva ele?”

- Não tenho paciência e ele vai me atrasar.

“Sinto muito Suga, mas com o Namjoon em Busan eu não posso deixar ninguém entrar e assistir as aulas”

- Mas ninguém ajuda quando eu preciso viu?

“Leva ele logo, se ele não iria causar problemas pra gente, não vai causar pra você também. Agora eu preciso ir, minha aula vai começar”

Desligo a ligação e quase jogo o celular na parede, realmente eu me meti nesse problema todo sozinho e meus amigos não parecem querer me ajudar com isso. Enquanto dou meu surto de raiva me jogando no sofá vejo o Jimin descendo as escadas lentamente.

- Jimin estou indo no mercado, não respire, não fale, não mexa em nada, só sente nesse sofá e olhe para frente até eu voltar – Falo rapidamente e coloco meu casaco para sair.

- Yoongi – Escuto ele me chamar enquanto vou em direção à porta, mas apenas ignoro – Yoongi.... YOONGI!

- Que foi menino? – Falo sem paciência.

- Não deixa o Jimin sozinho aqui – Ele fala com uma expressão assustada.

- Aish Jimin, eu não vou demorar e está claro ainda, volto logo – Digo e volto para a porta.

- YOONGI POR FAVOR – Diz ele já desesperado – O Jimin vai se comportar.

Eu apenas jogo uma touca na cara dele e abro a porta de casa, ele me olha confuso e eu perco a paciência mais uma vez.

- Coloca essa porcaria e vamos logo – Falo sério, mas me segurando para não gritar.

Ele coloca a touca escondendo suas orelhinhas e me segue até o carro. O caminho até o mercado foi silencioso, mas por mais que eu goste de um tempo de paz, esse silêncio está me deixando um pouco desconfortável e culpado, eu tenho tratado o Jimin mal o dia todo e para ser sincero eu nem mesmo sei o porquê de tudo isso. Quando estacionamos já no mercado eu respiro fundo e me viro de frente para ele.

- Jimin eu preciso te pedir um favor – Falo e ele apenas me olha – Eu preciso que você evite ao máximo falar em 3° pessoa enquanto estivermos dentro do mercado, você consegue?

Ele balança a cabeça em afirmativa e então saímos do carro, o estacionamento estava um pouco vazio, o que me deixou um pouco menos tenso já que o Jimin não confia muito nas pessoas. Espera, eu deveria estar feliz por EU não gostar de ir em lugares cheios e agora fico me preocupando com o Jimin? Vou começar a considerar a chance de ele ser mesmo o tal alienígena que o Hyung falou.

Entramos no mercado e eu pego um carrinho, essas compras vão demorar uma eternidade, eu preciso comprar literalmente tudo o que uma casa precisa e na velocidade que o Jimin está andando vamos demoras mais de 2 horas para pegar tudo.

- Jimin você pode andar mais rápido? – Digo um pouco irritado.

- Desculpa, tem muita gente aqui – Ele responde baixinho.

Eu apenas puxo ele para o meu lado e começo a andar mais rápido o obrigando a me acompanhar. Depois de uns 10 minutos sem nenhum incidente vejo o Jimin se distrair enquanto olha algumas caixas de cereal coloridas e então antes que eu possa impedir ele esbarra com tudo em um senhor que acaba derrubando as coisas que estava carregando.

- VOCÊ NÃO OLHA POR ONDE ANDA GAROTO? – Grita o senhor irritado.

- D-Desculpa – Fala Jimin já se abaixando para pegar as compras do senhor.

- Vocês jovens acham que podem fazer o que quiser? – O senhor continua falando irritado – Os pais de vocês não dão educação? Eu estou cansado de ver esses jovens inconsequentes em todos os lugares!

Vejo que o Jimin está prestes a chorar por causa do jeito agressivo que o senhor está falando com ele, então decido intervir antes que ele comece a chorar de verdade e a situação fique ainda mais complicada.

- Senhor – O chamo ajudando o Jimin a pegar o resto das compras e entregando ao senhor – Ele já pediu desculpas ao senhor, ele só estava distraído e o senhor também poderia ter desviado para evitar toda essa situação.

- Agora você vai colocar a culpa em mim sua criança mal-educada – Ele diz carrancudo.

- Me desculpe senhor, eu preciso terminar minhas compras – Digo e puxo Jimin para o próximo corredor.

- Desculpa – Ouço o Jimin falar baixinho atrás de mim.

- Tudo bem, aquele senhor não precisava ter falado aquelas coisas, mas fique mais atento Jimin, não saia de perto ok?

Assim que falo sinto o Jimin agarrar meu braço e ficar ainda mais encolhido ao meu lado, quando eu disse para ele ficar perto eu não quis dizer grudado, mas ele já está assustado o suficiente, não vou gritar com ele de novo.

Continuamos fazendo as compras e quando finalmente quase tudo está no carrinho, passamos por uma geladeira repleta de diversos bolos de todos os sabores possíveis. Eu simplesmente passo reto, mas sinto o Jimin puxar meu braço me fazendo parar.

- Esse é o bolo de chocolate que eu comi no primeiro dia? – Pergunta ele curioso.

- Não era exatamente esse bolo, mas era igual a esse – Digo com expressão de tédio desejando poder ir para casa logo.

- Você pode levar um desses Yoongi?

- Não, agora vamos logo para casa – Respondo seco.

- Por favor Yoongi, o Jimin gostou muito do bolo – Ele fala de forma manhosa.

- O que eu disse sobre falar em 3° pessoa?

- Que eu não poderia... Desculpa é um hábito.

- Que não aconteça de novo enquanto estivermos em lugares públicos certo? – Falo voltando a andar, mas novamente sou parado por ele.

- Não vai acontecer, mas por favor leva um desses Yoongi – Ele pede balançando o meu braço.

- Você parece uma criança mal-educada e birrenta – Falo começando a me irritar.

- Por favor Yoongi.

- Fale comigo com respeito e eu posso pensar no seu caso.

- Como assim com respeito? – Ele pergunta confuso.

- Do que eu chamo o Jin?

- De... Hyu... Hyun... Hyung?

- Sim e você deveria fazer o mesmo comigo.

- Deveria? Por que?

- Porque eu sou mais velho e você me deve respeito, agora peça com respeito! – Falo de forma firme.

- Yoongi Hyung, você pode levar um bolo de chocolate por favor?

Eu apenas reprimo um sorriso que ameaçava surgir e pego o bolo da prateleira e coloco no carrinho prestando atenção na reação do Jimin.

- Obrigado Hyung!!! Obrigado – Ele diz dando pequenos pulinhos e me abraçando.

- Tá, agora me solta logo antes que eu mude de ideia – Falo e ele me solta imediatamente ficando já ao lado do carrinho todo comportado.

Acho que posso usar bolo de chocolate como uma forma de chantagem futuramente, essa é uma informação maravilhosa. Continuamos nosso caminho indo para a fila até que vejo uma senhora sorrindo e nos observando.

- É seu irmão mais novo? – Ela pergunta para mim.

Eu apenas o olho por um momento pensando em como posso explicar para a senhora quem o Jimin é, mas desisto de achar uma explicação e apenas concordo.

- Sim, é meu irmãozinho – Falo bagunçando o cabelo dele e em seguida dando um peteleco na testa dele fazendo ele ficar com um bico.

- É muito bonito ver como vocês se tratam, ver você cuidando dele – A senhora diz sorrindo – Tenho certeza que a mãe de vocês deve ter muito orgulho.

Eu apenas sorrio para a senhora e continuo meu caminho até a fila, percebo que o Jimin ficou muito quieto desde que a senhora nos parou, não sei o que é, mas também não sei se devo perguntar então decido deixar tudo como está. Passamos as compras, colocamos tudo no carro e voltamos para casa novamente, chegando em casa olho as horas e percebo que demoramos quase 3 horas para fazer essas compras. Minha vontade agora é me jogar no sofá e dormir o resto da tarde, mas vejo uma cozinha cheia de sacolas com produtos para guardar e um Jimin para lidar pelo resto do dia.

- Ok, vamos guardar tudo isso primeiro e depois podemos começar a fazer o almoço – Digo e já vejo o Jimin começar a retirar os produtos das sacolas, pelo menos ele é muito prestativo.

Depois de passar mais de meia hora organizando as coisas na cozinha, já escuto meu estômago roncar de fome, ás vezes eu queria poder estralar os dedos e ter o Jin Hyung para cozinhar para mim, mas como a vida não é tão simples eu mesmo que vou ter que fazer tudo.

- Yoongi Hyung – Escuto o Jimin chamando baixinho – O Jimin pode cozinhar pra você?

- Você quer cozinhar? – Pergunto e ele assente – Então tudo bem, eu vou esperar na sala.

Por essa eu não esperava, confesso que fiquei muito animado de pensar no Jimin sempre cozinhando para mim, eu sempre tive muita preguiça de fazer comida e ele se oferecendo me deixou bem animado com essa ideia. Deito no sofá, pego meu notebook e começo a repassar algumas histórias empacadas tentando ter algumas novas ideias, mas minha cabeça não parece querer continuar nenhuma das histórias que eu já tenho, então decido abrir um arquivo limpo e começar algo do zero.

Passo um tempo escrevendo um novo enredo e finalmente me sinto confiante de uma história, preciso publicar logo outro livro ou vou acabar ficando em uma situação financeira nada legal. Meus pensamentos são totalmente quebrados pelo aroma maravilhoso que está vindo da cozinha.

- Hyung... Já está pronto – Fala Jimin entrando na sala.

Eu me levanto e quando entro na cozinha me deparo com uma mesa toda arrumada, vejo legumes cozidos, frango assado, arroz e também um suco natural de laranja, tudo muito bonito e muito bem arrumado.

- Wow faz tempo que não arrumo minha mesa assim – Falo impressionado com o trabalho do Jimin, porém reparo em algo – Mas Jimin, por que só tem um prato?

- O Jimin cozinhou pra você – Ele diz normalmente.

- E você não vai comer? – Pergunto confuso e ele nega com a cabeça.

- O Jimin só come depois que o mestre acabar – Ele fala de forma automática.

Eu abro espaço na mesa e pego mais um prato, copo e talheres arrumando em frente aos meus, ele me olha confuso, mas não me impede.

- Jimin eu não sou seu mestre e você vai comer junto comigo – Falo sério.

- Mas o Jimin cozinhou pra você.

- Não, você cozinhou pra nós – Falo puxando ele para sentar na cadeira – Agora vamos almoçar.

Nos servimos e ele fica me olhando atentamente enquanto eu pego a primeira garfada da comida e experimento, fico mastigando por uma eternidade, é engraçado ver a expressão de desespero e curiosidade do Jimin.

- Parabéns Jimin ficou muito bom – Falo finalmente depois de deixar ele sofrer um pouco.

Vejo ele mesmo provar e percebo o seu sorriso enquanto ele mastiga, ele parece sempre uma criança feliz pelas coisas mais simples da vida, talvez eu devesse aprender um pouco com ele...

- O Jimin nunca tinha provado a própria comida – Ele fala sorrindo – É realmente gostosa.

- Como assim você nunca comeu a própria comida?

- Toda a comida que eu fazia era para o mestre e seus amigos, o Jimin só podia comer as frutas e legumes crus que estavam pra estragar na dispensa.

- Jimin aqui você pode comer o que quiser quando quiser ok?

- O Jimin não precisa pedir permissão?

- Não, se você sentir fome pode procurar nos armários e na geladeira a hora que quiser e cozinhar o que quiser.

- Isso parece legal – Diz ele com os olhinhos brilhando.

- O mais legal é chegar na casa do Jin Hyung de surpresa e fazer ele cozinhar pra você – Digo me lembrando das inúmeras vezes que já fiz isso – A comida do Jin é muito gostosa, uma das melhores que eu já experimentei, mas não fala isso para ele.

- Por que?

- Porque ele já se acha demais e ele me irrita.

Terminamos de almoçar, limpamos tudo e eu me jogo novamente no sofá com o computador no colo para continuar a escrever e vejo um Jimin entediado me olhando fixamente com aquele bico emburrado.

- O que foi Jimin? – Pergunto depois de ele ficar me olhando por uns 10 minutos.

- Não tem nada pra fazer...

- Eu tenho bastante coisa, não é culpa minha se você não faz nada – Digo e volto para o computador, mas ele continua me olhando – O que você quer?

- Quero fazer alguma coisa, ficar parado é chato.

- É só dormir Jimin.

- Mas eu não estou com sono – Ele fala ficando ainda mais emburrado.

Eu então me levanto pego o controle da televisão coloco no Youtube e entrego o controle na mão dele.

- O que eu faço com isso? – Ele me pergunta confuso.

- É o Youtube, pesquisa e assiste o que você quiser.

- You... o que?

- Você não sabe o que é Youtube? – Pergunto desacreditado.

- Não, o mestre nunca deixou o Jimin mexer na televisão.

- É assim, você pesquisa sobre algo que você gosta e então você vai poder ver vídeos de diversas pessoas falando sobre o que você pesquisou – Explico de forma rápida e simples.

- Não sei sobre o que pesquisar.

- Do que você gosta?

- Gatinhos.

- Só porque você é um? – Falo e na hora percebo que essa frase pode ter duplo sentido, mas duvido que ele vá perceber.

- O Jimin não é gatinho, o Jimin é híbrido. Eu sou humano também – Ele fala na negativa.

- Ok tudo bem – Pego o controle e digito “gatinhos fofinhos” e coloco uma playlist de vídeos fofos, não acredito que isso vai ficar no meu histórico – Aproveite seus gatinhos, quando cansar disso me avisa e eu troco.

Achei que o Jimin cansaria dos vídeos de gatinhos rapidamente, mas ficamos a tarde toda na sala e ele nem sequer piscava enquanto assistia aos vídeos com tremenda atenção, eu decidi então focar no meu livro que eu finalmente estava conseguindo desenvolver.


Notas Finais


Aaaah eu falo que vou colocar só uma vez por semana e olha eu aqui colocando duas...
Bom quando os cap acabarem eu vou acabar demorando mais, mas por enquanto o importante é o que importa.
Espero que estejam gostando, me falem a opinião de vcs e ah continuem EM CASA, NÃO SAIAM!
Proteção em primeiro lugar anjinhos, amo vcs até mais ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...